05 artigo cientifico

Download 05 artigo cientifico

Post on 05-Jun-2015

5.362 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 1. FACULDADE DA AMAZNIA ARTIGO CIENTFICO Prof. Esp. Joo Carlos Sinott Balbi

2. ARTIGOCIENTFICO APRESENTAO 3. ARTIGO CIENTFICO DEFINIRARTIGO CIENTFICO COMO UM ESPAO DE COMUNICAO QUEPRIORIZA CIENTIFICIDADE.

  • OBJETIVO ESPECFICO

4. ARTIGO CIENTFICO CONSTITUI UM ESPAO DE COMUNICAO SOBRE OS RESULTADOS DE UMA PESQUISA CONSIDERADA CIENTFICA, ISTO , QUE SE VOLTA QUESTO DA CIENTIFICIDADE . 5. ARTIGO CIENTFICO PARTE DE UMA PUBLICAO COM AUTORIA DECLARADA, QUE APRESENTA E DISCUTE IDIAS, MTODOS, TCNICAS, PROCESSOS E RESULTADOS NAS DIVERSAS REAS DO CONHECIMENTO.

  • CONCEITO DE ARTIGO CIENTFICO

6. ARTIGO CIENTFICO TRABALHOS TCNICO-CIENTFICOS, ESCRITOS POR UM OU MAIS AUTORES, COM A FINALIDADE DE DIVULGAR A SNTESE ANALTICA DE ESTUDOS E RESULTADOS DE PESQUISAS. FORMAM A PARTE PRINCIPAL EM PERIDICOS ESPECIALIZADOS E DEVEM SEGUIR AS NORMAS EDITORIAIS DO PERIDICO A QUE SE DESTINAM. OS ARTIGOS PODEM SER DE DOIS TIPOS: a) originais, quando apresentam abordagens ou assuntos inditos; b) de reviso, quando abordam, analisam ou resumem informaes j publicadas. DEFINIO DE ARTIGO DE PERIDICO 7. ARTIGO CIENTFICO DEFINIO DE ARTIGO CIENTFICO

  • O ESTILO DE UM ARTIGO CIENTFICO BASTANTE FORMULADO, COM A MAIORIA DAS PUBLICAES SEGUINDO ALGUMA VERSO DO PADRO SEQENCIAL DE INTRODUO, MTODOS, RESULTADOS E DISCUSSO.
  • O MAIS IMPORTANTE QUE O EDITOR PRECISA ESTAR SATISFEITO COM O TEXTO, DE FORMA QUE CONTENHA INFORMAO SUFICIENTE PARA PERMITIR QUE O LEITOR AVALIE OS MRITOS DO TRABALHO E TEORICAMENTE POSSA REPETI-LO.
  • CLARO QUE OS TRABALHOS NO SO REPETVEIS, E EM TAIS CASOS O EDITOR PRECISA TER CERTEZA DE QUE OS DADOS SO SUFICIENTES PARA PERMITIR QUE OS LEITORES AVALIEM A EFICCIA DA INTERPRETAO DO AUTOR SOBRE OS RESULTADOS.

8. ARTIGO CIENTFICO

  • UM TEXTO DE REVISO TEM UMA PALAVRA DE ORDEM MAIS DIFUSA DO QUE UM TRABALHO INDITO DE PESQUISA: DOCUMENTAR E INTERPRETAR O DESENVOLVIMENTO E A TECNOLOGIA DE PONTA DE UMA DETERMINADA REA.
  • O PBLICO PARA UMA REVISO MAIOR DO QUE AQUELE PARA OS ARTIGOS CIENTFICOS E IR TIPICAMENTE ABRANGER VASTA FAMILIARIDADE COM A REA DO INICIANTE OU INTERESSADO OBSERVADOR DE FORA AO ESPECIALISTA.
  • O ESTILO DE UMA REVISO MENOS FORMULADO, E OS EDITORES TM DEBATES ACALORADOS ENTRE SI E TAMBM COM OS AUTORES, SOBRE O QUE CONSTITUI MATERIAL ANALTICO LEGTIMO.
  • O NICO CONSENSO PARECE SER QUE UMA REVISO DEFINIDA POR AQUILO QUE NO CONTM: NOTADAMENTE, PESQUISA INDITA E NOVOS RESULTADOS.
  • O EDITOR ESCOLHEU UM TPICO INTERESSANTE E UM AUTOR DE QUEM SE PODE ESPERAR UM ARTIGO DE AUTORIDADE.

DEFINIO DE ARTIGO DE PERIDICO 9. ARTIGO CIENTFICO

  • COMUNICAR OS RESULTADOS DE PESQUISA, IDIAS E DEBATES DE UMA MANEIRA CLARA, CONCISA E FIDEDIGNA.
  • SERVIR DE MEDIDA DA PRODUTIVIDADE (QUALITATIVA E QUANTITATIVA) INDIVIDUAL DOS AUTORES E DAS INSTITUIES A QUAL SERVEM.
  • SERVIR DE MEDIDA NAS DECISES REFERENTES CONTRATAO, PROMOO E ESTABILIDADE NO EMPREGO.
  • REFLETIR A ANLISE DE UM DADO ASSUNTO, NUM CERTO PERODO DE TEMPO.

