18-06-2014 - jornal semanrio - edi§£o 3037

Download 18-06-2014 - Jornal Semanrio - Edi§£o 3037

Post on 24-Mar-2016

228 views

Category:

Documents

6 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Bento Gonçalves/RS

TRANSCRIPT

  • KTIA

    CASAG

    RAN

    DE, A

    RQU

    IVO

    CRISTIAN

    O M

    IGO

    N

    VITRIA

    LOVAT

    BENTO GONALVESQuarta-feira

    18 DE JUNHO DE 2014ANO 47 N3037

    R$ 3,00 www.jornalsemanario.com.br

    Pginas 8 e 9 Pgina 11

    Consumo ultrapassa os R$ 2 bi

    Austrlia faz festa em Bento

    PesquisaCopa do Mundo

    Caso Fiorino

    Percia aponta uso de arma de fogoPgina 16Exame residuogrfico do IGP encontra resqucios de plvora nas mos de jovens que estavam no veculo

    Demonstrao de f nas ruas

    Corpus Christi

    Procisses iniciam amanh, a partir das 16h, nas igrejas Santo Antnio, So Roque e Cristo Rei Pgina 12

  • SEDEWolsir A. Antonini, 451

    Bairro Fenavinho - Caixa Postal 12695 700.000 - Bento Gonalves - RS

    ESCRITRIO CENTRALMal. Deodoro, Centro, 101Galeria Central - Sala 501

    DIRETOR PRESIDENTE HENRIQUE ALFREDO CAPRARA

    DIRETORES ANA INS FACCHIN

    HENRIQUE ANTNIO FRANCIO

    FALE COM A GENTE

    Telefones:Central/Fax: 3455.4500

    Escritrio Centro: 3452.2186Rdio - Estdio: 3455.4530

    Rdio - Coordenao: 3455.4535Atendimento ao assinante: 3055.3073

    ou 9971.6364

    E-mails:classificados@jornalsemanario.com.br

    jornal.semanario@italnet.com.brradio@radiorainha.fm.br

    Sites:www.jornalsemanario.com.br

    www.radiorainha.fm.brRepresentante em Porto Alegre

    Grupo de DiriosRua Garibaldi, 659, Conjunto 102

    Centro - POA - Fone: (51) 3272.9595e-mail: fernanda@grupodediarios.com.br

    JORNALISTA RESPONSVEL HENRIQUE ALFREDO CAPRARA

    Registro Prof. DRT 3321

    Somos filiados ADJORI / RSEste jornal no se responsabiliza por conceitos emitidos em artigos assinados e no devolve

    originais que no foram publicados.

    EXPEDIENTE

    Siga-nos no Twitter:@jsemanario

    Curta a fan-page:on.fb.me/jsemanario

    Leia tambm no nosso site:www.jornalsemanario.com.br

    Semanrio na Internet

    Terra do consumoEditorial

    Aquilo que todos j sabem est comprovado em pes-quisa e em nmeros. Bento Gonalves realmente uma terra de pessoas abastadas e que tm uma boa condio de vida. A pesquisa que indica o poder de consumo do povo brasileiro mostra que mais de 80% de quem mora em Bento Gonalves considerado de classe mdia ou alta. So eles os responsveis pelo giro de R$ 2,6 bilhes na economia do municpio.

    Este dado estatstico coloca a Capital do Vinho como um dos 175 municpios com maior consumo no pas. Le-vando em conta que temos mais de cinco mil cidades, este nmero bastante sig-nificativo. Somos formados, na grande maioria, pela chamada classe B, onde so-mos proprietrios de um imvel e donos de um automvel.

    Pelos nmeros, apenas 3,6% da popula-o economicamente ativa pode ser con-siderada de classe D e E (baixa) em Bento Gonalves. Ento, isso quer dizer que so-mos todos ricos? Nada disso. Sinaliza que somos um municpio de gente trabalhadora, que luta para alcanar seus objetivos e ter seu patrimnio.

    Hoje, que vai aos poucos bairros perifricos da cidade, v que a maioria das casas tem em seus tetos uma ante-na de TV por assinatura. H alguns anos, eram antenas parablicas que, hoje, se tornaram quase obsoletas. O chamado pobre de Bento, consegue comprar at seu televisor de LCD para assistir aos jogos da Copa do Mun-do. Quem realmente passa necessidades por aqui uma

    No Rio Grande do Sul, apenas 12

    cidades tm um poder econmico maior que o nosso. Mas nenhuma a nossa qualidade de vida

    minoria da populao e, que mesmo assim, no pode se queixar da falta de oportunidades. Afinal, nossas empre-sas esto contratando pessoas sem experincia para pre-encher as vagas no mercado de trabalho.

    Vivemos uma realidade diferenciada da maioria das cidades gachas. Bento Gonalves hoje dividida ao meio, quando colocamos na balana os nascidos aqui e os que vieram para c. O forasteiro que vem para c e quer realmente trabalhar, no sai mais daqui. Ele conse-gue ganhar salrios acima do mercado e, alm disso, v

    a possibilidade de reconhecimento pelo bom trabalho realizado.

    Por isso tudo, podemos, sim, considerar nossa cidade a terra do consumo. O traba-lho da nossa gente faz com que possamos desfrutar de prazeres que outras comuni-dades queriam tanto ter. Conseguimos, aqui em Bento Gonalves, aliar poder aquisitivo a qualidade de vida.

    No Rio Grande do Sul, apenas 12 cida-des tm um poder econmico maior que

    o da Capital do Vinho. Porm, nenhuma delas tm ndi-ces de violncia to baixos quanto o nosso. Continuamos sendo um municpio pequeno, mas com economia de ci-dade grande. Este diferencial faz com que Bento se man-tenha to atrativa para o pessoal de fora e to querida por quem nativo desta terra. Problemas, bvio, exis-tem. Mas mesmo eles so infinitamente menores do que nas cidades que esto em nossa frente economicamente. Viva a terra do consumo, do trabalho e da prosperidade.

