-DA- Egreja Pr~sbyteriana no Brasil - presbyteriana... · SYN·O DO -DA-Egreja Pr~sbyteriana no Brasil…

Download -DA- Egreja Pr~sbyteriana no Brasil - presbyteriana... · SYN·O DO -DA-Egreja Pr~sbyteriana no Brasil…

Post on 13-Feb-2019

213 views

Category:

Documents

0 download

TRANSCRIPT

SYNO DO

-DA-

Egreja Pr~sbyteriana no Brasil

sesses effectuadas no Templo da Egreja Presbyteriana Unida de So Paulo,

Alaqaeda dos Bambs n. 4. de 12 a 20 de Julho de 1906-e no Templo da Egreja Presbyte!iana

do Rio de Janeiro, de ;; a 6 de Agosto de 1907

1913 CAMPINAS

Day Missions U. SYNODO

-DA--

Egreja Presbyteriana no Brasil tt'

-~*-

sesses effectuadas no Templo da Egreja Presbyteriana Unida de So Paulo,

Alameda dos Bambs n. 4, de 12 a 20 de Julho de 1906 e no Templo da. Egreja Presbyteriana

do Rio de Janeiro, de 1 a 6 de Agosto de 1907

1913 CAMPINAS

l1CTl1S Dl1 RcUNIftO DO SVNODO'

DA

Eereja Presbytet:'iaQa no 8rasil -- (1906)

'SESSOl

Aos doze dias do mez de' Julho de 1906, na ci-dade de So Paulo, na sala de cultos da Egrej Pres-byteriana Unida, Alameda dos Bambs. n.o 4, s 7 horas da noite, reuniu-se o Synodo da Egreja Presbyteriana no Brasil.

Acompanhado dos Revds.Erasmo Braga Ma-thathias dos Santos, 1.0 e 2. secretarios, subiu aopul-pito o Revd."1. R. de Carvalho Braga que, na quali-dade, de Moderador, prgoti o sermo de estylo, sobre I aos Corinthios, XV: 58.

Havendo ;terminado osexercicios religiosos, tomou assento o Synodo, com orao pelo Moderador.

Aberta a Sesso, responderam cham~daos se-guintes' ministros, e os seguintes presbyteros' foram .ar-rolados representantes de'. diversas Egrejas, sob a j-risdicoq,o Synodo.' .' . ' .

Do Presbyierio do R.io de janeiro: ' REvDs. Alvaro E. G. dos Reis, Dr. J. M. Ky"le, Sa-

muel R Gammon,. frat)klin .dO Nascimento, Mathathias dos Santos, Jos Oz~as Gonalves, Henrique Lo~o de Carvalho e ConstancIO Homero Omegna. .

'.0 ,! PRBSBYTEROS: Dr. .~ysanias de-Cerqeira Leite, da Egreja do Rio: EgXdio Veiga . Soares, da de S. Joo d'El Rei; JoaqllimJ~-. da Rocha, da de B.otafogo; Luiz A .. S.tu~, da de .Barra Alegre; Joo. Leandro de' faria, da e AltQJeq1,1itib~; Antonio Ooulart "de Faria, da de Manhuass. '

-4-

00 Presbyterio do Sul: Revds. G. L. Bickerstaph e A. A. Lino da Costa. pp P!,~sJ}ltl}rio, de ,-SJio . P,aulo ~. ~EVDS. J. C~ S. ~Schneider, Nlhdesto p, '8. de

Carvalhosa, Jos Zacharias de Miranda, ]. R. de Car-valho Braga, M-. A. de iVlenezes, Salomo Ferraz, Julio Sangt!inetti e Erasmo Braga. _ -' : _ ;,J~~ESBYTROS: _~t~ '~PedroS(J de Mt:>raes, tt Egreja (t A1ibai; P61talti Sanfi,'- da Italian; de -So Paulo~ W, R. Banks, da de Jugui:. Jo~ Carlos de Campos. da de Sorocaba: AntoI1Io Vlctonno Barbosa, da de Tatuhy~ Jos Gomes Villela, da Unida de So Paulo; Manoel Machado, da de PInheiros; Luiz Bernini, da de Cruz das Almas e :Fetrn\ndo Jos Pedroso, da de Itapetininga.

Do Presbyterio- Oeste de So. Paulo: R-E.yos. Jooo Vieira Biaffo, Laudelin0 de Oliveira

Lima,:IWd()m~r0 'Giir-c~a, Malle) Arruda de Camargo e Juv eljw:> .Q~ Mor--aes Ca~r~(!)'.-,- PRESBYTEROS: Eduardo Jos Duarte, da lE~eja de

Bo.tucaW,: J9S~ AugU5to Xav:ier; da

-5-~p\)s ; d .~clb,

Foi proposto e approvado que a acta da Sesso passad~ej8.,liq,: ~. pQJ-9yad~ \~a ~prQxima ,Se~so. . : . ;, /~Iw~ent~.se p, .Re.:vd~.Dfr .. .I1. S~A~Yn.

-6-

Pelo Moderador foram nomeados em Commisso, para o exame das actas do Synodo passado os' Revds. Dr. J. R. Smith, Anders Jansen e o presbytero Joaquim Rocha. '

As seguintes commisses foram ainda nomeadas pelo Moderador:

Papeis e Consultas: Revds. Dr. ]. R. Smith, Sa-lomo Ferraz e Presbytero Dr. Lysanias de Cerqueira Leite.

Exames t$as Actas do Presbyferio do Rio " Revds. Lino da Costa, Robert E. See e Presbytero J. G. Vil-leIa.

Exames das Actas do Presbyterio de S. Paulo. Revds. Juvelino de Camargo" Henrique Louro de Car-valho e Presbytero Eduardo Jos Duarte.

