20140926_br_metro sao paulo

48
MAS QUE BELEZA!!! CONHEÇA AMANHÃ NA BAND QUEM SERÁ A MISS BRASIL 2014 PÁG. 32 BOLA CHEIA Museu do Futebol completa seis anos com entrada grátis PÁG. 06 www.metrojornal.com.br | [email protected] | www.facebook.com/metrojornal | @MetroJornal_SP MÍN: 17°C MÁX: 28°C SÃO PAULO Sexta-feira, 26 de setembro de 2014 Edição nº 1.887, ano 8 RECICLE A INFORMAÇÃO: PASSE ESTE JORNAL PARA OUTRO LEITOR Sem chuva, reserva acaba em 56 dias Crise da água. Secretário dos Recursos Hídricos, Mauro Arce, diz que só irá usar a segunda cota do volume morto quando o Cantareira secar; ontem, ele estava em 7,4%. Medida ainda não está autorizada PÁG. 02 Roubos aumentam pela 15ª vez seguida Desemprego sobe e atinge 5% em agosto Homicídios e latrocínios voltam a mostrar crescimento na capital PÁG. 03 Segundo o IBGE, geração de postos de trabalho foi insuficiente PÁG. 16 Crianças brincam nas mesas de pebolim em uma das salas do Museu do Futebol, que funciona no estádio do Pacaembu, e terá programação especial neste final de semana | ANDRÉ PORTO / METRO Quer saber como termina essa história? Pág. 28 v á a t é a

Upload: metro-brazil

Post on 04-Apr-2016

225 views

Category:

Documents


1 download

DESCRIPTION

 

TRANSCRIPT

Page 1: 20140926_br_metro sao paulo

MAS QUE BELEZA!!!CONHEÇA AMANHÃ NA BANDQUEM SERÁ A MISS BRASIL 2014 PÁG. 32

BOLA CHEIA Museu do Futebol completa seis anos com entrada grátis PÁG. 06

www.metrojornal.com.br | [email protected] | www.facebook.com/metrojornal | @MetroJornal_SP

MÍN: 17°CMÁX: 28°C

SÃO PAULO Sexta-feira, 26 de setembro de 2014Edição nº 1.887, ano 8sunny

hazy

snow rain partly sunny

cloudy sleet thunder part sunny/showers

showers

thunder showers

windy

RECI

CLE

A IN

FORM

AÇÃO

: PAS

SE

ESTE

JORN

AL P

ARA

OUT

RO LE

ITO

R

Sem chuva, reserva acaba em 56 diasCrise da água. Secretário dos Recursos Hídricos, Mauro Arce, diz que só irá usar a segunda cota do volume morto quando o Cantareira secar; ontem, ele estava em 7,4%. Medida ainda não está autorizada PÁG. 02

Roubos aumentam pela 15ª vez seguida

Desemprego sobe eatinge 5% em agosto

Homicídios e latrocínios voltam a mostrar crescimento na capital PÁG. 03

Segundo o IBGE, geração de postos de trabalho foi insufi ciente PÁG. 16

Crianças brincam nas mesas de pebolim em uma das salas do Museu do Futebol, que funciona no estádio do Pacaembu, e terá programação especial neste final de semana | ANDRÉ PORTO / METRO

Quer saber como termina essa história?

Pág. 28vá até a

Page 2: 20140926_br_metro sao paulo

SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 26 DE SETEMBRO DE 2014www.metrojornal.com.br |02| {FOCO}

1FOCO

O jornal Metro circula em 22 países e tem alcance diário superior a 18 milhões de leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a sexta em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, ABC, Santos, Campinas e Grande Vitória, somando 513 mil exemplares diários.

Editado e distribuído por Metro Jornal S/A. Endereço: Avenida Rebouças, 1585, Pinheiros, CEP 05401-909, São Paulo, SP, Brasil. Tel.: 3528-8500. O jornal Metro é impresso na Plural Editora e Gráfica Ltda.

EXPEDIENTEMetro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini (MTB: 70.145) Editor Chefe: Luiz Rivoiro (MTB: 21.162). Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo ScappiniDiretora Financeira: Sara Velloso. Diretor de Tecnologia e Operações: Luiz Mendes JuniorGerente Executivo: Ricardo Adamo Coordenador de Redação: Irineu Masiero. Editor-Executivo de Arte: Vitor Iwasso

Metro São Paulo. Editores-Executivos: Ariel Kostman e Lara De Novelli (MTB: 31.369) Editor de Arte: Tiago Galvão. Gerentes Comerciais: Tânia Biagio e Elizabeth Silva

FALE COM A REDAÇÃ[email protected]/3528-8522

COMERCIAL: 011/3528-8549

Filiado ao

O secretário estadual de Re-cursos Hídricos de São Pau-lo, Mauro Arce, afirmou ontem que o atual volume de água do sistema Canta-reira abastece a população até novembro, o que totali-za 56 dias a partir de hoje. “Continuando sem chover, o atual volume do Cantarei-ra nos garantiria até o dia 21 de novembro”, disse.

O sistema atende, atual-mente, 6,5 milhões de pessoas só na Grande São Paulo. Por causa da cri-se hídrica, outros 2,3 mi-lhões de habitantes, que antes eram atendidos pelo Cantareira, foram trans-feridos para outros siste-mas. O secretário também disse que a segunda cota do volume morto do Can-tareira será usada apenas quando o nível atual do sistema, que ontem estava em 7,4%, secar.

“Nós agora temos um segundo volume que esta-mos preparando para usar. Vamos adiar ao máximo”, disse Arce, sobre os 106 bi-lhões de litros adicionais da reserva que a Sabesp pre-tende captar.

Já o governador Geral-do Alckmin (PSDB) acredi-

ta que há chances de não ser preciso utilizar a segun-da cota do volume morto. “Nós estamos preparados. Mas talvez nem precise da chamada segunda reserva técnica”, disse o governa-dor, que havia descartado retirar mais água da reser-va há três meses. A capta-ção da segunda cota ain-da não tem autorização da ANA (Agência Nacional de Águas).

Segundo o diretor-presi-dente da ANA, Vicente An-dreu, o governo paulista não tem alertado a população sobre a real crise hídrica.“Penso que o problema é não apontar a gravidade da situação concretamen-te. Se tivermos um ano pa-recido com esse, nós não teremos uma resposta sa-tisfatória na região metro-politana no ano de 2015”, afirmou. METRO

Água. Segunda cota do volume morto será usada apenas quando o nível atual secar

Integrantes do MTST na frente da sede administrativa da Sabesp | REGINALDO CASTRO/FOLHAPRESS

Cantareira seca dia 21 de novembro, diz governo

56 diasé o tempo que o volume do Cantareira garante se não voltar a chover, segundo o secretário de Recursos Hídricos.

Aproximadamente 300 pro-fessores da rede estadual de ensino protestaram ontem na avenida Paulista por me-lhores salários. O grupo se reuniu por volta das 10h30 no vão livre do Masp e se-guiu até a Assembleia Legis-lativa, na zona sul.

Segundo a CET (Compa-nhia de Engenharia de Trá-fego), os manifestantes ca-minharam pela avenida

Brigadeiro Luís Antônio no início da tarde. O protes-to terminou por volta das 14h50.

Segundo a PM (Polícia Militar), o protesto foi pa-cífico e não interferiu no trânsito. Entre as reivin-dicações dos docentes es-tão reajuste de 75%, melho-res condições de trabalho e mudanças no plano de car-reira da categoria. METRO

Educação. Professores fazem ato na Paulista

Uma carreta que levava um avião de pequeno porte na caçamba na manhã de on-tem não conseguiu passar pela ponte Transamérica, na marginal Pinheiros, zona sul, e travou a via por duas horas. Um guincho precisou ser acionado para retirar o avião do local. A aeronave seguia para o São Paulo Boat Show. METRO

Pinheiros. Avião para a marginal

Avião não conseguiu passar pela ponte Transamérica | AVENER PRADO/FOLHAPRESS

Cerca de mil integrantes do MTST (Movimento dos Tra-balhadores Sem-Teto), se-gundo a PM (Polícia Militar), travaram ruas de Pinheiros, na zona oeste, na tarde de ontem, em protesto contra a “falta de água em bairros da periferia”.

A concentração aconte-ceu às 15h no largo da Bata-ta. De lá, os sem-teto foram até a sede administrativa da Sabesp, na rua Sumidoro

por volta das 17h30. Segundo a CET (Compa-

nhia de Engenharia de Trá-fego), o protesto interditou duas faixas e a calçada da avenida Faria Lima. Moto-ristas que seguiam sentido Itaim enfrentaram lentidão.

Cerca de 800 policiais militares acompanharam o protesto porque havia a preocupação dos sem-te-to invadirem a sede da Sa-besp. O governador Geral-

do Alckmin (PSDB) afirmou no início da tarde que não via sentido na possível in-vasão do grupo.

Em nota, o MTST afir-mou que “em nenhum mo-mento disse que invadiria a sede da Sabesp”. À noite, o grupo ocupou totalmente a Faria Lima no sentido Itaim. Parte do grupo bloqueou a pista local da marginal Pi-nheiros no sentido Castello Branco. METRO

MTST bloqueia Faria Lima e protesta na frente da Sabesp

Dólar + 1,92% (R$ 2,43)

Bovespa- 1,52% (55.962 pts)

Euro - 0,23% (R$ 3,06)

Selic (11% a.a.)

Salário mínimo(R$ 724)

Cotações

CNC

10º mandatoAntônio de Oliveira

Santos foi reeleito ontem para o 10º mandato

consecutivo de presidente da CNC (Confederação

Nacional do Comércio). Ele, que está no cargo

há 33 anos, chegou a ser afastado da presidência

por ter as contas da entidade rejeitada pelo TCU (Tribunal de Contas

da União). O novo mandato terminará

em 2018.

Page 3: 20140926_br_metro sao paulo

SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 26 DE SETEMBRO DE 2014www.metrojornal.com.br {FOCO} |03|◊◊

O número de homicídios do-losos (com intenção) subiu pelo segundo mês consecu-tivo na capital em agosto. Segundo balanço divulga-do ontem pela SSP (Secreta-ria de Segurança Pública), no mês passado foram registra-dos 84 assassinatos, ante 79 em agosto de 2013 - aumen-to de 6,3%.

Os dados também mos-tram aumento de 18,2% na quantidade de latrocínios (roubos seguidos de mor-te) em relação ao mesmo mês do ano passado. Fo-ram 13 casos em agosto deste ano, ante 11 do mes-mo mês de 2013.

Segundo o balanço, os roubos subiram pelo 15º mês seguido em agosto. Os casos passaram de 11,4 mil, no ano passado, para 12,9 mil no mês passado, uma al-ta de 13,6%. Em média, uma pessoa é roubada a cada meia hora na capital.

Já os furtos caíram 11,8%.

Foram 15,1 mil em agosto, ante 17,2 mil casos no mes-mo mês do ano passado. A quantidade de veículos le-vados por bandidos também caiu. Passaram de 8,6 mil, no oitavo mês de 2013, para 8,2 mil em agosto passado - queda de 3,9%.

No Estado, os roubos tam-bém registraram a 15ª alta consecutiva. Foram 25,3 mil no mês passado (média de um caso a cada 15 minutos), ante 22,6 mil em agosto de 2013 –crescimento de 11,7%.

O secretário da Seguran-ça, Fernando Grella afirmou que os roubos e furtos são as principais preocupações

da secretaria. “No entanto, queria frisar que a tendên-cia de desaceleração verifica-da em 2014 permanece. Os roubos em agosto cresceram 11,7%. É um percentual me-nor do que os 12,6% de ju-lho e menor do que o índice de junho, que foi de 15%”. O secretário acrescentou ainda que os roubos não são pro-blema somente em São Pau-lo, mas em todo o país.