FINALIDADES DO ARTIGO CIENTFICO 10. ARTIGO CIENTFICO

  • SERVIR DE MEIO DE COMUNICAO E DE INTERCMBIO DE IDIAS ENTRE CIENTISTAS DA SUA REA DE ATUAO.
  • LEVAR OS TESTE DE UMA HIPTESE, PROVAR UMA TEORIA (TESE, TRABALHO CIENTFICO).
  • REGISTRAR E TRANSMITIR ALGUMAS OBSERVAES ORIGINAIS.
  • SERVIR PARA REVER O ESTADO DE UM DADO CAMPO DE PESQUISA.

FINALIDADES DO ARTIGO CIENTFICO 11. ARTIGO CIENTFICO CONCEITO DE TRIANGULAO ESTRATGIA QUE COMBINA A APLICAO DE METODOLOGIA QUANTITATIVA E QUALITATIVA, UMA VEZ QUE AMBAS METODOLOGIAS NO SO CONCEBIDAS COMO OPOSTAS, MAS SIM, COMO COMPLEMENTARES. 12. ARTIGO CIENTFICO TOMADA DE DECISO

  • ESCREVER UM ARTIGO CIENTFICO (OU TESE, DISSERTAO, MONOGRAFIA) UMA TOMADA DE DECISO E IMPLICA NO CRESCIMENTO DO PROFISSIONAL EDE MELHORES OPORTUNIDADES NA CARREIRA.
  • ENVOLVE ASPECTOS METODOLGICOS, LEGAIS E TICOS DE REDAO, DE CRIATIVIDADE E TAMBM DE CUSTO E GERENCIAMENTO DE TEMPO.

13. ARTIGO CIENTFICO REDAO DO ARTIGO

  • AQUELE QUE SABEO QUECOMO , PROVAVELMENTE, ESCREVE UM BOM TRABALHO, MAS AQUELE QUE SABE O PORQU NO S ESCREVE UM TIMO ARTIGO, COMO TAMBM SABE CORRIGIR O PRPRIO TRABALHO E O DOS OUTROS AUTORES.

MOTIVAES DO AUTOR 14. ARTIGO CIENTFICO O DOMNIO PELO PESQUISADOR DOS ELEMENTOS CONSTITUTIVOS OU DA ESTRUTURA DE UMA PESQUISA POSSIBILITA ELABORAO DE UM ARTIGO CIENTFICO COM MAIOR FLUNCIA. ARTIGO CIENTFICO 15. ARTIGO CIENTFICO ARTIGO CIENTFICO OBJETIVO PARA QU FINALIDADE JUSTIFICATIVA POR QU ARGUMENTOS PROBLEMA O QU PERGUNTA(S) METODOLOGIA COMO MODO DE REALIZAR REFERNCIA LIVROS, ARTIGOS, DOCTOS HIPTESE DIRETRIZ DE RESPOSTA PROBLEMTICA CONTEXTO DO PROBLEMA ELEMENTOS DE APOIO ILUSTRAES, APNDICES E ANEXOS 16. ARTIGO CIENTFICO ELEMENTOS DO ARTIGO CIENTFICO

  • IDENTIFICAR OS ELEMENTOS DA ESTRUTURA DE UM ARTIGO CIENTFICO:
  • PR-TEXTUAIS
  • TEXTUAIS, DE APOIO AO TEXTO
  • PS-TEXTUAIS

17. ARTIGO CIENTFICO ELEMENTOS DO ARTIGO CIENTFICO ELEMENTOS PR-TEXTUAIS PR-TEXTUAIS

  • TTULO E SUBTTULO (SE HOUVER)
  • NOME DO(S) AUTOR(ES)
  • CRDITO(S) DO(S) AUTOR(ES)
  • AGRADECIMENTO (OPCIONAL)
  • RESUMO (NO IDIOMA DO PAS)
  • PALAVRAS-CHAVE OU DESCRITORES

18. ARTIGO CIENTFICO ELEMENTOS PR-TEXTUAIS TTULO ESTRATGICO E CRIATIVO O TTULO DE UM ARTIGO CIENTFICO COMO UMA ETIQUETA, POIS VISA ATRAIR O LEITOR NA SELEO DO QUE LHE INTERESSA. ASSIM, O TRABALHO SER LIDO, DISCUTIDO E CITADO, E DESTA FORMA, IR CONTRIBUIR PARA O DESENVOLVIMENTO DA CINCIA. 19. ARTIGO CIENTFICO ELEMENTOS PR-TEXTUAIS TTULO DEVE SER REDIGIDO COM EXATIDO, REVELANDO OBJETIVAMENTE O QUE O RESTANTE DO TEXTO EST TRAZENDO. APESAR DA ESPECIFICIDADE QUE DEVE TER, NO DEVE SER LONGO A PONTO DE TORNAR-SE CONFUSO, UTILIZANDO-SE TANTO QUANTO POSSVEL DE TERMOS SIMPLES, NUMA ORDEM EM QUE A ABORDAGEM TEMTICA PRINCIPAL SEJA FACILMENTE CAPTADA. O SUBTTULO OPCIONAL E DEVE COMPLEMENTAR O TTULO COM INFORMAES RELEVANTES, NECESSRIAS, SOMENTE QUANDO FOR PARA MELHORAR A COMPREENSO DO TEMA . 20. ARTIGO CIENTFICO ELEMENTOS PR-TEXTUAIS O QUE DEVE SER EVITADO GRIA, NEOLOGISMOS, ABREVIATURAS, SIGLAS, NOMES COMERCIAIS E FRMULAS. O USO DO GERNDIO TAMBM NO ACONSELHVEL E SE JUSTIFICA APENAS EM PESQUISAS FENOMENOLGICAS, POIS SO FEITAS DESCRIES DOS FENMENOS ENQUANTO ESTO OCORRENDO . 21. ARTIGO CIENTFICO ELEMENTOS PR-TEXTUAIS RESUMO

