1-Arte na Pré-Histó ?· 1-Arte na Pré-História A Pré-História é uma época anterior à escrita,…

Download 1-Arte na Pré-Histó ?· 1-Arte na Pré-História A Pré-História é uma época anterior à escrita,…

Post on 19-Sep-2018

212 views

Category:

Documents

0 download

TRANSCRIPT

  • Colgio Adventista de Porto Velho

    Mdulo II: Histria da arte

    Professora: GerlndiaMesquita Disciplia: Artes

    Aluno(a):_______________________________________________

    1-Arte na Pr-Histria

    A Pr-Histria uma poca anterior escrita, iniciada pelo aparecimento dos primeiros homindeos, entre 1.000.000 at 4000 a.C.

    No h nenhum documento escrito revelando algo sobre esse perodo. Pesquisadores, antroplogos e historiadores, por meio da arqueolgia, fizeram estudos para desvendar os povos que viviam nessa poca. Nos primrdios da humanidade, a formao da Terra, de acordo com os cientistas, de cinco bilhes de anos. J o incio da vida na Terra comeou a se formar depois de um bilho de anos. E foi evoluindo. A Pr-Histria, conhecida tambm como Idade da Pedra ou Paleoltico Superior, foi o perodo mais longo da poca, dividido em trs perodos:

    Paleoltico Inferior at 500.000 a.C. (caa e e coleta, instrumentos feitos de pedra, madeira, ossos,

    controle do fogo e surgimento dos primeiros homindeos);

    Paleoltico Superior aproximadamente 30.000 a.C. (pinturas e esculturas, objetos feito de marfim,

    ossos, pedra e madeira);

    Neoltico por volta do ano 10.000 a.C. (objetos feitos de pedra polida, incio da agricultura, artesanato,

    construo de pedra e a primeira arquitetura), de 5.000 at 3.500 a.C. surge a idade dos metais, o final desse perodo, quando acontece o desenvolvimento da metalurgia, surgimento de cidades, inveno da roda, da escrita e do arado de bois.

    As primeiras manifestaes artsticas foram encontradas no Paleoltico Superior ou Idade da Pedra Lascada.

    Idade da Pedra Lascada

    O naturalismo era a forma dos primeiros artistas da Pr-Histria registrarem aquilo que viam.

    Muitos dos desenhos se assemelhavam aos desenhos infantis, mas as tcnicas reproduzidas por eles no devem ser encaradas dessa forma. Como principal caracterstica da arte, temos o naturalismo. Naquele tempo o artista desenhava aquilo que ele estava vendo, e isso pode ser notado atravs das pinturas deixadas nas cavernas, ou pinturas rupestres. Os animais, a natureza e tudo que eles podiam captar, eles reproduziam.

    Uma das explicaes sobre isso que as pinturas eram feitas por caadores que acreditavam em princpios mgicos: se fizessem a pintura de um animal na parede, poderiam captur-lo no dia seguinte.

  • Tcnicas na Idade da Pedra Lascada

    Mos em negativo feitas com argila no interior das cavernas, comearam a desenhar e pintar animais.

    O motivo era que atravs da pintura de animais, feita por caadores, eles poderiam captur-lo no momento de sua caa.

    Interpretao da natureza suas imagens produzidas nas cavernas revelam traos de fora e

    movimentos para figuras de animais selvagens, como os bisontes e traos mais leves e frgeis, como cavalos.

    Escultura as mulheres eram as mais reproduzidas nas esculturas. Nelas, encontramos uma mulher com ventre e quadris volumosos, seios grandes e a cabea se juntava ao corpo. Ex.:

    Vnus de Savinhano;

    Vnus de Willendorf.

    Instrumentos utilizavam para fazer as pinturas xidos minerais, osso, carvo, sangue de animais e

    vegetais e tambm o p proveniente da triturao de pedras para fazer as mos em negativo.