Exames das Acfas do Presbyferio do Oeste de So Paulo. Revds~ Dr~ S. Gammon, Mathathias dos Santos e Presbytero Joaquim Rocha.

Exame das Actas do Presbyterio de Minas: Revds. Bickerstaph, M. A. de Camargo e Presbytero Cazzulino.

Exames das Actas do Presbyterio do Sul: Revds. Dr. 11. S. Allyn, Baldomero Garcia e Presbytero Rug-geri.

Estatstica: Revds. Erasmo Braga, Anders Jan-sen e Presbytero Villela.

Do Presbyterio 'do Sul foi lida uma consulta sobre modificaes no Livro de Ordem. a qual foi entregue commisso de Papeis e Consultas.

(Vdeappendice n.O 2). Foi lida uma representao de ministros que tra-

balham na Bahia, pedindo a organisao do Presbyte-rio da Bahia e Sergipe. A' Commisso de Papeis e Consultas. ~.

(Vde appendice n.O 3)~ Mais as seguintes Comrnisses foram nomeadas

pelo Moderador: , , Misses Nacionaes: Revds. Jos Ozias, Dr. S. R.

Oammon e o Presbytero Joo de Carlos Campos. , PUblicaoes: Revds. Erasmo Braga, ,Franklin do

Nascimento e o Presbyte,o Dr. Lysanias de 'Cerqueira L~~' . '

Ministros' Invalidos: Revds. M. A. deCamargo, Henrique Louro de Carvalho e 'Presbytero Eduardo J. Duarte. "

-7-

Misses Extrangeiras: Revds. Alva J1ardie, Dr. l. M. Kyle e Presbytero Joo Carlos de Campos.

Foi apresentada, discutida e approvadaa seguinte proposta:

"Propomos que seja tomada a seguinte resoluo: O Synodo da Egreja Presbyteriana no Brasil, tendo em vista despertar um interesse mais directo dos membros das Egrejas suas jurisdiecionadas, recommenda que cada Egreja local levante uma 'contribuio para attender s despezas do expediente e representao, na razo de seiscentos ris por membro, triennalmente, e que desta quota sejam consagrados 400 ris s. despezas de viagens, 100 ris . hospedagem e 100 ris ao expedi-ente, isto , despezas de secretaria e publicao de Actas, e que estas contribuies sejam enviadas ao The-soureiro do Synodo" Matlzathias Gomes dos Santos e Lysanias de Cerqueira Leite.

Foi entregue Commisso de Misses Nacionaes uma representao do Presbyterio de Minas, referente s dietas Misses.

(Vde supplemento n.o 1). O Revd. Alvaro Reis apresentou a seguinte pro-

posta a qual, aps discusso, foi adoptada. "Proponho que as Commisses permanentes sejam

eleitas smente depois de terem sido ouvidos e ap-provados os respectivos relato rios."

A' Commisso de Misses Nacionaes foi entregue uma proposta assignada pelo Revd. Mathathias e Pres-bytero Lysanias, referente ao plano das Misses Na-cionaes.

(Vde supplemento n.O 4). Foi lida uma proposta para a mudana de Semi-

nario. A' Commisso de Seminario. A's 3 e 10 compareceu o Presbytero Banks. Apresentando relatorio parcial, a Commisso de

ExerciclOs Religiosos indica para prgar amanh noite o Revd. Mathathias Gomes dos Santos.

A's 3.25 da tarde o Synodo passou, sob proposta e approvao, a funccionar em Sesso intelocutoria.

A's 4.45 da tarde foi, por proposta, encerrada a Sesso interlocutoria e terminada a presente Sesso do

- 8--

S'yqo~, sen~o. c-onvo.cada a '.6\l{fa. S~~o( J)a.ta ;0 dia seguinh. S. n h0r~ Ri-beiro de Souza, da Egreja de So. CaJitos do Pinhal, e foi arrolado o sel,l pom.e, . .; .

Lidas as actas das,quas :Sesses autetiot~s, foram approvadas.

. A' C.oJIimiss~J deMiss~s' Naionaes' foi entreg,ue. uma, represefitao: do Presbyterio de So Paulo, pe-dindo adopo do plano de Misses Pres~yteriaes~

(V:de appendi.e: n.Q 5). ' foi lida Unta 'repr.esentao. do Presby.terlo Oeste

de So Pa~1'0 r;e{erente' Primeira- Egreja:: A' Commis-so de Papeis e Consultas,

(V de appe~dice n. o .6):. . . A Co.mmlssao de PapeIs e Consultas apres~ntou

o sew pr-ecer- sebre o. pedido de o.rganizao. db Pre$-byterio. da Bahia e Sergipe; que- fico.u s0bre a-M'esa' para s~. qjs.cuJhio ~mj tempo. oppontufi!!>.

(Vd,e.qPP~ijd(~e n. o 3)... . . . Sobre, , mesa fiou tambm o, parecer: :d. mesma;

Comniissb sobre a consulta do Presbyterio d Sul' em referencia a emendas no Livro de Otdem.

v.lto CommisSo de- Seminari0; pani- dar tIm parecer- mais efiniclo, -o. pateeet' apresentado por esta Cpmij1j~J em, refe!.:~nCia~ .. propo.sta! sobre: a couveni-encia( da. mud&l1a;da. s.de. do Seminarlo.. .

-9-

Sobre o respectivo assumpto apresentou o seu relato rio a Commisso encarregada de dar parecer sobre as modificaes do plano de Misses Nacionaes na passada reunio do Synodo e registrada em suas actas pagina 82.

