07. 2 semestre de 2009 (prova)

Download 07. 2 semestre de 2009 (Prova)

Post on 02-Mar-2016

228 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Gabarito oficial O gabarito oficial da prova será divulgado a partir das 18 horas do dia 28/06/09, no site www.vestibularfatec.com.br e na Central de Informações ao Candidato. Divulgação dos resultados 1ª lista de convocados - 20/07/09 2ª lista de convocados - 23/07/09 Matrículas da 1ª lista de convocados - 21/07/09 da 2ª lista de convocados - 24/07/09 C Exame: 28/06/09 (domingo), às 13h30min • • • • • • • • • •

TRANSCRIPT

  • vestibular FateC - 2 seMestre 2009Exame: 28/06/09 (domingo), s 13h30min

    CaDerNO De QuestesNome do(a) candidato(a):________________________________________ N de inscrio: ________________

    Caro candidato,antes de iniciar a prova, leia atentamente as instrues a seguir:1. Este caderno contm 54 (cinquenta e quatro) questes em forma de teste e uma redao. 2. A prova ter durao de 4 (quatro) horas.3. Aps o incio da prova, voc dever permanecer no mnimo at as 15h30min dentro da sala do Exame, podendo levar este caderno de questes

    somente a partir das 16h30min.4. VocreceberdoFiscalasFolhasdeRespostasDefinitivaedeRedao.Verifiqueseestoemordemecomtodososdadosimpressoscorreta-

    mente.Casocontrrio,notifiqueoFiscal,imediatamente.

    5. Apscertificar-sedequeaFolhadeRespostasDefinitivasua,assine-acomcaneta esferogrfica de tinta preta ou azul no local em que h a indicao: ASSINATURA DO(A) CANDIDATO(A).

    6. A Folha de Redao estar personalizada com os seus dados, mas no dever ser assinada.7. ApsorecebimentodasFolhasdeRespostasDefinitivaedeRedao,noasdobreenemasamasse,manipulando-asomnimopossvel.

    8. Cada questo contm 5 (cinco) alternativas (A, B, C, D, E), das quais somente uma atende s condies do enunciado.9. Responda a todas as questes. Para cmputo da nota, sero considerados apenas os acertos.10. Os espaos em branco contidos neste caderno de questes podero ser utilizados para rascunho.11. Estandoasquestesrespondidasnestecaderno,vocdevertranscrevertodasasalternativasassinaladasparaaFolhadeRespostasDefinitiva,

    utilizando caneta esferogrfica de tinta preta ou azul.12. Questescommaisdeumaalternativaassinalada,rasuradaouembrancoseroanuladas.Portanto,aopreencheraFolhadeRespostasDefinitiva,

    faa-o cuidadosamente. Evite erros, pois no ser possvel a sua substituio.13. PreenchaasquadrculasdaFolhadeRespostasDefinitiva,comcaneta esferogrfica de tinta preta ou azul e com trao forte e cheio, conforme

    o exemplo a seguir

    A B C D E14. recomendvelquevocelaborearedao,primeiramente,noespaoreservadonofinaldestecadernodequestes,ondehaindicao:

    RASCUNHODAREDAO,e,aps,transcrev-laparaaFolhadeRedao,utilizandocaneta esferogrfica de tinta preta ou azul.15. Quandovocterminaraprova,aviseoFiscal,poiselerecolherasFolhasdeRespostasDefinitivaedeRedao,nasuacarteira.Aotrmino

    daprova,vocsomentepoderretirar-sedasaladoExameapsentregarasuaFolhadeRespostasDefinitiva,devidamenteassinada,eaFolhade Redao ao Fiscal.

    16. EnquantovocestiverrealizandooExame, terminantemente proibidoutilizarcalculadora,telefonecelular,bip,pager,computadoreas-semelhados,radiocomunicador,chapu,bon,leno,gorro,culosescuros,corretivolquidoouquaisqueroutrosmateriais(papis)estranhos prova.

    17. O desrespeito s normas que regem o presente Processo Seletivo Vestibular, bem como a desobedincia s exigncias registradas no Manual doCandidato,almdesaneslegaiscabveis,implicamadesclassificaodocandidato.

    18. SereliminadodoExameocandidatoque:

    no apresentar um dos documentos de identidade originais exigidos no Manual do Candidato; sairdasalasemautorizaodoFiscal,comousemocadernodequestese/ouasFolhasdeRespostasDefinitivaedeRedao;

    utilizar-sedequalquertipodeequipamentoeletrnicoe/oudelivroseapontamentos;

    comunicar-se com outro candidato durante a prova; ausentar-sedoprdiodurantearealizaodoExame,independentedomotivoexposto;

    realizaraprovaforadolocaldeterminado.

    19. Aguarde a ordem do Fiscal para iniciar o Exame. Boa Prova!

    Gabarito oficial O gabarito oficial da prova ser divulgado a partir das 18 horas do dia 28/06/09, no site www.vestibularfatec.com.br e na Central de Informaes ao Candidato.

    Divulgao dos resultados1 lista de convocados - 20/07/092 lista de convocados - 23/07/09

    Matrculasda 1 lista de convocados - 21/07/09da 2 lista de convocados - 24/07/09

  • 2 VEstiBulAr 2 sEm/09 FAtEC

    HistriA

    No processo de conquista, os espanhis dominaram e exploraram os povos do Imprio asteca que formavam uma civilizao que

    (A) desenvolveu engenhosos sistemas de irrigao para a agricultura, o que possibilitou uma grande concentra-o humana e uma grande hierarquizao social.