    Idade da Pedra Polida

    Homem comea uma revoluo no ltimo perodo da Pr-Histria (Neoltico ou Idade da Pedra Polida), por volta do ano de 10 000 a. C.

    Nesse perodo eles criavam armas e instrumentos com pedra polida, fato que deu o nome ao perodo. Com xito, o perodo em que eles comeam a domesticar animais e do os primeiros passos na agricultura. Alm disso, os objetos com cermica, a fiao, o artesanato e a arquitetura comeam a compor o cotidiano do homem na Pr-Histria. Os povos passaram a formar famlias e foi feita a diviso do trabalho.

    Tcnicas da Idade da Pedra Polida

    Tcnica de tecer panos;

    Fabricao de cermicas;

    Arquitetura: construo das primeiras casas;

    Tcnicas para a produo do fogo;

    Trabalho com metais.

    A partir dessa revoluo, os homens se transformaram em camponeses, trocaram o sentido de caa pela livre abstrao e racionalizao, ou seja, a arte deixou de ser natural e passou a ser mais geomtrica e simples. Surgiu, ento, a primeira transformao da histria da arte. Nessa poca, os trabalhos cotidianos eram representados e sentia-se a necessidade de dar movimento s imagens.

    V-se nas imagens, a representao de danas, relacionadas as suas crenas, a criao de figuras leves, rpidos, pequenas e com pouca cor. A partir desses desenhos comeou a surgir a escrita pictogrfica.

    Escrita pictogrfica: a representao de seres e ideias, atravs do desenho.

    Outro fato era a produo de cermicas: a beleza era considerada e no apenas a utilidade do objeto. Ex.: nfora em terracota, da Dinamarca, e o Vaso escandinavo em terracota, encontradas na Escandinava e na Sardenha.

    Idade dos Metais

    http://animais-selvagens.info/

  • Geralmente, as esculturas em metais eram representadas por guerreiros, mulheres cheias de detalhes que mostravam roupas e armas utilizadas no perodo.

    Os homens que antes moravam em cavernas passaram a construir suas prprias casas. As mais conhecidas so os nuragues, os dolmens.

    Tcnicas da Idade dos Metais

    A tcnica da cera perdida;

    Mtodo da forma de barro.

    Monumentos em Destaque

    Stonehenge na Inglaterra, considerada uma dos monumentos mais impressionantes do perodo,

    um mistrio;

    Templo de Gdantija, em Malta;

    Cromeleque do Alamendres, Portugal.

    2-Arte: Idade Antiga

    O perodo da Idade Antiga se estende de 4000 a.C. 476 d.C. J haviam vestgios de civilizaes bastante avanadas, mostrando estruturas de sociedades escravistas e de servido coletiva.

    O povo era marcado por uma realidade mstica: a religiosidade dos egpcios, as buscas gregas pela perfeio, o retorno da natureza humana at a fundao do cristianismo e a religio oficial do Imprio Romano, por exemplo.

    Esse perodo iniciou com a escrita avanada e se estendeu at a queda do Imprio Romano do Ocidente.

    Arte Egpcia

    A arte egpcia foi marcada pela escrita avanada que consistia na criao de smbolos, os hierglifos. Sendo politestas e crendo na vida aps a morte, sua arte era voltada para a criao de tmulos para faras, esttuas de deuses, vasos antigos e uma arquitetura baseada em suas crenas.

    Arte Grega

    A arte grega representava o homem como centro da perfeio e das obras de arte. Eram realizadas pinturas, esttuas, edificaes e outros monumentos que valorizavam o ser humano em todos os aspectos.

    Arte Romana

    Influenciados pela cultura Etrusca, a arte romana estava baseada na cultura greco-helenstica. Foi uma arte fundamental que ajudou na preservao da arte grega. Ela se destacou, principalmente, na arquitetura com a construo de monumentos grandiosos, como teatros, templos, casas, etc.

