20 a república populista

Download 20 A República Populista

Post on 16-Apr-2017

6.600 views

Category:

Education

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Gothan City Embromations & Picaretations apresenta

    Uma Repblica ChamadaBrasil

  • A REDEMOCRATIZAOPressionado pela opinio pblica, pelos setores liberais da sociedade e pelos militares interessados em uma carreira poltica, Vargas baixou um Ato Adicional, em fevereiro de 1945, iniciando um conjunto de medidas redemocratizantes:ANISTIA AOS PRESOS POLTICOSRETORNO DO PLURIPARTIDARISMOPROMESSA DE ELEIES CONSTITUINTES E PRESIDENCIAIS PARA 2 DE DEZEMBRO

  • Preocupados com o avano poltico dos grupos conservadores, sindicalistas e comunistas passaram a defender a permanncia poltica de Getlio, at a concluso dos trabalhos da Assemblia Constituinte: era o movimento QUEREMISTA ou queremos GetlioO prprio Vargas incentivava a manifestao

  • O Retorno do PluripartidarismoO retorno dos partidos fez emergir novas foras:PTB: sindicalistas e funcionrios do EstadoPSD: ex-Interventores e oligarquias ruraisUDN: burguesia urbana, militares conservadores, intelectuais liberais, era radicalmente anti-varguistaPCB: como no passado, continuava aglutinar trabalhadores, lideranas sindicais e intelectuais progressistas

  • A Sucesso de Getlio VargasO PSD lanou o Gen. Eurico Gaspar Dutra,A UDN lanou o Brig. Eduardo Gomes,O PCB lanou o Engenheiro Yedo Fiza.

  • A Queda de VargasPreocupados com o crescimento do queremismo e do apoio de Vargas aos seus partidrios, os udenistas apoiados pelos generais Gis Monteiro e E. G. Dutra, empenharam-se em afastam Getlio como forma de garantir as eleies livresO pretexto para pressionar Vargas a renunciar, foi a indicao de seu irmo Benjamin Vargas para a Chefatura de Polcia.

  • Entre outubro de 45 e janeiro de 46, a presidncia foi exercida por Jos Linhares, Presidente do STF Apoiado discretamente pelo PTB de Vargas, o Gen Dutra venceu as eleies de 1945

  • A Constituio de 1946Prevaleceram caractersticas liberais com sentido conservadorFoi mantido o voto dos brasileiros maiores de 18, alfabetizadosO mandato presidencial foi ampliado para 5 anosAssegurava o direito de greve e da livre associao sindicalA legislao trabalhista foi mantida

  • O Governo Dutra (1946-51)Marcado pela aproximao com os EUA: 1946-Conferncia Interamericana para a Manuteno da Paz e da Segurana no Continente (Petrpolis): H. Truman visitou o Brasil.Foi assinado o Tratado Interamericano de Assistncia Recproca (TIAR) Em 1948 foi fundada a Organizao dos Estados Americanos

  • UMA POLTICA ECONMICA DESASTRADAPreocupado com a alta da inflao o governo apresentou o Plano de Sade, Alimentao, Transporte e Energia, embora os efeitos no tenham sido expressivos durante o governo Dutra, foi a primeira tentativa de planejamento global da economia Em 1949, foram concludos os trabalhos da Misso Abbink que procurou adequar a economia brasileira aos interesses dos EUA

  • U$ 708 milhes de saldo acumulados no fim da 2 G.G. foram consumidos com a abertura da economia ou na aquisio de automveis, geladeiras, meias de nilon, plsticos, iois, rdios, equipamentos ferrovirios obsoletos da Inglaterra e aparelhos de televisoA 1 transmisso televisiva s ocorreria em 18 de setembro de 1950

  • Getlio Vargas lanou-se candidato sucesso de Dutra, no tendo maiores dificuldades em garantir sua posio, apelando para um discurso fortemente nacionalista

  • Foi decisiva a coligao de Vargas com o lder populista de SP, Adhemar de Barros (PSP)

  • O Governo de Vargas (1951/54)A partir de 1951 Vargas desencadeou uma campanha de nacionalizao dos setores energticos, que culminou com a criao da PETROBRS, em 1953, e com a proposta de criao da ELETROBRS. Atravs do ministro Horcio Lafer, foi lanado um plano de incentivo ao setor industrial de base.Vargas apresentou ao Congresso a Lei Sobre os Lucros Extraordinrios

  • O Isolamento e a Crise do GetulismoEm meio a crise inflacionria, J. Goulart, Min. do Trabalho de Vargas e ex-advogado trabalhista, defendia um aumento de 100% do sal. Mnimo.Pressionado pelas Foras Armadas, Vargas demitiu Jango, no incio de 1954

    Buscando ampliar sua base popular, Vargas anunciou, em maio de 54, o polmico aumento salarial

  • O Isolamento e a Crise do GetulismoA posio de Vargas tornou-se insustentvel, principalmente devido s presses do jornalista udenista Carlos Lacerda, que acusava o governo abertamente de corrupo

  • No incio de agosto de 1954, Lacerda foi alvo de um atentado que acabou por matar seu segurana, o major da Aeronutica Rubens VazDesfechando sobre o governo uma violenta ao investigativa, a Aeronutica chegou a pessoa de Gregrio Fortunato, o Anjo Negro, chefe da segurana de Getlio, como mandante do crimePressionado pelas Foras Armadas para que deixasse o poder, Getlio Vargas respondeu suicidando-se, na manh do dia 24 de agosto de 1954.O golpe udenista estava desarmado

  • O Caso de Cotax no ES (1952-1953) Numa regio contestada entre MG e ES, iniciou-se um movimento de posseiros pobres, motivados por um sentimento messinico e pela liderana do baiano Udelino Alves de Matos. Cotax, um distrito de Ecoporanga, foi transformado em capital do Estado de Unio de Jeov.

