1º festival de filmes de curta-metragem ... curta-metragem do ifb, respeitando o período de...

Download 1º FESTIVAL DE FILMES DE CURTA-METRAGEM ... Curta-metragem do IFB, respeitando o período de ins-crição

Post on 18-Jan-2019

214 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

1 FESTIVAL DE FILMES DE CURTA-METRAGEM DO IFB

PRENMinistrio daEducao

A solidariedade assunto atemporal e deve ser trabalhado dentro de suas possibilidades e ver-tentes como tema transversal nas diversas moda-lidades de cursos que o IFB oferta.

Por este motivo, ser o tema do 1 Festival de Curta-Metragem do IFB. O Festival receber inscries gratuitas entre os dias 23 de setem-bro a 23 de outubro e vai eleger os trs melho-res curtas-metragens que abordem o assunto.

Os interessados em participar devem for-mar equipes de 3 a 10 integrantes e inscre-ver um curta-metragem indito com o tema Solidariedade: um gesto concreto, com durao entre trs a cinco minutos, que poder ser produzido em qualquer gnero.

O resultado fi nal do festival ser publicado no dia 20 de novembro. Os escolhidos recebero prmios em pecnia.

1. DO PROGRAMA1.1 O Programa de Incentivo Cultura, Esporte e Lazer Discente (PINCEL) objetiva promover a interao da escola/comunidade, identifi car talentos culturais, con-tribuir para a promoo do respeito diversidade e incluso social, valorizar as culturas locais e regionais, contribuir para o bem-estar do discente e sua perma-nncia da instituio.

2. DO FESTIVAL2.1 O 1 Festival de Filmes de Curta-Metragem do IFB tem por objetivo dar visibilidade produo audiovi-sual dos estudantes e contribuir para a sua formao integral.2.2 Para este edital, entende-se por fi lme de curta--metragem, fi lme de 3 a 5 minutos produzidos com os recursos do celular, da cmera fotogrfi ca ou fi lmadora,

dentro das possibilidades dos alunos envolvidos.2.3 As produes do 1 Festival de Filmes de Curta-Metragem do IFB devero abordar o tema Solidariedade: um gesto concreto.

3. DO CRONOGRAMA3.1 As equipes interessadas em concorrer a este edi-tal devero cumprir e acompanhar todas as etapas do processo, conforme cronograma a seguir:

Perodo de inscries e entrega da documentao23/09 a 23/10/2015Avaliao da Comisso Julgadora26/10 a 13/11/2015Publicao do Resultado Final do Festival20/11/2015

PROGRAMA DE INCENTIVO CULTURA, PROGRAMA DE INCENTIVO CULTURA, PROGRAMA DE INCENTIVO CULTURA, PROGRAMA DE INCENTIVO CULTURA, PROGRAMA DE INCENTIVO CULTURA, PROGRAMA DE INCENTIVO CULTURA, PROGRAMA DE INCENTIVO CULTURA, PROGRAMA DE INCENTIVO CULTURA, PROGRAMA DE INCENTIVO CULTURA, PROGRAMA DE INCENTIVO CULTURA, PROGRAMA DE INCENTIVO CULTURA, PROGRAMA DE INCENTIVO CULTURA, PROGRAMA DE INCENTIVO CULTURA, PROGRAMA DE INCENTIVO CULTURA, PROGRAMA DE INCENTIVO CULTURA, PROGRAMA DE INCENTIVO CULTURA, PROGRAMA DE INCENTIVO CULTURA, PROGRAMA DE INCENTIVO CULTURA, PROGRAMA DE INCENTIVO CULTURA, PROGRAMA DE INCENTIVO CULTURA, PROGRAMA DE INCENTIVO CULTURA, PROGRAMA DE INCENTIVO CULTURA, PROGRAMA DE INCENTIVO CULTURA, ESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTEESPORTE E LAZER DISCENTE

O Reitor do Instituto Federal de Braslia, nomeado pelo Decreto de 05 de maio de 2015, publicado no Dirio Ofi cial da Unio, de 06 de maio de 2015, no uso de suas atribuies legais e regimentais, torna pblico o 1 Festival de Filmes de Curta-Metragem no mbito do Programa de Incentivo Cultura, Esporte e Lazer Discente, institudo por meio da Resoluo 14/2014, Anexo III, da Poltica de Assistncia Estudantil do IFB.

4. DAS CONDIES DE PARTICIPAO4.1 Podem se inscrever neste edital todos os estudan-tes matriculados no IFB.4.1.2 Os estudantes menores de dezoito anoss pode-ro participar deste festival mediante autorizao, por escrito, dos responsveis legais, conforme Anexo IV.4.2 O fi lme dever ser criado por uma equipe de, no mnimo 3 e no mximo 10, estudantes com a partici-pao facultativa de um servidor em exerccio no IFB, que dever incentivar a participao dos alunos, bem como orientar e acompanhar o processo de pr-pro-duo, produo e ps-produo do fi lme, mediando todo o trabalho de criao.4.2.1 Ainda que seja aluno do IFB, o servidor poder participar apenas como orientador de equipes, no tendo direito premiao, caso sua equipe seja uma das trs fi nalistas.4.3 vedada a inscrio de pessoas nas equipes que no tenham vnculo institucional com o IFB.

