05 02 2015

Download 05 02 2015

Post on 07-Apr-2016

215 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

TRANSCRIPT

  • Assessoria de Comunicao ASCOM ascom@sst.sc.gov.br www.sst.sc.gov.br (48) 3664-0906 ou 3664-0753 Celular: (48) 9181-2626

    05/02/2015

    CLIPPING

    5 de Fevereiro

    de 2015

  • Assessoria de Comunicao ASCOM ascom@sst.sc.gov.br www.sst.sc.gov.br (48) 3664-0906 ou 3664-0753 Celular: (48) 9181-2626

    05/02/2015

    GOVERNO

    Notcias estaduais

  • Assessoria de Comunicao ASCOM ascom@sst.sc.gov.br www.sst.sc.gov.br (48) 3664-0906 ou 3664-0753 Celular: (48) 9181-2626

    05/02/2015

    Em Joinville, governador assina contrato do Badesc no

    valor de R$ 4 milhes

    O governador Raimundo Colombo estar em Joinville, nesta quinta-feira,5, para a

    assinatura de contrato do Programa Badesc Cidades Juro Zero, no valor de R$ 4

    milhes. O recurso ser repassado prefeitura para a pavimentao de ruas.

    Colombo tambm participa da posse da nova diretoria executiva, dos Conselhos

    Deliberativo e Fiscal, da diretoria do Instituto AJORPEME - tica e Desenvolvimento

    Social e dos Presidentes de Ncleos Setoriais da Associao de Joinville e Regio da

    Pequena, Micro e Mdia Empresa - AJORPEME.

    Servio

    O qu - Assinatura de contrato do Programa Badesc Cidades Juro Zero e posse da nova

    diretoria executiva, dos Conselhos Deliberativo e Fiscal, da diretoria do Instituto

    AJORPEME

    Quando Quinta-feira, dia 5 de fevereiro, s 20h

    Onde Centro de Convenes Expoville - Rua XV de Novembro, n 4315 - Glria - Joinville

    Sindicatos so convocados pela Secretaria de

    Administrao para receberem a contribuio sindical

    A Secretaria de Estado da Administrao (SEA) convoca os sindicatos representativos

    das categorias dos servidores pblicos estaduais para fazer a habilitao que d direito a

    receber a contribuio sindical. O prazo para a entrega da documentao at 23 de

    fevereiro. O valor da contribuio sindical, referente a um dia de trabalho do ms, ser

    descontado compulsoriamente de todos os funcionrios do Estado, conforme determina

    a legislao federal.

  • Assessoria de Comunicao ASCOM ascom@sst.sc.gov.br www.sst.sc.gov.br (48) 3664-0906 ou 3664-0753 Celular: (48) 9181-2626

    05/02/2015

    Em 2014, do Estado, aproximadamente 65 mil pessoas, que correspondem aos

    servidores ativos, civis, da administrao direta, autarquias e das fundaes tiveram o

    desconto na folha. O valor total foi de R$ 7,8 milhes 40% so divididos entre o Ministrio do Trabalho e entidades sindicais de grau superior (federaes,

    confederaes e centrais sindicais)de acordo com a filiao dos sindicatos,os outros

    60% so repassados aos sindicatos, conforme a base de cada categoria.

    Os interessados tero que entregar na Gerncia de Remunerao Funcional, que fica no

    prdio principal da SEA, os seguintes documentos: registro sindical no Ministrio do

    Trabalho e Emprego, estatuto atualizado, cpia da ata de posse da diretoria, Cadastro

    Nacional de Pessoa Jurdica (CNPJ) e endereo bancrio. O valor dividido proporcionalmente conforme a representatividade de cada sindicato. No ano passado,

    oito entidades receberam a contribuio sindical dos servidores estaduais, informa o gerente de Remunerao Funcional, Valmir dos Passos.

  • Assessoria de Comunicao ASCOM ascom@sst.sc.gov.br www.sst.sc.gov.br (48) 3664-0906 ou 3664-0753 Celular: (48) 9181-2626

    05/02/2015

    GOVERNO

    Notcias federais

  • Assessoria de Comunicao ASCOM ascom@sst.sc.gov.br www.sst.sc.gov.br (48) 3664-0906 ou 3664-0753 Celular: (48) 9181-2626

    05/02/2015

    Patrus Ananias reafirma compromisso com

    comunidades quilombolas

    Dando continuidade ao dilogo com a sociedade civil, o ministro do Desenvolvimento

    Agrrio (MDA), Patrus Ananias, recebeu, na manh de tera-feira (3), representantes da

    Coordenao Nacional de Articulao das Comunidades Negras Rurais Quilombolas

    (Conaq), na sede do Ministrio, em Braslia.

    Aps apresentar a histria da Coordenao, o representante Denildo Rodrigues

    apresentou a situao atual das comunidades quilombolas e as expectativas do

    movimento.

    H alguns anos, ramos invisveis para a sociedade, mas temos nos destacado com o apoio das polticas pblicas voltadas para os quilombolas. Queremos que essas aes

    continuem fortalecendo a nossa comunidade, destacou.

    O ministro pontuou o trabalho realizado pelo MDA e a importncia do fortalecimento

    das comunidades quilombolas.

