19ª edição do j4c

Download 19ª Edição do J4C

Post on 17-Mar-2016

234 views

Category:

Documents

7 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

19ª Edição do J4C

TRANSCRIPT

  • Ano I - D.C.M - N 19 - 11 e 12 de Maio de 2013 www.jornal4cidades.com.br

    SO LUIZ DO PARAITINGA

    NATIVIDADE DA SERRA

    REDENO DA SERRA

    LAGOINHA

    Vereador Daniel diz que ltima Sesso foi tumultuada

    Roberto Damasio quer proibir uso de celular nas agncias bancrias

    Nil diz que vereadores de Natividade contrariam TC e aprovam conta de ex-prefeito

    Z Galvo trouxe boas notcias de So Paulo.

    Pg. 7

    Pg. 7

    Pg. 6

    Pg. 6

    Pg. 6

    Pg. 5

    Pg. 5

    Pg. 4

    VEREADOR DANIEL DIZ QUE LTIMA SESSO FOI TUMULTUADA

    O vereador de Redeno da Serra Daniel Pe-reira (PSDB) disse que a Sesso Ordinria do ltimo dia 6 foi agitada. O vereador Pa-oquinha (PSDB) apresentou uma nota fi scal de um produto comprado setor de compras da prefeitura de Redeno, o qual teria um suposto superfaturamento. Segundo o prefeito de Nequinho (PMDB) o caso est sendo apurado e assim que o mesmo for concluso, ele tomar as devidas providncias. claro que no compactuamos com nenhum tipo de irregularidade. Numa anlise preliminar, descobrimos que o fi ltro havia sido comprado j h algum tempo, por uma pessoa que inclusive no faz mais parte do quadro de pessoal da prefeitura, disse o prefeito.

    claro que no compactuamos com nenhum tipo de irregularidade. Numa anlise preliminar, descobrimos que o fi ltro havia sido comprado j h algum tempo, por uma pessoa que inclusive no faz mais parte do quadro de pessoal da prefeitura

    SO LUIZ DO PARAITINGA

    A festa em comemorao aos 244 anos de So Luiz foi um sucesso. Alm da populao e turistas, a cpula da Polcia Militar esteve presente no evento. O prefeito Alex Torres (PR) contou que a cidade ganhou reforo da Polcia Militar (uma viatura e quatro poli-ciais), que a reivindicao dos moradores de Catuaba por mais policiamento nos fi nais de semana j foi atendida e, que a Festa do Divino, que iniciou no dia 10 e se encerrar no prximo dia 19 seguir sua tradio.

    Visando dar um bom suporte a Zona Rural de Redeno da Serra, o prefeito Ne-quinho (PMDB) anunciou que no segundo semestre deste ano a cidade receber um trator agrcola com implementos: grade de Torradeira, Roadeira, Arado, Lamina tra-seira, Ensiladeira, Carreta e Esparramadeira de cascalho. No prximo dia 22 o prefeito se reunir com representantes do DAEE de So Paulo para tratar da construo do di-que na represa da cidade.

    A agenda do prefeito Dito Carlos (PSDB) foi intensa esta semana. O chefe do Executi-vo esteve duas vezes em So Paulo em bus-ca de emendas parlamentares que totalizam R$ 400.000,00, dos deputados estaduais Hlio Nishimoto e Samuel Moreira, ambos do PSDB, realizou prego para contratao da prestao de servio em todas as linhas do transporte escolar do municpio e esteve com Jos Rui Camargo, reitor da Unitau.

    REDENO DA SERRANATIVIDADE DA SERRA

  • ED

    ITO

    RIA

    LVendo o ladrilho enlame-ado, me atormento. Faz-

    me lembrar daquele tempo em que aquele solo era lmpido. Os bancos bem cuidados, os alta-res deslumbrantes, o povo res-peitoso fazendo suas oraes, o coro da igreja cantando de for-ma comovente. D at para me lembrar dos lugares que as pes-soas ocupavam naquele templo. Havia pessoas que ficavam sem-pre no mesmo lugar. Homens, esquerda e mulheres, direita, todas com vus na cabea e re-signadas. Nas festas, ento, era uma maravilha. A igreja lotada, os cnticos, as oraes...

    Como no se lembrar das procisses? As congregaes en-fileiradas: filhas de Maria, Con-gregados Marianos, senhoras do Corao de Jesus, crianas do catecismo, andores, o padre, a banda. No final, sem formao, o povo contrito, acompanhan-do, com f. Muitas pessoas cum-priam suas promessas, fazendo o percurso descalas. Muitas

    nem sapatos tinham, mas quem fazia estas promessas eram as madames. Assim o gesto era no-tvel. A sada da igreja e o cami-nhar lento at l encima, na casa do Vitoretti; voltava e passava pelo centro, em direo esqui-na da Bastiana Bruno e da ofici-na do Zaur. s vezes ia at a casa do Guatamb e, na volta, at a biquinha dgua, l depois da entrada do campo. Muita gente, num cortejo delicado, respeito-so e lindo.

    Isto histria, mas est vivo. Se a igreja for restaurada, poder acontecer novamente e, com isto, atrair turistas, gente feliz que poder trazer nossa terra, riqueza e progresso. Pode desenvolver comrcio, dando trabalho para muita gente. Pode ser ponto de venda de nossos artesanatos e de nossos quitutes. Alm do que, poder propor-cionar aos filhos de Redeno, a oportunidade de novos en-contros, novos abraos e, quem sabe, at uma bolina no campo.

    Aps a sua aprovao a Emenda Constitucional de n 72 de 04 de abril de 2013, conheci-da como PEC das Domesticas foram garantidos alguns direi-tos. No dia 03 de maio entrou em vigor a PEC das Domesticas onde foram assegurados novos direitos a classe.

