1º 2º 3ºano- eureka

Download 1º 2º 3ºano- eureka

Post on 10-Jul-2015

4.394 views

Category:

Documents

7 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Roteiro de Planejamento 1 - 2 - 3 ano

S.E.R. - Sistema de Ensino ReflexivoSOPHOS - Editora para uma Educao EmancipatriaCENFEP - Centro de Filosofia Educao para o Pensar

assessoria@portalser.net

Roteiro de Planejamento 1 - 2 - 3 anoEnsino Mdio

MATERIAL:

EUREKA: Construindo cidados reflexivosAutores: Valdecir C. Veloso assessoria@portalser.net

Jos Roberto Garcia - assessoria@portalser.net

OBJETIVOS

Nossa proposta no ministrar um curso da histria do pensamento ou formar especialistas em Filosofia, mas promover a insero do nosso aluno reflexo filosfica, pois a filosofia pela sua especificidade da sua abordagem o exige. A prpria palavra (reflexo) indica o seu significado voltar atrs. Portanto o pensamento questionando a si mesmo, o ato de reconsiderar os dados disponveis e examin-los atentamente. Isto o filosofar.

Para tanto, queremos possibilitar aos alunos e comunidade escolar situarem-se no mundo a partir de uma postura mais criteriosa e crtica, extrapolando o mundo do imediatamente dado e suas pseudo-evidncias. A filosofia tendo um compromisso com a paidia visa contribuir com a formao cultural dos jovens.

No ensino fundamental ao trabalhar com os alunos de 8 ano (livro Aprendendo a viver juntos: Investigando sobre tica), procuramos refletir sobre a tica como campo histrico e institucional da Filosofia. Precisamos refletir sobre as grandes questes da ao humana: a liberdade, a escolha, a autonomia, moral, a religio, o bem e o mal etc. Queremos conscientizar nossos alunos a pensar sua prpria vida e a sociedade na qual est inserido como sujeito tico. J no 9 ano debatemos sobre o problema poltico e esttico (livro Somos filhos da Plis: Investigando sobre Poltica e Esttica). Nesta discusso veremos que cada ao que fazemos tica enquanto escolha e poltica e esttica enquanto realizao.

COMPETNCIAS E HABILIDADES:

Refletir criticamente os problemas que a realidade apresenta no mundo atual; ideologia, comerciais, consumismo;

Desenvolver compreenso de si mesmo como um bem social, histrico e em processo de autoproduo;

Ler textos filosficos e outros de modo significativo;

Ler de maneira filosfica, textos de diferentes estruturas e registros;

Elaborar por escutas textos reflexivos;

Debater, assumindo uma posio, defendendo-a atravs de argumentos significativos e mudando de posio diante de argumentos mais constantes;

Articular conhecimentos filosficos e diferentes conhecimentos presentes nas cincias naturais e humanas, nas artes e em outras produes culturais;

Contextualizar conhecimentos filosficos, nos planos de sua origem especfica, pessoal-biogrfica, scio-poltica, histrica, cultural e cientfico tecnolgico;

Diferenciar a filosofia de outros tipos de conhecimento, apontando para sua utilidade, compreender que o seu surgimento se d a partir do pensamento crtico;

Debater em torno dos filsofos, buscando perceber seus questionamentos, bem como suas caractersticas essenciais;

Explorar o conhecimento filosfico, no plano de sua origem especfica e no horizonte da sociedade cientfica (questo avanos tecnolgicos).

ENCAMINHAMENTO METODOLGICO

No se ensina Filosofia, mas filosofar, j dizia Kant, pois a Filosofia no um conjunto de idias que assimilamos automaticamente.

Os temas propostos em cada unidade no esgotam, em hiptese alguma, toda a Filosofia, principalmente levando em conta uma aula por semana. Alm disso, no pretenso do Ensino Mdio formar especialistas, porm isto no significa que a reflexo gire emtorno de generalidades ou achologias, sem aprofundamento nenhum, cujo risco muito maior em Filosofia que nas outras disciplinas.

Exposio oral, sistemtica e dosada; leitura e anlise de textos em sala; Elaborao de estudos dirigidos; debates: pesquisa estudo discusso; Desvelar as propagandas comerciais (percepo de idias prejudiciais e enganosas (vdeos, montagem); Recortes de jornais e revistas; Msicas, entrevistas, anlises, jris simulados e dramatizaes; Exposio de trabalhos feitos em grupos em sala; Apontar as diversas revistas cientficas existentes na atualidade: Superinteressante, Galileu bem como reportagens que abordam temas polmicos referentes a cincia hoje; Pesquisas em biblioteca. Uma sugesto para se trabalhar na aula inaugural debater com os alunos sobre o significado da palavra Eureka. Pode ser feito uma pesquisa na biblioteca para que cada um tenha uma idia preliminar. Depois o professor conclui com o verdadeiro significado e encaminha a discusso.Programao de contedos para o Ensino Mdio com o livro EUREKA1 ano do E.M2 ano do E.M3 ano do E.M

1DO MITO AO LOGOS

O mito de dipo.

Mito na Grcia Antiga: Homero e Hesodo.

A passagem do Mito ao Logos.

Primeiros filsofos: os pr-socrticos.

Perodo Clssico: Scrates e Os Sofistas.OBRA

A Repblica de Plato.