    Arte Paleocrist

    A arte paleocrist era baseada em Jesus Cristo, de forma a difundir os seus ensinamentos para os povos. Teria comeado na Judeia, uma provncia de Roma, e logo em seguida se disseminou para todo o Imprio Romano.

    Arte Bizantina

    A arte bizantina est baseada na reproduo das culturas greco-romana e oriental. Foi uma das mais expressivas no perodo governado pelo Imperador Justiniano.

    http://as-religioes.info/cristianismo.htmlhttps://pt.wikipedia.org/wiki/Hierglifohttps://pt.wikipedia.org/wiki/Etruscos

  • 3-Arte: Idade Mdia

    Esse perodo, conhecido com Idade Mdia ou Idade das Trevas, iniciou-se em 476 e terminou em 1453.

    No contexto histrico que comeou na Europa, o Imprio Romano do Ocidente sofreu uma invaso brbara, no sculo V, e houve uma decadncia da cultura. Seus princpios eram diferentes dos pregados na arte greco-romana e essa arte se baseou no decorativismo, sem nenhuma preocupao com as figuras humanas. At o governo de Carlos Magno a cultura greco-romana quase desapareceu.

    Como o Imprio havia decado, a Igreja comeou a exercer sua influncia sobre o Estado e o governo ficou nas mos de Carlos Magno, um imperador do Ocidente, coroado pelo papa Leo III. No Imprio Carolngio foram produzidos manuscritos ilustrados e tambm objetos de arte, criados nas oficinas relacionadas ao rei.

    A Igreja Catlica influenciou bastante na arte medieval. Ensinamentos da Bblia eram reproduzidos nas pinturas, nos vitrais das igrejas, em livros e esculturas. Eles eram criados para ensinar a populao sobre religio, pois a maior parte das pessoas eram analfabetas, sendo a educao, um privilgio apenas da nobreza. Depois da morte de Carlos Magno, as atividades culturais deixaram de ser o centro do Imprio, sendo realizadas apenas nos monastrios.

    Arte Romnica

    A arte romnica era um estilo artstico criado dentro de oficinas e surgiu nos sculos XI e XII, na Europa. Deixou vestgios de sua arte, principalmente, na arquitetura, que era uma das mais valorizadas no perodo, com a criao de grandiosas baslicas romnicas que muitas vezes eram chamadas de fortaleza de Deus e castelos.

    Arte Gtica

    A arte gtica prevaleceu no sculo XVI quando os brbaros invadiram o Imprio Romano. Era caracterizada pela criao das abbadas de arcos cruzados, arcos quebrados, vitrais, dentre outros. Na pintura, o destaque maior eram a reproduo da realidade.

    Arte Idade Moderna

    Idade Moderna o perodo compreendido entre 1453 a 1789 - data que marca o incio da Revoluo Francesa.

    Os principais acontecimentos que marcaram o perodo foram expanso martima, reforma religiosa, renascimento, absolutismo, iluminismo, revoluo francesa.

    Essa arte acontece em meio a grandes transformaes, com parte da histria do Ocidente. Em 1453, temos a queda do Imprio com a tomada dos turcos pela capital Constantinopla. Esse foi um perodo de muitas transies, de revolues e substituio do sistema feudal para o sistema capitalista.

    O Renascimento, sem dvida, foi um dos movimentos que mais influenciou a arte moderna. E no somente, a arte, mas nas reas cientficas, filosficas, literrias, urbana e comercial.

    No final da Idade Mdia, a arte moderna j se iniciava, sendo uma forma de preparao para o renascimento de um novo marco na histria da arte.

    Renascimento

    O Renascimento um perodo da histria da arte que revolucionou vrias reas do conhecimento, trazendo novamente o retorno da arte greco-romana. A pintura renascentista foi uma das que se destacou, revelando grandes talentos e obras de artes impressionantes.

    http://idade-media.info/https://pt.wikipedia.org/wiki/Carlos_Magnohttp://revolucao-francesa.info/http://revolucao-francesa.info/

  • Barroco

    O Barroco teve inicio na Itlia e foi uma arte focada na valorizao dos elementos das artes anteriores e tambm das emoes e sentimentos humanos. Foi neste perodo que aconteceu a Reforma Protestante e a Contrareforma que influenciou muito neste estilo.