Violência. Roubos aumentaram em agosto pela 15ª vez seguida na capital e no Estado. Foram 12,9 mil casos no mês passado na cidade

Homicídios e latrocínios voltam a subir em SP

8,2 milé a quantidade de veículos levados por bandidos no mês passado - queda de 3,9% em relação a agosto de 2013.

MÁRCIOALVES METRO SÃO PAULO

“Quero frisar que a tendência de desaceleração dos roubos verificada em 2014 permanece” FERNANDO GRELLA, SECRETÁRIO DA SSP

Bando explode caixas na Vila OlímpiaO grupo usou explosivos para roubar quatro caixas eletrônicos na madrugada de ontem em uma agência do Santander na esquina da alameda Vicente Pinzon com a avenida dos Bandeirantes. Testemunhas disseram que o bando chegou em uma caminhonete preta e um carro prata. Os criminosos fugiram deixando um pé-de-cabra e explosivos no local. | MARCO AMBROSIO/FOLHAPRESS

Veja todos os indicadores da criminalidade em: www.metrojornal.com.br

4.257

3.744

11

13

4.361

4.537

11.407

12.961

17.225

15.194

79

840 100

0 300

0 15000

0 21000

0 6000

0 5300

CRIMES NA CAPITALHOMICÍDIOS

ROUBOS DE VEÍCULOS

ROUBOS

AGO/2014AGO/2013

6,3%

18,2%

13,6%

-11,8%

-12,5%

4%

VARIAÇÃO

LATROCÍNIOS

FURTOS

FONTE: SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA

FURTOS DE VEÍCULOS

Mochilas com drogas são achadas em batalhão da PMUm pequeno incêndio que ocorreu na terça-feira den-tro de um batalhão da PM (Polícia Militar) na zona oes-te da cidade levou à desco-berta de drogas escondidas no local.

Os bombeiros encontra-ram no terreno do batalhão, durante trabalho de rescal-do duas mochilas debai-xo de algumas pedras com

10 tijolos de maconha, 32 “trouxinhas” de maconha, 46 pedras de crack, seis pi-nos de cocaína e até uma ba-lança de precisão.

Segundo o ouvidor das polícias do Estado, Júlio Cé-sar Fernandes, “existe gran-de possibilidade de que as drogas poderiam ser usadas para forjar flagrantes”. Ele diz que o procedimento cor-

reto para apreensão de dro-gas é o repasse para a polí-cia civil.

A corregedoria da PM afirma que está investigan-do o caso. Em nota oficial, a PM afirmou que a princi-pal suspeita é de que trafi-cantes da região tenham es-condido as mochilas com drogas dentro do batalhão.

JORNAL DA BAND

Polícia ouve mais quatro sobre morte de jovem em festa na USPMais quatro testemunhas foram ouvidas ontem pela polícia, que tenta esclarecer a morte do estudante Victor Hugo Santos, de 20 anos.

O corpo do jovem foi en-contrado na manhã de ter-ça-feira boiando dentro da raia olímpica da USP (Uni-versidade de São Paulo). Ele

desapareceu durante uma festa ocorrida na noite de sábado no velódromo da universidade. Segundo a po-lícia, uma prima e um ami-go da vítima, além de duas pessoas que estavam na fes-ta, depuseram. O conteúdo não foi divulgado.

Dois depoimentos de se-

guranças que ocorreriam também na tarde de ontem foram adiados. Segundo bo-letim de ocorrência, o cor-po do estudante apresenta-va “escoriações de aparente arrasto no lado esquerdo da face, no nariz, na parte es-querda do lábio inferior e nos cotovelos”. METRO

Page 4: 20140926_br_metro sao paulo

SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 26 DE SETEMBRO DE 2014www.metrojornal.com.br |04| {FOCO}

O aeroporto internacional de Cumbica, em Guarulhos, começou a testar ontem uma fila expressa para pas-sageiros brasileiros que pos-suem passaporte com chip. Com a tecnologia, os turis-tas que vão para o exterior podem realizar sozinhos o processo de entrada e saída do país.

Chamados de “e-gates”, os aparelhos instalados no aeroporto são fisicamente semelhantes às catracas da linha 4-Amarela do metrô. A GRU Airport, concessio-nária que administra o ae-roporto, instalou 16 equipa-mentos nos terminais 2 e 3.

O sistema funciona da se-guinte maneira: o passagei-ro coloca o passaporte em

um scanner, que libera ou não a entrada ou a saída de-le no país. Depois, o equipa-mento “lê” o rosto do turista e confere se ele é o mesmo da foto do passaporte.

A PF (Polícia Federal) afir-ma que vai manter todos os guichês para checagem ma-nual de passaportes. Assim, os “e-gates” serão uma op-ção para os passageiros. Já existem equipamentos se-

melhantes para realizar o check-in.

Os passaportes com chip começaram a ser emitidos em 2011. A tecnologia fi-ca na capa do documento. De janeiro de 2011 a 14 de agosto deste ano, 7,47 mi-lhões de passaportes com chip foram emitidos. A ex-pectativa é de que até 2016, todos os passaportes te-nham a tecnologia. METRO

Tecnologia. Brasileiros que possuem documento com chip já podem realizar processo de entrada e saída de país sozinhos

Policial testa “e-gate” no aeroporto de Guarulhos | DAVI RIBEIRO/FOLHAPRESS

Aeroporto de Cumbica testa ‘e-gates’ para passaportes

16“e-gates” foram instalados no aeroporto internacional de Cumbica, sendo nove no terminal 3, e sete no terminal 2.

7,47milhões é o número de passaportes brasileiros com chip até 14 de agosto deste ano.

Um brasileiro é roubado por dia em OrlandoPelo menos um turista bra-sileiro tem compras e di-nheiro roubados por dia em Orlando, nos Estados Uni-dos. Os dados, referentes a 2013, foram divulgados on-tem pelo consulado do Bra-sil em Miami.

De acordo com o órgão, neste ano, 223 casos já fo-ram registrados por bra-sileiros em Orlando. Mas o número pode ser bem maior porque muitas víti-mas não registram boletim de ocorrência.

Segundo o sargento da delegacia de Orlando Quinn Henry, os casos de furto e roubo são frequentes den-tro de hotéis. Ele afirma que os estabelecimentos têm a responsabilidade de prote-ger os hóspedes e seus bens.

Anteontem, duas brasi-leiras tiveram malas, docu-mentos e dinheiro furtados dentro dos hotéis onde esta-vam hospedadas, em Orlan-do. Cada uma estimou pre-juízo de aproximadamente US$ 3 mil, ou seja, R$ 7 mil.

METRO

Jornalista Audálio Dantas| BRUNO POLETTI/FOLHAPRESS Escritor Fernando Morais | ZANONE FRAISSAT/FOLHAPRESS

Prefeitura define nomes da Comissão da VerdadeA Prefeitura de São Pau-lo instalou ontem a Comis-são da Memória e Verda-de. O objetivo é esclarecer o papel desempenhado por agentes públicos munici-pais, no período da ditadura militar, entre e 1964 a 1988.

As investigações deverão apurar indícios de persegui-ção e demissão de funcioná-rios por motivação política, ocultação de pessoas em ce-mitérios públicos munici-pais e a censura e repressão a educadores da rede públi-ca municipal.

Os responsáveis pela con-dução dos trabalhos são os os jornalistas Audálio Dan-tas e Fernando Morais, os advogados César Cordaro e Ferminio Fecchio e a profes-sora Tereza Lajolo. Eles fo-ram escolhidos a partir de uma lista de 20 nomes, en-caminhada ao prefeito Fer-nando Haddad.

De acordo com o secre-tário municipal de Direitos Humanos, Rogério Sottili, São Paulo concentra cerca de 20% dos mortos e desapa-recidos políticos registrados

no Brasil. “Aqui operavam o Dops e o Doi-Codi e aqui foi encontrada a vala clandes-tina de Perus”, disse, lem-brando das 1.049 ossadas achadas em uma vala clan-destina em 1990, no cemi-tério Dom Bosco, em Perus. Segundo Sottili, 415 ossadas já estão no centro de arqueo-logia da Unifesp para tenta-tiva de reconhecimento.

A sede da comissão será no edifício Ramos de Aze-vedo, onde é guardado o acervo documental da pre-feitura. METRO

Page 5: 20140926_br_metro sao paulo
Page 6: 20140926_br_metro sao paulo

SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 26 DE SETEMBRO DE 2014www.metrojornal.com.br |06| {FOCO}

Veja a programação completa e mais fotos do museu em www.metrojornal.com.br

O Museu do Futebol com-pleta seis anos de fundação neste final de semana. Para comemorar a data, as visi-tas serão gratuitas amanhã e domingo. Normalmente, o ingresso custa R$ 6 (R$ 3, a meia-entrada)

Localizado no estádio do Pacaembu, o museu foi clas-sificado como o 5o melhor do país pelo site TripAdvi-sor, especializado em turis-mo. Além de uma “viagem” pela história do futebol, contada na exposição per-manente, a programação es-pecial de aniversário inclui uma oficina e apresentação de futebol freestyle, além

diversas outras atividades como a produção da própria camisa de futebol.

Quem quiser, pode par-ticipar da 3a edição do “Fu-tebol da Gente: Crianças”, projeto que reúne histórias sobre infância e futebol. O conteúdo será incorporado ao acervo do museu.

O artista plástico Jerry Batista, especializado em grafite, foi convidado para realizar uma pintura ao vi-vo na entrada do estádio em homenagem aos seis anos do museu.

Amanhã, haverá trans-porte gratuito, das 10h às 18h, ligando as estações Barra Funda e Clínicas do metrô ao estádio.

O museu fica aberto das 9h às 18h, mas domingo fe-chará às 15h30, por con-ta do jogo entre Santos e Goiás. METRO

Aniversário. Programação especial reúne apresentação e oficina de futebol freestyle. Amanhã, haverá transporte gratuito das 10h às 18h

Museu do Futebol faz 6 anos com entrada gratuita

Na entrada, o visitante confere objetos que simbolizam a paixão do brasileiro pelo futebol | ANDRÉ PORTO/METRO

A sala “Origens” conta como o esporte surgiu no Brasil por meio de mais de 400 fotos | ANDRÉ PORTO/METRO

2,5 milhõesé o número de visitantes do museu do Futebol desde sua inauguração, em 2008. Durante a Copa, foram mais de 75 mil.

Capital vai ter ‘pancadões organizados’ em InterlagosA prefeitura fechou acordo com mais de 40 lideranças de “pancadões” para reali-zar os eventos no autódro-mo de Interlagos, na zona sul da capital, em datas pre-viamente agendadas.

As festas de funk costu-mam acontecer no meio das ruas, com carros com som alto, causando transtornos aos moradores.

A proposta é de que os

“pancadões organizados” sejam acompanhados pela GCM (Guarda Civil Metro-politana) e pela PM (Polícia Militar).

Um dos objetivos é evitar o consumo de bebidas al-coólicas por menores, além do uso de drogas durante as festas.

De acordo com a prefei-tura, os eventos acontecem principalmente na Capela

do Socorro e em Parelhei-ros, na zona sul, reunindo, em média, mil pessoas to-dos os fins de semana.

A prefeitura também havia pensado na arena Anhembi, mas desistiu da ideia. Segundo a Secretaria Municipal de Promoção da Igualdade Racial, os eventos deverão começar a ser reali-zados em Interlagos em ou-tubro. METRO

O Procon-SP notificou o par-que Hopi Hari após o arras-tão que deixou oito pessoas feridas anteontem. Caso sejam comprovadas irre-gularidades, o parque po-derá ser penalizado nos ter-mos do Código de Defesa do Consumidor. O Hopi Hari informou que irá esclarecer o caso e disse que já aumen-tou a segurança do parque.

