#17 - Agosto 2011

Download #17 - Agosto 2011

Post on 29-Mar-2016

215 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Revista Conexo Pet, edio de Agosto de 2011

TRANSCRIPT

  • Pets pelo MundoAnimais em Portugal

    Pet SadeDisfuno cognitiva em gatos

    Meu Pet EstrelaQue tal fazer de seu melhor amigo um astro?

    Pet ComportamentoVeterinria Humanizada

    Ano II N 17 08/2011

    A Espiritualidade dos Animais

  • Queridos leitores,

    com muita alegria que trazemos mais uma edio da revista digital Conexo Pet com muito carinho para vocs. Neste ms abordamos um tema que desperta muita controvrsia: a espiritualidade dos animais. Quem vive com esses anjinhos sabe que eles tm uma sensibilidade especial e ns abordamos esse tema. Tambm temos outro assunto que desperta discusses: o chamado Alzheimer em gatos. Buscamos especialistas para esclarecer o que acontece com nossos amados felinos em sua velhice. A veterinria humanizada outro tema que est presente em nossa edio e ganha cada vez mais espao em uma sociedade que busca o respeito e o equilbrio entre humanos e seus amigos animais. Temos tambm uma cobertura da feira Medvep que ocorreu em Curitiba. O Conexo Pet esteve presente, onde cedemos espao em nosso estande para a ONG Amigo Animal e o Projeto Gatos Mil venderem seus produtos e alimentarem focinhos carentes! Tudo isso e muito mais voc confere aqui! Muito obrigada pelo apoio ao nosso trabalho!

    Grande abrao,

    Vivian LemosEditora

    vivian@conexaopet.com.br

    Direo e Edio:Vivian Lemos MTB: 26122/RJ

    vivian@conexaopet.com.br

    Criao e Design:Rede Zumbi

    redezumbi@gmail.com

    Comercial:comercial@conexaopet.com.br

    Sugestes, crticas e dvidas:faleconosco@conexaopet.com.br

    A revista virtual Conexo Pet uma publicao da Mltipla Edies Ltda. Todos os direitos reservados.Para reproduzir nossas matrias contate faleconosco@conexaopet.com.br

    * Os artigos e anncios veiculados na revista Conexo Pet so de responsabilidadede seus autores e no expressam, necessariamente, a opinio do veculo.

    Agradecimentos:Alessandro AlvesAlex Adeodato

    Bianca LimaCarlos Gabriel Dias

    Carlos Leandro HenemannCarol Camanho

    Concetta BertoldiCristiane Kanaan

    Daniel SvevoDilso Henrique BlootFabiana FernandezFrancesca LemosGustavo Campelo

    Lionel FalconMirian Lucia Nascimento

    Myrian AbicairPaulo Cesar Moraes

    Pedro DenadaiRaphael Macek

    Editorial Expediente

    02

  • vvvWva

    Sumrio

    12 Meu Pet Estrela14 Capa16 Pet Comportamento18 Pet Entrevista19 Felinos Em Foco20 Planto Vet

    Mensagens dos Leitores 04 Pet Notas 05

    Celebridades do Bem 06Educao Pet 07

    Pets pelo Mundo 08Pet Sade 09Pet Evento 10

    03

  • Se voc tem alguma dvida, crtica ou sugesto envie sua

    mensagempara faleconosco@conexaopet.com.br e ela pode ser publicada

    aqui .

    Achei linda a capa da ltima edio e a matria tambm estava

    muito legal . Realmente os animais so heris em nossas vidas!

    Mrcia Viana Niteri/ RJ

    Sempre acompanho a revista virtual e acho bastante interessante

    saber como vivem os animais em outros pases. Podemos conhecer

    a realidade de outros locais e sonhar com uma vida melhor para

    os animais no Brasil .Edson FerreiraNatal/RN

    Muito fofa a matria sobre as crianas que lutam pelos animais. Em

    meio a tantas notcias tristes, ainda possvel ter esperanas num

    mundo melhor com essas crianas.