(Vde appendice n.O 6). A Commlsso de Misses Nacionaes apresentou

o seu relatorio. (Vde appendice n.O 10). Foi proposto e approvado que este relatorio seja

discutido artigo por artigo~ Depois de muita discusso sobre este assumpto

foi adoptada a seguinte proposta: "Proponho que a proposta sobre a reorganizao

das Misses Nacionaes seja entregue a uma commisso de cinco membros com o pedido de confeccionarem um plano de Misses Presbyteriaes;

Que este relato rio entre em discusso conjuncta-mente com o relatorio da Commisso de' Misses Na-cionaes, j discutido em partes, e

Que a considerao deste relatorio seja a ordem do dia, para segunda-feira 1 e 30 da tarde. .

A seguinte commisso foi nomeada: Revds. Bal-domero Garcia, Herculano de Gouva, Juvelino de Ca-margo e Presbyteros Moyss Aguiar e Jos Augusto XavIer.

, A' 1 hora da tarde foi, por proposta, suspensa a sesso por meia hora.

A' 1 e 30 foi reaberta a sesso. Apresentou-se o Presbytero Banks, o qual, pro-

duzindo as razes de sua ausencia e irregularidade no seu comparecimento ao Synodo, foram estas acceitas.

Representando a Egreja de Campinas, do Pres-byterio de Minas, apresentou-se o Presbytero Benedict6 Ferraz da Cunha, sendo arrolado o seu nome.

A Commisso de Exercicios Religiosos apresen-tou o seguinte relatorio parcial:

" A Commisso recommenda que prgue amanh na Egreja da Liberdade, o Revd. Alva Hardie; na Egreja Unida, ao meio dia, o Revd. Herculano de Gouva, e noite o Revd. Alvaro Reis; na Egreja de Pinheiros, ao meio dia, o Revd. Omegna; na Egreja Unida, na

- 10-

~unda-feir~l s 7 horas da noite, o Rev. Lino da Costa" Zacharias ae Miranda, jlllio Sangainetfi e Jos G. Villela" .

Por proposta foi suspensa a sesso s 4,30 at noite, chamada do Moderador, orando o Presbytero Dr .. Lysanias.

Reabriu-se a sesso s 8 horas e 30 da noite. A Commisso encarregada de examinar as Actas

do Synodo passado apresentou o' seguinte relato rio que joi adoptado;

"A Commisso chama a atteno deste concilio para os seguintes pontos:

1.) Nas paginas 13 e 14 foi nomeada mna Com-misso para a reorganizao do Synodo, (Appendice n.O 16), a qual continuou at o presente Synodo, vde pagina 37, n.O 42. .

2.) Na pagina 43 menciona-se uma Commisso que deve dar parecer neste Synodo sobre o Esforo Christo.

3) Nas paginas 42 e 43 menciona-se uma Com-misso para estudar a reforma do plano de Misses Nacionaes, a qual deve dar o seu parecer neste Synodo. (Appendice n.O 40).

4.) Na pagina 55, n. 54, menciona-se uma Com-misso para estudar e propor emendas no Regimento Interno, devendo dar relataria neste Synodo" J. R. Smith, Relator.

Ficou sobre a Mesa o relatorio da Com misso no-meada para formular um plano para reorganizao do Synodo. .

Sobre a Mesa ficou tambem o relatorio da Com-misso de Papeis e Consultas, referentes Primeira Egreja de So Paulo.

Apresentou seu relatorio a Commisso Permanente de Misses Nacionaes. A' Commisso de Misses Na-cionaes para dar parecer sobre elle.

(Vde Appendice n.OS 8 elO). A Directoria do Seminario apresentou o s~u rela-

torio que foi entregue Com misso de Seminario~ (Vde Appendice fi.o 11) Pediram e obtiveram licena para se retirarem os

Revds. Dr. Henrique Vogel e ). R. Carvalho Braga.

-11-

A1s 9 e 15 da noite foi, sob proposta, levantada a sesso at segunda-feira, s 11 horas da manh, fa-zendo orao o Dr. S. R. Gammon.

Eu, segundo secretario, lavro esta acta e a assigno.

Salomo :Ferraz

SESSO V

No dia 16 de Julho de 1906, s 11 horas da ma-nh, dep9is dos exercidos religiosos dirigidos pelo Pres-bytero Moyss de Aguiar, continuaram os trabalhos do Synodo.

Feita a chamada faltaram com causa participada o Rev. Schneider e os Presbyteros Benedicto e Aquino, Banks, Pontalti Santi, Manoel Machado e Cazzulino.

Lida a acta da sesso anterir, foi emendada e approvada.

Ao sr. Sebastio Pinheiro, Presbytero rezente da Egreja de Campinas .foi permittido tomar no Synodo o logar do Presbytero Benedicto Ferraz da Cunha, apre-sentadas e acceitas as razes da ausencia deste ultimo.

Compareceu o Revd. Dr. George Butler o qual, acceitas as razes da sua demora, teve o seu nome ar-rolado entre os membros presentes do Synodo:

Sob proposta e approva01 alterou-se a ordem do dia, passando-se a tratar do assumpto de Misses Na-cionaes.

A' 1 e 15 da tarde, sob proposta, levantou-se a sesso por meia hora.

A' 1 e 45 reabriu-se a sesso. Contina a discusso sobre Misses Nacionaes. Como resposta consulta dos Presbyterios de

Minas e So Paulo e ao relatorio da commisso encar-regada de dar parecer sobre as modificaes do plano de Misses Nacionaes (Vde appendices n.os 1, 5 e 6) foi apresentada ao Synodo e adoptada a seguinte pro-posta:

"Proponho ~que o Synodo responda da forma se-guinte aos papeis enviados pelos Presbyterios de Minas e de S. Paulo. .

iz --= Os Presbyterios tm, nos termos do Plano de Mis-

ses Nacionaes e suas emendas nas Actas do Synodo de 1891, o direito de arrecadar e distribuir os dinheiros gue forem contribl;1idos para Misses. Nacionaes, com o fIm de serem appltcados dentro dos' lImites dos respe-ctivoS Presbyterios" Erasmo Braga.