METRO CAMPINAS

Hopi Hari. Procon notifica parque depois de arrastão

Parque funcionou normalmente ontem | THOMAZ MAROSTEGAN/METRO CAMPINAS

Page 7: 20140926_br_metro sao paulo
Page 8: 20140926_br_metro sao paulo

SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 26 DE SETEMBRO DE 2014www.metrojornal.com.br |08| {BRASIL}

A PF (Polícia Federal) defla-grou ontem a Operação Fro-ta para apurar denúncias de acordos em licitações para aluguel de carros por par-te da Secretaria de Saúde Indígena do Ministério da Saúde. Os agentes também investigam o superfatura-mento em R$ 6,5 milhões nos contratos assinados.

Os indícios da fraude fo-ram descobertos no ano passado, quando o Minis-tério da Saúde era chefia-do por Alexandre Padilha, atual candidato do PT ao go-verno de São Paulo.

Segundo a PF, Padilha não está na lista de inves-tigados. O petista afirmou que partiu do ministério as primeiras apurações sobre o caso ainda em abril do ano passado.

Durante a operação, nin-

guém foi preso. Foram cum-pridos 16 mandados de busca e apreensão em escri-tórios das empresas suspei-ta de participar do esquema – quatro em Salvador (BA) e 12 em Brasília.

Caso de famíliaOs contratos custariam aos cofres públicos R$ 34 mi-lhões e previam a locação de 988 veículos, usados em 16 Estados pelo prazo de um ano.

As investigações aponta-ram que as diversas empre-sas inscritas no leilão eram ligadas a uma mesma famí-lia. A principal evidência é que as concorrentes apre-sentaram o mesmo endere-ço e foram representados por um único contador. A San Marino venceu o pre-gão com um preço acima do mercado e recebeu R$ 13 milhões. A suspeita da PF é de que o valor tenha sido previamente combinado.

ServidoresA investigação aponta tam-bém para a participação de servidores no esquema. Se-gundo a PF, uma ex-consul-tora do ministério pediu demissão seis meses após o leilão para trabalhar no escritório da San Marino.

METRO BRASÍLIA

Operação Frota. Agentes da Polícia Federal fizeram na tarde de ontem buscas em empresas de locação de carros de Brasília e Salvador

A Justiça decretou o bloqueio de bens da empresa. Ninguém foi preso durante a operação | SÉRGIO LIMA/FOLHAPRESS

PF investiga denúncia de fraude no Ministério da Saúde

“Qualquer tipo de tentativa de envolver meu nome é eleitoral, é a disputa eleitoral. Eu comecei essa apuração.” ALEXANDRE PADILHA, EX-MINISTRO DA SAÚDE E CANDIDATO DO PT AO GOVERNO DE SP

Page 9: 20140926_br_metro sao paulo
Page 10: 20140926_br_metro sao paulo
Page 11: 20140926_br_metro sao paulo
Page 12: 20140926_br_metro sao paulo

SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 26 DE SETEMBRO DE 2014www.metrojornal.com.br |12| {BRASIL}

PROJETOS DE DELCÍDIO E MENTOR AGORA SOB SUS-PEITA. Dois projetos pro-pondo facilidades e até anistia para “repatriar” dinheiro não declarado (em geral, sujo) de brasi-leiros no exterior, agora estão sob suspeita, após a Operação Lava Jato. São do senador Delcídio Ama-ral (PT-MS), citado na dela-ção premiada de Paulo Ro-berto Costa, ex-diretor da Petrobras, e do deputado José Mentor (PT-SP), cita-do no escândalo do Banes-tado, protagonizado pelo doleiro Alberto Youssef.

CONTAS NO EXTERIOR. Em seus depoimentos, Paulo Roberto Costa detalhou pagamentos de propina a autoridades, inclusive par-lamentares, em contas no exterior.

‘CIDADANIA FISCAL’. A ementa do projeto de Mentor (2005), copiada por Delcídio em 2009, é um primor de caraduris-mo: chama isso de “cida-dania fiscal”.

COINCIDÊNCIA?. Procurado-res agora querem saber se é coincidência que esses

projetos tenham sido pro-postos no auge da atuação da quadrilha na Petrobras.

ESTRANHA GENEROSIDA-DE. Os projetos sob sus-peita anistiam o dono do dinheiro “repatriado” e fixam apenas 5% de im-posto. Trabalhador paga até 27,5% de imposto.

NÃO FOI ‘INTIMIDAÇÃO’: PF INVESTIGAVA DENÚNCIA. A Polícia Federal não tenta-va “intimidar” o senador Lobão Filho (PMDB), candi-dato do clã Sarney ao go-verno do Maranhão, quan-do realizou buscas no seu avião, em São Luís. A PF apenas cumpria seu pa-pel legal de averiguar gra-ve denúncia. Há informa-ções de que se tratava de suspeita de transporte de grande quantia de dinhei-ro. O Maranhão está no centro das atenções da PF desde que prendeu em São Luís o megadoleiro Al-berto Youssef, na Opera-ção Lava Jato.

COM ANA PAULA LEITÃO E TIAGO VASCONCELOS WWW.CLAUDIOHUMBERTO.COM.BR

PODER SEM PUDORO mata-mosquitos

O médico sanitarista Má-rio Pinotti, ministro da Saúde de JK, não apenas era parecido com Villa--Lôbos como cultivava uma cabeleira no estilo dos grandes regentes do passado, à moda Carlos Gomes.Durante os aperitivos que precederam o ban-

quete na Escola Domésti-ca, quando de sua visita ao Rio Grande do Norte, o deputado estadual (e grande gozador) Nei Ma-rinho perguntou-lhe à queima-roupa:- O senhor é maestro?- Não, sou mata-mosqui-to... – devolveu Pinotti, sem perder a esportiva.

“QUEM FEZ ILÍCITO

RESPONDE POR AQUILO QUE

FEZ.”MINISTRO JOSÉ EDUARDO CARDOZO

(JUSTIÇA) AO AFIRMAR QUE O GOVERNO NÃO TEME DELAÇÕES

Política

Paulo Roberto Costa | DIVULGAÇÃO

CLÁUDIO [email protected]

O naufrágio de um barco--hotel em Porto Murtinho (MS), no Pantanal, deixou três pessoas mortas e onze continuam desaparecidas. O acidente ocorreu no final da tarde de anteontem.

A embarcação afundou no rio Paraguai após uma tempestade que atingiu a região. Entre as 27 pessoas a bordo, estavam 16 turistas brasileiros e 11 tripulantes paraguaios. Os três corpos resgatados são de morado-res de Londrina, Sabáudia e Alvorada do Sul.

O primeiro resgate, ain-da na água, ocorreu na noi-te de anteontem. Os outros dois corpos foram achados dentro do barco, localiza-do a 22 metros de profundi-dade, no início da tarde de ontem.

O barco-hotel “Sueño del Pantanal” havia zarpa-

do do rio Paraguai no sába-do, dia 20. Depois de cin-co dias de pescarias, eles já se preparavam para atracar na margem paraguaia, na localidade de Carmelo Pe-ralta, quando o vendaval

começou. “Veio uma rajada de

vento muito forte que que-brou os vidros do barco e fez ele tombar”, disse Fran-cisco Paulineli Ferreira, um dos sobreviventes, ao portal

Campo Grande News. O tu-rista, de 60 anos, é morador de Alvorada do Sul, a 68 km de Londrina.

Momentos antes de o barco virar, o vendaval der-rubou sacos de lixo do bar-co. Dois tripulantes para-guaios saíram em canoas para recolher o material. Eles ainda estavam na água quando o naufrágio ocor-reu. Foram os funcionários que resgataram as pessoas que conseguiram se segurar nos destroços.

Segundo o Corpo de Bombeiros, são pequenas as chances de que os desapa-recidos sejam encontrados vivos. Todos estavam nos quartos no momento em que o barco virou.

Tragédia. Vinte e sete pessoas estavam a bordo de barco-hotel, no Pantanal. Acidente ocorreu na noite de quarta-feira e foi causado por um vendaval que atingiu a região

Buscas se intensificaram na tarde de ontem | MARCELO CALAZANS / CAMPO GRANDE NEWS

Naufrágio no MS mata 3 e deixa 11 desaparecidos

O PMDB classificou on-tem como “intimidatória” e “inadmissível” a ação da PF (Polícia Federal) contra o candidato do partido ao go-verno do Maranhão, Lobão Filho – filho do ministro de Minas e Energia Edison Lo-bão – e o deputado federal Gastão Vieira.

Anteontem, seis pes-soas se identificaram como agentes federais e entraram no avião usado pelos políti-cos durante a campanha no aeroporto de Impera-triz (MA). Eles vasculharam as bagagens dos passagei-ros. A ação foi motivada por uma denúncia anôni-ma, que delatou o transpor-te de malas com dinheiro. Elas não foram localizadas. “No estado democrático de direito é inadmissível que forças policiais sejam ins-trumentalizadas para atin-gir candidaturas”, afirmou o presidente do PMDB e vi-ce-presidente da República, Michel Temer, em nota.

A PF informou desconhe-cer ter havido uma opera-ção na cidade maranhense e prometeu investigar o caso.

METRO BRASÍLIA

Maranhão. PMDB condena ação em avião de Lobão Filho

RAFAEL NEVES METRO CURITIBA

Page 13: 20140926_br_metro sao paulo
Page 14: 20140926_br_metro sao paulo

SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 26 DE SETEMBRO DE 2014www.metrojornal.com.br |14| {BRASIL}

Uruguai

Argentina

Ilha de PáscoaIlhas PitcairnIlhas Pitcairn

FijiFiji

AustráliaAustráliaAustrália

GrandeBarreiraBarreiraBarreirade Coralde Coralde Coralde Coralde Coral

Papua Nova GuinéPapua Nova GuinéPapua Nova GuinéPapua Nova GuinéPapua Nova GuinéPapua Nova Guiné

GuamGuam

Ilhas MarianasIlhas MarianasSetentrionais

ChinaChinaChina

VietnãVietnãVietnã

IndonésiaIndonésiaIndonésiaIndonésiaIndonésiaIndonésiaCingapuraCingapuraCingapuraCingapuraCingapuraCingapuraCingapuraCingapuraCingapuraCingapura

Arquipélago de ChagosArquipélago de ChagosArquipélago de Chagos

Atol de Cargados CarajosTonga

Ilhas CookIlhas CookIlhas CookIlhas JuanIlhas Juan

AntárticaAntárticaAntártica

Ilhas MaurícioIlhas MaurícioIlha Reunião

Madagascar

África do Sul

Ilha de Santa Helena

ItajaíItajaíItajaí

EMBARCANDOCOM OSSCHURMANNS

InícioFim

29 paísese territórios

A Expedição Oriente passará por:

5 continentes

PolinésiaPolinésiaPolinésiaFrancesaFrancesaFrancesa

SamoaAmericana/SamoaAmericana/SamoaAmericana/SamoaAmericana/Samoa

e territóriose territóriose territórios5 continentes5 continentes5 continentes5 continentes

ChileChileChileChileChile

Fernandez

Partiu: Domingo, 21 de setembro de 2014, em Itajaí-SCPrevisão de chegada: 22 de dezembro de 2016, em Itajaí-SC

OCEANOATLÂNTICO

AMÉRICADO NORTE

AMÉRICADO SUL

ÁFRICA

EUROPA

ÁSIA

OCEANIA

OCEANOPACÍFICO

OCEANOPACÍFICO

OCEANOÎNDICO

TRAJETO DA EXPEDIÇÃO

30 anos de viagensPrimeiros brasileiros a dar a volta ao mundo de veleiro, os Schurmanns já cruzaram os 3 oceanos e 7 continentes do planeta em suas aventuras pelos mares, que começaram em 1984, quando deixaram a segurança da vida em terra firme em busca de um sonho vivido em família.

Japão

3 anos de preparação

foram necessários para a realização da Expedição Oriente

AMÉRICADO NORTE

EUROPAEUROPAEUROPAEUROPAEUROPAEUROPAEUROPAEUROPAEUROPAEUROPAEUROPA

ÁSIAJapão

3 anos de preparação

foram necessários para a realização da Expedição Oriente

5 anos de idadetinha Kat Schurmann, a mais jovem marinheira da família Schurmann, quando embarcou com os pais, Vilfredo e Heloisa, e o irmão David na Expedição Magalhães Global Adventure, em 1997. Ela morreu aos 14 anos e o barco da atual expedição leva seu nome.

