21 Edio Conexo Notcias

Download 21 Edio Conexo Notcias

Post on 19-Mar-2016

234 views

Category:

Documents

19 download

DESCRIPTION

Edio Maio/Jun

TRANSCRIPT

  • No comprometaseu sorriso

    Dicas dos cuidados que sedeve ter na higiene bucal.

    MeningiteSaiba os cuidados e onde procurarajuda na regio da Pamulha.

    PGINA 9 PGINA 6

    Boa comunicao fundamental

    Confira entrevista com es-pecialista em oratria.

    PGINA 2

    maio/junho - 2012 - Belo Horizonte/MG - 21a edio - Ano IV - Distribuio Gratuita - www.conexaonoticias.com.br

    Recebi tantos nos que cadasim que ouvi na vida foi comoum osis no deserto, eu bebiat a ltima gota.

    Vander Lee

    Recebi tantos nos que cadasim que ouvi na vida foi comoum osis no deserto, eu bebiat a ltima gota.

    Vander Lee

    Conexo Noticias-Edicao 21:Layout 1 03/05/2012 11:31 Pgina 1

  • Muito se ouve sobre oratria. Na verdade o termotem relao com a comunicao. Falar bem empblico, hoje, importante e diferencia candida-tos durante a busca de boas oportunidades de emprego. Eder Dinan professor da PUC BH e criou o curso deOratria e Desinibio. Desde 2009, o professor ajudaalunos a diminurem, ou mesmo, acabarem com a timidez.Nunca ouvi um grande comunicador dizer que a in-ibio/timidez o ajudou a crescer e se destacar (risos), ar-gumenta.

    Apesar de Eder achar que o povo brasileiro desinibido por natureza, uma pesquisa realizada pela USP emSo Paulo informou, que metade da populao brasileira se considera tmida. Pessoas que apresentam estecomportamento, podem se prejudicar nas atividades corriqueiras como conhecer novos amigos ou mesmocomear um relacionamento amoroso.O mercado de trabalho tambm exige boa comunicao, e os tmidos, podem acabar perdendo credibilidadedurante as entrevistas de emprego. Saiba um pouco mais sobre as tcnicas para melhor sua comunicao.

    Estamos expostos auma quantidadeenor me de infor-maes todos os dias. E

    ao contrrio do que parece lgico a quan-tidade de informaes que absorvemosest diminuindo. impossvel ficar atentoa todo comercial, propaganda, matria, no-tcias e informaes do cotidiano, com issoacabamos por criar um filtro mental queseleciona o que realmente achamos impor-tante e relevante para nosso conhecimento.

    Sabendo deste contexto que o Cone-xo Notcias busca produzir contedo dequalidade e diferenciado dos demais ve-culos de comunicao. Como nossas edi-es so bimestrais, temos mais tempopara trabalhar a informao e trat-la emtoda a sua complexidade, trazendo infor-maes completas e detalhadas acerca dosassuntos em destaque.

    Assim, o que percebemos que ao con-trrio dos demais veculos de grande cir-culao, e at mesmo os regionais, asmatrias divulgadas no Conexo Notciastem poder de entreter e ficam na memriade nossos leitores, esses que meses aps aveiculao nos solicitam respostas e con-tinuidade das matrias.

    Buscar informaes e obter conheci-mento concreto uma das maiores dificul-dades do homem atual. Ter conhecimentono deter informao acerca de vrios as-suntos saber como funciona o processoda informao, entender a evoluodessa informao que por sua vez mudanossa percepo diante da vida, e isso,exige muito esforo mental, tanto de quemquer aprender, como de quem deve fazer ainformao.

    www.conexaonoticias.com.br mmaaiioo//jjuunnhhoo//22001122

    www.conexaonoticias.com.br

    Cida Gregori - RG 1512 MGEditora Responsvel / Jornalista / Relaes Pblicas - RG 1512 MGFotografia: Cida Gregori e Allison Halliday

    O Jornal Conexo Notcias produzido pela Stillus Comunicao Razo social: Gregori & Gregori Comunicao

    Grfica: Sempre Editora LTDATiragem: 15000 exemplares

    Redao / Comercial:Teleone: (31) 4103-6178 Celular: (31) 8484-3930

    contato@conexaonoticias.com.br

    www.conexaonoticias.com.br

    @conexaonoticias

    Jornal Conexo Notcias

    DISTRIBUIO GRATUITA

    Os artigos assinados so de responsabilidade de seus autores eno refletem, necessariamente, a opinio do jornal.

    2

    Conexo Notcias - Quais os benefcios, no mercadode trabalho e no cotidiano, de se falar bem em p-blico?Eder Dinan - So muitos. H uma demanda no mercadode trabalho de profissionais que se comunicam bem. Paraatender um cliente presencial ou por telefone, para rep-resentar a empresa, fazer um pronunciamento ou dirigiruma reunio. Logo se uma pessoa tem bom contedo,boa formao e investe no seu maior patrimnio (con-hecimento) nada vai segur-la. Tenho vrios alunos quecomearam a vender mais, a ganhar mais dinheiro, elo-gios dos patres, foram promovidos na empresa depoisque comearam a trabalhar a comunicao.

    Conexo Notcias - Pessoas que se expressam bem,tem maiores chances?Eder Dinan - Claro que sim. Os universitrios estochegando no mercado profissional apenas com o con-hecimento. Quando aplicam este conhecimento de formaqualitativa na comunicao se destacam e por conse-quncia, ocupam as vagas.

    Conexo Notcias- O que as grandes empresas espe-ram de candidatos alm de um bom currculo e boaformao?Eder Dinan - Ah, que bom falar desta parte. Conheopessoas que alm do bom currculo e do curso superior,ainda no atuam na rea de formao. A timidez no leva

    a nada, preciso amputar este comportamento, a timidezs ir atrasar a vida profissional.

    Conexo Notcias- Como funciona o curso? Quempode fazer?Eder Dinan - Trabalho mais a parte prtica e menos aterica, preciso que o aluno pratique no decorrer docurso, onde dou feedbacks oportunos, para eliminar oque no ideal em um comunicador, bem como enfatizoo que bom na comunicao. Geralmente sou cotado porempresas ou faculdades para ministrar o curso, h em-presas que me contratam diretamente, ou por um inter-medirio. O curso para toda classe profissional, desdejuzes, advogados, profissionais liberais, diretores, enfim,qualquer profissional que deseja melhorar a comunicao bem vindo e ir ser conhecedor das tcnicas mais mod-ernas e eficazes, utilizadas pelos melhores comuni-cadores e apresentadores do pas.

    Conexo Notcias- Porque a criao de um cursodeste? O que voc acha que falta nos brasileiros?Eder Dinan - Notei que muitas pessoas precisavam deunir comunicao e desinibio, pois estes se completame se apoiam mutuamente. Os brasileiros so excelentescomunicadores. Somos expressivos, usamos o corpotodo e as expresses faciais. Falta mesmo conhecer astcnicas de comunicao e pratic-las, para ter maior se-gurana ao falar.