    Quarta-feira, 18 de junho de 20142 Opinio

    O que esto fazendo?Quando, na dcada passada, afirmei, em minhas co-

    lunas, que a poltica brasileira seria dividida em APT e DPT, confesso que no imaginei que chegaramos ao atual estgio. Quando Olvio Dutra se elegeu governa-dor do Estado, houve uma sequncia surpreendente de cobranas nunca antes feita pela imprensa e, por consequncia, pela populao. Cobraram intensamen-te dele as promessas feitas na campanha poltica, coisa que sempre passava batido, fosse quem fosse o eleito. Olvio Dutra sentiu na pele o que era ajoelhar e no rezar. As oposies de ento no tiveram nenhuma complacncia com ele. E aconteceu o que se previu, com Rigotto e com Yeda Crusius. Claro que em menor intensidade, mas as cobranas aconteceram. Todavia, o grande problema foi a manequeizao de tudo, no Estado. A partir de ento, a poltica foi dividida en-tre os petistas e antipetistas, sendo os demais parti-dos meros coadjuvantes do processo politico-eleitoral, tendo maior ou menor importncia em razo do tem-po de TV. Sim, os adesistas, coadjuvantes ou co-ligados, de acordo com esse tempo, passaram a ter maior ou menor espao nos governos, notadamente do quesito cargos. Mas, a o PT venceu eleies pre-sidenciais com Lula. O que acontecia no Rio Grande do Sul tomou propores nacionais. O petismo e o antipetismo, com todo o maniquesmo disso advindo, colocou a Nao numa sinuca de bico. As consequn-cias logo se fizeram sentir, com a oposio - os antipe-

    tistas - tendo confrontos diretos e que transcenderam as fronteiras da poltica convencional at ento exis-tentes, qual seja, a de que partidos polticos eram ad-versrios, pura e simplesmente. Petistas e antipetistas passaram a ser inimigos figadais e, graas inconse-quncia de setores da grande imprensa, conseguiram levar esse confronto absurdo para boa parte da popu-lao. Tanto que nenhuma eleio mais terminou no dia da apurao das urnas e posse dos eleitos. Elas continuaram acirradas, notadamente depois de 2006, quando Lula conquistou nas urnas o segundo manda-to. Mas, foi em 2010, com a eleio de Dilma que as coisas saram completamente de controle. No se vive mais a poltica como ela era. Hoje, recrudescidos pelas redes sociais, os confrontos tomam propores preo-cupantes. Petistas e antipetistas se prometem de parte a parte. Verdadeiros exrcitos de militantes foram criados para combater o inimigo nas redes sociais. Injrias, calnias, difamaes, mentiras esto sendo postas de ambos os lados e encontrando adeptos que, sem a menor preocupao em checar o que recebem, repassam tecendo at comentrios abalizados a res-peito. O resultado disso poder ser de propores ini-maginveis, no tenho dvidas. Restar as pessoas de bom senso ignorar essa verdadeira guerrilha eleito-ral que est tomando conta do Brasil. A conta e as consequncias disso tudo ser a populao que ir pa-gar. Quem viver, ver!

    AntnioFrizzoantoniofrizzo@italnet.com.br

  • Quarta-feira, 18 de junho de 2014 3Opinio

    CURTI!

    NO CURTI...

    A chegada dos novos ncleos de Policiamento Comunitrio, aumentando a sensao de se-gurana da comunidade.

    Mais um acidente no quilmetro cinco da ERS-444. Quando que as autoridades vo tomar medi-das de segurana para evitar que mortes aconteam no local?

    Painel

    Saia de casa imaginando que o trnsito ser complicado

    Sargento Zidemar Petry, co-mandante do GRv de Bento Gonalves

    Devido a feriado de Corpus Christi nesta quinta-feira, 19, apenas os servios bsicos seguem funcionando. Mer-cados, prefeitura, secretarias municipais, unidades de sa-de, lojas, bancos e Correios es-taro com as portas fechadas. Estaro funcionando em regi-me de planto rgos como o Pronto Atendimento 24H, a Defesa Civil e o Departamento Municipal de Trnsito.

    J as empresas de transporte urbano trafegaro nos hor-rios de domingos e feriados. O recolhimento de lixo orgni-co ser reduzido, apenas nas principais avenidas do centro e nos bairros Zatt, Ouro Verde, Aparecida e Cembranel.

    A jovem Johane Martins Boff, de 14 anos, vai estar em campo hoje tarde, participando da Copa do Mundo. Antes do jogo entre Aus-trlia e Holanda, no Beira-Rio, ela ir entrar em campo carregando a bandeira da Fifa. A estudante do Colgio Medianeira foi seleciona-da em uma promoo da empresa Sony e ter a honra de participar da maior festa do futebol mundial. Ela estar acompanhada do pai, Rubem Boff Jnior, e, de quebra, podero assistir a partida em local privilegiado.

    ARQ

    UIVO

    PESSOA

    L

    DIVU

    LGA

    O

    Cidade para no Corpus Christi

    E-commerce de mveis cresce

    Brilhando na OBMEP 2013

    Bento-gonalvense em campo na Copa

    Tem muita gente achando um absurdo isso, mas est a a prova, comearam a fiscalizar esse trecho da RSC-470 e in-crivelmente resolveram andar dentro do limite de velocida-de, inclusive eu que passo a todo dia!

    Daniel Marcos Grave

    Curta e comente na pgina do Semanrio no Facebook. Seu comentrio pode ser publicado aqui.