Nova ZelândiaNova ZelândiaNova Zelândia

Acompanhe a viagem dos Schurmanns pela internet, no endereço

www.expedicaooriente.com.br

O português Fernão de Magalhães (1480 – 1521) é considerado o primei-ro navegador a viajar por circunavegação.

Mas no livro “1421 – O ano em que a China desco-briu o mundo”, o britânico Gavin Mendes afirma que os chineses foram os pio-neiros. Inspirada nessa teo-ria, a família Schurmann embarcou, domingo, em Itajaí (Santa Catarina), para uma nova aventura: a “Ex-pedição Oriente.

“A tese diz que em 1421, esquadras com juncos de até 160 metros partiram da China até os confins da Ter-ra para recolher tributos dos bárbaros. Sairemos em busca de algumas dessas ro-tas”, afirmou o capitão Vil-fredo Schurmann.

Nos próximos dois anos e três meses, eles passa-rão por 29 países e cinco continentes.

O barco “Kat” é maior em relação aos outros. “An-tes eram 44 pés, o equiva-lente a 24 metros por 15 metros. Agora já são 80 pés (25 metros). Com essa no-va embarcação, consegui-mos levar guarda-pratos, fogão, micro-ondas”, diz a mulher de Vilfredo, Heloisa Schurmann.

O novo barco tem como característica usar as tecno-logias mais avançadas para

que a viagem seja sustentá-vel. “Cerca de 40% da ener-gia gasta será suprida com alternativas”, afirma David Schurmann, filho do meio, cineasta e líder em terra da expedição. Além de gerado-res eólicos e painéis solares, o veleiro também usa um sistema de captação energé-tica por meio das correntes marítimas.

Toda a água consumida pelos 12 tripulantes vem do mar, já que dentro do bar-co existe um dessalinizador automático que transforma a água salgada em doce e potável.

A família já é conhecida por suas navegações ao lado dos filhos: Pierre, David e Wilhelm. Ao todo, já parti-ciparam de quatro grandes viagens: “10 Anos no Mar”, em 1984, que percorreu 36 países; “Magalhães Glo-bal Adventure”, em 1997, em 27 lugares; a “20 Anos no Mar”, em 2004, que pas-sou apenas pela costa brasi-leira; e a “Expedição U-513 -– Em Busca do Lobo Solitá-rio”, em que eles encontra-ram um submarino alemão da Segunda Guerra Mundial no litoral do Brasil.

A “Expedição Oriente” também marca a estreia da terceira geração da família a bordo. Filho de Pierre, o jovem Emmanuel, integra-rá a tripulação. METRO RIO

Nova aventura. Com barco ecologicamente sustentável, família Schurmann vai passar por 29 países e 5 continentes na ‘Expedição Oriente’

Nova aventura da família Schurmann, rumo ao Oriente, vai durar dois anos e três meses | LUCIANO CANDISANI/DIVULGAÇÃO

Viagem ao redor do mundo

“Medo eu tenho, mas precisamos administrá-lo. Temos de vencê-lo. Você tem medo daquilo que não conhece.”

HELOISA SCHURMANN, PESQUISADORA

10 anose um mês foi a duração da “Expedição 10 Anos no Mar”, de abril de 1984 a maio de 1994.

2 anose três meses é a duração estimada da Expedição Oriente, que começou domingo, em Itajaí-SC.

Embarcação homenageia filha morta Batizado de “Kat”, o novo barco da família Schur-mann homenageia a fi-lha caçula, que morreu em 2006, aos 14 anos, em consequência de uma pneumonia. Adotada, a menina entrou na família por acaso.

A mãe biológica de Kat, que era da Amazônia, con-traiu o vírus do HIV por meio de uma transfusão de sangue, e acabou con-taminando a filha. Com o marido neozelandês, a mulher decidiu entregar a criança aos Schurmanns. Dos 5 aos 8 anos, Kat co-nheceu 19 países.

A menina será ho-menageada também em um filme produzido pe-lo irmão e cineasta, David Schurmann. METRO RIO

Barco

Em 1984, o economista Vilfredo Schurmann e a esposa, a professora He-loisa, decidiram largar as carreiras para seguir um sonho: o de viajar pelo mundo. Na ocasião, o ca-sal velejou com os filhos Wilhelm, de 7 anos, Da-vid, de 10, e Pierre, de 15.

“Talvez essa seja a nossa maior dificuldade: a convi-vência diária, em um espa-ço pequeno, com as mes-mas pessoas. Mas sempre paramos, desembarcamos e fazemos filmagem nos luga-res, para deixar o ambiente mais harmonioso”, explica Heloísa. METRO RIO

Decisão inusitada que mudou a vida da família

Page 15: 20140926_br_metro sao paulo
Page 16: 20140926_br_metro sao paulo

SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 26 DE SETEMBRO DE 2014www.metrojornal.com.br |16| {ECONOMIA}

A taxa de desemprego do Brasil subiu pelo segundo mês seguido e atingiu 5% em agosto, mas manteve--se em níveis historicamen-te baixos, ao mesmo tem-po em que a renda média da população voltou a su-bir às vésperas das eleições presidenciais.

Segundo o IBGE (Institu-to Brasileiro de Geografia e Estatística), a taxa de de-semprego é a menor para o mês de agosto desde 2002.

Ainda assim, a taxa de agosto é a segunda maior do ano, repetindo o pata-mar de março e abaixo ape-nas de fevereiro (5,1%).

“Em agosto, houve gera-ção de vagas, mas não foi significativa para absorver os desempregados”, afir-mou o coordenador da pes-quisa, Cimar Azeredo. “O motivo é que a economia não está gerando postos de trabalho.”

Na passagem de julho pa-ra agosto, a atividade que mais gerou postos de tra-balho foi a construção civil (5,1%). Dos 178 mil postos

gerados no período, 88 mil (49,4%) vieram desse setor.

ServidoresO rendimento médio do tra-

balhador no Brasil em agos-to foi de R$ 2.055,55, o que representa aumento de 2,5% acima da inflação quando comparado a agosto de 2013 (R$ 2.005,72) e de 1,7% em relação a julho deste ano (R$ 2.022,04). O grupo que mais teve aumento real foi o de militares e funcionários pú-blicos, com alta de 7,1% em um ano, segundo o IBGE. Entre 2002 e 2014, os ren-dimentos subiram mais em Belo Horizonte (31,5%).

Após adiar a divulgação de dados por três vezes se-guidas devido à greve de servidores, o IBGE mos-trou que a taxa de desem-prego ficou em 4,9% em maio, caindo a 4,8% em ju-nho e indo a 4,9% em julho. A média de desemprego de janeiro a agosto (4,9%) é a menor da série histórica, iniciada em 2003. Em 2012 e 2013, a taxa havia ficado em 5,7%. METRO

Pesquisa. Mas taxa de 5% é a menor dos últimos doze anos para o mês de agosto

São consideradas pessoas desempregadas ou desocupadas aquelas com mais de 10 anos de idade que não trabalham, mas que estão disponíveis para trabalhar e buscam trabalho

FONTE: IBGE

JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO

4,8%

TAXA DE DESEMPREGO

2014

5,1% 5,0% 4,9% 4,9% 4,8% 4,9% 5,0%

Desemprego sobe pelo 2º mês seguido

O mercado de trabalho brasileiro em agosto re-gistrou aumento de ape-nas 0,8% no número de postos de trabalho em re-lação ao mês anterior, ao mesmo tempo em que teve um crescimento de 3,3% na quantidade de pessoas pro-curando emprego. Os da-dos foram divulgados on-tem pela Pesquisa Mensal de Emprego (PME).

Segundo o coordenador de Trabalho e Rendimen-to do IBGE (Instituto Bra-sileiro de Geografia e Es-tatística), Cimar Azeredo, isso fez com que a taxa de desemprego se mantivesse praticamente estável entre julho (4,9%) e agosto (5%).

Azeredo acredita que a situação pode estar vin-culada a um evento que atraia muitas pessoas em busca de emprego, mas que não consiga absorver todo mundo, como as cam-panhas eleitorais.

“A pesquisa não mostra por que, no momento em que você tem avanço na ocupação, você também te-nha um avanço na pressão sobre o mercado de traba-lho. Muitas vezes isso vem acompanhado da queda do rendimento. O que não é o

caso [o rendimento aumen-tou 1,7% em relação a ju-lho]. O que pode ter aconte-cido é alguma situação ter estimulado pessoas a pro-curar o mercado de traba-lho. Eventos como eleições podem provocar isso.”

Desde 2010O nível acumulado de ocu-pação entre janeiro e agos-to - que mede a porcenta-gem da população ocupada em relação ao total da po-pulação em idade ativa - caiu de 53,9% em 2013 para 53,2% neste ano. É o nível mais baixo desde 2010 (52,9%). METRO

Construção civil foi atividade quemais gerou vagas | DIVULGAÇÃO

Número de postos de trabalho cresce só 0,8%

Venda de PCs cai 27% de janeiro a junho

Ano pode terminar com queda de 24% no comércio de PCs | DIVULGAÇÃO

A venda de computadores pessoais no Brasil (PCs) so-freu queda de 27% no pri-meiro semestre deste ano, em relação ao mesmo pe-ríodo de 2013. As vendas somaram 5,05 milhões de unidades, segundo dados divulgados ontem pela em-presa de pesquisa de mer-cado IDC.

O movimento de vendas de abril a junho foi lidera-do pela comercialização de

notebooks, responsáveis por 62% dos PCs vendidos no período.

O resultado reforça a projeção da companhia de que as vendas de PCs no país em 2014 terão a maior queda já registrada desde o início das medições, em 1990.

A expectativa da IDC é de que as vendas vão re-cuar 24% este ano sobre 2013, quando já tinham so-

frido baixa de 10% em rela-ção a 2012.

Na comparação com o fraco primeiro semestre, porém, as vendas de PCs no país subiram cerca de 8%, a 2,65 milhões de unidades, informou a empresa.

Nem o setor público“Entre os consumidores, há o fator Copa do Mundo, en-quanto o mercado corpora-tivo é sempre mais cautelo-

so ao fazer investimentos em anos de eleições, espe-cialmente no setor de mé-dias e grandes empresas”, afirmou em comunicado Pedro Hagge, analista da IDC.

Ele acrescentou que houve também uma que-da acentuada nas compras de PCs pelo setor público, “com a entrega de projetos já licitados e poucas novas licitações”. METRO

Classe C busca franquias de até R$ 80 milO grande consumidor bra-sileiro pertence atualmen-te à classe C, que responde por cerca de 57% da popula-ção consumidora. Esse con-sumidor de produtos e ser-viços é também comprador de franquias, segundo o pre-sidente da Associação Brasi-leira de Franchising do Rio de Janeiro (ABF Rio), Beto Filho.

Ele explicou que o com-portamento hoje da classe C não está só no consumo, mas também no empreen-dedorismo, porque, com o

apoio dos bancos oficiais e das agências de fomen-to dos Estados, além dos bancos privados, há sus-tentação financeira para a categoria também virar em-preendedora e empresária.

AlimentosA microfranquia exige in-vestimento de até R$ 80 mil. Beto Filho informou que, hoje, o setor que atrai mais os pequenos franqueadores da classe C no Brasil é o de alimentação.

Ela responde por 5,11%

da receita total do setor e al-cançou faturamento de R$ 5,9 bilhões em 2013. Atual-mente, são 384 marcas em operação e 17.197 pontos de venda.

Considerando os dois pri-meiros trimestres do ano, o crescimento do setor atinge 7%. O faturamento total do franchising atingiu R$ 115 bilhões, no ano passado.