    Boa comunicao,a alma do negcio

    Hoje comunicar-se bem, conversar,ter uma boa dico podem serconsiderados diferenciaisno mercado de trabalho

    Conexo Noticias-Edicao 21:Layout 1 03/05/2012 11:31 Pgina 2

  • 3www.conexaonoticias.com.br

    www.conexaonoticias.com.br

    mmaaiioo//jjuunnhhoo//22001122

    Uma pedra preciosadas Minas Gerais

    Diverso: LLiivvrrooss Deus: DDeennttrroo Uma frase: MMoorraarr nnoo iinntteerriioorr ddoo mmeeuu iinntteerriioorr Uma emoo: ffiillhhooss nnaasscceennddoo Daqui pra frente:UUmm mmiissttrriioo Hobby: ffuutteebbooll,, lliivvrrooss,, ccaammiinnhhaaddaass,, ffiillmmeess,, ffiillhhooss,,sseexxoo......nnoo nneecceessssaarriiaammeennttee nneessssaa oorrddeemm ((rriissooss))

    Algum recado para os fs mineiros:OObbrriiggaaddoo ppeelloo pprreessttggiioo,,ppeerrmmaannnncciiaa ee ffiiddeelliiddaaddee.. AAtt bbrreevvee

    RAPIDINHAS

    Mineirode BeloHorizonte,Vander Lee sinnimode msicaboa

    Msica para ouvir a dois,em um grupo de amigos,msica de apaixonados,de romnticos. As composies deVander Lee realmente se destacam eencantaram grandes nomes da MPBcomo Maria Bethnia, Gal Costa,entre outros. Lanando o CD Sam-barroco, o jovem cantor apresentauma mistura de ritmos que, segundoele, so naturais.

    Vander disse em entrevista aoConexo Notcias que est comple-tando lacunas e a cada dia est maisprudente em seus novos projetos.Se percebo coisas que gosto e no

    fiz , j um motivo pra fazer umanova cano. A gente vai amadure-cendo, descobrindo novos horizon-tes, naturalmente, sem forar,conta.

    O cantor e compositor contouque j pensou, vrias vezes, em de-sistir, mas que sempre algo o des-pertava para novas possibilidades.Em 1998 aps a perda de duas pes-soas muito importantes, a depressoquase o fez desistir dos palcos. ElzaSoares, a madrinha, colocou osolhos e os ouvidos (como ele mesmodiz) em seu trabalho e o fez renascerpara o sucesso.

    Com mais de duzentas msicasescritas e mais de 100 gravadas, ocompositor j reconhecido nacio-nalmente. Antes da fama trabalhoucomo faxineiro, office boy, almoxa-rife, auxiliar de jardinagem e vende-

    dor ambulante, por isso a fama e oreconhecimento so valorizados, emuito, por Vander. Sinto que estouno caminho certo, que fiz uma boaescolha, mas acho que falta muitopara que me sinta como um grandenome, revela.

    Pai de trs filhos e marido dacantora e atriz Regina Souza, Van-der se mostrou simples. Disse quequando seus familiares esto bem,ele se sente bem. Quanto a diversoem BH ele revelou que gosta de irao parque das mangabeiras, de as-sistir shows no Palcio das Artes ecaminhar a noite na Praa da Liber-dade. Ento no se assuste se esbar-rar no Vander em um de seuspasseios.

    Novo CD SambarrocoCom mais de 20 anos de car-

    reira, a capital mineira foi palco dolanamento do novo CD. O cantore compositor contou que gostariade ver o CD Sambarroco emDVD. Tenho um carinho maiorpelo filho mais recente, natural-mente!, brinca. So nove msicasinditas e o ritmo voltado para osamba. Quem gosta do meu tra-balho, de uma forma geral, vaigostar do disco. um trabalhomais atual, mais redondinho, mastem muita referncia com o que euvenho fazendo h algum tempo,diz ele.

    O repertrio de Sambarrocotraz leituras renovadas do Cd Nobalano do balaio (1999) e msi-cas importantes como Galo e Cru-zeiro, T em Liquidao,Baiana Cover, e claro, Romn-ticos.

    CURIOSIDADES Vander Lee considera aspedras preciosas a carade Minas Gerais

    torcedor do AtlticoMineiro

    E adora Frango comQuiabo

    Conexo Noticias-Edicao 21:Layout 1 03/05/2012 11:31 Pgina 3

  • 4 www.conexaonoticias.com.br mmaaiioo//jjuunnhhoo//22001122

    www.conexaonoticias.com.br

    Chique sempre

    Fonte: Carla Maria Lima Leirz

    Nunca o termo Chique foi to usado para qualificar pessoascomo nos dias de hoje.

    A verdade que ningum chique por decreto. E algumas boascoisas da vida, infelizmente, no esto venda. Elegncia uma delas.

    Assim, para ser chique preciso muito mais que um guarda-roupaou closet recheado de grifes famosas e importadas. Muito mais que umbelo carro italiano.

    O que faz uma pessoa chique, no o que essa pessoa tem, mas aforma como ela se comporta perante a vida.

    Chique mesmo ser discreto.Quem no procura chamar ateno com suas risadas muito altas,

    nem por seus imensos decotes nem precisa contar vantagens, mesmoquando estas so verdadeiras.

    Chique atrair, mesmo sem querer, todos os olhares, porque setem brilho prprio.

    Chique mesmo ser discreto, no fazer perguntas ou insinuaesinoportunas, nem procurar saber o que no da sua conta.

    evitar se deixar levar pela mania nacional de jogar lixo na rua.

    De Michael MoritzUniverso dos Livros, R$ 39,90, 367 pginas

    Biografias no-oficiais so sempre as mais sa-borosas. Esta, que conta a histria do funda-dor da Apple, uma reedio atualizada eaumentada do original publicado em 1984. Napoca, o autor, um jovem reprter da revistaTime, teve pleno acesso empresa e vida pri-vada de Jobs. O resultado um livro fasci-nante, que merece ser lido por qualquer pessoa

    que j pensou em empreender.So inmeras as lies do empresrio visionrio. Mas talvez a maior delasesteja nas pginas 282 e 283: trata-se de uma declarao com os nove valo-res corporativos que a empresa estabeleceu como princpios. Sobre con-quistas, por exemplo, o cdigo de conduta diz: Colocamos objetivosagressivos e trabalhamos arduamente para alcan-los. Reconhecemos quenossos produtos iro mudar a maneira com a qual as pessoas trabalham evivem.

    Fonte: http://revistapegn.globo.com

    OBarroco a arte mais ex-pressiva nas cidades mi-neiras. Congonhas, a78km da capital, apresenta obrasdo mestre Francisco Antnio Lis-boa, o Aleijadinho e certamente uma das cidades mais visitadaspelos turistas do Brasil e domundo.

    O Santurio de Bom Jesus deMatosinhos serve de sede para,talvez, a mais importante repre-sentao do barroco mundial: Osdoze profetas.

    A pedra sabo serviu de su-porte para que o mestre pudessecriar as 78 esculturas localizadasna regio. O acervo foi esco-lhido, pela Unesco, como Patri-mnio Cultural da Humanidade.

    Desde 1984 em funciona-mento, o Parque da Cachoeira completo e repleto de diverti-mento. As guas da cachoeira deSanto Antnio 5km do Centro formam uma piscina naturaldentro do parque. As quadras po-liesportivas e a rea de camping

    so mais opes de diverso paravisitantes e moradores.