    Rococ

    O Rococ valorizava os traos decorativos e ornamentais. Era voltada para a nobreza, um pblico que apreciava demasiadamente a ornamentao de seus espaos.

    4-Arte: Idade Contempornea

    A Idade Contempornea o perodo que inicia na Revoluo Francesa (1789), fato esse que modificou

    toda a histria poltica e social da Frana, com as diversas manifestaes artsticas que surgiram, e vai at os dias atuais. Os principais acontecimentos que marcaram a Idade Contempornea foram:

    - Revoluo Francesa;

    - Primeira Guerra Mundial;

    - Segunda Guerra Mundial;

    - Guerra Fria.

    A globalizao j estava acontecendo e o iluminismo, uma corrente filosfica que acreditava na razo do homem e no na religiosidade se propagou. Foi tambm nesse perodo que ocorreram as Grandes Guerras e a revolta de artistas atravs da arte.

    Neoclassicismo

    O Neoclassicismo se dedicou ao retorno dos princpios gregos, romanos e renascentistas. Esse movimento surgiu na Europa no sculo XVIII e trouxe novas formas de produo artstica, principalmente, com o governo de Napoleo.

    Romantismo

    O Romantismo era um estilo de arte caracterizado pela oposio arte neoclssica. Os artistas acreditavam que uma obra de arte deveria expressar o estilo do artista. Surgiu na Alemanha, nas ltimas dcadas do sculo XVIII.

    Realismo

    O Realismo teve como principal influencia a Industrializao e predominou entre 1850 e 1900. Tinha como caracterstica o retrato da realidade e os diversos temas sociais e se destacou principalmente na pintura francesa.

    Impressionismo

    O Impressionismo foi um importante movimento que transformou a arte do sculo XX. Se baseava na observao minunciosa da luz sob os objetivos, suas variaes e como elas poderiam aparecer na tela dos pintores impressionistas.

    http://primeira-guerra.info/http://segunda-guerra.info/

  • 5-Arte do sculo XX

    Expressionismo

    Esse movimento esteve em oposio ao Impressionismo e focou mais nas sensaes que a arte proporcionava. Ele mostrou os sentimentos humanos e suas preocupaes no incio do sculo XX. Esse movimento ora fora esquecido, ora lembrado no decorrer do sculo por causa das sensaes que o mesmo proporcionava.

    Ele surgiu na Alemanha, em Dresden, entre 1904 e 1905. Seus participantes foram Ernest Ludwig Kichner (1880-1938), Karl Schmidt-Rottluff (1884-1976) e Erich Heckel (1883-1970), juntos formavam o grupo chamado Die Brche na traduo, significa A Ponte.

    Suas caractersticas so:

    Representao dos sentimentos humanos atravs de linhas e cores. Algo que j vinha sendo

    trabalhado por Van Gogh, em que cor e deformao mostravam o interior do homem moderno;

    Deformao da realidade;

    Pessimismo em relao ao mundo;

    Fuga das regras tradicionais da arte;

    Melancolia.

    Edvard Munch (1863-1944) - sua obra mais destacada foi 'O grito', por causa da expresso das linhas,

    cores e seres que mostravam as angstias do homem moderno; Outra obra 'Cinco Mulheres na Rua', em que retratava como era a burguesia.

    Fauvismo ou Fovismo

    Esse movimento surgiu em 1905, em Paris e foi fruto de uma crtica no Salo de Outono, por Louis Vauxcelles. Jovens foram chamados de fauve, que significa feras, pelas suas pinturas agressivas com cores puras.

    Formas simplificadas;

    Utilizao de cores puras (tal como so nos tubos de tinta);

    As pinturas no representam a realidade (cores e figuras so sugesto dos artistas).

