09585315 fix Aula12 - Primeiro Reinado (1822-1831) ? A Confederao do Equador, em 1824, representou

Download 09585315 fix Aula12 - Primeiro Reinado (1822-1831) ? A Confederao do Equador, em 1824, representou

Post on 11-Nov-2018

212 views

Category:

Documents

0 download

TRANSCRIPT

HISTRIA IAULA 12:PRIMEIRO REINADO (1822-1831)EXERCCIOS DE FIXAOANUALVOLUME 3OSG.: 095853/1501. Aps o simblico 7 de setembro, em que o Brasil ofi cializa o rompimento com Portugal uma outra questo se tornaria importante. Tratava-se de obter o reconhecimento independncia no cenrio internacional. O discurso adaptado de Joaquim Nabuco demonstra o seu interesse de promover uma aproximao do Brasil aos EUA que, por sua vez, a partir do clebre discurso do seu presidente James Monroe, sintetizado na frase A Amrica para os Americanos, formataram uma poltica de rejeio s tentativas das potncias europeias de recolonizao da Amrica. Isso ajuda a explicar o pioneirismo dos EUA no reconhecimento de nossa independncia. Falando criticamente, devemos reconhecer que os norte-americanos buscavam com essa poltica criar as condies ideais para que eles prprios pudessem exercer um domnio, ainda que dentro de outras circunstncias, do continente americano. Resposta: A02. Quando analisamos o Perodo Colonial brasileiro, percebemos o exclusivismo da ao catlica jesutica em comunho com o Estado lusitano, garantindo a massifi cao do catolicismo na mentalidade indgena e na atmosfera cultural do Brasil naquele momento histrico. Durante a fase monrquica, sobretudo a partir da Constituio de 1824, identifi ca-se como um dos seus princpios a interdependncia entre a Igreja e o Estado na perspectiva do padroado e do beneplcito, inclusive com especifi cidades quanto ao monoplio catlico das manifestaes religiosas pblicas. Resposta: D03. Logo aps a independncia seguem-se os debates sobre a estruturao do poder no Brasil. A tentativa da aristocracia rural brasileira de limitar o poder do Imperador lavaram a dissoluo da Assembleia Constituinte de 1823. Convocado o Conselho de Estado, este oferece um projeto que foi prontamente outorgado pelo Imperador, pois coadunava com seus anseios e propsitos centralizadores. Entre as novidades da Constituio de 1824 estava a tetrapartio do poder com destaque especial para o Poder Moderador que pelo artigo 98 era prerrogativa exclusiva do Imperador. Dessa forma muito embora o texto constitucional mantivesse o executivo, legislativo e judicirio o artigo 99 garantia poderes excepcionais ao monarca. Destaque-se ainda que o voto censitrio com critrio fi xado na riqueza do indivduo favorecia especialmente aos portugueses. Essa postura excessivamente centralizadora suscitou reaes por parte da aristocracia como se observa, por exemplo, na Confederao do Equador em 1824. Resposta: B04. A Confederao do Equador, em 1824, representou uma reao das provncias do Nordeste ao autoritarismo do imperador D. Pedro I. Neste movimento, as elites nordestinas manifestaram sua insatisfao ao autoritarismo do Imperador ao dissolver a Assembleia Constituinte de 1823 e outorgar a Constituio de 1824, excessivamente centralizadora. No obstante ao movimento representar a insatisfao da aristocracia, ele acabou incorporando diversas camadas sociais, fato que provocou o temor das elites ante uma radicalizao. Ao ler os itens, podemos assim avaliar: na letra A, equivocado avaliar que a princpio os escravos tenham se associado luta da aristocracia contra o Imperador. Pelo texto, a mobilizao das camadas mais baixas manifesta-se no s contra o autoritarismo do poder central, mas contra o poder da prpria provncia, o que torna o item B falso, por associar a participao das camadas mais baixas ao desejo de subordinao do Rio de Janeiro. J o item C torna-se incorreto por associar os interesses das camadas mais baixas ao desejo de eliminar a autonomia do Rio de Janeiro. Por fi m, a letra E tambm falsa, por afi rmar que o desejo das camadas populares era garantir a ascenso de D. Pedro I ao trono, tendo em vista que a raiz do movimento era o questionamento das aes autoritrias do imperador. Resposta: B05. O episdio da Noite das Garrafadas refl ete o desgaste poltico e social do imperador D. Pedro I no Brasil. Entre os fatores que contriburam para a crise que culminou com abdicao do monarca em 1831, destacamos a sua postura excessivamente centralizadora e autoritria que se encontra presente no texto constitucional por ele outorgado em 1824, que estabelecia a si a prerrogativa do uso exclusivo do poder moderador, sendo este um poder acima dos demais. Resposta: EAnbal 07/12/2015 Rev.: AC09585315_fi x_Aula 12 - Primeiro Reinado (1822-1831)

Recommended

View more >