O Revd. Zacharias, na qualidade de_ Thesoureiro Synodal e Redactor da Revista das Misses Nacionaes leu o seu relatorio, o qual foi entregue Commisso de Misses Nacionaes e Seminario. (Vde Appendice n.O 11).

Ais 3 e 15 compareceu o Revd. Schneider. A Commisso de Exercicios Religiosos apresentou

seguinte relatorio parcial, que foi adoptado" . "A Commisso recommenda Que prgue na quarta-feira, s 7 horas da noite, o Dr. George Butler, e na quinta-feira, s mesmas horas, o Revd. juvelin de Ca-margo. Zacharias de Miranda, Julio Sanguinetii eJos Gomes Villela.

E' apresentado o reltorio da Cmmisso de Se-minario sobre a mudana da sde deste estabelecimento. Entra em discusso este relatorio.

A's 3 e 20 foi, por proposta, sspens a sesso at depois. do culto, fa?endo ot~ o Moderador.

A's 8 e 30 da nOIte, depQls de orar o Revd. Dr. Gammon, reabtiu-se a sesso. .

Por proposta foi adiada a discusso sobre a mu-dana da sde do Seminario para o dia" seguinte, na primeira ordem do dia. .

Entra em discusSo o parecer da Commisso de Misses NacioI1aes sobre a reptesenta.o assignada pelo Revd. Mathathias dos Santos e Dr. Lysanias de Cef-qUira Leite. Dlsctido ponto por ponto o parecer, este approvado. Eis o parecer:

"A Commisso vem respeitosamente offetecer o seguinte relatorio parcial.

Ao memorial assignado pelo Revd. Mathathias e Presbytero Lysanias de Cerqueira Leite (Vde Appen-dice n. o 4) iecommendando que se responda do se-guinte modo:

1) Que vista deliberao do Synodo, dando maior desenvolvimento s Commisses Presbyteriaes, delibrao esta que ter como resultadodimmuir os fundos ao dispor da Commisso Synodal,. todas as ques-

- 13 -

tes oncernenteS s despezas da Thesouraria e redac-o (a e b) sejam deixadas ao criterio da Commisso Permanente Synodal.

2) Que o Synodo chame a atteno da Commis-so Synodal para O que se pede em (d e e), julgando'" o de alto valor" Jos Ozias, Relator.

Proponho que a Commisso Permanente de Misses Nacionaes distribua receita actualmente em caixa co n-forme o pedido das Commisses Executivas Presby-teriaes, na forma at agora vigente. Jos Ozias1 Re~ ltor.

Por proposta foram nomeados em commisso para receber o Snr. John Mott, que chega a esta cidade amanh, para. presidir a Conveno das Associaes Christans de Moos, os Revds. Gammon, Louro, Al-varo Reis, Menezes e Presbytero Moyss de Aguiar.

Ao Presbytero Basilio Braga, sob pedido do mesmo foi concedida licena para retirar-se.

A's 9 e 45 da noite levantou-se a sesso at o dia seguinte s 11 horas da manh, fazendo orao o Revd. Lino da Costa.

Eu, segundo secretario, lavro esta acta que assigno

Salomo J"erraz

S~SSO VI

. No dia 17 de julho de 1906, s 11 horas da ma .. nh continuaram os trabalhos do Synodo depois dos exercicios religiosos dirigidos pelo Revd. See.

feita a chamada faltaram, com causa justificada, os Presbyteros Cazzulino, Pontalti e Joaquim Rocha. .,

Lida a acta da sesso anterioI, emendada e ap" provada.

E' apresentada e lida uma petio assignada pelo Ptesbytero Benedicto Juvenal de Aquino solicitando a transferencia. da Egreja de Ubatuba; do Presbyterio elo Rio para o de So Paulo.

Por proposta foi esta petio votada directamente e acceita sem os considerandos, resolvendo-se que seja ella deferida e que a Egreja ,de Ubatuba seja arrolada entre as Egrejas do Presbyterio de So Paulo.

'"

- 14-

Uma commisso composta do Revd. Dr. Kyle e Ptesbytero Manoel Ribeiro dos Santos, foi nomeada, sob proposta para se entender com o pastor da Egreja Metliodista, afim de se obter a sala de cultos dessa Egteja, para e funccionamento do Synodo hoje noite, visto estar occupada nessa occasio a sala em que tem funccionado at agora o Synodo.

Foi apresentado relatorio da Commisso encar-regada de examinar as actas do Presbyterio de Minas. Ficou sobre a mesa.

Contina a discusso sobre a mudana da sde do Seminario.

A' 1 e 10 da tarde suspensa a sesso, sob pro-posta, at 1 e 40.

A' 1 e 40 reabre-se a sesso. A Commisso encarregada de entender-se com o

Pastor da Egreja Methodista relatou que foi cedido o salo da dita Egreja para funccionamento do Synoo, hoje noite.

Foi acceito e adoptado o seguinte relato rio da da Commisso de Misses Estrangeiras:

"Esta Commisso pede venia para relatar que ne-nhum relatorio recebeu da Commisso Permanente de Misses Estrangeiras, assim como nenhum papel refe-rente ao assumptos" Alva Hardie, Relator.

Contina a discusso sobre a mudana da sde do Seminario.

A' 1 e 15, por proposta passou o Synodo a func-cionar em Sesso secreta.