    Artistas do Fauvismo

    Andr Derain (1880-1954);

    Othon Friesz (1879 1949);

    Maurice de Vlaminch (1876 1958);

    Henri Matisse (1869-1954) ele foi uma das maiores expresses do estilo e procurou mostrar as

    formas das figuras, sem se preocupar com a realidade e as cores. Um exemplo a obra 'Natureza-

    https://pt.wikipedia.org/wiki/Vincent_van_Gogh

  • morta com Peixes Vermelhos' (1911). A composio era organizada de acordo com as cores puras e

    algumas figuras da obra.

    Apesar disso, muitos autores fauvistas no foram aceitos ao apresentarem suas obras.

    Cubismo

    O cubismo surgiu de uma obra feita por Czanne, que retratava a natureza com figuras geomtricas. Outros artistas do estilo se aprofundaram e buscaram mostrar os objetos como se estivessem abertos. Assim, ele evoluiu para dois tipos: o Cubismo analtico e o Cubismo sinttico.

    Cubismo Analtico (1908-1911) desenvolvida por Picasso e Braque:

    Seu estilo era a utilizao de poucas cores;

    Definio de um tema apresentado em todos os ngulos;

    Perda da realidade, sendo impossvel reconhecer as figuras.

    Cubismo Sinttico fugia dessa perda de realidade, mas ainda buscava retrat-la de vrias formas. Foi

    chamado, tambm, de colagem, porque eles colocavam tudo o que podiam, como letras, nmeros, vidros, etc., com o intuito de criar novos efeitos e despertar a ateno.

    Principais Artstas do Cubismo

    Pablo Picasso(1881-1973) ele era um gravador e escultor e introduziu vrias tcnicas ao estilo:

    - na fase azul(1901-1904) retratou tristeza e melancolia;

    - na fase rosa(1905-1907) retratou acrobatas e arlequins.

    Outra tcnica advinda da arte africana foi a elaborao da esttica cubista. Ele deformava todas as partes do corpo humano e destruia a harmonia das formas. Retratou isso em sua obra Les Demoiselles d'Avignon. Ele comeou a retratar obras sobre a realidade dos conflitos e guerras, em seu famoso mural, Guernica (1937). Por ltimo, em suas gravuras, de 1907 a 1972, suas obras gravadas eram expressivas com o desenho, opondo claro e escuro.

    Georges Braque (1882-1963) para ele, a pintura no era uma descrio da realidade. Ele passou

    pela fase do Cubismo analtico, sendo destaque a obra 'O Portugus'. E, aps 1913, passou a

    representar os objetos pelo Cubismo sinttico, destacando as partes significativas da obra.

    Fernand Lger (1881-1995) representava um novo cubismo: para ele, as mquinas e o

    crescimento industrial, do final do sculo, eram to importantes quanto uma escultura. Com isso, um

    novo mundo pode ser construdo. Uma obra que enfatiza isso 'Elementos Mecnicos' e o

    'Tipgrafo'. Em 1925, com seu contrato com o arquiteto Le Corbusier, descobre a importncia dos

    murais e procura superar a diferena entre uma obra e um desenho industrial.

    Caractersticas do Cubismo

    Utilizao de formas geomtricas nas obras;

    Falta de perspectiva (trs dimenses dos seres);

    https://pt.wikipedia.org/wiki/Paul_Czannehttp://anatomia-humana.info/corpo-humano.html

  • Esttica cubista (destruio da harmonia e decomposio da realidade).

    Abstracionismo

    Surgiu de uma tela de Wassily Kandinsky (1866-1944), chamada Batalha. Na pintura, abstracionista no h relao entre a realidade, cores e formas. Conhecem essa tcnica os pintores Mikhail Larionov (1881-1964) e Natlia Gontcharova (1881-1962), russos que valorizavam a relao com as cores, mas no com o tema da obra.