    O Brasil tem uma dvida muito alta com a populao negra, por isso reafirmo o compromisso com os povos tradicionais, disse.

    No encontro, Patrus Ananias ainda ressaltou a importncia da participao dos

    movimentos sociais no desenvolvimento rural.

    Temos conversado muito com os movimentos sociais com o objetivo de garantir a participao de todos no desenvolvimento rural. Estamos cada vez mais comprometidos

    com essas causas e vamos continuar com esse trabalho, afirmou.

    Cidado pode verificar via internet se empregador est

    depositando contribuies ao INSS

    Os segurados da Previdncia Social, que tm parte da contribuio ao INSS feita por um

    empregador, podem conferir se essas contribuies esto sendo feitas corretamente.

  • Assessoria de Comunicao ASCOM ascom@sst.sc.gov.br www.sst.sc.gov.br (48) 3664-0906 ou 3664-0753 Celular: (48) 9181-2626

    05/02/2015

    Basta consultar o Cadastro Nacional de Informaes Sociais (Cnis) no portal da

    Previdncia Social por este link . necessrio informar o NIT/PIS/Pasep e a senha; que,

    por segurana, s pode ser retirada numa Agncia da Previdncia Social.

    O atendimento para obteno dessa senha deve ser agendado pelo pgina da Previdncia

    Social na internet ou pela Central de Atendimento 135.

    Os segurados correntistas do Banco do Brasil podem fazer a verificao nos caixas

    eletrnicos, pedindo um Extrato de Vnculos e Contribuies (opo 20 outros extratos), e no portal bb.com.br. J os clientes da Caixa Econmica Federal podem

    acessar o extrato por meio do internet banking e fazer a conferncia.

    J o recolhimento do Fundo de Garantia por tempo de Servio (FGTS) deve ser

    verificado na Caixa Econmica Federal.

  • Assessoria de Comunicao ASCOM ascom@sst.sc.gov.br www.sst.sc.gov.br (48) 3664-0906 ou 3664-0753 Celular: (48) 9181-2626

    05/02/2015

    Jornais e sites de

    notcias

  • Assessoria de Comunicao ASCOM ascom@sst.sc.gov.br www.sst.sc.gov.br (48) 3664-0906 ou 3664-0753 Celular: (48) 9181-2626

    05/02/2015

    Dengue se espalha para o Norte de SC

    DUAS TRANSMISSES FORAM confirmadas em Joinville, alm de outros cinco

    pacientes em Itaja

    Subiu para 74 o nmero de casos de dengue em Santa Catarina. Do total, 61 so

    autctones (transmitidos dentro do prprio Estado), sendo 59 registrados no municpio

    de Itaja, nos bairros So Vicente e Cordeiros, e dois em Joinville, um no bairro Vila

    Nova e outro em Pirabeiraba.

    O nmero de casos repassado pela Diretoria de Vigilncia Epidemiolgica (DIVE) na

    manh de ontem foi de 55 casos autctones confirmados, todos de Itaja. As outras seis

    ocorrncias de transmisso dentro do Estado (quatro em Itaja e duas em Joinville)

    foram divulga das pelas secretarias municipais de Sade. H tambm o registro de nove

    casos importados contrados em outros estados ou pases , e quatro casos confirmados em investigao: Itaja (1), Ararangu (1), So Jos do Cedro (1) e

    Blumenau (1).

    TRANSMISSO AUTCTONE SUPERA IMPORTADA

    a primeira vez nos ltimos oito anos que o nmero de pessoas que contraram a

    doena dentro do Estado maior do que o de casos importados. Essa caracterstica

    aumenta o risco de que a doena se espalhe para outros locais.

    O ano passado, com exceo de trs casos em Itaja, ns no tivemos transmisso. Os outros casos eram todos importados. Este ano ns estamos tendo um surto no Estado explica a gerente de vigilncia de Zoonoses da Secretaria de Estado da Sade, Suzana

    Zeccer.

    Em anos anteriores, as contaminaes ocorreram mais ao final do vero, perodo que

    concentra a reproduo do mosquito.

    Celesc vai decidir valor de reajuste em maro

    A Agncia Nacional de Energia Eltrica (Aneel) d incio amanh, a partir das 8h em

    Braslia, a uma srie de audincias pblicas para tratar da reviso tarifria extraordinria

  • Assessoria de Comunicao ASCOM ascom@sst.sc.gov.br www.sst.sc.gov.br (48) 3664-0906 ou 3664-0753 Celular: (48) 9181-2626

    05/02/2015

    nas contas de luz no pas. Nos encontros, ser discutida a possibilidade das

    distribuidoras de energia das regies Sul, Sudeste e Centro-Oeste realizarem reajustes

    de at 26% nas tarifas de energia eltrica a partir de maro deste ano.

    A Centrais Eltricas de Santa Catarina (Celesc) informou que ainda no tem um estudo

    finalizado sobre qual ser a alterao tarifria no Estado, mas a distribuidora catarinense

    dever se readequar aos novos preos a serem estabelecidos pela agncia reguladora

    assim que eles forem definidos.

    Caso o reajuste previsto se concretize, SC pode ter um novo aumento superior a 20%

    em um intervalo de seis meses. Isso porque em agosto do ano passado a Aneel aprovou

    que