A's 2 e 10 compareceu o Presb~tero Dr. Lysanias que apresentou razes da sua ausencla na sesso an-terior, sendo as mesmas julgadas sufficientes.

Depois de discutida e adoptada a seguinte pro-posta:

"Proponho que a Directoria do Seminafio tenha plenos poderes para adquirir as propriedades de Cam-pinas, offerecidas pelo Committee de Nashville, pelo preo maximo de quinze contos de ris, porm sem condies relativas permanencia do estabelecimento lli, mu-dando-se o Seminario para aquella cidade no mais breve tempo possivel.

Caso, porm, no seja possivel obtermos aquellas propriedades, propomos que a mesma Directoria seja au-ctorisada a transferir a sde do Seminario para o Rio de

- lS-

Janeiro logo que seja possivel, tendo ainda a Directoria plenos poderes para alugar, arrendar e alienar a proprie-dade em So Paulo em qualquer desses casos." Alvaro R.eis, J. V. Bizarro e L. de Oliveira Lima.

Ao . Presbytero Eg;ydio Soare~, sob pedido, cpp-cede-se lIcena para retIrar-se no dIa segumte. .

A's 2 e 35 da t. volta o Synodo a funccionar em sesso secreta, a qual durou at s 2 e 45. '

O seguinte relatorio da Commisso de Misses Nacionaes adoptado depois de discutido:

Livro da Thesouraria de M. Nacionaes

"A Commisso de M. Nacionaes j?fope que sejam "acceitos e approvados os livros da Thesouraria de M. "Nacionaes, quer o Diario, quer o Caixa.

"A Commisso prope que seJa lanado um voto "de louvor ao Revd. J. Zachanas de Mirana pelo aceio, "cuidado, correco e clareza de todo o trabalho da "Th eso uraria."

"A Commisso no pde deixar de pedir respei-"tosam ente um voto de profunda gratido para com esse "irmo que, pela Revista, enfrentou na defeza do Synodo "os adversarios deste colendo Concilio, recebendo em "pleno peito os mais tremendos golpes e aparando-os "galhardamente."

"Todos esses interesses de ordem financeira ces-"sam diante desse nobre e santo trabalho da defesa do "Synodo pela Revista das Misses" "Saia das Sesses, 17 de Julho de 1906. "O Relator Jos Ozias.}}

Relataria final de h1isses Nacionaes

"Snr. Moderador e mais membros do Synodo Presbyteriano. . ,

A Commisso de Misses Nacionaes vem respei-"tosam ente relatar que examinou com cuidado o Livro "de Actasda Commisso Permanente, recommendando-o "a sua approvao com as seguintes excepes: .

" 1.0) Na pagina 124 no consta da Acta q~e a ses-"so fosse aberta com orao. .

"2.0 ) Na pagina 128, na somma dos compromissos "do Presbyterio do Rio, em vez de 13:580$000 deve "Jr-se 13:579$000.

- 16-

II

:L A Commisso de Misses Nacionaes recommenda "que seja acceito e approvado o relato rio da Commis-"so Permanente.

"A Commisso ~rope que seja acceito e appro-"vado o relataria do Thesoureiro de Misses Nacionaes" Jos Ozias, Relator. (Vde appendice n.O 12).

Entra em discusso o parecer da Commisso de Papeis e Consultas em referencia consulta do Pres-byterio do Sul, depois de discutido e corrigido, foi adoptado na seguinte frma:

Em referencia consulta do Presbyterlo do Sul, esta Commisso emitte o seguinte parecer:

1.) Que se baixem aos Presbyterios para se ac-crescentarem ao Artigo 63, Cap. V, Parte I do Livro de Ordem, as seguintes palavras:

"O Pastor, porm, e um Presbytero podem cons-tituir quorum quando a Egreja s tiver dous Presby-teros regentes"

2.) Que na impossibilidade physica ou moral de comparecer um crente Sesso de sua Egreja que o citou para ser ouvido sobre faltas graves, por elle com-mettidas e confessadas, pde a Sesso julgal-o de ac-corda com a ultima parte do Artigo 92, Capitulo XII, Parte II do Livro de Ordem. j. R. Smith, Relator."

(Vde appendice n.O 2). Ao Presbytero Manoel Ribeiro dos Santos, sob

pedido, concede-se licena para se retirar no dia se-guinte.

Sobre a mesa ficou uma proposta do Revd. Al-varo Reis sobre a nomeao de eyangelistas synodaes.

Sobre a mesa ficou tambem o relato rio sobre Mi-nistros Invalidas. (Vde appendice n.O 12).

A Commisso nomeada para examinar as actas do Presbyterio de S. Paulo deu o seu relatorio que ficou sobre a mesa.

Depois de discutido foi adoptado o {Jarecer da Commisso de reorganisao do Synodo. Eis o pa-recer:

"Esta Commisso recommenda a organizas:o do Presbyterio de Bahia e Sergipe, composto dos Mmistros

- 17 -

e Egrejas do Synodo e 111lSSl0narios que quizerem se unir comnosco nestes estados e seus campos evange-listicos, de accordo com o pedido de que foi portador o Revd. Mathathias. j. R. Smith, Relator. (Vde ap-pendice n.O 3).

A's 3 e 50, sob proposta, foi suspensa a sesso at s 7 e 30 da noite na sala da EgTeja Methodista.