    J em 1912, Vladimir Tatlin (1885-1956), em viagem a Paris, gostou das colagens cubistas e resolveu

    implantar no novo estilo: pintura em relevo com vrios materiais e figuras abstratas, dando origem ao Construtivismo. Os escultores Antoine Pevsner (1886-1962) e Naum Gabo (1890-1977), juntamente com Tatlin, criaram vrias peas abstratas, dando-lhes o nome de construes ao invs de esculturas.

    A Revoluo Russa, em 1922, acabou com o construtivismo. Tatlin se ligou a ela, Gabo e Pevsner

    deixaram o pas, quando o governo revolucionrio fechou os atelis dos artistas. Mas, logo depois, em 1931, eles do origem ao movimento chamado Criao Abstrata. A partir das primeiras pesquisas, logo comeou a fazer parte da pintura moderna, e duas tendncias surgiram em seguida:

    Abstracionismo sensvel ou informal predominam os sentimentos e emoes e as cores so

    associadas com elementos da natureza. Por exemplo, a obra Domingo, de Kandinsky.

    Abstracionismo Geomtrico cores e formas so organizadas de acordo com as composies

    geomtricas. Por exemplo, as obras de Piet Mondrian: ele buscava a essncia dos objetos que se

    harmonizam com o universo. Retratada em 'rvore Vermelha'.

    A partir das dcadas de 20 e 30, linhas diagonais e curvas foram trocada por horizontais e verticais

    que, juntamente s cores, trouxeram equilbrio s obras.

    Em busca de outras tendncias da pintura do sculo XX, se destacaram, novos estilos que caracterizaram as primeiras dcadas do sculo XXI. Valorizavam a velocidade das mquinas e do cotidiano e as tendncias produzidas pela cultura industrializada.

    Futurismo

    O futurismo um estilo influenciado pelo movimento literrio Manifesto Furista, criado por Filippo Tommaso Marinetti, em 1909. Ele era um poeta e escritor italiano que sugeriu s pinturas a velocidade

    das mquinas e a exaltao do futuro. Para os pintores desse estilo, os artistas no tinham essa viso de futuro. Com outro manifesto, criado por Umberto Boccioni, Luigi Russolo, Carlo Carr, Giacomo Balla e Gino Severini, em 1910, Milo, nas obras eram representadas os movimentos em si. Usaram cores, retas, curvas que dessem ideia de velocidade. Ex.: pea em bronze 'Formas nicas de Continuidade no Espao', do escultor Umberto Boccioni.

  • Os estudos de Freud sobre psicanalismo e a poltica mostravam a complexidade da sociedade moderna. Em crtica cultura europeia, surgiram:

    Pintura Metafsica uma pintura que mostrava a falta de sentido da sociedade contempornea: mistrio,

    luzes, objetos, sombras e cores intrigantes. Tinha como principal artista, Giorgio De Chirico (1888-1979), um pintor italiano, com suas obras 'O Enigma da Chegada' e 'O Regresso do Poeta'.

    Dadasmo

    Artistas e intelectuais franceses e alemes se reuniram em oposio Primeira Guerra. Foram para Zurique, na Sua, e em 1916, criaram o Dada, cujo significado cavalo de pau, palavra encontrada por Hugo Ball e Tristan Tzara num dicionrio alemo-francs. Assim como o nome, a arte no significava nada, da mesma forma que a guerra.

    Caractersticas do Dadasmo

    Elementos fugiam do racional e eram combinados por acaso;

    Os artistas negavam a sua cultura e representavam um protesto;

    Obras utilizavam a colagem para retratar o estilo, com crticas e stiras desordem da Europa;

    Eles utilizavam o princpio do automatismo psicolgico, proposto por Freud, em que os atos

    praticados pelos homens so automticos e independentes de um encadeamento de razes lgicas.

    Isso deu origem ao Surrealismo, do escritor e poeta Andr Breton (1896-1966), na Frana, em 1924.