    (B) praticava o ritual antropofgico cotidianamente fundamentados na crena de que a carne do inimigo desper-taria o esprito guerreiro dos artesos e dos camponeses.

    (C) talhou pequenas construes de pedra de forma irregular, pois desconheciam tcnicas de lapidao e ti-nham poucas noes de matemtica e de geometria.

    (D) possua uma estrutura social igualitria, j que cada indivduo tinha um papel importante na sociedade, no existindo privilgios de qualquer natureza.

    (E) adotou uma espcie de repblica constitucional como forma de governo, que garantia o equilbrio e a harmo-nia entre os poderes executivo, legislativo e judicirio.

    Considere a foto.

    Participantes do Congresso da Primeira Internacional Operria, reunidos em 1865.(VICENTINO, Claudio e DORIGO, Gianpaolo. Histria para o Ensino Mdio. So Paulo: Scipione, 2002. p. 346)

    No contexto histrico europeu do sculo XIX, os participantes desse Congresso defendiam

    (A) o fim do intervencionismo governamental na economia e na sociedade e a restaurao da liberdade de produo e comrcio.

    (B) a aprovao de leis que garantissem a inviolabilidade da propriedade privada, considerada um direito sagra-do dos homens.

    (C) a idia de que os sindicatos deveriam se transformar em associaes mediadoras nos conflitos entre o ca-pital e o trabalho.

    (D) a criao de um movimento de trabalhadores que priorizasse a luta pela justia social atravs da solidarie-dade crist.

    (E) a organizao do movimento de trabalhadores visando definio de aes contra as condies vigentes no sistema capitalista.

    Questo 1

    Questo 2

  • VEstiBulAr 2 sEm/09 FAtEC 3

    Analise atentamente as informaes do esquema a seguir.

    (CAMPOS, Flavio. Oficina de Histria: Histria do Brasil. So Paulo: Moderna, 1999, p. 193)

    possvel perceber no esquema caractersticas da estrutura poltica brasileira de um perodo no qual

    (A) os analfabetos passaram a ter o direito formal de participar das eleies, seja por meio do voto ou como candidatos a cargos polticos no legislativo.

    (B) os deputados eleitos de oposio, ou que no merecessem a confiana do governo, poderiam ser impedidos de assumir o seu mandato parlamentar.

    (C) o governo federal fechou o Congresso Nacional, retirando os poderes do legislativo e do judicirio, fortale-cendo demasiadamente os poderes do executivo.

    (D) o sistema parlamentarista vigorou por longo tempo, momento em que o poder poltico deslocou-se do exe-cutivo federal para o legislativo estadual e municipal.

    (E) o Departamento de Imprensa e Propaganda controlou todas as atividades polticas, impedindo que os parti-dos de oposio apresentassem seus candidatos.

    A Poltica dos Governadores

    Presidncia da Repblica (Executivo Federal)

    Cmara dos Deputados (Legislativo Federal)Deputados e senadores diplomados

    (considerados leais ao governo)

    Comisso de Verificao de Poderes(validao da eleio dos Deputados Federais)

    Deputados degolados(opositores ao governo federal)

    Deputados Federais Eleitos

    Presidentes Estaduais

    Assemblias Legislativas Estaduais(deputados estaduais)

    Coronis (atuao nos municpios)

    Eleitores(currais eleitorais)

    Oposio reduzida Apoio poltico

    Obr

    as p

    blic

    as, V

    erba

    s

    Obras pblicas, Verbas

    VotoVoto

    Questo 3

  • 4 VEstiBulAr 2 sEm/09 FAtEC

    Aps a dcada de 1990, foi possvel ver de maneira mais clara as mudanas nas formas de organizao do trabalho, principalmente nos pases industriais. Identifique a alternativa que apresenta uma dessas mudanas.(A) As classes operrias tornaram-se vtimas das novas tecnologias, sobretudo os homens e mulheres no-qua-

    lificados das linhas de produo em massa, que poderiam ser mais facilmente substitudos por maquinrio automatizado.

    (B) O movimento sindical ganhou fora aps a incluso de grandes massas operrias, que obtiveram lugar garantido no mercado de trabalho principalmente nas empresas de alta tecnologia, tanto nacionais como estrangeiras.

    (C) Os trabalhadores industriais passaram a ter um papel de destaque no processo produtivo, pois os novos equipamentos fabris, para serem acionados e controlados, dependiam de grande quantidade de fora hu-mana bruta.

    (D) As indstrias modernas, ao intensificarem a produo de manufaturas, atraram um grande contingente de populao rural, com baixa qualificao e com salrios reduzidos, para os grandes centros urbanos dos pases centrais.

    (E) A organizao fabril, baseada nos moldes do fordismo, necessitava de operrios com pouca instruo es-colar para trabalhar no controle da produo como forma de garantir a disciplina e a reduo do grau de contestao sindical.

    Considere o Cartum elaborado por Luiz Geraldo Ferrari, em 1975.

    Ao relacionar a viso do cartunista ao perodo histrico referido, pode-se depreender que o personagem do cartum vivia um contexto no qual

    (A) os militares democrticos aprovaram leis criando um novo sindicalismo desatrelado das mos do Estado e com autonomia em relao s decises patronais.

    (B) os presidentes militares divulgaram amplamente o retorno ao Estado de direito, concedendo liberdade de imprensa e anistia aos presos polticos.

    (C) os militares da linha-dura, embora tivessem eliminado os focos de guerrilha, continuavam a enxergar sub-versivos por toda parte, praticando torturas e represso.

    (D) o presidente da Repblica veio a pblico reconhecer os excessos cometidos pelos militares da linha-dura contra as instituies democrticas do pas.

    (E) as foras armada