  • DEVE SER ESCRITO NO IDIOMA DO PAS
  • DEVE CONTER AT 250 PALAVRAS.
  • IMPORTANTE INFORMAR AO LEITOR:
  • OBJETIVO DO ESTUDO
  • METODOLOGIA UTILIZADA
  • QUESTO CHAVE
  • OS PRINCIPAIS CONCEITOS
  • AS PRINCIPAIS CONCLUSES OU RESULTADOS OBTIDOS.

22. ARTIGO CIENTFICO ELEMENTOS PR-TEXTUAIS PALAVRAS-CHAVE

  • DEVEM SER ESCRITAS NO IDIOMA DO PAS.
  • VOCBULOS MAIS RECORRENTES NA PESQUISA.
  • REPRESENTATIVIDADE NO SISTEMA DE INDEXAO DAS BIBLIOTECAS (CNPQ OU CAPES).

23. ARTIGO CIENTFICO ELEMENTOS DO ARTIGO CIENTFICO ELEMENTOS TEXTUAIS TEXTUAIS

  • INTRODUO
  • TEMA
  • OBJETIVO
  • RELEVNCIA
  • DESENVOLVIMENTO:
  • METODOLOGIA
  • RESULTADOS E DISCUSSO
  • ARGUMENTAO OU FUNDAMENTO LGICO
  • CONCLUSO

24. ARTIGO CIENTFICO ELEMENTOS TEXTUAIS ESTRUTURA LGICA E CONSTRUO DO CORPO DO TEXTO INTERAO REAL ENTRE MTODOS DA REA DA DESCOBERTA (DE PESQUISA) E OS DA REA DE JUSTIFICAO (DE EXPOSIO). 25. ARTIGO CIENTFICO ELEMENTOS TEXTUAIS PERGUNTAS SOBRE O ATO DE ESCREVER O TEXTO

  • QUEM ESCREVE?
  • O QUE ESCREVER?
  • A QUEM ESCREVER?
  • COMO ESCREVER?
  • QUANDO ESCREVER?
  • POR QUE ESCREVER?

26. ARTIGO CIENTFICO ELEMENTOS DO ARTIGO CIENTFICO APOIO AO TEXTO DE APOIO AO TEXTO

  • CITAES
  • NOTAS DE RODAP
  • ILUSTRAES
  • TABELAS
  • QUADROS
  • FIGURAS

27. ARTIGO CIENTFICO ELEMENTOS DO ARTIGO CIENTFICO ELEMENTOS PS-TEXTUAIS PS-TEXTUAIS

  • REFERNCIAS
  • APNDICES
  • ELABORADOS PELO AUTOR
  • ANEXOS
  • DOCUMENTOS
  • TRADUO DO RESUMO
  • DATA

28. ARTIGO CIENTFICO ELEMENTOS DO ARTIGO CIENTFICO ELEMENTOS PS-TEXTUAIS

  • SIGLAS
  • ILUSTRAES
  • TABELAS
  • REGRAS GERAIS DE APRESENTAO

29. ARTIGO CIENTFICO ELEMENTOS PS-TEXTUAIS SIGLAS QUANDO APARECEREM PELA PRIMEIRA VEZ, A FORMA COMPLETA DO NOME PRECEDE A SIGLA EXEMPLO : DE ACORDO COM A ASSOCIAO BRASILEIRA DE NORMAS TCNICAS (ABNT) . 30. ARTIGO CIENTFICO ELEMENTOS PS-TEXTUAIS ILUSTRAES DESENHOS, ESQUEMAS, FOTOGRAFIAS, QUADROS, MAPAS, GRFICOS, ENTRE OUTROS IDENTIFICAO NA PARTE INFERIOR, PRECEDIDA DO NOME, SEGUIDA DO NMERO DE ORDEM DE OCORRNCIA NO TEXTO E FONTE DEVE SER INSERIDA O MAIS PRXIMO POSSVEL DO TRECHO A QUE SE REFERE. 31. Foto1 - Sede do Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF) - SAIN Bloco C Asa Norte - Braslia - DF Fonte: Braslia (2005). Identificao seqencial por tipo de ilustrao Identificao da fonte semelhante citao dentro do texto Modelo de ilustrao (f