    Jaqueline A. VitalSo Paulo/SPA cada edio vocs se superam! sempre muito bom ler a revista, muito

    informativa e bem feita! Adorei a matria sobre os heris animais, eles

    tm muito a nos ensinar mesmo!Sandra Dias de Oliveira

    Rio de Janeiro/ RJGosto muito do trabalho de vocs, acho extremamente importante para

    quem gosta de animais. Fiquei especialmente comovida com a matria sobre

    depresso em animais, no sabia que isso existia! Coitados, esses anjinhos

    no merecem nenhuma tristeza!Neucemar Coelho Campina Grande/ PB

    Parabns pela matria sobre as crianas que se preocupam com os animais.

    Foi uma bela injeo de nimo em um dia em que nada estava dando certo...

    obrigado!Felipe H. AmaralBelo Horizonte/ MG

    Mensagens dos leitores

    04

  • Pets Risonhos

    Nossos melhores amigos vo ficar ainda mais animados com esse brinquedinho em forma de sorriso! Os lbios gigantes e sorridentes esto venda no Reino Unido e promovem, no mnimo, fotos para l de engraadas! A partir de US$ 6.http://www.ancolpetproducts.co.uk

    Pets Brilhantes

    Pensando em garantir a segurana dos animais em passeios noturnos, a So Francisco Produtos e Acessrios Pet tem uma linha de coleiras, guias e peitorais que brilham no escuro. Com ndices cada vez mais elevados de atropelamentos, percebemos a importncia de produtos que garantam a segurana e integridade fsica do animal em passeios diurnos e noturnos, explica Charley Ferreira Lopes, diretor industrial da fabricante. Os preos partem de R$ 27,00.www.saofranciscopets.com.br

    Pelos Soltinhos

    Animais peludos sofrem com o embarao de seus pelos. Diminuir o sofrimento na hora do banho e tosa a proposta do produto Desembaraco, que afirma reduzir de 30 a 50% o tempo de desembarao e escovao ps-banho, facilitando principalmente a remoo de ns. Quando seco, o produto forma uma pelcula protetora no pelo, evitando que a sujeira ou a urina penetre. Preo mdio R$ 24 (240ml).http://www.petmais.ind.br

    Festa Animal

    Para quem gosta de desfrutar da companhia de seus animais em todos os momentos, inclusive os festivos, a Pet Festas oferece diversas solues. A equipe organiza eventos que vo desde chs da tarde e cominhadas, at festas voltadas para nossos amigos de quatro patas. Nos pacotes, h guloseimas especficas para nossos melhores amigos. H ainda decorao e registro fotogrfico para guardar os melhores momentos. Os preos variam de acordo com os servios contratados. http://www.photopets.com.br/petfesta

    Pet Notas

    Divulgao

    Divulgao

    Divulgao

    05

    Divulgao

    Com informaes de peoplepets.com

  • Celebridades do bem

    Famosos do Bem

    06

  • Normalmente sentimos pena de nossos animais de estimao por ficarem sozinhos durante o dia e por isso bastante comum o pensamento que outro animal para fazer companhia resolveria o problema. A chegada de um segundo animal de estimao em casa sempre motivo de muita festa entre as pessoas. Amigos e parentes sempre aparecem para fazer visitas ao novo integrante da famlia. No entanto essa felicidade pode durar pouco se o co que j morava na casa no aceitar o novo filhote. Para evitar o constrangimento de ter que devolver o filhote ou deix-los para sempre separados possvel seguir dicas simples:

    O primeiro passo saber antes de trazer um novo animal para casa se o animal j existente socivel. Animais que sempre se relacionaram bem com outros ces tem muito mais chance de aceitar um novo companheiro sem problemas. J animais que tem problemas de relacionamento precisam primeiro passar por um treino para depois receberam o novo amigo.

    A prxima etapa trazer panos e brinquedos com o cheiro da ninhada e deixar com o co mais velho, para que v se acostumando com o cheiro novo.

    Quando o co chega hora de fazer a apresentao formal. O ideal que seja feita em territrio neutro, ou seja, em um territrio que no pertena ao co mais antigo da casa. Uma praa seria o ideal. Se for filhote o novo animal deve ser mantido no colo e o outro co deve se aproximar, sempre de guia, e cheirar o filhote. Caso a reao seja positiva, elogie bastante o co mais velho. importante que ele associe a presena do novo co com algo positivo, como o carinho dos donos. Se for um co adulto, deixe os dois ces com a guia curta e deixe que eles se cheirem. Quanto menos interferncia humana melhor nessa hora.