    Nesse novo estilo, as obras eram representaes ilgicas do subconsciente, como imagens vistas em sonhos ou alucinaes. s vezes, representavam aspectos da realidade em excesso, com elementos inexistentes. Um dos principais artistas desse estilo Salvador Dali (1904-1989).

    Essa pintura deu origem s duas tendncias: Figurativa, com os artistas, Salvador Dali e Marc Chagall e abstrata, com Joan Mir e Max Ernest.

    Nos grandes centros urbanos industrializados, com a recuperao da Segunda Guerra, a indstria estava a todo o vapor. O consumismo comeou a fazer parte da sociedade no incio da segunda metade do sculo XX. Veja as expresses que mais se destacaram:

    Op Art

    Expresso do ingls, optical art, que significa arte ptica. Victor Vasarelyn o responsvel por iniciar

    essa arte atravs da plstica do movimento. As pinturas possuem representaes de figuras geomtricas e cores, preto e branco ou coloridas. Toda a obra sugeria o movimento e era uma arte que estava em constante mudana.

    Suas pesquisas se desenvolveram na dcada de 60, cuja manifestao para exposio coletiva se deu no Museu de Arte Moderna de Nova York, em 1965. Outro artista importante Alexander Calder (1898-1976), na criao de mbiles associando-os aos retngulos das telas de Mondrian sugerindo movimento.

    Chamada de Mobile em Dois Planos, de incio o observador podia moviment-los; depois de 1932, ele verificou que a simples ao do vento podia fazer isso.

    Pop Art

    http://primeira-guerra.info/https://pt.wikipedia.org/wiki/Salvador_Dalhttp://segunda-guerra.info/

  • Pop Art, no portugus, significa arte popular, surgiu nos Estados Unidos, por volta de 1960 e atingiu

    vrios lugares do mundo.

    Os artistas retratavam o dia a dia das grandes cidades norte-americanas, relacionando a arte com a vida comum. O tema dessa arte eram smbolos da grande massa consumidora e da era industrializada, ou seja, aquilo que fazia sucesso.

    Destaques:

    Marilyn Monroe, uma ilustrao feita por Andy Warhol, com o mtodo de produo em srie de cores e repetio de imagens

    6-Arte Brasileira

    A arte brasileira surgiu da mistura de outros estilos e se inicia desde o perodo da Pr-Histria h mais

    de 5 mil anos, at a arte primitiva. Ela tambm foi influenciada pelo estilo artstico de outras sociedades.

    Dentre elas, temos a arte da Pr-Histria brasileira, com vrios stios arqueolgicos espalhados pelo territrio e tombados pelo IPHAN (Instituto do Patrimnio Histrico e Artstico Nacional). Outra a ser citada a arte indgena, na poca do descobrimento do Brasil, quando no incio, havia cerca de 5 milhes de ndios. Atualmente, esse nmero foi reduzido, assim como parte de sua cultura.

    Outra arte brasileira a ser citada a do Perodo Colonial. O Brasil transformou-se em colnia de

    Portugal, depois da chegada de Cabral e eram feitas construes simples, como as feitorias, vrias vilas, engenhos de acar como representao da arte. Aps a diviso do Brasil em capitanias hereditrias, foi necessria a construo de casas para os colonizadores.

    Na invaso dos holandeses que ficaram no nordeste do Brasil por quase 25 anos, no incio de 1624, se instalou uma cultura vinda dos povos holandeses. Apesar dos portugueses terem defendido o Brasil de invasores, estes ainda conseguiram instalar-se. Artistas e cientistas vieram para o Recife, trazendo a cultura holandesa.

    Outro estilo que surgiu foi o Barroco, ligado ao catolicismo. A influncia da Misso Artstica Francesa, no

    incio do sculo XIX, quando a famlia real veio ao Brasil foi intensa. A populao comeou a imitar a cultura europeia. Eram pintados retratos da famlia real e algumas imagens dos ndios brasileiros.