    Importante cidade da minera-o mineira no ano de 1746, v-rios homens que arriscaramconseguiram enriquecer. Deacordo com o historiador Au-gusto de Lima Junior (RevistaHistria da Arte) vrios locaisconfirmam a informao.

    Baslica de BomJesus de Matosinhos

    Feliciano Mendes aps acura de uma doena resolveupresentear a cidade com aconstruo da baslica de BomJesus de Matosinhos. Ela servede suporte para os 12 apstolosde Aleijadinho e l que os fieisfazem romaria, graas as hist-rias que foram espalhadas, sobrea cura de Feliciano. Em setem-bro a cidade recebe pessoas devrios locais, que rezam e pedemauxlio.

    Fonte: Site oficial da Cidade

    CongonhasA cidade dos doze apstolos

    O Fascinante Impriode Steve Jobs

    O nome Congonhas deve-se ao fato de existir em seuscampos, a planta congonha, um arbusto medicinal e orna-mental.

    Os doze profetas so em tamanho natural, e muitos, acre-ditam que eles vigiam a cidade

    Congonhas faz parte do Circuito do Ouro (caminho que foidesbravado pelos bandeirantes, s margens do Rio das Vel-has) acompanhada das cidades: Baro de Cocais, Belo Vale,Bom Jesus do Amparo, Caet, Catas Altas, Itabira, Itabirito,Mariana, Nova Lima, Ouro Branco, Ouro Preto, Piranga, Ra-posos, Rio Acima, Sabar, Santa Brbara, Santa Luzia e SoGonalo do Rio Abaixo.

    CURIOSIDADES

    Conexo Noticias-Edicao 21:Layout 1 03/05/2012 11:31 Pgina 4

  • 5www.conexaonoticias.com.br

    www.conexaonoticias.com.br

    mmaaiioo//jjuunnhhoo//22001122

    De olhona validade

    * Gabriella de Castro Vieira

    *Advogada do MDC/MG(Movimento das Donas de Casa e Consumidores de Minas Gerais)

    A venda de produtos com prazo de validade vencida recorrente nos grandesSupermercados e tambm nas mercearias de bairros, bem como nos estabeleci-mentos localizados nas cidades interioranas. Trata-se de um grande problema en-frentado pelos consumidores, pois afeta a integridade fsica, podendo comprometer,dependendo do caso concreto, a vida!

    A venda de produtos com validade vencida proibida pelo Cdigo de Defesado Consumidor e pode acarretar de dois a cinco anos de deteno.

    Vale ressaltar que, atualmente, diante da tecnologia e avano da indstria, asempresas e fabricantes, possuem meios de evidenciar o prazo de durabilidade dedeterminados produtos, com o fito nico de preservar a sade e integridade do con-sumidor.

    Ocorre que, apesar da existncia ou estipulao do mencionados prazos devalidade, muitos comerciantes, efetivam a venda desses produtos fora davalidade, por negligncia, por imprudncia ou por impercia.

    Em So Paulo desde outubro do ano passado entrou em vigor a cam-panha De Olho na Validade, realizada pelo Procon-SP e a Associa-o Paulista de Supermercados (Apas).

    Na prtica significa que o consumidor paulista que encontrarum produto com prazo de validade vencido no mercado poder levargratuitamente outro produto idntico dentro do prazo de validade.

    O objetivo incentivar uma ateno maior ao prazo de validade, tantodo fornecedor quanto do prprio consumidor.

    O programa lanado no ano passado tem trazido considerveis re-sultados em todos os municpios em que foi implantado, pois facilita a troca de pro-dutos comercializados com a data de validade vencida.

    Inicialmente salientamos o que vem a ser o diarista. Eles so trabalhadores queexercem suas atividades sem pessoalidade, subordinao e continuidade, para diversostomadores de servios. Pode trabalhar at trs dias da semana na mesma residncia semconfigurar o vnculo empregatcio. No precisam cumprir dias e horrios fixos. Nestetipo de relao, o trabalhador pode desenvolver servios para uma ou mais pessoas.

    O diarista tem liberdade de determinar como, com quem, quando e onde vo exer-cer seus servios, tendo sua gratificao paga por dia. Todavia, apesar da grande dife-rena jurdica existente, nos ltimos anos, estes trabalhadores tm tentado obter asmesmas garantias dadas aos empregados domsticos. Estas aes vem saturando a Jus-

    tia do Trabalho e muitas so as divergncias. importante ter cautela,j que em alguns casos mesmo que o trabalho seja prestado por apenasdois ou trs dias (havendo uma finalidade lucrativa na prestao deservios) j caracterizado o vnculo empregatcio.

    No restam dvidas quanto a grande diferena entre os emprega-dos domsticos e os diaristas. A primeira diferena tem-se onerosi-dade. Os empregados domsticos recebem mensalmente, enquanto osdiaristas so pagos por dia trabalhado. Outra diferena quanto subor-dinao. Os empregados domsticos tem horrio de chegada e sada, tra-balham de segunda a sbado e repousam aos domingos. Com os diaristas bem diferente. Eles exercem suas atividades seguindo as instrues dotomador dos servios. Em princpio os trabalhadores diaristas no estoprotegidos pela Lei dos empregados domsticos. So regidos pelo C-

    digo Civil. No possuem direito a salrio mnimo, irredutibilidade salarial,dcimo terceiro salrio, repouso semanal remunerado, gratificao de 1/3 das frias, li-cena gestao, aviso prvio proporcional ao tempo de servio.

    Diaristas: ausnciade liame empregatcio

    * LBC&T Advogados Associados.Tel:(31) 3024-2699 - thiagocavaca@hotmail.com

    * Thiago Cavaca Moura

    Casa Lar CapazO objetivo da Capaz manter uma vida comum atodos os adolescentes atendidos. Eles querem

    tudo que todo jovem deseja

    Trabalhar com crianas diferente,necessita de uma dedicao especial, jque elas so especiais. Berta PriscilaMaia a presidente da ONG Capaz. Acasa lar atende 13 crianas que sofrerammaus tratos, agresses ou foram abando-nadas pelos familiares.

    Localizada na regio metropolitanade Belo Horizonte, Nova Lima, a cadalar conta somente com cinco funcion-rios. Os jovens de 0 a 17 anos atendi-dos, moram na casa e saem para realizaratividades como futebol, frequentam es-colas e vo ao teatro. Isso claro,quando conseguimos os parceiros, es-clarece a presidente.

    Matheus Maia, irmo de Berta, foiquem realizou o convite, para que ajovem ingressasse no trabalho social.Hoje ambos trabalham e dedicam horaspara a causa social. O incio foi poracaso. Os irmos j trabalhavam com arecuperao de usurios de drogas. A

    Prefeitura de Nova Lima, que j conheciao trabalho da ONG, solicitou que seiscrianas fossem abrigadas por um deter-minado tempo. Depois disso o trabalhocom as crianas no parou mais. Eles(prefeitura) viram a seriedade da ONG epediram ajuda. Era a maior necessidade domunicpio no momento, lembra Berta.