    Com os dois ces tranquilos, volte para casa e repita o mesmo processo de apresentao em casa. Se tudo correr bem, os ces podem ficar juntos com superviso total de um humano adulto responsvel.

    Com o tempo vamos ganhando confiana em deixar os dois animais juntos o tempo todo. Caso tenham qualquer dvida ou incerteza durante as fases de apresentao muito importante pedir ajuda de um profissional qualificado e experiente. Outra questo que precisamos estar atentos a questo da educao do novo animal. Uma das formas de aprendizagem por imitao e se o primeiro animal tiver algum problema de desobedincia muito provvel que o novo filhote desenvolver o mesmo problema. Busque ajuda de um profissional que o ajude enxergar onde foi o erro com o animal anterior e prevenir que no ocorra com o novo. Afinal, todos ns queremos ter a companhia de pets educados e equilibrados.

    Lembre-se que essas so as dicas bsicas que vo ajudar o problema. Para entender e resolver de fato procure seu especialista de confiana.Se quiserem enviar perguntas sobre o comportamento de pets, mandem e-mail para:faleconosco@conexaopet.com.br

    *Gustavo Campelo especialista em comportamento animal e palestrante. Ele diretor da empresa que leva seu nome, e especializada em educao e socializao de petswww.gustavocampelo.com.br

    Educao PetA chegada de um novo pet

    Por Gustavo Campelo *

    Consulta e terapia comportamentalSocializao de filhotes

    Obedincia Ajuda para escolha de filhotes

    Preveno de problemas Segurana Passeios

    Entre em contatowww.gu s t a v o c ampe l o . c om .b r

    (11) 9626.4787

    Quer ter um co ideal?Conviver com o seu melhor amigo mais fcil do que voc imagina.

  • Pets pelo mundo

    08

    Como vivem os animais em Portugal?

    Capital: LisboaPopulao: 10.555.583Moeda: EuroLngua: PortugusClima: Temperado Mediterrneo e Temperado Ocenico.

    Estima-se que existam mais de 1 milho e 800 mil ces e mais de 1 milho e 200 mil gatos em terras portuguesas. A Liga Portuguesa dos Direitos dos Animais acredita que mais de 10 mil animais sejam abandonados por ano, especialmente durante as frias de vero.

    Situao dos bichos ainda precisa melhorar muito em terras lusitanas

    Alm do idioma e de outros componentes culturais parece que temos mais coisas em comum com nossos colonizadores: a triste realidade dos animais, em especial os que vivem nas ruas. Somente entre 2006 e 2009 foram resgatados mais de 37 mil ces e gatos sem lar, de acordo com dados da Direo Geral de Veterinria (DGV). Esses resgates foram feitos por entidades protetoras dos animais. Um pssimo hbito dos portugueses abandonar os animais, sobretudo em perodo e frias. Eles descartam os animais como se fossem um objeto, porque acham que vai dar muito trabalho pensar em um local para eles ficarem enquanto os tutores viajam. Eu j soube, inclusive, de casos de pessoas que abandonam animais sistematicamente, porque todo ano vo a um abrigo e pegam um co ou gato novo, depois o abandonam e assim vai, afirma a brasileira Bianca Lima, que morou em Lisboa durante um ano. Desde 2008 existe uma lei que determina que todos os animais que nasceram a partir de julho deste ano teriam que receber um microchip para sua identificao. O problema, de acordo com a Associao de Mdicos Veterinrios Inspetores Sanitrios que falta fiscalizao, e assim a lei no cumprida. O abandono dos animais um assunto to grave em Portugal que foi at mesmo parar no Parlamento. Em abril deste ano a Assembleia da Repblica portuguesa defendeu que os animais abandonados no fossem mais sacrificados. A Assembleia props um conjunto de recomendaes ao Governo com o objetivo de criar uma nova poltica de controle das populaes de animais abandonados, promovendo o no sacrifcio dos que esto em abrigos. E a crise econmica que abala a Europa parece fazer o problema agravar-se. De acordo com a diretora da ONG Cantinho do Viseu, Ana Maria Vaz, h um claro aumento no nmero de animais recolhidos pelo abrigo: Nos deparamos constantemente com animais amarrados nossa porta e com pessoas implorando, chorando, para ficarmos com os seus ces porque gostam muito deles, mas no tm como mant-los". Em outra situao completamente distinta, aqueles que tm tutores e bons lares sofrem com outro mal: a obesidade. O nmero de animais com sobrepeso em Portugal impressionante: cerca de 40% dos ces e 30% dos gatos esto acima do peso. No entanto, os portugueses ainda esto se acostumando aos luxos que o mercado pet tem a oferecer a seus animais: Via que era at comum levar os ces a pet shops para banho e tosa, mas roupinhas, perfumes e joias, pelo que pude perceber, no faziam parte da vida da maioria dos animais, revela Bianca. Mesmo assim, o segmento pet tem fora e promete crescer em Portugal, mesmo com as turbulncias econmicas. De acordo com dados da Nielsen, o mercado apresentou um crescimento de 8% em 2010, e representa 230 milhes de euros. Seja como for, imprescindvel que a sociedade portuguesa respeite os animais e os veja como seres que necessitam de proteo e amparo legal. Abandonar os animais injustificvel e ns esperamos que, assim como no Brasil, as autoridades trabalhem no sentido de assegurar uma vida mais digna para nossos melhores amigos.