Com a perspectiva de cres-cimento, esse número será ampliado em cerca de R$ 9 bilhões ou R$ 10 bilhões, dis-se Beto Filho. METRO

Dólar volta a subir e chega a R$ 2,43O dólar avançou 1,95%, a R$ 2,43 na venda, após bater R$ 2,43 na máxi-ma do dia, maior nível desde 13 de fevereiro. A alta desta sessão foi a maior desde 5 de no-vembro de 2013, quan-do a cotação da moe-da americana avançou 1,98%. Na últma terça--feira, o BC anunciou maior intervenção sobre o dólar. METRO

Consignado a idosos pode passar para 6 anosO Conselho Nacional de Previdência Social vai recomendar ao INSS elevar de cinco para seis anos o limite para operações de pagamen-to de empréstimos e de cartão de crédito rela-tivas a crédito consig-nado dos aposentados e pensionistas. Para que passe a valer, a medida ainda precisa ser regu-lamentada. METRO

Consumo Câmbio

Alimentos está entre os setores mais procurados | DIVULGAÇÃO

Page 17: 20140926_br_metro sao paulo
Page 18: 20140926_br_metro sao paulo
Page 19: 20140926_br_metro sao paulo
Page 20: 20140926_br_metro sao paulo

SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 26 DE SETEMBRO DE 2014www.metrojornal.com.br |20| {MUNDO}

O Observatório Sírio de Di-reitos Humanos, grupo que monitora a guerra civil no país, disse ontem que ao menos 19 pessoas morre-ram em bombardeios da coalizão internacional lide-rada pelos EUA contra alvos do (EI) Estado Islâmico nas províncias sírias de Deir al--Zor e Hasaka. Cinco das ví-timas seriam civis.

Ontem o porta-voz do Pentágono, John Kirby, disse que os ataques tinham co-mo alvos 12 refinarias que produziam entre 300 e 500 barris de petróleo por dia e geravam US$ 2 milhões de receitas diárias ao EI. De acordo com o Pentágono, o grupo vende o petróleo con-trabandeado a intermediá-rios em países vizinhos.

Segundo Kirby, aviões da Arábia Saudita e dos Emi-rados Árabes Unidos parti-

ciparam nos bombardeios mais recentes. A coalizão li-derada por Washington co-meçou a atacar alvos do EI na Síria na terça-feira.

Segurança em Nova YorkDepois dos ataques na Síria, as autoridades de Nova York decidiram reforçar a segu-rança na cidade. O FBI dis-

se que as operações dos EUA na Síria e no Iraque pode-riam estimular a realização de atentados dentro de ter-ritório norte-americano.

Planos do EIOntem mais tarde, o premiê iraquiano, Haider al-Abadi, empossado recentemente, com apoio dos EUA, disse, em

Nova York, que a inteligência do Iraque havia descoberto planos do EI de realizar ata-ques contra os EUA e a Fran-ça. Paris também faz parte da coalizão internacional lidera-da por Washington contra o grupo terrorista.

“Hoje, aqui (em Nova York), recebi relatórios preci-sos de Bagdá, onde ocorreu a detenção de alguns elemen-tos, e há redes planejando ataques de dentro do Ira-que”, disse Abadi. “Eles pla-nejam conduzir ataques nos metrôs de Paris e dos EUA. A partir dos detalhes que re-cebi, sim, parece crível”. Se-gundo ele, o plano envolve-ria militantes estrangeiros do EI no Iraque, como norte--americanos e franceses.

Autoridades dos EUA dis-seram não ter provas sufi-cientes para confirmar a in-formação de Abadi. METRO

Coalizão. Entre os mortos havia 5 civis; ontem o premiê iraquiano disse que há planos do grupo islâmico de atacar os EUA e a França; segurança em Nova York foi reforçada

Abadi, do Iraque, encontrou-se com Obama ontem | KEVIN LAMARQUE/REUTERS

Ataques contra o EI matam 19 na Síria

O presidente do Irã, Has-san Rouhani, acusou on-tem o Ocidente de cometer “erros estratégicos” na lu-ta contra o EI (Estado Islâ-mico). Segundo ele, tais er-ros possibilitaram a criação de “refúgios seguros” para terroristas. As declarações de Rouhani foram feitas du-rante seu discurso na 69ª As-sembleia Geral da ONU.

Segundo Rouhani, os mes-mos erros estão se repetin-do na luta recente contra o EI no Iraque e na Síria. “Acre-dito que se os países reivindi-cando a liderança na coalizão estiverem fazendo isso para continuar sua hegemonia na região, eles estão cometendo um erro estratégico”, disse. “A solução correta para esse dilema vem de dentro da re-gião com o apoio internacio-nal, e não de fora”.

‘Lâminas’O presidente iraniano apro-veitou o palanque diante dos 193 Estados-membros da ONU para culpar “alguns Estados e agências de in-teligência” por apoiar e fi-nanciar o aumento do ex-tremismo e da violência no Oriente Médio. “Algumas agências de inteligência co-locaram lâminas na mão de

loucos, que agora não pou-pam ninguém”, disse Rou-hani. “Todos os que tiveram algum papel em fundar ou apoiar esses grupos terroris-tas devem reconhecer seus erros”, defendeu.

“Extremistas do mundo todo estão unidos”, afirmou Rouhani. E questionou: “Mas nós estamos unidos contra eles?” O presidente disse ain-da que Teerã apoia ações pa-ra combater o radicalismo, as agressões e as ameaças do EI.

O presidente sírio, Ba-shar al-Assad, principal alia-do de Teerã, tem culpado países como Catar, Arábia Saudita, Turquia, EUA e ou-tras nações ocidentais pela ascensão do EI. METRO

Na ONU, presidente do Irã acusa Ocidente por ‘erros’

Segundo Rouhani, ‘certas agências’são culpadas por EI | M. SEGAR/REUTERS

O desaparecimento, há qua-se um mês, de uma meni-na de 14 anos em Londres levou a polícia da capital britânica a montar a maior operação desde os atenta-dos de 2005 na cidade. Ali-ce Gross sumiu no dia 28 de agosto e desde então seu pa-radeiro é desconhecido.

Considerada “muito vul-nerável” pela família, a ado-lescente tem anorexia e, se-gundo a imprensa local, era vítima de bullying nas redes

sociais, o que se tornou um dos pontos de partida da in-vestigação. Vizinhos chega-ram a dizer, no início, que a menina havia fugido.

A história sofreu uma re-viravolta quando Arnis Zal-kalns, um homem de 41 anos, desapareceu. Conside-rado o principal suspeito, Zal-kalns passou sete anos pre-so na Letônia por ter matado a esposa a facadas, em 1998. Ele também foi preso por as-sediar uma menor. METRO

Sumiço de menina provoca megaoperação em Londres

Bomba em Santiago mata homem que a manuseavaUma bomba caseira explo-diu na capital do Chile, San-tiago, na madrugada de on-tem, matando um homem que a manuseava, segundo a polícia da cidade. Apenas neste ano, mais de 30 explo-sões desse tipo foram regis-tradas em Santiago.

O homem, cuja identidade não foi revelada, morreu já no hospital, em consequência de

queimaduras graves depois que o dispositivo explodiu. Ele tinha entre 20 e 30 anos, segundo as autoridades.

A polícia, que está em alerta máximo após os re-centes ataques na cidade, isolou a área enquanto pro-curava outros dispositivos.

MetrôNo início de setembro, 14

pessoas ficaram feridas, al-gumas gravemente, quando uma bomba explodiu per-to de uma estação de me-trô, no pior ataque desse ti-po no país desde o retorno à democracia, em 1990.

Duas pessoas foram de-tidas por suspeita de envol-vimento e são mantidos na prisão. Procuradores inves-tigam o caso. METRO

Boko Haram liberta menina sequestrada

O grupo terrorista islâ-mico Boko Haram liber-tou uma das mais de 200 meninas sequestradas em abril, disse ontem a polícia nigeriana.

“Ela foi encontrada correndo em uma aldeia, estava no mato havia cer-ca de quatro dias. Ela ain-da está recebendo cuida-dos médicos”, disse o pai de outra menina. METRO

Cameron vai se desculpar com rainha, diz TV

O premiê britânico se des-culpará pessoalmente com a rainha Elizabeth 2ª após ter dito que a monar-ca “ronronou” de felicida-de ao saber do resultado do referendo escocês.

A informação é de uma rede de TV. Ele se disse “envergonhado” pelo co-mentário que fez ao ex--prefeito de Nova York Mi-chael Bloomberg. METRO

Controle de Gaza passa a governo de unidade

Um governo de unidade vai assumir o controle da Faixa de Gaza. O acor-do foi acertado entre o Hamas e o Fatah no que é visto como um avanço nas conversas que pode fortalecer a posição pa-lestina nas negociações com Israel, em outubro.

O acordo foi anuncia-do pelas facções ontem no Cairo. METRO

Palestinos Nigéria ‘Ronronou’

Principal suspeito foi preso pormatar a mulher em 1998 | DIVULGAÇÃO

Guiné estabiliza ebola, que já matou quase 3 milA OMS (Organização Mun-dial da Saúde) disse ontem que o número de mortos no pior surto de ebola da histó-ria se aproxima de 3 mil. Se-gundo a entidade, contudo, a epidemia parece ter sido estabilizada na Guiné.

O retrato, apesar da notí-cia, não é animador. A OMS destaca que uma calamitosa

falta de leitos e a resistência de comunidades em algu-mas áreas estão contribuin-do para que a doença conti-nue se espalhando.

Além disso, segundo a agência, os esforços para co-letar mais dados estão gra-dualmente revelando uma epidemia ainda mais mortal do que parecia inicialmente.

“A tendência de cresci-mento da epidemia continua em Serra Leoa e mais prova-velmente na Libéria”, disse a OMS. “No entanto, a situa-ção na Guiné, embora ainda de grave preocupação, parece ter se estabilizado”. Dos 6.263 casos em cinco países, 2.917 pessoas morreram, segundo a agência global. METRO

Page 21: 20140926_br_metro sao paulo
Page 22: 20140926_br_metro sao paulo

SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 26 DE SETEMBRO DE 2014www.metrojornal.com.br |22| {CULTURA}

2CULTURA2CULTURA

Harry Houdini (1874-1926) pode ser considerado um dos heróis mais americanos da história. Imigrante húngaro, ele inventou um novo tipo de carreira nos Estados Unidos em sua busca por fama e for-tuna – o termo “artista da fu-ga” não existia até ele criá-lo.

É essa trajetória de triun-fo sobre as adversidades que levou o vencedor do Oscar Adrien Brody a aceitar o papel do ilusionista em “Houdini”, minissérie em dois capítulos que vai ao ar simultaneamen-te no History e no A&E, do-mingo e segunda, às 22h.

“Tive vontade de ser má-gico quando criança e era en-cantado por Houdini”, admi-te. Após crescer, seu apreço pelo homem ganhou mais nuances, já que Brody aponta Houdini como um ícone por representar alguém que “es-capou do confinamento da pobreza e das restrições so-ciais de ser um imigrante e superou o antissemitismo pa-

ra se tornar uma celebridade americana.” Mas, para muitas crianças, ainda hoje Houdini é apenas um homem corajo-so, capaz de provar ser possí-vel “desafiar as leis da nature-za”, como Brody sugere.

Dito isso, a ambição de Houdini parece quase obses-siva ao espectador adulto – e esse é um dos principais tópi-cos da minissérie. Pergunta-do sobre se há algum parale-lo entre a busca infindável do mágico por criar ilusões maio-res e melhores e as metas dele enquanto ator, Brody afirma: “Eu partilho desse objetivo até certo ponto, mas não para

impressionar os outros.” Para ele, Houdini estava constan-temente em busca de valida-ção para seu trabalho, o que Brody conseguiu ainda jovem ao ganhar o Oscar aos 29 anos por “O Pianista”, em 2003.