    Hoje as maiores dificuldades so comos poucos voluntrios que prestam servi-os e com a falta de padrinhos para todosos menores. A presidente explicou os doistipos de apadrinhamento: afetivo, quandoo padrinho visita, leva a criana para pas-sear ou passar os fins de semana fora dacasa, e o no efetivo, quando so realizadosdepsitos bancrios, sem contato ou inti-midade com o apadrinhado. Temos crian-as de todos as idades. O caula tem 4 anose o mais velho tem 14 anos. D pra atendera todos os gostos , brinca.

    Dos 13 jovens abrigados, somente seistem padrinhos. As meninas precisam de

    cursos profissionalizantes para o mercadode trabalho. Precisam de comprar produtosde beleza. Esto nesta idade, explicaBerta. De acordo com o ECA Estatuto daCriana e do Adolescente- o padrinho pre-cisa ser 10 anos mais velho que o jovemapadrinhado.

    EndereoTravessa Machado de Assis, 57

    Centro - Nova Lima.

    Contato (31) 35418086e-mail: berta@capaz.org.br

    CONTINUIDADE DO ARTIGONO PORTAL CONEXO NOTCIAWWW.CONEXAONOTICIAS.COM.BR

    CONTINUIDADE DO ARTIGONO PORTAL CONEXO NOTCIAWWW.CONEXAONOTICIAS.COM.BR

    Conexo Noticias-Edicao 21:Layout 1 03/05/2012 11:31 Pgina 5

  • www.conexaonoticias.com.br mmaaiioo//jjuunnhhoo//22001122

    www.conexaonoticias.com.br

    6

    Maio, ms do combatenacional Meningite

    A doena mata e por isso, deve ser tratada com cautela. Saiba quais soos sintomas, os cuidados e onde procurar ajuda na regio da PampulhaA meningite uma enfermidade

    que atinge crianas e adultos causada,geralmente, por bactrias e fungos.Quem diagnosticado apresenta umainflamao nas meninges (membranaque envolve o crebro) e reaescomo: febre, dor de cabea intensa, v-mito, nusea, prostrao, confusomental, rigidez de nuca e alguns sinaisque so percebidos apenas pelos mdi-cos. O paciente hospitalizado logoaps apresentar os primeiros sintomas.

    Segundo a Secretaria Municipal deSade a vigilncia epidemiolgica estsempre alerta, mesmo assim, em 2011,s em Belo Horizonte, foram notifica-dos 26 casos da doena meningoc-cica, sendo 11 confirmados pelosorogrupo C.

    De acordo com a pediatra GluciaQueiroz Andrade, professora daUFMG e especialista em doenas in-fecciosas e parasitrias, necessrioidentificar cada sorogrupo (tipos A, B,C, W135 e Y, predominando o tipo C)para que o tratamento seja eficiente. Ameningite meningoccica predominaentre ns e a de maior importnciapara a sade pblica, por se apresentarsob a forma endmica (casos que ocor-rem durante todo o ano) e na forma deondas epidmicas (surtos), explica.

    A transmisso ocorre atravs dasvias respiratrias ou por gotculas e se-crees da boca e do nariz. O acompa-nhamento das pessoas que tiveramcontato com o paciente deve ocorrerpor um perodo de dez dias. Gluciaaconselha aos pais que levem seus fi-lhos para brincar em locais abertos earejados. Outra forma de preveno manter sempre o carto de vacina atua-lizado.

    A Secretaria de Sade informouque atualmente so ofertadas na rede

    pblica de sade quatro tipos de va-cinas contra a meningite. A tetrava-lente, atua contra a meningite eoutras doenas causadas pelo hae-mophilus (causa mais frequente dameningite bacteriana). Outra e talveza mais conhecida a vacina BCG,que protege contra a meningite tu-berculosa. As duas ltimas disponi-bilizadas nos centros de sade so asvacinas contra meningite meningo-ccica tipo C e a Pneumo 10. As me-ningites bacterianas so mais comunse podem levar a complicaes e se-quelas principalmente nas crianas.Entre as meningites bacterianas, trschamam a ateno por serem as maisfrequentes. A meningite meningoc-cica (causada pela Neisseria Menin-gitidis), meningite pelo hemfilos(causada pelo Haemophilus Influen-zae) e a meningite pneumoccica(causada pelo Streptococcus Pneu-moniae).

    De olho na vacinao

    Imunizar o filhocom uma dose devacina contra ameningite o melhorpresente para queamanh possamoscomemorar juntos

    Rodrigo Diniz

    SAIBA OS POSTOS DE SADE DOS BAIRROSCASTELO, OURO PRETO E PAMPULHA

    Ouro Preto - Centro de Sade Ouro Preto (Rua Jonas Jean, 77) Castelo - Centro de Saude Santa Terezinha (Rua Senador VirgilioTavares, 157).

    Regional Pampulha conta com nove Centros de Sade (Confisco, DomOrione, Itamarati, Ouro Preto, Santa Amlia, Santa Rosa, Santa Terezi-nha, So Francisco e Padre Joaquim Maia).

    As vacinas atendem crianas menores de dois anos e esto disponveis nos147 centros de sade da capital. No momento, so gratuitas para as crianas pe-quenas (dois a cinco anos). J nas outras idades a procura deve ser em clnicasprivadas.

    Rodrigo Diniz, fundador do Instituto Pedro Arthur, disse que a briga hoje para que jovens at 30 anos sejam tambm vacinados contra a meningite. Tra-balhamos para que outras vacinas entrem para o sistema pblico. Temos que nosunir , explica. O Instituto Pedro Arthur nico no Brasil e tem sede aqui emMinas. Desde 2006, Rodrigo Diniz, pai de Pedrinho, smbolo nacional de com-bate a meningite, contou em entrevista ao jornal Conexo Notcias que o dia 05de maio foi escolhido para celebrar a luta diria no combate meningite. Estedia o aniversrio do Pedro Arthur . Ele uma referncia, sua histria e sua ima-gem ajuda a salvar vidas, explica.

    Glucia Queiroz, pediatra, confirmou que as meningites bacterianas podemacometer indivduos de qualquer idade, mas tem maior incidncia entre as crian-as menores de cinco anos. Algumas vezesas meningites podem ser confundidascom infeces febris agudas. A den-gue uma que causa confuso. Para odiagnstico so importantes as infor-maes sobre contatos, o exame cl-nico minucioso e exames laboratoriaisque permitam identificar o agente cau-sador, esclarece.

    Para Rodrigo Diniz, a falta de in-formao o que mais mata no Bra-sil. Segundo ele, a populao ainda desinformada acerca de vrios assuntos.

    Conexo Noticias-Edicao 21:Layout 1 03/05/2012 11:31 Pgina 6

  • para minimizar os impactos notrnsito local em dias de jogos.A assessoria informou que nosdias de jogos havero inter -dies em todas as vias ao redor doestdio, sendo apenas permitido acessode veculos de moradores credenciados.O estacionamento tem vaga apenas para422 veculos.