Cap. VII: O Mito da Caverna. (Coleo os Pensadores).

EUREKA: Eixo I.

FILOSOFIA POLTICA

Poltica, a arte de administrar uma Polis. O Poder e a Poltica no dia-a-dia.

Construo da Cidadania e o analfabeto poltico.

Democracia: governo da maioria.

Poltica Antiga

Os filsofos e a Poltica.Scrates e os Sofistas.

Plato e a Repblica.

Aristteles e a Cidade Feliz.

Poltica MedievalA Religio e a Poltica.Agostinho e a cidade de Deus.

Toms de Aquino e a Escolstica. Poltica ModernaRenascimentoNicolau Maquiavel e O Prncipe.

Contratualismo.

Hobbes e o Absolutismo.

Locke e o Liberalismo.

Montesquieu e os trs poderes.

Rousseau e o governo da vontade geral.

Hegel: os homens existem para o Estado.

Karl Marx: a proposta comunista

OBRAO Prncipe de Maquiavel.

(Coleo os Pensadores).

EUREKA: Eixo III.

DO MITO AO LOGOS

O mito de dipo.

Mito na Grcia Antiga: Homero e Hesodo.

A passagem do Mito ao Logos.

Primeiros filsofos: os pr-socrticos.

Perodo Clssico.

TICA

As correntes filosficas e seus defensores. Plato. Aristteles.

As escolas Helenistas. A tica de Baruck de Espinosa. A tica formal de Kant. Nietzsche e a questo dos valores

FILOSOFIA POLTICA

Os filsofos e a Poltica.

Plato e a Repblica.

Aristteles e a Cidade Feliz.

Agostinho e a cidade de Deus.

Toms de Aquino e a Escolstica.

Nicolau Maquiavel e O Prncipe.

Contratualismo. Hobbes e o Absolutismo. Locke e o Liberalismo. Rousseau e o governo da vontade geral.

Montesquieu e os trs poderes.

Hegel: os homens existem para o Estado.

Karl Marx: a proposta comunista

OBRAtica a Nicmaco Aristteles(Coleo os Pensadores).

EUREKA: Eixo: I, III, IV.

2EPISTEMOLOGIA

Introduo Epistemologia: O conhecimento Humano.

Os tipos de conhecimento.

Correntes filosficas e seus principais defensores. O Problema da Verdade. Os Sofistas e o relativismo. Epistemologia Antiga:

Scrates: a Ironia e a Maiutica.

Plato e as Idias perfeitas.

O mito da caverna. O mito da caverna ilustrado. Aristteles.

Idade Mdia A Formao do Homem de F.

Santo Agostinho. So Toms de Aquino.Idade Moderna e Revoluo Cientfica.

Nicolau Coprnico.

Galileu e o universo matemtico.

Racionalismo de Ren Descartes.

O empirismo:

Francis Bacon. John Locke. David Hume. O Criticismo de Immanuel Kant. Textos de Epistemologia.

OBRAO que Cincia.

( Coleo Primeiros Passos).

EUREKA: Cap I.

A METAFSICAAntecedentes da metafsica

Metafsica na Antiguidade e na idade mdia.

Metafisica Modernidade.

Os tipos de conhecimento.

Correntes filosficas e seus principais defensores.

Os Sofistas e o relativismo.

Scrates: a Ironia e a Maiutica.

Plato e as Idias perfeitas.

O mito da caverna. .

O mito da caverna ilustrado.

Aristteles.

Santo Agostinho.

Toms de Aquino.

OBRAO que Metafisica.

( Coleo Primeiros Passos).

EUREKA: Eixo II.

FILOSOFARE: Cap III.EPISTEMOLOGIA

Os tipos de conhecimento.

Correntes filosficas e seus principais defensores. Os Sofistas e o relativismo.

Scrates: a Ironia e a Maiutica.

Plato e as Idias perfeitas.

O mito da caverna. O mito da caverna ilustrado. Aristteles.

Santo Agostinho. Toms de Aquino.

Idade Moderna e Revoluo Cientfica.

Galileu e o universo matemtico.

Racionalismo, Empirismo Criticismo. Ren Descartes.

O empirismo. Francis Bacon.

David Hume. O Criticismo de Immanuel Kant. Textos de Epistemologia.

FILOSOFIA ESTTICAPlato: a arte mmesis.

Aristteles. A arte eleva o homem atravs da Catarse.

A Teoria Crtica.

A Indstria Cultural.

OBRAO Discurso do Mtodo de Descartes. (Coleo os Pensadores).

EUREKA: Eixos: II, V. FILOSOFARE:Cap. III, V.

3

TICA

O que tica e o que Moral.

O tico e o Moral.

As correntes filosficas e seus defensores.

Plato.

Aristteles.

As escolas Helenistas.

A tica de Baruck de Espinosa.

A tica formal de Kant.

Nietzsche e a questo dos valores.

OBRA

O que tica.

( Coleo Primeiros Passos).

EUREKA: Eixo IV

LGICAFundamentos sobre lgica formal

Silogismos

Antecedentes, premissas, termos.

Validade, Quantidade, Qualidade, Categrico ou Hipottico, Dedutivo ou Indutivo, Dialtico ou Apodtico.

Lgica e Argumentao.

OBRA

O que Lgica.

( Coleo Primeiros Passos).