    Todas as domsticas tm como garantia o recebimento de um salrio mnimo ao ms pelo seu trabalho, hoje o salrio m-nimo Nacional de R$ 678,00, porem no Estado de So Paulo o

    salrio mnimo de R$ 755,00, valor que devera receber a tra-balhadora domestica no Estado.

    Jornada de trabalho de 8 ho-ras dirias e 44 horas semanais, aos sbados a jornada de 04 horas diria. Hora extra, enten-do para que no haja problemas entre patres e empregadas de-ver controlar a jornada por carto de ponto ou livro, onde ter que ser anotado o horrio de entrada, sada para almoo entrada aps almoo, sada, fal-tas e dias de folgas.

    EDITORIAL2O que fazer? Seguir ou

    no o parecer do Tribunal de Contas?

    H quase um ano, o Tribunal de Contas e o Ministrio Pblico pernambucano deram um importante recado aos vereadores das 184 cidades do Estado de Pernambuco que aprovaram as contas de prefeitos e ex-prefeitos que tiveram suas contas reprovadas pelo Tribunal de Contas. preciso salientar que os vereadores fazem um julgamento poltico e o Tribunal faz um julgamento tcnico.

    A aprovao ou rejeio de contas de prefeitos ou ex-prefeitos diz respeito aos gastos anuais feitos pelos mesmos. Muitos deles no conseguem explicar como foi gasto o oramento anual e ai entra o trabalho dos tcnicos do Tribunal de Contas, que na maioria das vezes acabam apontando m aplicao ou desvio do dinheiro pblico e, por isso tem suas contas reprovadas.

    Diante disso, a partir de junho de 2012 os vereadores pernambucanos que insistirem em aprovar contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas, tero de se explicar judicialmente e ainda correm o risco de responderem por improbidade administrativa, junto do prefeito e ex-prefeito que fizeram m aplicao ou desviaram o dinheiro pblico.

    Em Pernambuco e a pedido do Tribunal de Contas, foi determinado que todos os promotores ajuizassem aes declarando a nulidade de julgamentos por parte das Cmaras de Vereadores que estivessem sob suspeitas. Uma vez provado a improbidade dos prefeitos e ex-prefeitos, alm de anular o julgamento feito pelos vereadores, todos correro o risco de entrarem para a lista de polticos Ficha Suja.

    Expediente

    Redeno religiosa

    Tema direito das domesticas aps a aprovao da PEC

    Sempre retire algo de bom e proveitoso das dificuldades pelas quais voc passa e, das adversidades que o querem atropelar.

    Jornal 4Cidades Parceria entre o Jornal Dirio de Taubat e GRAMVAP Grupo de Administrao e Marketing do Vale do Paraba. Endereo da Sede: Rua Marqus do Herval, 246, Centro, Taubat- SP.

    Distribuio: Lagoinha Natividade da Serra Redeno da Serra So Luiz do Paraitinga e em Taubat encartado no Jornal Dirio de Taubat para assinantes (aos sbados)

    Jornalista Responsvel: Oswaldo Ramos Junior -MTB n 34088Assessoria Jurdica: Dr Robson Fernando BarbosaOAB n 178089Diagramao: KMZE Agncia de CriaoColunista: Paulo Pereira Contato Publicitrio: (12) 9133.9447 Contato: (12) 3621-4679 / (12) 9133-9447

    Reflexo

    Por Paulo Pereira

    Por Flvio Bonaf

    Fim.

    Continua...

  • ACONTECE 3

    A Campanha do Agasalho 2013 realizada em Redeno da Serra, na tarde do dia 30 de abril. Moradores da cidade participaram da Campanha voluntariamente junto da 1 Dama de Redeno da Serra Maria de Lourdes Faria Morais.

    No basta apenas realizarmos est Campanha de arrecadao, nosso prximo passo organizar uma campanha de doao do que foi arrecadado. Junto com a Secretaria do Trabalho e Promoo Social, criaremos uma Campanha de Doao ressalta Maria de Lourdes, o projeto de doao das roupas ter incio na segunda quinzena de Maio.

    No ltimo dia 24 de abril, o prefeito de Redeno da Serra, Nequinho, recebeu na sede da Prefeitura Municipal, o Bispo Dom Carmo, para assinarem dois contratos de comodatos, um referente Capela do Cruzeiro e outro para o Cemitrio do bairro do Carapeba.

    Jamais podemos deixar passar em branco essa data to importante.

    Lembro-me desde criana que essa era uma data muito esperada. Ficava imaginando um presentinho, que nunca era exatamente o que ela merecia,

    mas era o que dava para comprar com o que as mozinhas juntavam durante o ano.

    Percebi ao longo do tempo que o que deixava minha me feliz no era o presente que eu comprava, mas era o presente que eu era para ela.

    Tambm sempre procurei valorizar o presente de Deus que ela era para mim.

    Hoje precisamos resgatar o sentido pleno da maternidade, pois o jeito mais simples e mais eloqente de Deus mostrar o seu amor.

    todas as mes, parabns!!!

    Padre Afonso LobatoDeputado Estadual (PV)

    Banda da Polcia Militar em apresentao em So Luiz do Paraitinga

    Projeto Conviver - Coral de Idosos de Taubat em apresentao em So Luiz

    Curta nossa pgina noFacebook

    www.fb.com/

    jornalquatrocidades

    www.jornal4cidades.com.br

  • A reunio entre o prefeito de Lagoi-nha Jos Galvo da Rocha (PSDB), o Z Galvo e o governador do Estado de So Paulo, Geraldo Al-ckmin (PSDB), ocorrida no ltimo dia 09, trar inves