    Desde 2010 em obras, o Inde -pendncia enfrentou dificuldades.Foram 11 adiamentos at a reabertura.Ainda assim, a Secretaria de Estado

    Extraordinria da Copa (Secopa) noconseguiu eliminar os problemas devisibilidade nas arquibancadas supe -riores. A Secopa prometeu ingressosdeste setor com 50% de desconto. Almdisso, as entradas devero conter ainformao de que a visibilidade nolocal parcial. Isso, at que os pro -blemas sejam sanados.

    7www.conexaoconticias.com.br

    www.conexaoconticias.com.br

    mmaaiioo//jjuunnhhoo//22001122

    Cinco vias do bairro Alpio de Melotiveram a circulao alterada. Segundo aBhtrans o objetivo proporcionar maissegurana para pedestres e melhorar otrfego de veculos. Faixas foram usa-das para orientar os motoristas.

    Confira as modificaes:A Rua Ursulina de Melo, entre AvenidaAblio Machado e Rua Violeta de Melodos Santos, atualmente mo dupla,passa a operar em mo nica direcio-nal neste sentido;

    A Rua Alan Kardec, entre AvenidaAblio Machado e Rua Ursulina deMelo, atualmente mo dupla, passa a

    operar em mo nica direcional nestesentido;

    A Rua Jair de Matos, entre Rua Ursulinade Melo e Avenida Ablio Machado,atualmente mo dupla, passa a operarem mo nica direcional neste sentido;

    A Rua Mrio de Melo, entre AvenidaAblio Machado e Rua Ursulina deMelo, atualmente mo dupla, passa aoperar em mo nica direcional nestesentido;

    A Rua Violeta de Melo dos Santos,entre Rua Ursulina de Melo e AvenidaAblio Machado, atualmente modupla, passa a operar em mo nica di-recional neste sentido.

    Trnsito no bairro Alpiode Melo modificado

    Verticalizao ainda motivode assombro para moradores

    BRT Pampulhavai ter de esperar

    O Tribunal de Contas do Es tado(TCE) vetou a licitao que autorizava asobras do sistema de Transporte R pidopor nibus da Pampulha ou o BRT (BusRapid Transit) . De acordo com EduardoCarone Costa, con se lheiro relator,existem irregularidades no pro cesso. Asolicitao de atestados de capacitaotcnica profissional e tcnicaoperacional, foi feita aps a fase dequalificao tcnica. Outro pro ble maapontado, foi o padro de qualidademnimo e critrio de julgamento tcnicoconsiderados deficientes.

    A avaliao da melhor propostatcnica e preo questiona alm de valo -res a qualificao tcnica do con tratado.Tudo isso deveria ter sido comprovadodurante o pe rodo de habilitao Segundoo TCE a Prefeitura ainda no di vulgou oedital completo no site.

    O procurador do municpio MarcoAntnio Rezende Teixeira deu umacoletiva em abril de 2012 e disse que aobra ainda continua no cronograma daCopa das Con federaes, mas que se oedital for cancelado, sero mais 90 dias

    perdidos. Acho que essa deciso agoraesgota o caminho do Tri bunal de Con -tas. Vamos para o Judicirio. Espe -ramos que tenha mos uma rpidamanifestao do Ju di cirio, de modo adecidirmos, o que fazer. , argumenta opro curador.

    Marco Antnio ainda alertou, no -vamente, que 90 dias paralisado peem risco a entrega das obras at a Copadas Confederaes. Esta mos falando de Con fe deraes, no de Copa doMundo. Copa do Mundo tem um prazobem maior, um ano, pra ticamente, amais. As duas construes das BRTsSo Gabriel e Pampulha esto para -lisadas. Agora a preocupao quantoao tempo para a entrega. Se nsvoltarmos estaca zero, elas ficam emalto risco.

    Sobre o BRT PampulhaMrcio Lacerda, prefeito de Belo

    Horizonte, assinou o edital que liberaR$546 milhes para as obras demobilidade urbana. As mudanas naregio da Pampulha seriam entre a ruaAdalberto Ferraz e o Viaduto SoFrancisco, pr ximo ao Anel Rodo -virio. O segundo trecho na AvenidaAntnio Carlos, entre o viaduto SoFrancisco e a rua Jos Dias Bicalho, nobairro So Jos. Alm disso, as obrasainda incluem a remoo do pavimentoflexvel das pistas de nibus para aconstruo das pistas de rolamento doBRT. O diretor- presidente da Bhtrans,Ramon Victor, acredita na efi cinciado transporte e afirma que 750 milpessoas sero beneficiadas diaria -mente. Haver uma re duo delinhas, de nibus e do tempo mdio daviagem, ex plicou.

    Apesar do prefeito Mrcio Lacerdaser a favor da verticalizao da Pam pu -lha, o tema ainda motivo de preocu -pao para quem mora na regio.Abaixo- assinados e do cu mentos foramentregues por mo radores ao MinistrioPblico, com intuito de vetar asconstrues.

    Osmando Pereira da Silva, se cretarioregional da Pampulha, es clareceu al -gumas questes em relao a construodos hotis da rua Alfredo Camarate.Segundo o secretario, a obra foi au -torizada por lei pela Cmara Municipalde Ve readores.

    O Conselho Municipal de Pol ticaUrbana (Compur) estabeleceu algumasnormas para que o projeto arqui tetnicoe paisagstico da Lagoa no fossemprejudicados. Ambas cons trues terono mximo 40 metros de altura. Eles(hotis) no sero avistados por visitantee turistas. A rua Alfredo Camarate tem

    uma certa distncia da orla, ar gumenta ose cretario.

    Para o Prefeito da capital os ho tis notrazem impactos no trnsito e no vodescaracterizar a paisagem da regio.Osmando acredita que a Pam pulha carente de locais para turistas, artistas evisitantes se hospedarem. Precisamoscontar com hotis, alega.

    Sobre as construes no entorno daorla da lagoa o Secretario da Pampulha sediz contra.

    Estamos falando deCon fe deraes, no deCopa do Mundo. Copa doMundo tem um prazobem maior, um ano,pra ticamente, a mais

    Marco Antnio Rezende TeixeiraProcurador do municpio

    O estdio Raimundo Sampaio,conhecido pelos mineiros como Estdiodo Independncia, foi reinaugurado dia25 de abril, aps algumas polmicas noprojeto de infraestrutura. Com ca -pacidade para 23.018 torcedores, oestdio de nvel mundial e ser o novopalco para os clssicos do futebolmineiro. Inicialmente os investimentosprevistos eram de R$48 milhes, mas areforma alcanou R$148 milhes,quase o triplo do orado.

    Moderno e bonito, o Independncia

    ainda no apresenta a infraestrutura deestdios europeus. Robson Leite,jornalista, esteve no primeiro jogo edisse que ainda faltam alguns detalhesa serem melhorados. Visualmenteagrada muito. Estdio moderno,vistoso. A gente s no pode desprezarque ainda falta muito para o lugaroferecer boas condies. Mas quandoisso tudo passar, teremos um estdio altura, opina.

