1. ?· a teoria de administração clássica foi fundada por henry fayol logo ... executivo que...

Download 1. ?· A teoria de administração clássica foi fundada por Henry Fayol logo ... executivo que controla…

Post on 15-Oct-2018

214 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 0

  • 1

  • 2

    1. Administrao em Enfermagem

    1. 1. Introduo

    A necessidade da administrao existe desde as mais antigas sociedades, todavia foi

    com a expanso do processo de produo industrial na Inglaterra, Frana e EUA que as

    mudanas na organizao do trabalho, com a separao entre a concepo, execuo e

    controle, fizeram com que a prtica e a teoria da administrao/gerncia do trabalho

    ganhassem impulso.

    A palavra administrao vem do latim ad (direo, tendncia para) e minister

    (subordinao ou obedincia), significando aquele que realiza uma funo, um servio,

    sob um comando, para outro, estando frequentemente associado funo de controle.

    Na sua origem a administrao e o controle tinham como caractersticas a rigidez e a

    coero, com a evoluo da prtica e da teoria geral da administrao, as formas de

    controle foram se transformando incorporando a flexibilidade, participao e negociao

    como estratgias.

    A administrao uma cincia, ou seja, possui um corpo de conhecimentos

    que lhe prprio. O que ns na enfermagem fazemos utilizar esse corpo de

    conhecimentos aplicando-os na nossa prtica. A administrao em enfermagem,

    nada mais do que mais um instrumento ou meio, para que possamos estar

    atuando em enfermagem. A finalidade do nosso trabalho o cuidar que tanto no

    modelo individual como no de sade coletiva, se operacionaliza por diferentes

    processos de trabalho: o de assistncia sade; o de administrao dessa

    assistncia, o de ensino e o de investigao cientfica (gerando o saber necessrio

    produo) (ALMEIDA, et al. 1989; QUEIROZ; SALUM, 1996).

    A administrao em enfermagem no pode e no deve ser compreendida como

    dicotmica em relao assistncia de enfermagem, e to pouco deve ser

    considerada como uma funo restrita, unicamente, a realizao de atividades

    burocrticas. A assistncia e a administrao em enfermagem devem andar de

    mos dadas, so as faces de uma mesma moeda.

    Mas, o que mesmo administrao em enfermagem? Administrao em

    enfermagem uma funo inerente ao trabalho do enfermeiro, ou seja, no d para

    fazer enfermagem sem utilizar os conhecimentos da administrao. Utilizamos os

  • 3

    preceitos da administrao at na realizao de um procedimento "simples" do tipo

    administrar um medicamento, ou realizar um curativo. Pois muito bem, para realizar

    essas funes precisamos pensar e avaliar o que iremos fazer, depois providenciar

    os recursos materiais para realizar a atividade que ser feita em um determinado

    ambiente e em muitos dos casos decidir se o ambiente ou no adequado. Pois em

    todas essas atividades esto implcitos conhecimentos de administrao. Isto sem

    falar da Sistematizao da Assistncia de Enfermagem, onde o enfermeiro: planeja,

    prescreve e/ou executa e avalia. Nestes dois exemplos podemos perceber tambm

    que o assistir em enfermagem compreende todos os atos do enfermeiro, diretos e

    indiretos. Segundo Vicentin et al (1991) "assistir diretamente em enfermagem

    compreende dois aspectos: quando o enfermeiro determina e faz a ao; e,

    quando o enfermeiro determina e no faz a ao.

    Assistir indiretamente quando o enfermeiro no determina, no faz a ao,

    mas prov os recursos para realizar a ao . Do mesmo modo a Administrao em

    Enfermagem pode ser pensada a partir de dois momentos: a gerncia do cuidado e a

    gerncia da unidade sendo que nos dois momentos o enfermeiro assiste e administra

    em nveis diferentes.

    Em sntese pode-se dizer que na enfermagem, a funo administrativa, consiste no

    planejamento da assistncia, no provimento de recursos fsicos, humanos, materiais e

    financeiros, bem como a tomada de deciso, na superviso e na liderana da equipe de

    enfermagem proviso de recursos necessrios implantao do plano teraputico de

    Enfermagem, utilizando no decorrer desse processo aes de comando, coordenao e

    controle da equipe de trabalho (VICENTIN et al, 1991).

  • 4

    Enfermagem e as funes administrativas

    1.2. Teorias da Administrao Aplicadas Enfermagem

    A administrao uma cincia multidisciplinar visto que os conhecimentos da

    mesma se advm e se aplica em diversas reas, no qual a importncia desta cincia

    nos servios de enfermagem tambm so preciosismos.

    1.2.1. Uma breve reviso da Teoria Geral da Administrao

    Segundo Chiavenato (2003), a palavra administrao originou-se do latim,

    sendo, ad (direo, tendncia para) e minister (subordinao ou obedincia) e tem

    como significado a realizao de uma funo sob o comando de outrem, ou seja, a

    prestao de um servio a outro.