Para se preparar para o pa-pel, o ator pesquisou o máxi-mo possível sobre Houdini. Is-so o levou a se consultar com os mágicos David Copperfield e David Blaine e a conferir a coleção de escritos e objetos do icônico ilusionista manti-da por Copperfield.

“Ser capaz de triunfar so-bre a adversidade e a incerte-za e conseguir descobrir no-vas formas de superar esses obstáculos como Houdini fez é algo realmente admirável”, conclui o ator.

Estreia domingo. Ator Adrien Brody entra na pele de Houdini em minissérie biográfica que explora ascensão meteórica do mágico

Vencedor do Oscar consultou mágicos para fazer o papel | DIVULGAÇÃO

O pioneiro dos popstars“Ser capaz de triunfar sobre a adversidade e descobrir novas formas de superar os obstáculos como Houdini fez é algo realmente admirável. ” ADRIEN BRODY, ATOR

LISAWEIDENFELD METRO INTERNACIONAL

Veja o trailer da minissérie no site do Metro Jornal www.metrojornal.com.br

Zé do Caixão

MaratonaA Cinemateca exibe a

partir das 23h de amanhã os filmes “À Meia Noite

Levarei sua Alma” (1964), “Esta Noite Encarnarei

no teu Cadáver” (1967) e “Encarnação do Demônio” (2008), todos em película.

A entrada é gratuita.

Page 23: 20140926_br_metro sao paulo
Page 24: 20140926_br_metro sao paulo

SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 26 DE SETEMBRO DE 2014www.metrojornal.com.br |24| {CULTURA}

Baile das estrelas

Para o coreógrafo Alonzo King, “balé não é um estilo, é uma ciência do movimento”, e disciplinas como arquitetu-ra, matemática e medicina es-tão incorporadas à dança.

Essa concepção é a base de “Constellation”, obra que apresenta ao público brasilei-ro o trabalho de mais de 30 anos do coreógrafo à frente de sua companhia, a Alonzo King Lines Ballet, sediada em São Francisco, nos EUA.

Atração de hoje a domingo da Temporada de Dança do Teatro Alfa, o espetáculo par-te da relação dos corpos com a luz, representada no palco por uma tela de LED concebi-

da por Jim Campbell. Não é à toa, portanto, que

a trilha seja baseada em músi-ca barroca. “A luminosidade é

central nessa estética”, apon-ta King. Em cena, a mezzo-soprano Laura Krumm canta árias do período. “Isso implica

um envolvimento com uma riqueza da qual o som grava-do não consegue se aproxi-mar. Há uma espontaneidade na resposta do movimento.”

Para ele, o jogo entre tec-nologia e barroco exalta a atualidade da obra. “A raiz da palavra ‘contemporâneo’ sig-nifica ‘presente/agora’. A ideia ocidental de que chegamos aqui a partir de um passado inferior não faz sentido”, diz.

O desejo de conhecer ou-tras formas de pensamen-to levou o coreógrafo a criar com monges chineses e dan-çarinos da África Central, o que nem sempre é compreen-dido pela crítica. “É importan-

te que o espectador abando-ne suas expectativas. Seja isso bom ou ruim, uma obra é o resultado de uma visão e deve continuar a construir um ca-minho em direção a ela”, con-clui. METRO

Estreia hoje. Companhia americana Alonzo King Lines Ballet apresenta concepção de dança como ciência em ‘Constellation’

Bailarinos dançam música barroca diante de um painel com luzes de LED | DIVULGAÇÃO

Veja cenas do espetáculo no site do Metro Jornal www.metrojornal.com.br

No Teatro Alfa (r. Ben-to Branco de Andrade Fi-lho, 722, Santo Amaro, tel.: 5693-4000). Hoje, às 21h30, amanhã, às 20h, e dom., às 18h. De R$ 40 a R$ 190.

Serviço

#metromoda

Alexandra Farah é jornalista e colunista da revista Vogue e do Moda e Negócios, exibido ao vivo às segundas, quartas e sextas, às 21h45, na Band News TV

POR

Aqui em Nova York as roupas de ginástica são febre. Saíram da academia e caíram na rua – para lá e para cá, moletons de duas cores e leggings estilo ciclista. Conforto e charme. A canadense Lululemon Athletica, criada em 1998, virou febre com roupas inspiradas em ioga e é a maior grife do segmento.

Maior concorrente da Lululemon, a Under Armour acaba de contratar a nossa Gisele Bündchen pelo maior cachê da carreira da top, bem maior que US$ 25 milhões da Victoria Secret. Com Under Armour, Gisele deve chegar ao patrimônio de US$ 1 bilhão – fato inédito no mundo das tops.

@lululemon#iogafever

Enquanto a indústria de vestuário cresce 1% ao ano, a de roupas de fitness cresce mais de 10%. E o Brasil não quer perder a onda. Patricia Birman, da família da Arezzo, abriu a Memo em 2010. A coleção do próximo verão está colorida e linda. Peças inspiradas no surf chegam hoje ao e-commerce e às quatro lojas da marca em SP.

@ALEFARAH

@underarmour #giselebi

@memooficial #brasilfitness

Page 25: 20140926_br_metro sao paulo

SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 26 DE SETEMBRO DE 2014www.metrojornal.com.br {CULTURA} |24|◊◊SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 26 DE SETEMBRO DE 2014

www.metrojornal.com.br |24| {CULTURA} SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 26 DE SETEMBRO DE 2014www.metrojornal.com.br {CULTURA} |25|◊◊

ConcertoJazz Sinfônica + Trio Corrente. A série Jazz Sinfônica+

recebe o trio para apresentação de clássicos da MPB e choros. No Auditório Ibirapuera (av. Pedro Álvares Cabral, s/nº, parque Ibirapuera; tel.: 3629-1075). Hoje e amanhã, às 21h. R$ 20.

OSM + Boris Belkin. A Orquesta Sinfônica Municipal, sob regência do maestro convidado Alexander Joel, recebe o violinista russo para concerto com obras de Brahms e Debussy. No Theatro Municipal (pça. Ramos de Azevedo, s/nº, Centro; tel.: 3053-2100). Amanhã, às 20h; dom., às 11h. De R$ 20 a R$ 60.

Teatro‘12 Homens e uma Sentença’. Sucesso da temporada

teatral de 2010, o espetáculo reestreia em curta temporada. No Teatro Nair Bello – Shopping Frei Caneca (r. Frei Caneca, 569, Bela Vista; tel.: 3472-2414). Estreia hoje. Sex., às 21h30 (R$ 50); sáb., às 21h30 (R$ 60); dom., às 18h (R$ 60). Até 7/12.

‘Fausto. A Cia. São Jorge de Variedades celebra 15 anos com o clássico de Goethe sobre um homem que vende a alma ao diabo para ter acesso ao conhecimento. Os diretores Georgette Fadel, Claudia Schapira e Alexandre Krug usam o mito aqui para evidenciar a contradição do homem moderno, obcecado por evoluir, mas incapaz de enxergar o outro. No Sesc Pompeia (r. Clélia, 93, tel.: 3871-7700). Estreia hoje. De qui. a sáb., às 20h; dom., às 18h. R$ 40. Até 9/11.

ShowStela Campos + Lulina. A paulistana apresenta as músicas

de seu quinto trabalho, “Dumbo”, recém-lançado, enquanto Lulina toca composições de “Pantim”. Na Funarte (al. Nothmann, 1.058, Santa Cecília; tel.: 3662-5177). Amanhã, a partir das 17h. R$ 20.

Dori Caymmi. O músico apresenta as canções do disco “Cinema: A Romantic Vision”, lançado no final da década de 1990, com versões de alguns clássicos do cinema. No Sesc Pinheiros (r. Paes Leme, 195, Pinheiros; tel; 3095-9400). Amanhã, às 21h; dom., às 18h. R$ 50.

The Mockers. Formado por músicos do Cidadão Instigado, o trio toca na íntegra o álbum “Abbey Road”, lançado pelos Beatles há 45 anos. No Sesc Pompeia (r. Clelia, 93, Pompeia; tel.: 3871-7700). Hoje, às 21h30. R$ 20.

Miley Cyrus. A polêmica Bangerz Tour chega ao Brasil. Após cantar no país em 2011, Miley traz de volta suas coreografias sensuais e as letras provocativas das músicas de seu último álbum, “Bangerz”, lançado no ano passado. Na Arena Anhembi (av. Olavo Fontoura, 1.209, Santana; tel.: 2226-0400). Hoje, às 20h. De R$ 280 a R$ 650.

O Metro indica

A longevidade do afrobeat está em boas mãos. Filho de Fela Kuti (1938-1997), len-da do ritmo nigeriano, Seun Kuti traz a força do pai pa-ra um show grátis, domin-go, no Vale do Anhangabaú.

Ele volta ao Brasil com a Egypt 80, banda que acom-panhou seu pai por muitos anos e que ainda hoje tem integrantes remanescentes da formação que, ao lado de Fela, na década de 1970, misturou ritmos africanos

ao jazz e ao funk com letras politizadas e contestadoras.

Foi com essa banda que Seun gravou três dis-cos: “Many Things” (2007), “From Africa with Fury: Ri-se” (2011), e “A Long Way to the Beginning” (2014), que terão suas músicas no reper-tório do show. A apresenta-ção vai incluir ainda clássi-cos de Fela, como “Zombie” e “Colonial Mentality”.

A tarde começa com ou-tro show, inédito no Brasil,

da Orchestre Poly-Rythmo de Cotonou, big band de Be-nin que traz ritmos dançan-tes numa mistura de estilos que vai da música tradicio-nal ao jazz. METRO

Seun vem acompanhado da banda Egypt 80 | GARETH CATTERMOLE/GETTY IMAGES

No Vale do Anhangabaú. Dom., a partir das 16h. Grátis.

Serviço

Ouça músicas de Seun Kuti em metrojornal.com.br

Bailarinos dançam música barroca diante de um painel com luzes de LED | DIVULGAÇÃO

Com a energia de Fela Kuti

Page 26: 20140926_br_metro sao paulo
Page 27: 20140926_br_metro sao paulo
Page 28: 20140926_br_metro sao paulo

SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 26 DE SETEMBRO DE 2014www.metrojornal.com.br |28| {CULTURA}

JORNAL OFICIAL

Veja outras criações do projeto no sitemetrojornal.com.br

PAULOBORGIA METRO SÃO PAULO

Quadrinhos. Projeto reúne mais de 500 desenhistas em torno de uma mesma história. Livro com resultado final será apresentado em dezembro durante a Comic Con Experience

Fazer uma história em qua-drinhos sozinho já é um tra-balho e tanto, imagina com mais de 500 desenhistas? Pois esse projeto existe há mais de dez anos e está prestes a ser finalizado.

“O Crime do Teishouko Preto” é o título de uma HQ coletiva, criada por Danie-la Baptista e Gualberto Cos-ta, que tem como objetivo de-senvolver uma história única, sem roteiro prévio: no pon-to que um desenhista termi-na sua arte na página, o outro continua na seguinte e assim por diante.

A história começa com uma personagem do bairro da Liberdade, em São Paulo, cha-mada “Fumiko“, criada por Gualberto. O desenhista se-guinte dá continuidade à per-sonagem, ao seu modo, com a premissa de que a menina deve estar sempre na trama, e assim segue adiante. “Com o tempo tivemos que proibir roteiros como ‘era um pesa-delo ou um sonho’, pois essa ideia ficou repetitiva”, conta Daniela.

Grande parte dos desenhos foi feito ao vivo, com o públi-co presente, em um verdadei-ro workshop. Nomes como Edgar Vasques, Fabio Moon, Fernando Gonsales, Gabriel Bá, Grampá, Guto Lacaz, Jô Oliveira, Laerte, Lourenço Mutarelli, Luiz Gê e muitos outros toparam a empreitada.

Agora “O Crime do Tei-shouko Preto” pretende ga-nhar um luxuoso formato em livro de capa dura, mas para isso, precisa da ajuda do fãs de quadrinhos. Daniela e Gual-berto criaram um financia-mento coletivo para que esse projeto se realize e então seja lançado na Comic Con Expe-rience, que acontece entre 4 e 7 de dezembro, no Centro de Exposições Imigrantes.