    Sobre o trnsito do entorno, aBhtrans prometeu realizar operaes

    Estdio Independncia: novaaquisio dos mineiros

    Jogo entre os times Amrica e Argentinos Juniorsinaugura o gramado do novo caldeiro de BH

    Conexo Noticias-Edicao 21:Layout 1 03/05/2012 11:31 Pgina 7

  • Setecentos moradores da Pam -pulha e regio cooperaram com oOramento Participativo 2013/2014.Desde 1993, o OP um projeto quedeseja uma maior participaopopular nas reu -nies que ser -vem para dis -cutir demandasprioritrias decada regio.

    De acordocom Murilo Va -ladares, secre -trio municipalde Obras e In -fraestrutura, oOP uma con -quista para BeloHorizonte e acada ano h um progresso naorganizao. No entanto, precisoque cada um faa sua parte. Paraque o elo se fortalea e se consolide, essencial o acompanhamento dapopulao, diz.

    As Comisses de Fiscalizaodo Oramento (Comfora) ajudam afiscalizar e integram as regies dacapital. Vernica Campos Sales,gerente do Oramento Participativo,acredita que este mecanismo decontrole, o Comfora, fundamentale contribui para o fortalecimento domodelo de ges -to da cidade.

    A Prefeiturade Belo Ho ri -zonte vai dispo -nibilizar R$139milhes para asobras. OsmandoPereira, secre -trio regional daP a m p u l h a ,destacou o cres -

    cimento acele rado da regio eagradeceu a presena de cadamorador que participou da votao,no dia 25 de abril, na RegionalPampulha. Parabenizo os mo -

    radores presentespela festa de mo -cr tica que oO r a m e n t oPar t ic ipat ivo.Todos tm odever de me -lhorar, avanar eaprimorar, diz.

    Sobre o OPDesde a

    inaugurao dopro gra ma, maisde 1.400 empre -

    endimentos foram votados e 80%deles fi nalizados. O Sesc Palladiumserviu de sede para o ponta pinicial, reunindo repre sentantes dasnove regionais de Belo Horizonte.

    Segundo Geraldo Antnio Her -zog, secretrio municipal adjuntode Planejamento e Gesto, umanova metodologia ser implantadano OP e os valores e delimitaesde cada obra vo acompanhar asmudanas que ocorreram em 2011(bairros que mudaram de re -gional). Tra balhamos com um

    ndice de Qua -lidade de VidaUrbana atua -lizado, que nosfornecer dadosrecentes dapopulao pa raa melhor dis -tribuio de re -cursos entre asnove regies,conclu.

    www.conexaonoticias.com.br

    8 www.conexaonoticias.com.br mmaaiioo//jjuunnhhoo//22001122

    Lembro-me a primeira vez que senti a minha filha mexendo dentro demim. A sensao foi inexplicvel. Tentava imaginar suas feies, seujeito, seu sorriso. Muita expectativa durante os longos nove meses.Quando a vi ao meu lado, segundos depois de nascer, tive a certeza que a minhavida sem ela no faria mais nenhum sentido. Aqueles olhos vivos e espertos ten-tando descobrir um mundo novo. Ela me olhava como se dissesse:

    - Preciso de voc. Era uma mistura de sensaes e emoes; alegrias, orgulho, amor, uma fe-

    licidade que parecia no caber dentro do peito. Mais ao mesmo tempo o sentimento de medo, preocupao, ansiedade, de-

    sespero tambm faziam parte. O medo de errar, e um sentimento presentequando se me. Lembranas do primeiro banho, primeiro tombo, das noitessem dormir, das crises de choro que no tinham fim; e s vezes sem motivos apa-rentes.

    Mais estes episdios se tornaram to pequenos, diante dos momentos dedescobertas e alegrias. O primeiro passo, a primeira palavra murmurada, o pri-meiro mame, as primeiras travessuras, o primeiro dia na creche. So etapasque apesar de s vezes durarem poucos segundos, para uma me, valem comouma eternidade.

    Educar nem sempre e uma tarefa fcil. A orientao e exemplos so essen-ciais para a formao do carter de um filho. Sempre me pergunto se o que fiz,e fao, certo em relao educao de minha filha. Principalmente pelo fatode cria-la sozinha.

    Mas apesar de todas as dificuldades que passamos, agradeo a Deus por t-la em minha vida. Hoje ela tem 15anos, parece que o tempo passou to rpido.s vezes me pego olhando para ela e sinto uma paz to grande, parece que o co-rao bate mais forte e uma sensao de carinho invade toda a minha alma.

    Ser me e difcil de definir em palavras, por que acho impossvel encontraruma palavra capaz de expressar a fora, a beleza, e o amor de ser me.

    Carta escrita por:Nineia Adriana Rodrigues

    O jornal Conexo Notcias deseja todas as mesda regio e da Capital felicidades sempre...

    Lagoa limpaagora ou nunca

    * Srgio Fernando Pinho Tavares

    * Advogado e vereador doPartido Verde - PV - Belo Horizonte

    www.sergiofernando.com

    Agora pra valer! No podemos deixar passar essa oportunidade de re-cuperar um de nossos principais pontos tursticos da capital a Lagoa da Pam-pulha. Hoje, temos hora e lugar para debatermos esse assunto. Tive a alegriade ser eleito presidente da Comisso Especial de Estudos de Limpeza e De-sassoreamento da Lagoa da Pampulha na Cmara Municipal de BH.

    Mas tenho conscincia de que a responsabilidade tambm grande. Sa-bemos que teremos muito trabalho para conseguirmos alcanar esse objetivo,que h tanto tempo fica apenas nas promessas. Vamos cobrar do governo res-postas para o atraso deste trabalho. Queremos mais agilidade e transparncianos processos de licitao para a limpeza da gua e retirada de todo o esgotoque cai na Lagoa. Precisamos aproveitar o potencial desse momento pr Copado Mundo que Belo Horizonte vive para investirmos em algo que realmenteficar de positivo para a cidade. Aliado proteo da Lagoa, continuamos tra-balhando contra a verticalizao da regio.

    Somando foras Comisso, vamos montar uma fora-tarefa, formadapor tcnicos do meio ambiente e dos rgos pblicos. Alm disso, as associa-es de bairro, de proteo ambiental e a comunidade, que sero convidadasa participar, so parceiros fundamentais nesse processo.

    Ser Me

    Moradores se renempara votar as obras doOramento Participativo

    Para que o elo sefortalea e seconsolide, essencial oacompanhamentoda populao

    Murilo Va ladares, secre triomunicipal de Obras e In fraestrutura

    Conexo Noticias-Edicao 21:Layout 1 03/05/2012 11:32 Pgina 8

  • www.conexaonoticias.com.br

    9www.conexaonoticias.com.brmmaaiioo//jjuunnhhoo//22001122

    Sorrir ainda um problema emvrias famlias brasileiras

    comum encontrar adultosque perderam os dentesainda na juventude. Ascausas da perda dental estoassociadas a diversos fatores derisco. A idade, as condiesculturais, sociais e econmicastambm interferem na perda dadentio. De acordo com o Levan -tamento Nacional de Sade Bucal SB Brasil concludo em 2003 peloMinistrio da Sade, 13% dosadolescentes nunca foram aodentista, outros 20% da populaobrasileira no tem mais dentes naboca e 45% no possuem acessoregular escova de dentes.