Orou o Revd. Laudelino. A's 7 e 30 da noite reabriu-se a sesso fazendo

orao o Revd. C. tI. Omegna. . Sendo apresentados, tomaram assento, como mem-

bros visitantes, os Revds. E. B. Crooks e A. da Silva Pinto, da Egreja Methodista.

foi acceita e adoptada por unanimidade de votos a seguinte proposta:

"Propomos que o Synodo por meio de uma COlll-misso, signifique Conferencia das Republicas Ame-ricanas, a reunir-se no Rio de JaIleiro, que a Egreja Presbyteriana no Brasil roga a Deus lhe conceda a Sua Sabedoria e seia servido encaminhar os trabalhos da Conferencia para o advento da -'paz continental. Erasmo Braga, L. de Oliveira Lima, Zacharias de Miranda e Samuel Oammon.

foram para este fim nomeados em commisso os Revds. Alvaro Reis, Herculano de Gouva. C. H. Omegna, Julio Sanguinetti e os Presbyteros Dr. Lysanias de Cer-queira Leite e Joo Leandro de Faria.

A uma commisso composta dos Revds. Zacha-rias, Lino da Costa e Presbyteros Dr. Lysanias e Joaquim Rocha foi entregue, para examinar, um plano de As-sociao Ministerial. (Vde appendice n.O 12).

Foi adoptado o seguinte parecer da Commisso de Papeis e Consultas em referencia representao do Presbyterio Oeste de S. Paulo, sobre a Primeira Egreja.

"A Commisso recommenda que a Primeira EgTeja de So Paulo seja dissolvida e o Secretario Perma-nente do Presbyterio Oeste de So Paulo seja autori-zado a dar cartas demissorias aos membros da dita Egreja para a Egreja Unida de So Paulo" j. R. Smith, Relator.

Foi adoptada unanimemente a seguinte proposta: "Proponho que se nomeie uma commisso de

cinco membros e que se pea Conferencia Annual

- 1~-

da Eg-reja Methodista Episcopal no Sul do Brasil que nomeIe uma Com misso de egual numero de membros Para juntamente considerarem a unio das Egrejas Pres-byterianas e Methodistas no Brasil. j. M. KJ'le.

. Foram nomeados para esta Commisso os Revds. Dr. John M~ Kyle, Dr. S. R. Gammon~ Alvaro Reis, Cons-tan~io 11 .. Omegna e o Presbytero ur. Lysanias de Cer-queIra Leite. .

Voltou respectiva commisso um relatorio da commisso de reorganisao do Synodo sobre a con-veniencia da organisao da Assembla Geral,

Uma proposta para a transferencia das Egreias de Botucat e Lageado do Oleo, do Presbyterio 'oeste de So Paulo para o de So Paulo baixou aos Presbyte-rios interessados para serem estes consultados.

Uma proposta para unio da Egreja Presbyteriana com a Methodista ficou sobre a mesa para ser entregue a uma Commisso nomeada pelo Moderador.

Para interpretar o Artigo 144, Parte I do Livro de Ordem fbi nomeada uma com misso composta dos Revds. Dr. 11. S. Allyn, Dr. S. R. Gammon, Zacharias de Mi-randa e Presb)'tero Moyss de Aguiar.

Entrou em discusso o relatorio da comillisSo ellcarregada de examinar o Livro de Actas do Presby-terio de Minas, sendo este relatorio adoptado, o qual se expressa do seguinte modo, depois de discutidas e votadas as correces.

"A Commisso nomeada para examinar o Livro de Actas do Presbyterio de Minas recommenda a sua approvao com as seguintes observ(:ies:

1) Na acta da de cima sexta reunio nota-se ter tomad assento o Presbytero Antonio de Souza, da Egreja de So Bartholomeu, sem comtudo reierir-se a qualquer excusa pela sua ausencia na sesso anterior. . 2) Em todas as ClS l-se que os ministros apre-

sentaram relatorios verbaes, o que vae' de encontro ao Regimerito Interno que os exige por scrjpto. E' lei do Synodo mandando archivar no Seminario Theol0 g-ico os relatorios ministeriaes que devem, portanto, ser escriptos.

3) Na acta da decima setima reunio, segunda sesso consta que o Revd. See foi nomeadO par uma omrriisso permanente antes de ser arrolado como miribto deste Presbyterio.

- 19-

4) Notando ser praxe deste Presbyterio dispensar ,o exame de Ministros Que pedem admisso como mem-bros, o Que vae de encontro ao Artigo 75, Cap. V Parte I do Livro de Ordem, conforme parecer desta commisso.

Sala das Sesses do Synodo. 16 de Julho de 1906. O. Bickerstaph e M. de Arruda Camargo.

Ao Pastor da Egreja Methodista foi dado, por una-nimidade, um voto de agradecimento pela sala Que, por seu intermedio, foi cedida ao Synodo para celebrar-se a presente sesso.

A Commisso de exerci cios religiosos apresentou relatorio pa~cial nos seguintes termos:

"A commisso recommenda Que prgue, amanh, "s 7 e 30 da noite, na Egreja Methodista o candidato "Manoel Alves de Brito. Zaeh arias, Sanguinetti e Vi/-leIa."

A's 9 horas da noite, sob proposta, foi levantada a sesso at o dia seguinte s 11 horas da manh, na Egreja Unida, fazendo orao o Revd. Lino da Costa.

Eu, segundo secretario, lavro esta acta e a assigno

Salomo 7erraz.

SESSO VII

No dia 18 de Julho de 1906, na sala de cultos da Egreja Unida, s 11 horas da manh, dirigidos pelo Revd. Baldomero os exercicios religiosos, continuaram os tra-balhos do Svnodo.

feita aV

chamada, faltaram com causa participada o Revd. Franklin e os Presbyteros Cazzulmo e Joo Carlos de Campos.

Ao Revd. Baldomero foi concedida licena para retirar-se quando quizer.

Pelo moderador foi nomeada a seguinte commis-so de Licenas; Dr. J. M. Kyle, Dr. Jorge Butler e Presbytero Villela.