  • O Caso de Cotax no ES (1952-1953)O governador Jones dos Santos Neves chegou a enviar tropas, que apoiaram os fazendeiros da regio interessados na expulso dos camponeses. A controvrsia sobre a regio s seria decidida atravs de um acordo entre os governos de MG e ES, em 1963.

  • A Poltica Desenvolvimentista 1956/61O Plano de Metas: eram 31, destacando-se ENERGIA, TRANSPORTE, ALIMENTAO, INDSTRIA DE BASE, EDUCAO e CONSTRUO DA NOVA CAPITAL (1960).O Estado tornou-se um instrumento coordenador do desenvolvimento, estimulando o empresariado nacional, mas tambm favorecendo entrada do capital estrangeiro.Em 1959 foi criada a SUDENE.Foi muito significativa a criao do Grupo de Estudos da Indstria Automobilstica (GEIA)Construo das hidreltricas de Furnas e Trs Marias

  • A modernizao de JK apoiava-se numa poltica emissionista.O governo chegou foi obrigado a contornar duas tentativas de golpe, o levante de Jacareacanga e Aragaras.O ambicioso programa de JK, levou o Brasil a um alinhamento mais prximo aos interesses dos EUA, retratado na Operao Pan-Americana

  • Projetada por Oscar Niemeyer e Lcio Costa, a nova capital deveria ser a grande realizao do governo.Criou-se o Grupo Executivo da Indstria da Construo Naval (GEICON) tinha por objetivo desenvolver a nossa indstria de base

  • JNIO QUADROS 31/1/61 A 25/8/61Atravs de uma campanha populista e defensora da moralidade, Jnio conquistou o eleitorado urbano, ansioso por medidas anti-corrupo no pas.

  • O Caminho do DesgasteCongelamento dos salrios,Restrio ao crdito e corte aos subsdios, Atravs da Instruo 204 da Sumoc desvalorizou a moeda em 100%, Estabelecimento de uma poltica fiscal que descontentou o empresariado nacional e estrangeiro.

  • Ambigidade no plano das relaes internacionais: O lder cubano CheGuevara foi condecorado e as tenses com as Foras Armadas chegaram a nveis insuportveis.Internamente, Jnio reprimiu o Jogo do Bicho, rinhas de galo, corridas de cavalo e o uso do maillot de duas peas.No dia 24/8/61, o ento governador do RJ, Carlos Lacerda, denunciou um suposto golpe tramado por Jnio, que renunciou em seguida.

  • A Administrao de JangoSob presses diplomticas dos EUA, temerosos do agravamento da crise sucessria, o Congresso votou a Emenda do Parlamentarismo, a ser confirmada por plebiscito em 1963.Durante o Perodo Parlamentar foi iniciado o Plano Trienal de combate inflao e de estmulo ao desenvolvimento industrial. Jango recebeu apoio da recm-criada CGT.Aps o plebiscito, foi anunciado o Programa de Reformas de Base que deveria atingir os latifndios, o sistema eleitoral e o ensino universitrio.

  • Joo Goulart (1961-1964)Jango encontrava-se na China quando Jnio renunciou. Os ministros militares assumiram o controle do pas, com o firme propsito de no entregar o poder ao vice-presidente.Leonel Brizola, governador do RS, montou a cadeia da legalidade exigindo respeito Constituio Federal, ameaando defender a posse de Jango pelas armas

  • O Sob um Clima de Golpe Entre 1961 e 1962 eclodiram 364 greves e as Ligas Camponesas (1955) fortaleciam-se.Jango era apoiado pela CGT, JOC, JUC e UNEA propaganda anti-janguista coube ao IPES (Instituto de Pesquisa e Estudos Sociais) e ao IBAD (Instituto Brasileiro de Ao Democrtica)O clima de instabilidade fazia crescer a desconfiana das camadas mdias, sobre as intenes de Jango

  • O Sob um Clima de GolpeNo dia 13/3/1964, no Comcio da Central do Brasil, Jango decretou a nacionalizao das refinarias particulares de petrleo e desapropriava terras margem das ferrovias e rodovias.Uma semana depois, catlicos conservadores realizaram a Marcha da Famlia com deus e Pela Liberdade, repudiando a tendncia esquerdizante do governo.

  • A Destruio da DemocraciaEm Maro de 1964, a agitao cresceu nos meios militares.Sargentos e Marinheiros (ao do Cabo Anselmo) rebelaram-se, organizados em instituies que, segundo a oficialidade, permitiam a quebra da hierarquia militarEm 31 de maro, apesar de Brizola convocar novamente a cadeia da legalidade, as Foras Armadas depuseram o presidente J. Goulart

Recommended

View more >