    Para Elton G. Zenbio,coordenador do Mestrado emImplantodontia e Prof. Adjunto dodepartamento de Odontologia daPUC Minas, a crie a principalcausa da perda de dentes em adultose crianas. Os restos de alimentos

    dos dentes. A calma e a agilidadeso importantes quando um dentecai da boca, sem estar com crie. Osucesso de um reimplante dependedas medidas tomadas aps oacidente. Para a recolocao naposio original preciso algunscuidados.

    Localize o dente, segure-o pelacoroa (nunca pela raiz) e removacuidadosamente algum resduoestranho que tenha ficado no dente.Se no houver fratura, tenterecoloc-lo na cavidade. Aps estesprimeiros passos, mantenha o dentemido (coloque-o em um copo comgua). Caso no haja gua nomomento, o dente deve ficar dentroda prpria boca, junto a bochecha.

    Um alerta que no hajalimpeza do dente usando agentesde limpeza (sabo, detergente,etc...). Procure imediatamente odentista, de preferncia at 30minutos aps o acidente.

    Fonte:Site: Nonos Preveno online

    Entrevista com o dentista Paulo LagoNcleo Odontolgico Castelo

    retidos nos espaos entre dentesprovoca um buraco na superfcie,danificado-os. Com isso, micro-organismos penetram e danificam adentina (substncia dura e sensvel queenvolve a polpa do dente).

    J nos adultos e idosos, a doenaperiodontal - infeco bacterianacrnica que afeta as gengivas degrande prevalncia. Os motivos queacarretam a enfermidade so vrios:fumo, m nutrio, gentica, diabetesso algum deles. Outro fator queacompanha brasileiros a avulso,conhecida tambm como trauma -tismos (mais dados abaixo).

    O professor deixa claro que oscuidados com a escovao, higienebucal so importantes para que osorriso continue sempre bonito. Adentio humana sofre desgaste peloseu uso funcional, ou seja, amastigao. Se mantivermos cuidadospreventivos desde a infncia podemos

    manter nossa dentio completa at anossa morte, explica Zenbio.

    O dentista Paulo Lago, falou sobrea escovao e observou: A escovaoideal leva em torno de 2 a 3 minutossempre com movimentos leves,massageando os dentes e gengiva. Avarredura um tipo de escovaoindicada, pois exige movimentos nosentido da gengiva para o dente,massageando a gengiva e limpando osdentes, explica o especialista.

    Sobre a avulsoA avulso a queda de um ou

    mais dentes por acidente com a sadatotal do alvolo da pea dentria. Osjovens so as maiores vitimas, graasao comportamento agressivo embrincadeiras ou em brigas de rua. Asquedas, ou acidentes de carro tambmpodem se transformar em motivospara as quedas de dentes. Quandoum dente cai importante procuraruma forma de reabilit-lo para notermos maiores alteraes no restanteda dentio, esclarece Zenbio.

    O Ncleo Odontolgico Casteloalertou para alguns cuidados queaumentam as chances de reabilitao

    A falta de dentes constrange ediminui a autoestima de vrias pessoas.Higiene e escovao ainda so asmelhores prevenes

    Alimentos na medida certa10 PECADOS (RISQUE DEVEZ DO CARDPIO)

    1 Suco em p: por conter corantes, conservan-tes e nenhum valor nutritivo2 Alimentos com gorduras-trans: sorvetes,salgadinhos industrializados, biscoitos e bolosprontos elevam o colesterol ruim e predispemobesidade3 Refrigerantes normal, light ou diet: a cha-mada caloria vazia, a gua gaseificada causa dis-tenso abdominal, aumenta a sensao de fome,tem muita cafena e sdio ruim para hiperten-sos4 Excesso de acar simples: eleva o pico gli-cnico, estimula a fome5 Excesso de adoantes: algumas frmulas au-mentam a reteno de lquido6 Fast food: engorda sem nutrir7 Bebida alcolica: em excesso causa proble-mas no fgado, desencadeia gastrite, muita cervejacausa distenso abdominal

    8 Caf em abundncia: desidrata o organismo,pois a cafena diurtica, aumenta a ansiedade9 Excesso de sal e de alimentos ricos em sdio:caldos em cubos, molho shoyo, macarro instan-tneo e enlatados10 Falta de consumo de clcio: pode levar osteoporose.

    10 ALIMENTOS FUNDAMENTAIS1 Linhaa ou peixes com mega 3: auxiliam nafuno cerebral, bons para sade cardiovascular.A linhaa ajuda no bom funcionamento intestinal2 Castanha-do-par e de caju, nozes, amn-doas: a do Par contm rica fonte de silnio, ex-celente para memria. Bastam duas unidades pordia3 Iogurte: fonte de clcio e de probiticos, bompara a sade intestinal e por ser barreira protetoracontra alergias, rinites e depresso4 Uva roxa: os flavonoides presentes so bonspara o corao

    5 Aveia: d saciedade, controla a glicose e o co-lesterol LDL o ruim6 Tomate, goiaba e melancia: contm licopeno,substncia anticncer, melhor absorvida quando afonte aquecida7 Azeite: a gordura monoinsaturada conside-rada mais limpa e saudvel, principal elemento dadieta mediterrnea. Contm mega 98 Cacau em p ou chocolate que tenha con-centrao de cacau acima de 50%: o ideal con-sumir de 20 a 30 gramas por dia. Contmsubstncias antioxidantes e reduz a presso arterial9 Alho: a alicina atua no controle do colesterol,melhora o sistema autoimune, previne contra de-presso e reduz a chance de se adquirir doenaspor bactrias e vrus10 Frutas ctricas alaranjadas: acerola, mamoe laranja so fontes de cido ascrbico, que previ-nem contra a gripe e cansao fsico. antioxi-dante.

    Fonte: Viver Braisl

    Conexo Noticias-Edicao 21:Layout 1 03/05/2012 11:32 Pgina 9

  • www.conexaonoticias.com.br

    10 www.conexaonoticias.com.br mmaaiioo//jjuunnhhoo//22001122

    Dirio dasProfisses

    Desenhista Civil* Pedro Henrique Soares Bezerra

    Jovens que gostam de matemtica e tem facilidade com desenhos, sejameles em planilhas ou em programas especficos, podem optar pela profisso dedesenhista civil.

    Este profissional facilita a vida dos leigos, j que passa uma imagem realpara a tela de um computador. Especificamente, o Desenhista Civil, executa de-senhos tcnicos, para a construo de edificaes, estradas, pontes e viadutos.

    Pedro Soares, 22 anos, acredita que a pa-cincia deve ser uma das maiores virtu-des para quem deseja ingressar naprofisso. So muitas informaes, porisso ateno e responsabilidade so im-portantes. Exige-se muito do profissio-nal, diz.

    O jovem que faz esta escolha pode sercontratado por construtoras, desenvolverprojetos ou trabalhar como freelancer.Hoje, os profissionais vendem a hora detrabalho, e existe campo para isso, ex-plica Pedro. Os mais corajosos podem

    abrir a prpria empresa, mas necessrio um investimento com curso superior,por exemplo.