Estando prese,nte o Revd. W. BagbY, da Egre.ia Baptista,' foi o mesmo, sob proposta, recebido como membro visitante.

- 20-

A seg-uinte proposta para discusso e votao da qual passou o Synodo a funccionar em sesso secreta foi discutida e adoptada por este Concilio:

O Synodo, por amor paz e fraternidade evan-g-elica, aconselha aos membros da Eg-reja Presbyteriana no Brasil que se abstenham da Maonaria. Romanos, XIV, 1- 14.

Ora, quanto ao que est enfermo na f, recebei-o, no em contendas de disputas. Porque um cr que de tudo se pde comer; e outro, que enfermo, come le-g-umes. O que come no despreze o que no come, e o que no come, no julgue o que come; porque Deus o recebeu por seu. Quem s tu, que julgas o servo alheio? Para seu proprio Senhor est em p, ou ce; porm estar firme; porque poderoso Deus para o firmar. Um faz differena entre dia e dia, mas outro julg-a iguaes todos os dias. Cada um esteja inteiramente se-guro em seu proprio animo. Aquelle que faz caso do dia, para o Senhor o faz: e o que no faz caso do dia, para o Senhor o no faz. O que come, para o Senhor come, porque d graas a Deus; e o que no come, para o Senhor no come, e d g-raas a Deus. Porque nenhum de ns vive para si: e nenhum morre para si. Porque se vivemos, para o Senhor vivemos; se mor-remos, para o Senhor morremos. De sorte que, ou vi-vamos, ou morramos, somos do Senhor. Porque para isto tambem morreu Christo, e resuscitou; para ser Se-nhor tanto dos mortos, como dos vivos ..

Mas tu, porque julg-as a teu irmo ?Ou tu tambem, porque desprezas a teu irmo? Pois todos havemos de comparecer ante o tribunal de Christo.

Porque est escripto: Vivo eu, diz o Senhor: que todo o joelho se dobrar diante de mim, e toda a lingua confessar a Deus. De maneira que cada um de ns dar conta de si mesmo a Deus. Assim que, no nos julguemos mais uns aos outros; mas antes Julgai isto, a saber, que nenhum tropeo ou escandalo ponhaes ao irmo.

Eu sei, e estou certo no Senhor Jesus, que ne-nhuma coisa de si mesmo immunda, seno para aquelle que alguma coisa julg-a ser immunda, para esse im-munda. Mas se por amor da comida se contrista teu irmo, j no andas conforme a caridade. No destruas com a tua comida aquelle por quem Christo morreu.

- 21 -

No seja pois blasfemado o vosso bem; porque o reino de Deus no comida nem bebida, seno a justia, e paz, e alegria pelo Espirito Santo. Porque quem nisto serve a Christo, agradavel a Deus e acceito aos homens. Sigamos pois as coisas que servem para a paz, e para a edificao de uns para com outros. No des-truas por amor da comida a obra de Deus.

So Paulo, 17 de Julho de 1906. F. J. C. Schneider, Samuel R. Gammon, M. A. de Menezes. Erasmo Braga (com restrico), Baldomero Garcia, Mafhathias G. dos Santos e George W. Butler."

Acabada que foi a votao desta proposta, todos os membros do Synodo, entoaram juntos e em p o l}ymno 184 da 2.a parte - Qual o adorno desta vida? f' o amor - depois do que, orou o Moderador ren-dendo graas a Deus.

Encerrada a sesso secreta, foi esta deciso, por proposta, annunciada em sesso publica.

A' 1 e 20 da tarde foi, por proposta, suspensa a sesso por meia hora. A' 1 e 50 reabriu-se a sesso.

Estando presente o Revd. J. L. Bruce, da Egreja Methodista foi apresentado e acceito como membro vi-sitante do Synodo.

A seguinte petio foi, sob proposta, baixada dos Presbyterios interessados para darem parecer na pro-xima reunio ordinaria do Synodo.

"Ao Venerando Synodo Presbyteriano

Presados Irmos

O Presbyterio Oeste de S. Paulo, considerando os limites do mesmo com o Presbyterio de So Paulo, pede licena para fazer a seguinte proposta a este ve-nerando Concilio:

1.) Prope que seja demarcado como limite dos mesmos Presbyterios na E. F Sorocabana a estao Boituva, ficando o Presbyterio Oeste com as Egrejas que esto no tronco e ramaes daquella estao;

2.0 ) Que assim resolvido fique a Egreja de Tiet e congregaes pertencendo ao dito Presbyterio Oeste.

Respeitosamente j. M. Camargo, 1.0 Secretario. A Commisso de Publicaes apresentou o seu

relatorio que foi adoptado com o seguinte Additivo:

-,22 -

"Proponho que o deficit da Commisso de Pu-blicaes, seja pago pela Thesouraria do Synodo, cor-rendo essa despeza pela verba Misses Nacionaes. Al-varo Reis. (Vde appendice 11. 13).

A commisso nomeada para dar parecer sobre as actas do Presbyterio Oeste de S. Paulo prope a sua approvao, com as seguintes excepes:

1.0) A pago 58 encontra-se a phrase obscura: "dia um baptizado registrado fra das actas"

2.) A pago 63 encontra-se duas vezes a palavra "commissionado", onde devia dizer-se "communicado"

3.) Nas actas das 7.a e 8.a sesses de 1903 no consta terem sido as mesmas . encerradas com orao, como estip_ula o Livro de Ordem. paragr. 57, P L

4.) Na acta da 4.11. sesso de 1903 no consta a leitura da acta da sesso anterior.

5.) A pagina 64, l-se que o Presbyterio approvou uma proposta pela qual foi dispensada a leitura das actas das sesses anteriores, sem constar o motivo de tal resoluo.

