1 Aula Oramento Publico ORAMENTO EMPRESARIAL - FACITEC Prof. CARLOS EDUARDO MARINHO DINIZ.

Download 1 Aula  Oramento Publico ORAMENTO EMPRESARIAL - FACITEC Prof. CARLOS EDUARDO MARINHO DINIZ.

Post on 22-Apr-2015

105 views

Category:

Documents

3 download

TRANSCRIPT

  • Slide 1
  • 1 Aula Oramento Publico ORAMENTO EMPRESARIAL - FACITEC Prof. CARLOS EDUARDO MARINHO DINIZ
  • Slide 2
  • 2 ORAMENTO PBLICO
  • Slide 3
  • 3 Setor Privado X Setor Pblico A distino bsica entre o setor privado e o setor pblico que: Na empresa privada, a administrao pode agir como bem entender, desde que no infrinja leis. Na entidade pblica, a administrao somente poder agir mediante lei que autorize a ao.
  • Slide 4
  • 4 O que Oramento Pblico? uma lei que exprime em termos financeiros a alocao dos recursos pblicos. Esta lei autoriza a aplicao do dinheiro pblico. Nesta lei, so estimadas as receitas e fixadas as despesas para o perodo seguinte. um instrumento de planejamento do Estado, que espelha decises polticas e estabelece aes prioritrias, em face a escassez dos recursos pblicos.
  • Slide 5
  • 5 O Oramento Pblico obedece: Constituio Federal de 1988 Captulo II Das Finanas Pblicas Seo II Dos Oramentos Artigos 165, 166, 167, 168 e 169 Art. 165. Leis de iniciativa do Poder Executivo estabelecero: I o plano plurianual II as diretrizes oramentrias III os oramentos anuais Lei 4.320 de 17/03/1964 Art. 1. Esta lei estatui normas gerais de direito financeiro para elaborao e controle dos oramentos e balanos da Unio, dos Estados, dos Municpios e do Distrito Federal, de acordo com o disposto no art. 5, inciso XV, letra b, da Constituio Federal.
  • Slide 6
  • 6 Lei 4.320/64 Ttulo I DA LEI DO ORAMENTO Captulo II Disposies Gerais Art. 2 A Lei de Oramento conter a discriminao da receita e despesa, de forma a evidenciar a poltica econmico-financeira e o programa de trabalho do Governo, obedecidos os princpios de unidade, universalidade e anualidade. 1 Integraro a Lei do Oramento: I sumrio geral da receita por fontes e da despesa por funes do governo; II quadro demonstrativo da receita e despesa segundo as categorias econmicas na forma do Anexo n. 1; III quadro discriminativo da receita por fontes e respectiva legislao; IV quadro das dotaes por rgos do Governo e da administrao. 2 Acompanharo a Lei do Oramento: I quadros demonstrativos da receita e planos de aplicao dos fundos especiais; II quadros demonstrativos da despesa, na forma dos Anexos n. 6 a 9; III quadro demonstrativo do programa anual de trabalho do Governo, em termos de realizao de obras e de prestao de servios.
  • Slide 7
  • 7 Princpios do Oramento Pblico Princpio da Unidade Cada entidade de direito pblico deve possuir apenas um oramento. Princpio da Universalidade Deve incorporar TODAS as receitas e despesas. Princpio da Anualidade (ou Periodicidade) Estabelece um perodo limitado para as estimativas de receitas e fixao de despesas.
  • Slide 8
  • 8 Planejamento Pblico Lei do Plano Plurianual (PPA) No PPA so estabelecidos os grandes objetivos e metas do governo, especialmente no que tange as despesas de capital e outras delas decorrentes para programas de durao continuada. Vigncia: 4 anos. Lei de Diretrizes Oramentrias (LDO) Esta lei prioriza as metas definidas no PPA e orienta a Lei do Oramento. Vigncia: 1 ano. Lei Oramentria Anual (LOA) A LOA a lei que autoriza a aplicao dos recursos pblicos nos itens de despesas previamente orados. Ela definida com base na LDO, que por sua vez decorre do PPA. Vigncia: 1 ano.
  • Slide 9
  • 9 CICLO ORAMENTRIO Incio de MANDATO 1 ano Fim de MANDATO 2 ano 3 ano PPA (gesto passada) PPA (gesto atual): Grandes obejetivos e metas do governo. LDO: Prioriza as aes do executivo. Indica as despesas de capital e orienta a LOA. LOA: Esta a lei do Oramento propriamente. A LOA autoriza a execuo das despesas.
  • Slide 10
  • 10 Classificaes Oramentrias As classificaes oramentrias so necessrias e importantes para: padronizar informaes facilitar formulao de programas de governo determinar responsabilidades pela gesto do dinheiro pblico possibilitar anlise de efeitos econmicos nas atividades governamentais Classificaes mais importantes: Classificao por Categoria Econmica Classificao Funcional Programtica
  • Slide 11
  • 11 Classificao por Categoria Econmica RECEITAS CORRENTESDESPESAS CORRENTES Receita Tributria Impostos Taxas Contribuies de Melhoria Receita de Contribuies Receita Agropecuria Receita Industrial Receita de Servios Transferncias Correntes Outras Receitas Correntes Pessoal e Encargos Vencimentos / Vantagens / Dirias Inativos / Pensionistas / S.Famlia Outros Benefcios Assistenciais Juros e Encargos da Dvida Juros sobre a Dvida Outros Encargos Financeiros Outras Despesas Correntes Material de Consumo Servios de Consultoria Outros Servios de Terceiros RECEITAS DE CAPITALDESPESAS DE CAPITAL Operaes de Crditos Alienao de Bens Amortizao de Emprstimos Transferncias de Capitais Outras Receitas de Capital Investimentos Obras / Material Permanente Inverses Financeiras Aquisio de Imveis Amortizao da Dvida Pagamento de Dvidas
  • Slide 12
  • 12 Classificao Funcional Programtica Esta classificao permite a vinculao das dotaes oramentrias aos objetivos de governo. As funes de governo so desdobradas em programas, organicamente articulados com outras funes de governo, que, atravs de projetos e/ou atividades, visam alcanar os grandes objetivos do governo. Em resumo: Funes: so as reas de atuao do Governo. Programas e Subprogramas: so meios e instrumentos de aes para o cumprimento das funes de governo. Projetos e Atividades: so as aes que viabilizam os objetivos Projetos operaes limitadas no tempo (ex. construo de ponte) Atividades operaes contnuas e permanentes (ex. pessoal)
  • Slide 13
  • 13 Funes de Governo 01 Legislativa 02 Judiciria 03 Essencial Justia 04 Administrao 05 Defesa Nacional 06 Segurana Pblica 07 Relaes Exteriores 08 Assistncia Social 09 Previdncia Social 10 Sade 11 Trabalho 12 Educao 13 Cultura 14 Direitos da Cidadania 15 Urbanismo 16 Habitao 17 Saneamento 18 Gesto Ambiental 19 Cincia e Tecnologia 20 Agricultura 21 Organizao Agrria 22 Indstria 23 Comrcio e Servios 24 Comunicaes 25 Energia 26 Transporte 27 Desporto e Lazer 28 Encargos Especiais
  • Slide 14
  • 14 Exemplo da Classificao Funcional Programtica FUNOPROGRAMASSUBPROGRAMASPROJETO ATIVIDADE SANEAMENTO Saneamento Bsico Rural Saneamento Bsico Urbano Abastecimento de gua Sistema de Esgoto Saneamento Geral Projeto: Construo da estao de tratamento de esgoto em Fpolis Atividade: Pessoal da CASAN envolvido na obra

Recommended

View more >