5. DO FILME CURTA-METRAGEM5.1 Ser de livre escolha o gnero do fi lme participante do festival (documentrio, fi co, animao e outros).5.2 A equipe poder utilizar qualquer equipamento para fi lmar: celular, cmera digital e fi lmadora, desde que apresentem boa qualidade de imagem e de som.5.3 O fi lme dever ter de 3 a 5 minutos de durao.5.3.1 O fi lme inscrito que tiver o tempo de durao inferior a 3 minutos ou que ultrapassar 5 minutos ser desclassifi cado.5.3.2 O espao destinado aos crditos no ser con-tado no tempo total do fi lme.5.4 Para a produo do fi lme, as imagens devem estar em movimento, inclusive as animaes, pois imagens frias (fotografi as, desenhos ou similares) s sero con-sideradas se forem criados efeitos de movimentos ou tcnica do stop motion.5.5 No sero aceitos fi lmes em formato de VIDEOCLIP, embora possa ser utilizada letra ou melodia da msica para dar mais impacto e criatividade ao roteiro.5.6 A equipe dever preservar os devidos direitos auto-rais de trilhas sonoras/musicais e de imagens a seus res-pectivos autores.5.6.1 A equipe dever obter as autorizaes necess-rias de trilhas sonoras/musicais, de imagens e da parti-cipao dos estudantes menores de 18 (dezoito) anos no documentrio, bem como o documento ofi cial que comprove a condio de representante legal do menor (modelos nos anexos III e IV).5.6.2 Estaro dispensadas de autorizao as equipes que utilizarem imagens e trilhas sonoras oriundas de fontes de domnio pblico, desde que indicadas nas fi chas tcnicas dos fi lmes.5.6.3 As produes devero ter classifi cao indicativa conforme Portaria n 368, de 11 de fevereiro de 2014, do Ministrio da Justia (MJ) eGuia Prtico de 2012, da Secretaria Nacional de Justia (SNJ).

5.7 Cada equipe poder apresentar apenas um fi lme indito, dentro da temtica apresentada no item 2.3 deste edital, produzido em lngua portuguesa, podendo ter algum trecho legendado em uma lngua estrangeira moderna que o IFB oferece: ingls, espanhol ou francs.5.7.1 Entende-se por indito os fi lmes no publicados em festivais, Internet ou classifi cados em quaisquer con-cursos afi ns, no sendo admitido, em hiptese alguma, caso de cpia ou plgio.5.8 A divulgao antecipada do fi lme, por qualquer meio, elimina a equipe do certame.5.9 O fi lme que no tiver coerncia com o tema e cons-tar qualquer forma de plgio ou manifestar aes pre-conceituosas relacionadas s categorias de gnero, raa/cor/etnia, orientao sexual, situao socioeconmica, crena/religio, origem e aspectos regionais, beleza, pessoas com necessidades especfi cas, entre outras, ser desclassifi cado.

6. DA INSCRIO6.1 A inscrio dos fi lmes que concorrero seleo do 1 Festival de Filmes de Curta -metragem do IFB dever ser entregue, em envelope lacrado, no Protocolo da Reitoria, localizado no endereo: SGAN 610, Mdulos D, E, F e G Asa Norte Braslia/DF, no horrio das 9h s 17h.6.2 O pedido de inscrio dever ser endereado Comisso Organizadora do 1 Festival de Filmes de Curta-metragem do IFB, respeitando o perodo de ins-crio conforme cronograma, e dever conter as seguin-tes documentaes:

I Ficha de Inscrio da Equipe (anexo I) preenchida e assinada, cpias do RG e CPF e Declarao de aluno do IFB para todos os membros da equipe.II Ficha de Inscrio do Filme (anexo II) contendo fi cha tcnica e sinopse.III 03 (trs) cpias do fi lme em DVD em exten-so MP4 no regravvel e na resoluo mnima de 800x600.

6.3 Todo o material entregue no ato da inscrio no ser devolvido.

7. DA AVALIAO DA COMISSO JULGADORA7.1 A comisso julgadora avaliar os fi lmes encaminha-dos pelas equipes e indicar os trs fi lmes vencedores, tomando como base os seguintes critrios:

a) Narratividade b) Coernciac) Inovao d) Pesquisa e) Roteirof) Edio g) Fotografi ah) tica

i) Ponto de vista j) Trilha sonora

7.2 Os fi lmes sero avaliados por Comisso Julgadora instituda pela Pr-Reitoria de Ensino (PREN).7.3 A Comisso Julgadora ser constituda por 5 jura-dos, podendo ser cineastas, artistas, especialistas na rea audiovisual, pesquisadores, de reputao ilibada, sendo servidores(as) ou no do IFB.7.3.1 Caso o membro da Comisso Julgadora identifi -que a participao de um parente at o terceiro grau que esteja na e

Recommended

View more >