O livro terá edição limitada e, para participar, basta aces-sar o site catarse.me/pt/jam-sessiondequadrinhos e cola-borar com a quantia que for possível. Porém, o tempo é curto e a ajuda só pode ser fei-ta até 21 de outubro.

Outra marca que Daniela e Gualberto estão oficializando com a publicação é a entrada do livro no Guinnes Book, o li-vro dos recordes, com o maior número de colaboradores em uma única publicação de qua-drinhos – atualmente esse nú-mero pertence a um comic book norte-americano, com 126 artistas.

Quem

um

conta

conto...

Rodolfo Zalla

Gabriel Bá

LelisLaerteGrampá

Marcelo Costa

Marcelo Braga Maxx Lourenço Mutarelli

O começo: Gualberto

Page 29: 20140926_br_metro sao paulo
Page 30: 20140926_br_metro sao paulo
Page 31: 20140926_br_metro sao paulo
Page 32: 20140926_br_metro sao paulo

SANTA CATARINALaura Lopes, 22 anos

RIO GRANDE DO SULMarina Helms, 23 anos Marina Helms, 23 anos

MARANHÃOLarissa Pires, 21 anos

MATO GROSSO DO SULÉrika Moura, 19 anos

SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 26 DE SETEMBRO DE 2014www.metrojornal.com.br |32| {CULTURA}

ESPÍRITO SANTOAmanda Recla, 20 anos

PARÁLarissa Oliveira, 20 anos

BAHIAAnne Lima, 20 anos CEARÁ

Melissa Gurgel, 20 anos

SÃO PAULOFernanda Leme, 22 anos

RONDÔNIASinaira Machado, 24 anos

TOCANTINSWize Marques, 20 anos SERGIPE

Priscilla Pinheiro, 21 anos

RORAIMAMarina Pasqualotto, 23 anos

MINAS GERAISKaren Porfiro, 23 anos

RIO DE JANEIROHosana Elliot, 21 anos

PERNAMBUCORhayanne Nery, 20 anos

RIO GRANDE DO NORTEDeise Benício, 23 anos

PARAÍBALarissa Muniz, 18 anos

PIAUÍVerbiany Leal, 23 anos

PARANÁNathaly Goolkate, 24 anos

MATO GROSSO DO SULÉrika Moura, 19 anos

Melissa Gurgel, 20 anos

MATO GROSSOJéssica Rodrigues, 20 anos

Está chegando a hora de co-

nhecer a mulher mais bonita

do país. Acontece amanhã, a

partir das 22h15, a 60a edição

do Miss Brasil. O concurso terá

transmissão ao vivo, com exclu-

sividade, pela Band e pelo site

band.com.br, direto do Centro

de Eventos do Ceará, em Forta-

leza, que este ano sedia a festa.

Um desfile casual vai abrir o

evento, quando o público terá

a chance de conhecer as 27 bel-

dades. Na sequência, serão es-

colhidas as 15 candidatas que

seguirão na disputa, passan-

do logo depois para as 10 se-

mifinalistas. Entre uma elimi-

natória e outra acontecem os

desfiles em cinco trajes: típi-

co, casual, biquíni, gala e maiô.

Quando restarem apenas 5

misses, elas passarão por uma

prova que vai analisar simpa-

tia, inteligência e oratória. En-

tão conheceremos as três fina-

listas e será feito o anúncio da

vencedora do Miss Brasil 2014.

Os apresentadores Renata

Fan e André Vasco serão os res-

ponsáveis por ancorar a trans-

missão, que ainda terá reporta-

gens de Patrícia Maldonado. A

atração musical internacional

fica por conta de Emin. METRO

Beleza. Fortaleza recebe amanhã a 60ª edição do Miss Brasil.

Conheça as 27 candidatas que estão na disputa pela coroa

Acompanhe a cobertura completa do Miss Brasil no www.metrojornal.com.br

AMAPÁPriscila Winny, 22 anos

ACREIasmyne Sampaio, 19 anos

CULTURACULTURA}}

ALAGOASAline Karla, 20 anos

Priscila Winny, 22 anos

DISTRITO FEDERALLuísa Lopes, 24 anos

GOIÁS Beatrice Fontoura, 24 anos

AMAZONASYtala Narjjara, 21 anos

Quero ser

WWW

O público terá papel

fundamental. Após co-

nhecer as 27 belas na

cerimônia, ele poderá

escolher sua favorita. A

mais votada durante a

transmissão será a 15a

candidata a seguir na lu-

ta pelo título. Participe

através do site missbra

siloficial.com.br ou por

SMS, enviando o nome

ou a sigla do estado es-

colhido para o número

72260 (custo de R$ 0,39

por SMS + impostos).

Participe!

Larissa Oliveira, 20 anos

Amanda Recla, 20 anos

Page 33: 20140926_br_metro sao paulo
Page 34: 20140926_br_metro sao paulo

SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 26 DE SETEMBRO DE 2014www.metrojornal.com.br |34| {PUBLIMETRO}

O momento é indicado para pesquisas e cautela antes decisões financeiras. Dia propício para se

dedicar a crenças e temas espirituais.

Cuide para que a atenção aos problemas de pessoas não tire o foco dos seus assuntos. Solidariedade é

importante, mas com bom senso.

Período de atenção dobrada para evitar críticas e esclarecer equívocos nas relações. Gestos

prestativos são sempre bem-vindos.

Às vezes expressar sentimentos é necessário para que a pessoa amada não tenha que

adivinhar tudo o que você gosta.

O empenho a assuntos domésticos será mais frequente, tanto para ajustes do lar ou

de questões junto a familiares.

A dedicação a novos círculos sociais tende a ser mais intensa. Ocasiões que

envolvam amizades e grupos farão bem ao dia.

Tenha mais atenção com seu ritmo para não sobrecarregar a mente, o corpo e a saúde. Terapia, temas

espirituais e exercícios farão bem. 

Atente-se para que a dedicação com suas obrigações cotidianas não impeça os

momentos especiais da vida afetiva.

Momento propício para esclarecer pendências jurídicas, assim como burocracias

que envolvam temas materiais e negociações.

O envolvimento com estudos, leitura, atividades culturais e temas diferentes que façam 

bem ao intelecto fará muito bem ao seu dia.

Momento para valorizar o que tem e evitar consumismo com interesses apenas pela

aparência ou por falsa impressão de eficiência.

Tendências a resgatar lembranças especiais e a retomar assuntos afetivos,

esteja solteiro ou mesmo se for comprometido.

Para falar com a redação: [email protected] também no Facebook: www.facebook.com/metrojornal

www.metrojornal.com.br

Acesse metrojornal.com.br e confira as reportagens em andamento que estão na área “Faça o Metro de Amanhã” na nossa página inicial. 

Aqui, você irá além dos comentários. Sua participação vai nos ajudar no desenvolvimento de reportagens que também serão publicadas – com a sua assinatura – na versão impressa do Metro.

VOCÊ JÁ VISITOU O SITE DO METRO HOJE? 

Horóscopo Está escrito nas estrelas www.estrelaguia.com.br

O momento é indicado para

Os invasores

Cruzadas

Sudoku

Soluções

Leitor fala

Escola PolitécnicaLi a reportagem “Poli proíbe festas após morte de aluno na USP” no Me-tro Jornal de ontem. Concordo com o diretor da Escola Politécnica, José Ro-berto Piqueira, que disse que universi-dade não é lugar de encher a cara. Os alunos da USP têm que focar nos estu-dos para tentar recuperar a credibili-dade que a instituição tinha no exte-rior. Atualmente, parece que eles só pensam em beber e fumar, não estão nem aí para os estudos. Infelizmente, não tenho grandes esperanças dessa nova juventude.ALDA SILVA - SÃO PAULO, SP

Hopi HariFiquei apavorado ao ler a reportagem de ontem no Metro Jornal “Arrastão no Hopi Hari apavora frequentado-res”. Havia comprado entradas para a minha sobrinha, mas não vou permi-tir mais. Já não bastasse a preocupação com os brinquedos, agora mais essa. Nosso Estado tem poucos atrativos de lazer e de cultura. É uma pena.SIDNEI VAZ - SÃO PAULO, SP

6 envelopes de gelatina em pó sem sabor (72g)

3 xícaras (chá) de água (600ml)

3 xícaras (chá) de açúcar 2 xícaras (chá) de açúcar

refinado 1 colher (chá) de essência a

gosto (5ml) Óleo para untar Gotas de corante a gosto

INGREDIENTES

Modo de Preparo:Hidrate a gelatina na água e leve ao fogo até dissolver, sem deixar ferver. Acrescente o açúcar, mexendo bem, até levantar fervura. Re-tire do fogo, adicione a essência e o corante. Coloque na forma li-geiramente untada com óleo e deixe descansar por cerca de 12 ho-ras. Corte em quadrados pequenos (aproximadamente 2x2cm) e passe-os no açúcar.

Receita Minuto

DANIEL [email protected]

BALA DE GOMA

Daniel Bork apresenta o programa Dia Dia de segunda a sexta às 9h, na Band

Page 35: 20140926_br_metro sao paulo
Page 36: 20140926_br_metro sao paulo
Page 37: 20140926_br_metro sao paulo
Page 38: 20140926_br_metro sao paulo

SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 26 DE SETEMBRO DE 2014www.metrojornal.com.br |38| {ESPORTE}

3ESPORTE

metrojornal.com.br

BasqueteA Seleção Brasileira

estreia hoje no Campeonato Mundial feminino de Basquete,

que acontece na Turquia. Em Ancara, o time

enfrenta a República Tcheca às 15h15 (de Brasília). Confira os

demais jogos no metrojornal.com.br

O Canadá foi a terceira víti-ma da Seleção Brasileira no Campeonato Mundial femi-nino de vôlei. Em Trieste, na Itália, as comandadas de Jo-sé Roberto Guimarães não encontraram dificuldades para despachar o time da América do Norte por 3 sets a 0 – com parciais de 25/14, 25/8 e 25/18.

O resultado confirmou o Brasil na segunda fase do torneio com dois jogos de antecipação. Amanhã e do-mingo o time entrará em quadra, respectivamente, contra Turquia e Sérvia pa-ra continuar somando pon-tos, já que os resultados da primeira fase continuam va-lendo na segunda etapa. As duas partidas acontecerão às 15h (de Brasília).

“Agora, vamos ter dois jo-gos difíceis pela frente. Em relação ao jogo de hoje [on-tem], fizemos a nossa obri-gação”, analisou o treinador.

Antes das canadenses, as jogadoras de Bulgária e Ca-marões experimentaram o que é desafiar as atuais bi-campeãs olímpicas. Euro-peias e africanas também perderam por 3 a 0.

Contra o Canadá, Gui-marães voltou a escalar o time titular – diante de Ca-marões, na quarta-feira, só a líbero Camila Brait come-çou jogando. Deu resulta-do. A ponteira Jaqueline foi a destaque da partida, com 16 pontos anotados. METRO

Sem problemas. Seleção feminina bate o Canadá por 3 sets a 0 e vai para a 2ª fase

Capitã Fabiana anotou 11 pontos durante a partida | DINO PANATO/GETTY IMAGES FOR FIVB

Brasil vence a terceira e se classifica no Mundial

Acompanhe o Mundial no metrojornal.com.br

Page 39: 20140926_br_metro sao paulo
Page 40: 20140926_br_metro sao paulo
Page 41: 20140926_br_metro sao paulo
Page 42: 20140926_br_metro sao paulo

SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 26 DE SETEMBRO DE 2014www.metrojornal.com.br |42|

Muricy distribui ‘puxões de orelha’O empate por 2 a 2 com o Flamengo, quarta-feira, no Morumbi, esteve longe de ser o melhor resultado pa-ra o São Paulo. O time che-gou ao terceiro jogo seguido sem vitória no Campeonato Brasileiro e caiu para o 3º lu-gar na tabela. Mas não foi só isso que desagradou ao téc-nico Muricy Ramalho.