    Alm dos clculos matemticos ( volume, medidas, peso e quantidade demateriais) um talento deve ser reconhecido nos profissionais. Pedro disse que50% gentica e os outros 50 est diretamente relacionado com a dedicao eo aprendizado. Os cursos tcnicos ajudam, e muito, quem v um futuro pro-missor nesta rea. Lembrando sempre que a construo civil o setor que maiscresce no Brasil. O piso salarial inicial de R$1.5 mil, mas para quem estudouem uma universidade a mdia pode aumentar. Um curso superior de engenha-ria um diferencial para o salrio, diz.

    Pedro Bezerra disse que nunca teve decepes, j que optou por umarea que sempre gostou. Me adaptei facilmente s empresas e sempre gostei dedesenhar, conclu.

    *Tcnico em Edificaes profissional comcurso Auto CAD - 3 anos de experincia.Contato: pedro_hbs29@yahoo.com.br

    Alimentao de gatosO incio da domesticao dos

    gatos se deu na poca do Egito an-tigo e nessa poca eles eram consi-derados animais sagrados. NoBrasil estima-se que a populao deces seja de cerca de 33 milhes deces e 17 milhes de gatos. Poroutro lado, apesar de numerica-mente ainda menor, a populao degatos teve um aumento percentualmaior que a de ces nos ltimos seisanos. Portanto, a cada dia o gatoganha mais importncia como ani-mal de estimao para os brasilei-ros, proporcionando uma maiorprocura por produtos, servios ecuidados especializados.

    Muitas pessoas ainda acreditamque gatos so semelhantes aos ces.Contudo, esta ideia completa-mente equivocada, pois quandoessas duas espcies so compara-das, muitas diferenas esto pre-sentes e devem ser levadas emconta para que o gato possa ter umavida saudvel de acordo com suasnecessidades especficas.

    Um ponto importante que difereces de gatos diz respeito s neces-sidades nutricionais. Gatos pos-suem um metabolismo especficoque os tornam animais essencial-mente carnvoros, por isso apresen-tam uma necessidade de protenamaior em sua alimentao. Outraparticularidade importante que di-ferentemente dos ces, os gatos noconseguem sintetizar o cido arac-

    dnico, que consiste em uma gor-dura da famlia mega 6 envolvidaem diversos processos fisiolgicos.Alm disso, os alimentos para gatosnecessitam apresentar em sua com-posio o aminocido taurina, es-sencial para a viso e uma adequadareproduo.

    Devido a caractersticas evolu-tivas da espcie, necessria umaateno especial ao manejo alimen-tar tendo em vista o trato urinriodos felinos e a propenso da con-centrao de urina, o que favorece aformao de clculos urinrios.Desta maneira, deve ser estimuladaa ingesto de gua, oferecendo sem-pre gua limpa e deixada a disposi-o em um local calmo e seguro erespeitando a preferncia dos gatosquanto ao local de preferncia eforma de se oferecer. Por exemplo,alguns gatos preferem gua cor-rente, como uma torneira ou fonte,ou ento em uma bacia ampla. Emconjunto, uma dieta completa e ba-lanceada, fundamental para que segaranta a ingesto equilibrada deminerais, reduzindo assim as chan-ces na precipitao de cristais e aformao dos clculos.

    Dessa forma, uma alimentao eum manejo nutricional adequado snecessidades especficas dos gatospermitem que esses animais de esti-mao tenham uma vida saudvel euma maior expectativa de vida.

    *Ronaldo Moreira Vieira

    *Mdico VeterinrioCRMV-MG.5411

    Fao o desenhopara facilitar aomximo a vidade quem vaianalisar

    Conexo Noticias-Edicao 21:Layout 1 03/05/2012 11:32 Pgina 10

  • www.conexaonoticias.com.br

    www.conexaonoticias.com.brmmaaiioo//jjuunnhhoo//22001122 11

    Conexo Noticias-Edicao 21:Layout 1 03/05/2012 11:32 Pgina 11

  • www.conexaonoticias.com.br

    12 www.conexaonoticias.com.br mmaaiioo//jjuunnhhoo//22001122

    Eles deixaram de ser coadjuvantes nas lojas de calados. Agora,os tnis tambm tem seu lugar de destaque nas prateleiras edesfilam nos ps de descolados de alma jovem. O bacana hoje chama-los de sneakers e us-los tanto de dia quanto a noite em pro-dues moderninhas que permitem desde uma ida ao cinema quantoa um happy hour com os amigos.

    Os tnis voltaram de vez moda depois que a designer francesaIsabel Marant lan-ou seu it shoespara quelas queno abrem mo dosalto, o sneakearde Marant possuisaltinho interno econquistou persona-lidades como Beyo -nc e AnneHathaway. Aqui noBrasil, famosas an-tenadas, como Sa-brina Sato, j

    mostraram que aderiram ao modelo de Isabel Marant.Quem ainda est em dvidas sobre calar um tnis com salto in-

    terno pode optar por calados de cano alto mais clssicos, de marcasesportivas como Nike e Adidas. Para quem gosta de opes mais mo-dernas ou nada discretas, a dica conferir os sneakers das brasilei-ras New Order e Santa Lolla.

    Agora, nos resta s descer dos saltos!

    A vez dosSneakers

    Ocupao irregularNa edio passado o leitor Jos Bonifcio Azevedo nos enviou um

    flagrante de ocupaes clandestinas no bairro Castelo, na Avenida Tan-credo Neves bem de frente a um condomnio. O jornal Conexo Not-cias correu atrs das autoridades responsveis e descobriu que vriasprovidncias j estavam sendo tomadas para que dentro da lei fosserealizada a desocupao.

    Assim, nesta edio comunicamos que foi realizada a desocupaoe os moradores clandestinos foram encaminhados para locais pblicoscom total assistncia dos rgos pblicos.

    Os tnis esto de volta moda

    No dia 19 de maio a Praa 7 vai ser palco de um desfile de modaPlus Size. Trata-se da divulgao do Glamour Day, que ser um diainteiro dedicado beleza da mulher Plus Size, ou seja, que est forados padres impostos pela sociedade contempornea.

    Sero 12 mulheres desfilando as tendncias desse outono-in-verno, com roupas modernas e ousadas. A inteno mostrar quemesmo estando acima do peso considerado ideal possvel se ves-tir bem e ter a autoestima elevada. A apresentao do desfile ficarpor conta da radialista Cassia Cristina, que trabalha nas rdios BHFM e CDL. A Cassia vai ser a madrinha do nosso evento. Ns es-tamos muito felizes com a participao dela. muito importantepara o mercado Plus Size mineiro fazer toda essa movimentao,Renata Cotta, uma das organizadoras do desfile.

    O Glamour Day acontecer no dia 26 de maio e vai contar coma renomada maquiadora Leslie Monteiro, que deixar as partici-pantes ainda mais belas para serem clicadas pela fotgrafa RenataCotta. A modelo Plus Size Fernanda Ferreira tambm estar presentee ajudar nas poses e posies que vo valorizar o corpo das parti-cipantes.

    Para obter mais informaes e fazer inscrio, basta enviar umemail para glamourdaybh@gmail.com.

    Praa 7 se transforma em passarela,ok?

    Praa 7 se transformaem passarela

    Conexo Noticias-Edicao 21:Layout 1 03/05/2012 11:32 Pgina 12