    A Pintura Acadmica, tambm no sculo XIX, na arte brasileira, retrata a riqueza clssica, sendo que era refletido um padro de beleza ideal (padres propostos pela Academia de Belas Artes).

    J no incio do sculo XX, presenciamos o Modernismo Brasileiro, marcado inicialmente pela Semana de Arte Moderna. E, antes disso, o Expressionismo j comea a chegar ao Brasil e fazer histria com Lasar Segall (1891-1957) que contribui para o Modernismo.

    Aps a Semana de Arte Moderna, vrios artistas comearam a desenvolver um estilo prprio de pintura, sendo a arte mais valorizada no pas.

    A arte brasileira surgiu da mistura de outros estilos e se inicia desde o perodo da Pr-Histria h mais de 5 mil anos, at a arte primitiva. Ela tambm foi influenciada pelo estilo artstico de outras sociedades.

    Dentre elas, temos a arte da Pr-Histria brasileira, com vrios stios arqueolgicos espalhados pelo territrio e tombados pelo IPHAN (Instituto do Patrimnio Histrico e Artstico Nacional). Outra a ser citada a arte indgena, na poca do descobrimento do Brasil, quando no incio, havia cerca de 5 milhes de

    ndios. Atualmente, esse nmero foi reduzido, assim como parte de sua cultura.

    Outra arte brasileira a ser citada a do Perodo Colonial. O Brasil transformou-se em colnia de

    Portugal, depois da chegada de Cabral e eram feitas construes simples, como as feitorias, vrias vilas, engenhos de acar como representao da arte. Aps a diviso do Brasil em capitanias hereditrias, foi necessria a construo de casas para os colonizadores.

    Na invaso dos holandeses que ficaram no nordeste do Brasil por quase 25 anos, no incio de 1624, se instalou uma cultura vinda dos povos holandeses. Apesar dos portugueses terem defendido o Brasil de invasores, estes ainda conseguiram instalar-se. Artistas e cientistas vieram para o Recife, trazendo a cultura holandesa.

    Outro estilo que surgiu foi o Barroco, ligado ao catolicismo. A influncia da Misso Artstica Francesa, no

    incio do sculo XIX, quando a famlia real veio ao Brasil foi intensa. A populao comeou a imitar a cultura europeia. Eram pintados retratos da famlia real e algumas imagens dos ndios brasileiros.

    A Pintura Acadmica, tambm no sculo XIX, na arte brasileira, retrata a riqueza clssica, sendo que era refletido um padro de beleza ideal (padres propostos pela Academia de Belas Artes).

    http://descobrimento-do-brasil.info/http://descobrimento-do-brasil.info/

  • J no incio do sculo XX, presenciamos o Modernismo Brasileiro, marcado inicialmente pela Semana de Arte Moderna. E, antes disso, o Expressionismo j comea a chegar ao Brasil e fazer histria com Lasar Segall (1891-1957) que contribui para o Modernismo.

    Aps a Semana de Arte Moderna, vrios artistas comearam a desenvolver um estilo prprio de pintura, sendo a arte mais valorizada no pas.

    7-Arte Popular

    Arte Popular a atribuio que se d a produes artsticas (pintura, literatura, escultura, etc.) com relevante valor, de pessoas que nunca se especializaram em arte, de fato, frequentando escolas e etc. Basicamente, a arte do povo, sendo o Brasil, um dos principais celeiros de inmeros artistas criativos da histria do pas. A cultura popular a principal raz dessa arte.

    O artista popular dedica seu tempo livre, sua folga do trabalho para criar sua arte. Muitas vezes de maneira solitria, em alguns casos com ajuda da famlia. De maneira geral, no consegue sobreviver e sustentar famlia somente dos trabalhos artsticos realizados. Os principais compradores e revendedores da arte popular so feiras e mercados.

    Uma escultura, por exemplo, pode ser utilizada na igreja (culto catlico aos santos), como item de decorao em casas ou at para brincadeiras infantis