    Coordenao e controle

    Liderana

    Superviso

    Tomada de deciso

    Provimento de recursos fsicos, humanos, materiais e financeiros

    Planejamento da assistncia

  • 5

    J como disciplina, Masiero (2007) entende que Administrao pode ser

    compreendida como integrao e coerncia entre o conhecimento das diferentes

    reas da atividade humana, aplicadas s organizaes, tendo em vista a sua

    sobrevivncia, sua eficincia e sua eficcia. E o Raymundo (2006), caracteriza a

    administrao como um conjunto de atividades multicientfico e multidisciplinar, ou

    seja, uma cincia que se aplica em todas os departamentos da vida antiga e

    moderna.

    Procurando trazer uma definio para o ambiente macro das empresas ou

    organizaes, Maximiano (2009), define administrao como o processo de tomada

    de decises utilizao de recursos para realizao de objetivos. Para o autor o

    processo de deciso no simplesmente tomar decises sem nenhuma estrutura,

    mas sim a partir dos recursos disponveis no momento da deciso.

    Raymundo (2006) acrescenta que administrar o processo que conduz as

    pessoas realizao de determinados trabalhos, pois necessrio que exista no

    administrador a capacidade de influenciar as pessoas a realizarem suas tarefas.

    Ainda Maximiano (2004), acreditar que administrar agir, o processo de

    tomar decises e realizar aes que compreende cinco processos principais:

    organizao, planejamento, execuo, liderana e controle.

    Os cinco processos principais da Administrao

    Organizao Planejamento Execuo Liderana Controle

  • 6

    (IDECAN/Prefeitura de Carangola-MG/ 2012). Assinale a principal funo administrativa.

    a) Mtodo de administrao

    b) Planejamento

    c) Organizao

    d) Poltica

    e) Treinamento

    Resposta Correta:

    B) Planejamento

    Comentrio:

    Segundo Maximiano (2004), administrar agir, o processo de tomar decises e realizar aes que

    compreende cinco processos principais: organizao, planejamento, execuo, liderana e controle.

    Com essa breve conceituao da cincia da administrao, ser apresentada

    logo a seguir as principais teorias desta disciplina e mais tarde se retornar

    definio da administrao:

    Teoria da Administrao Cientfica

    Quando se fala desta primeira corrente da administrao como cincia o

    destaque vai para o engenheiro norte-americano Frederick Winslow Taylor. Ele

    observou ao longo de sua carreira a deficincia das produes fabris, tais como:

    ausncia de noo clara de diviso de responsabilidades; muitos trabalhadores no

    cumpriam seu dever; as decises dos administradores eram baseadas em intuies e

    palpites; os departamentos das empresas no eram integrados, aos trabalhadores

    eram delegadas funes onde no possuam habilidade, dentre outras deficincias.

    Tendo em vista os problemas das produes fabris, Taylor achou por bem

    desenvolver o "estudo sistemtico e cientfico do tempo", o que consistia em

    cronometrar o tempo em que os funcionrios produziam determinados

    produtos no maior ritmo possvel. Este estudo tinha como objetivo analisar o

  • 7

    tempo necessrio para o desenvolvimento de determinadas tarefas e o salrio

    correspondente, (MAXIMIANO, 2009).

    Ao passar dos anos Taylor observou que a questo do tempo e salrio

    unicamente no solucionaria o problema. Ento desenvolveu uma nova pesquisa que

    visava o aprimoramento dos mtodos de trabalho. Assim sendo ele apresenta uma

    nova concepo dos princpios da administrao de uma empresa, que so eles:

    Seleo e treinamento de pessoal, salrios altos e baixos custos de produo,

    identificao de como executar a tarefas da melhor maneira possvel e

    cooperao entre trabalhadores e administrao. Ainda outros aspectos foram

    abordos, entre eles: padronizao de ferramenta e equipamentos, sequenciamento e

    programao de operaes, estudo de movimentos, convenincia de uma rea de

    planejamento, cartes de instrues pagamento de acordo com desempenho e

    clculos de custo. Aps esses estes estudos guru da teoria da administrao

    cientfica agregou ao seu estudo que o incentivo individual ao trabalhador atenderia o

    desejo do ganho material estimulando assim o crescimento pessoal, (MAXIMIANO,

    2009).

    Breve resumo Teoria Cientfica (Taylor)

    Explorao dos empregados A administrao Cientifica legitima a explorao dos operrios, em prol dos interesses patronais

    Superespecializao do operrio com a fragmentao das tarefas, a qualificao do funcionrio passa a ser suprflua

    Homo economicus o incentivo monetrio, apesar de importante, no se revela suficiente para promover a satisfao dos trabalhadores.

    Enfoque mecanicista do ser huma