Michel Bastos e Alexan-dre Pato tomaram “puxões de orelha” do treinador.

“O Michel foi expulso duas vezes merecidamente. Aqui não tem ninguém para passar a mão na cabeça. Foi uma entrada muito dura. A falta que ele fez aqui causa-ria expulsão em qualquer lugar do mundo”, afirmou Muricy sobre o camisa 7, que tomou cartão vermelho contra o Flamengo e contra o Figueirense – na 18ª roda-da, dia 31 de agosto.

Sobre Pato, Muricy ne-gou que o camisa 11 foi “rebelde” por não cumpri-mentar Luis Fabiano, seu substituto, quando deixou o gramado aos 23 minutos da etapa final.

“Ele não precisa cum-primentar o treinador, mas tem de cumprimentar o companheiro”, disse o co-mandante tricolor.

No hospitalMuricy foi internado na tarde de ontem na unidade Morumbi do hospital São Luiz. O treinador passou mal durante o treinamen-to de à tarde e foi encami-nhado pelo clube ao hos-pital para ser submetido a exames. A suspeita é de ta-

quicardia. O São Paulo, por meio da assessoria de im-prensa, confirmou que o técnico passa bem.

A tendência é que o trei-nador receba alta hoje pela manhã. Ainda não se sabe se Muricy terá condições de co-mandar o treinamento, agen-dado para 15h30. METRO

Não gostou. Treinador critica segunda expulsão de Michel Bastos e atitude de Pato. Taquicardia faz com que comandante seja internado

Michel Bastos e Pato estão na mira de Muciy | MAURO HORITA/AGIF/FOLHAPRESS

Jade dá adeus às muletasA ginasta Jade Barbosa é só alegria. Recuperada de cirurgia feita há um mês no joelho esquerdo, a atleta comemorou a “libertação” das muletas: “Muito feliz em ver que todo o esforço esta valendo a pena”, escreveu no Instagram. | REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Fórmula 1

Vettel descarta saída da Red BullCampeão da Fórmula 1 nos últimos quatro anos, o alemão Sebastian Vettel garantiu que continuará na Red Bull em 2015. Ele foi sondado pela McLaren. “Tenho um contrato para o próximo ano.” METRO

MMA

Belfort quer cinturão interinoDepois de a luta contra o campeão dos médios do UFC, Chris Weidman, ter sido adiada do dia 6 de dezembro por conta de le-são do americano, Vitor Belfort sugeriu ao UFC a criação de um título inte-rino. “Para mim, ele que-ria passar o Natal com o cinturão”, disse. METRO

Page 43: 20140926_br_metro sao paulo
Page 44: 20140926_br_metro sao paulo

SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 26 DE SETEMBRO DE 2014www.metrojornal.com.br |44| {ESPORTE}

O Palmeiras não tinha alter-nativa a não ser bater o Vi-tória no Pacaembu. E conse-guiu. Depois do nervosismo inicial, o alviverde dominou a partida e saiu com 2 a 0 a favor no placar. Comanda-do por Valdivia, os donos da casa chegaram aos gols com Lúcio e Henrique. Apesar do triunfo, o time de Dorival Júnior permanece na zona da degola. Mas deixou a lan-terna. Agora é o 17o, com 25 pontos. O Bahia, primeiro fora do rebaixamento, tem apenas um ponto a mais.

Com as duas equipes brigando para fugir das úl-timas colocações da com-petição, o jogo começou tenso, com muita briga no meio de campo e pou-co futebol.

A partir dos 20 minutos, o Verdão colocou os nervos no lugar. E não demorou pa-ra abrir o marcador. Aos 25, Lúcio ganhou disputa aérea após escanteio cobrado por Victor Luis e, de cabeça, ba-lançou a rede dos baianos.

Melhor no jogo, o Pal-meiras ainda teve outra boa chance, mas Valdivia finali-zou para fora.

Na volta do intervalo, O Verdão tratou de fazer o segundo logo aos 17. E em uma bela jogada iniciada por Valdivia, que lançou Cristaldo na área. O argen-tino fez o passe para Bernar-do, que só rolou para Henri-que empurrar para ampliar. Para alívio dos 16 mil tor-cedores que foram apoiar a equipe. METRO

Ganhou. Palmeiras bate Vitória por 2 a 0 e respira no Brasileiro. Verdão agora é o 17o

Valdivia comandou a vitoria palmeirense no Pacaembu | WAGNER CARMO/FOLHAPRESS

FôlegoDeola; João Pedro, Nathan , Lúcio e Juninho ;

Renato, Victor Luis, Mazinho (Bernardo), Valdivia (Bruno César) e Cristaldo (Patrick Viera); Henrique. Técnico: Dorival Júnior

Fernández; Nino Paraíba, Roger Carvalho, Kadu e

Juan (Willie); Adriano, Cáceres, Richarlyson (Mansur ) e Marcinho; William Henrique (Luis Aguiar ) e Dinei. Técnico: Ney Franco

20

• Gols. Lúcio, aos 25 minutos do 1o tempoe Henrique, aos 17 minutos do 2o tempo

• Arbitragem. Wilton Pereira Sampaio

PALMEIRAS

VITÓRIA

Page 45: 20140926_br_metro sao paulo
Page 46: 20140926_br_metro sao paulo
Page 47: 20140926_br_metro sao paulo
Page 48: 20140926_br_metro sao paulo

SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 26 DE SETEMBRO DE 2014www.metrojornal.com.br |48| {ESPORTE}

DOMINGO16h

XBOTAFOGO GRÊMIO

16h

XATLÉTICO-PR CORINTHIANS

16h

XATLÉTICO-MG VITÓRIA

16h

XBAHIA FLAMENGO

18h30

XSANTOS GOIÁS

18h30

XINTER CORITIBA

18h30

XFIGUEIRENSE PALMEIRAS

Brasileirão 25ª rodada

AMANHÃ18h30

XSPORT CRUZEIRO

18h30

XCHAPECOENSE CRICIÚMA

21h

XSÃO PAULO FLUMINENSE

metrojornal.com.br

Tá na redeConfira os detalhes da rodada do Brasileirão

CLASSIFICAÇÃOSÉRIE A

P V GP SG1º CRUZEIRO 52 16 49 24

2º INTERNACIONAL 44 13 31 13

3º SÃO PAULO 43 12 42 12

4º ATLÉTICO-MG 40 11 33 7

5º GRÊMIO 40 11 19 5

6º CORINTHIANS 40 10 29 12

7º FLUMINENSE 37 10 37 13

8º SPORT 35 10 21 -7

9º SANTOS 33 9 29 6

10º FLAMENGO 31 8 22 -7

11º GOIÁS 30 8 23 -1

12º FIGUEIRENSE 29 8 21 -12

13º ATLÉTICO-PR 28 7 27 -6

14º CHAPECOENSE 27 7 20 -6

15º BOTAFOGO 26 7 25 -4

16º BAHIA 26 6 20 -3

17º PALMEIRAS 25 7 20 -16

18º VITÓRIA 24 6 24 -9

19º CORITIBA 23 5 22 -2

20º CRICIÚMA 23 5 12 -19

Classificados para a Libertadores Rebaixados para a Série B

ARTILHEIROMarcelo Moreno, 12 gols

O Santos não consegue en-grenar uma sequência positi-va no Campeonato Brasileiro. Se na última rodada a equipe derrotou o Figueirense por 3 a 1, na Vila Belmiro, o cenário foi o oposto ontem. Em Belo Horizonte, o Peixe perdeu por 3 a 2 para o Atlético-MG.

A derrota foi a sétima do alvinegro praiano como visi-tante no Brasileirão. Três em-pates e duas vitórias comple-tam o retrospecto do Peixe longe da Vila.

No Horto, o Santos caiu e, como diz a música cantada pelos atleticanos, morreu. An-tes de a bola rolar, o nome do goleiro Aranha foi gritado pe-las duas torcidas. O camisa 1 defendeu o Galo antes de che-gar ao Santos, em 2011.

Mas ele não evitou que Diego Tardelli abrisse o pla-

car aos 11 minutos do 1º tem-po. O atacante tentou cruzar, mas a bola passou por todo mundo e confundiu o cami-sa 1 do Peixe.

Aos 23 o Atlético ampliou. Cicinho cortou errado cruza-mento de Marcos Rocha e au-mentou a vantagem mineira.

Tardelli anotou o terceiro no início da etapa final. O ca-misa 9 recebeu de Guilherme

e bateu cara a cara com Ara-nha. Dois minutos depois, An-dré fez o quarto, mas o lance foi invalidado.

De cabeça, Thiago Ribei-ro fez o primeiro dos san-tistas aos 14, após escanteio cobrado por Geuvânio do la-do direito.

Geuvânio, aos 38, fez um golaço. Mas já era tarde pa-ra a reação. METRO

Em Belo Horizonte. Diante do Atlético-MG, no Independência, Santos foi derrotado pela sétima vez atuando como visitante. Galo está no G-4

Diego Tardelli marcou duas vezes na partida | CRISTIANE MATTOS/FUTURA PRESS

Fora de casa, Peixe perde mais uma no Brasileirão

Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Jemerson e

Douglas Santos; Josué, Leandro Donizete, Dátolo (André ) e Guilherme (Pierre ); Diego Tardelli e Carlos . Técnico: Levir Culpi

Aranha; Cicinho, Neto , Edu Dracena e Caju; Arouca,

Alison e Lucas Lima; Thiago Ribeiro (Victor Ferraz), Robinho (Geuvânio) e Leandro Damião (Gabriel). Técnico: Enderson Moreira

32

• Gols. Diego Tardelli aos 11 minutos do 1º tempo e aos 8 minutos do 2º tempo; Cicinho (contra) aos 23 minutos do 1º tempo; Thiago Ribeiro aos 14 e Geuvânio aos 38 minutos do 2º tempo.

ATLÉTICO-MG

SANTOS

Aposentadoria de Alex pode fi car para depois

Alex pode adiar a sua apo-sentadoria. Apesar de ter anunciado que iria pen-durar as chuteiras em de-zembro, duas propostas do exterior podem fazer o meia do Coritiba repensar sua decisão. Ao GloboEs-porte.com, o craque ex-plicou: “Recebi duas pro-postas e tenho vontade de jogar mais um ano. Estou indeciso.” METRO

Equipe da MLS quer Pirlo no lugar de Donavan

O Los Angeles Galaxy já tem um escolhido para substituir o meia Landon Donovan, que se aposenta-rá no final do ano: Andrea Pirlo, da Juventus. Embora tenha contrato com o ti-me italiano até 2016, o Ga-laxy quer contratá-lo em janeiro. O próprio técni-co da equipe, Bruce Arena, admitiu o interesse em en-trevista à ESPN. METRO

EUA Indeciso

Depois de cumprir quatro partidas de suspensão, o vo-lante Petros volta a ficar à disposição do técnico Ma-no Menezes para o jogo des-te domingo contra o Atléti-co-PR, em Curitiba. E com uma missão: de arrumar no-vamente o meio-campo do Corinthians.

Nos quatro jogos sem o jo-gador, o Timão conquistou apenas 4 dos 12 pontos dis-putados e deixou o G-4 do Campeonato Brasileiro.

Não que, sozinho, Petros

vá fazer o setor produzir no-vamente. Mas ele vinha dan-do mais equilíbrio ao meio de campo, que perdeu poder de marcação com a sua saída.

Mano Menezes reconhe-ce a importância do jogador no seu esquema de jogo, mas disse que não foi por conta da sua ausência que o Timão foi batido pelo Figueirense por 1 a 0, quarta-feira: “Va-mos esperar ele retornar, de-pois posso responder. Não foi pela falta do Petros que não vencemos o jogo.” METRO

Corinthians. Petros está de volta depois de 4 jogos