  • Pet Sade Alzheimer em gatos?Felinos idosos podem sofrer da Sndrome da Disfuno Cognitiva (SDC), semelhante doena humana

    09

    MuitaspessoasficarampreocupadasquandoumestudorealizadopelasuniversidadesdeEdimburgo,naEsccia,Bristol,naInglaterraeCalifrnia,nosEstadosUnidos,divulgaramqueomaldeAlzheimerpoderiatambmafetargatos. Apesar dehaver simestudos e constataes que indiqueumadegeneraomental semelhante queocorre emhumanosafetadospeloAlzheimer,veterinriosafirmamqueprecisotercautelanessacorrelao:OcrebrodegatosidososapresentalesesrelacionadasadoenadeAlzheimer,mascomdiferenasmorfolgicasebioqumicassecomparadascomocrebrohumano.Essasalteraessomaissemelhantesdemnciasenilemhumanos,afirmaaveterinrianeurologistaFrancescaLemos. O veterinrio especialista em felinos, CarlosGabrielDias, autordoblog clinicaparagatos.blogspot.com, tambm recomendacuidadocomanomenclatura:Emprimeirolugar,valepenanodifundiroqueospesquisadoresdescobriramnaformadeumanovadoenanarotinaveterinria.Devemosentendercomooiniciodacompreensodeumachadocientficoenoadescobertadeumanovadoenanosgatos.JreconhecidaumasituaoclnicaqueseassemelhacomogrupodesintomasdoAlzheimeremHumanos:aSndromedaDisfunoCognitiva(SDC)dosgatosidosos. CarlosGabrielafirmaqueoscuidadoscomgatosidososdevemseintensificaredescrevealgunssintomasdadoena:Responsveisporgatosdevempreocupar-sesemprecomseusgatos independenteda idade,masapartirdeseteanosavaliaessemestraisouanuaissointeressantesparaidentificarprecocementedoenasdegenerativas.ASDCcaracterizadaporalteraescomportamentaisbemsemelhantesaoshumanosnoAlzheimer.Assustam-seporestarememlocaisnormais,masquenosomaislembrados.Gatoidosopodepedircomidamesmotendocomida(nolembramalocalizaodopotederaoegua)eetc.DevemoslembrarqueantesdeafirmarqueogatoestcomSDCdevemostertidoaoportunidadededescartaroutrassituaesclnicas.UmgatoidosoqueesturinandooudefecandoemlocaisinapropriadospodeestarcomSDC,masdeve-sedescartar,porexemplo,situaescomportamentaisoudiabetes. Emestudosrealizadoscomgatosidososde10a22anos,algunssintomaspuderamserobservadopelospesquisadores:Alteraescomportamentaisobservadasforam:vocalizaoexcessiva;micoemlocalinapropriado;inquietao/ansiedade;agitaonoturna;desorientao;agressividade; inapetncia; faltade interaooucarnciaexcessivaeoutros.Asprovveiscausasdasalteraesnocrebrodessesanimaisocorremdevidoainsuficinciasvasculareslevandohipxiacerebral,danosemneurniosporacmuloderadicaislivreseacmuloeformaodeplacasdebeta-amiloidee/ouamodificaodeoutrasprotenas.,relataFrancescaLemos. Para a vete...