6.) As actas de }CJ04 e 1905 ainda no foram re-gistradas no livro competente o que, em qualquer cir-cumstancia, merece um reparo. -

Em vista disso a commisso recommenda que apenas sejam approvadas as actas que se acham trans-criptas no respectivo Livro.

Sala das Sesses, 18 de Julho de 1906. Samuel Oammon e Mathathias dos Santos.

A conunisso encarregada de examinar as actas do Presbyterio de So Paulo apresentou o se relato-rio, que foi adoptado nos seguintes termos:

A commisso nomeada recommenda a approvao das meSmas, notando-se o seguinte:

1.0) A' paginas 92 e 96 usado o vocabulo "le-vantar", ql!ando deve ser "suspender"

2.) Na 2.a, 4. fi e s.a sesses, pags. 91, 92 e 95 no consta a leitura da acta antecedente.

3.) Na ultima sesso annual, pago 103, no se men-ciona que tivesse sido dada a benam apostolica. Art. 57.

4.) Ainda na mesma reunio s se verifica leitura de acta .depois de passadas duas sesses.

A, commisso jl,llga seu dever notar a nitidez e correco conl que o livro cuidado pelo D. Secreta-

- 23-

rio Permanente, pedindo para mesmo um voto de louvor por parte deste venerando Concilio . ./. M. Ca-margo. Relator; Henrique Louro de Carvalho e Edu-ardo j. Duarte.

Em vista da resposta dos Presbyterios de So Paulo, em referencia s Egrejas de Botucat e Lageado do Oleo, ficou sem nenhum effeito a proposta nesse sentido. (Vde appendices n.os ]4, 15 e 16).

A seguinte proposta foi acceita, discutida e ado-ptada:

O 5ynouo recommenJa que ada Presbyterio eleja d'entre os seus membros um missiollario preshyterial com as attribuies, dentro do respectivo campo. que at agora tem sido conferidas ao Missionario Synodal.

Em ]8 de Julho do 1906. Lysannias de C. Leite. foi acceita e adoptada a seguinte proposta: Que a ComI11isso Permanente de Misses Nacio-

llaes eleia U111 Thesoureiro. ou entre os seus membros ou uma pessoa de sua confiana.

Passou-se em seguida a eleio da Commisso Permanente de Misses Nacionaes, por escrutinio se-creto. sendo eleitos para essa commisso os Revds. Herculano de Gouva, ]. Zacharias de Miranda, AI varo Reis, J. R. de Carvalho Rraga, Erasmo Braga e os Pres-byteros Dr. Lysannias de Cerqueira e Jos Gomes Vil-leIa.

f'oi acceito e adoptado o seguinte relatorio: A commisso nomeada para examinar o relatorio

da directoria do Seminario Theologico, e bem assim os Livros do Thesoureiro do mesmo estabelecimento, vem trazer o seu relato rio nos seguintes termos:

Propomos que seja approvado o Relatorio da Di-rectoria do Seminario Theologico e que, considerando o cuidado, asseio e clareza com que foram elahorados os Livros do Thesoureiro desse estabelecimento seia transcripta nas Actas deste Synodo a ~arte do mencio-nado Relatorio que se refere quellla Thesouraria.

Sala das Sesses, 18 de Julho de 1906. M. A. de Menezes. (Vde appendice 11. II).

E' a seguinte a parte do Relatorio referente Thesouraria do Seminario Thenlogico.

~,Egualmente. merece a gra!id,9 e os applausos .da "'EgreJa Presbytenana (') nosso lrmao Revd. Zachanas

- 24-

"de Miranda que, na qualidade de Thesoureiro, tem -sido incansavel em tudo fazer em favor das finanas "deste estabelecimento"

A's 4 horas da tarde foi, por proposta, levantada a sesso at o dia seguinte, s 11 horas da manh, fa-zendo orao o Revd. Alvaro Reis,

Eu, segundo secretario, lavro esta acta e a assigno Salomo Jerraz.

SEss.Ao VIII No dia 19 de Julho de 1906, s 11 horas da ma-

nh continuaram os trabalhos do Synodo dirigindo os exercicios religiosos o Presbytero Carlos Augusto Ri-beiro de Souza.

Feita a chamada faltaram com causa participada os Presbyteros Joaquim Rocha, Joo Carlos de Campos e o Revd. Schneider.

f ai lida, emendada e approvada a acta da sesso anterior.

foi recebida a seguinte communicao: "Communko a este Synodo, que o Presbyterio

"Oeste de S. Paulo reelegeu para Director do Seminario "o Revd. L. de Oliveira Lima"

"Em 18 de Julho de 1906. M. de Arruda Ca-margo Secretario Permanente.

foi acceito e adoptado o seguinte relatorio depois de discutido.

A com misso nomeada para examinar o livro de Actas do Presbyterio do Rio de Janeiro, pede a appro-vao do mesmo, com as seguintes observaes:

Na 2.a sesso da 1.a reunio diz-se que ella foi suspensa mas no consta proposta para isso.

Na 4.a sesso no se menciona o objectivo da queixa dada pelo Revd. Alvaro Reis contra a sesso da sua ~greja,

Na pagina 96 diz-se que foram feitas varias pro-postas sem se mencionar a approvao das mesmas.

Em algumas paginas nota-se falta de nitidez, de graphia e varias irregularidades de redaco.

Na pagina 126 se diz que o Revd. Omegna foi dispensado dos exames requeridos para o seu ar-

- 25-

rolamento no Presbyterio, por ter sido licenciado leIo mesmo, o que contrario ao Livro de Ordem. ino da Costa, Robert See, Jos Villela.

foi apresentado, acceito, discutido e adoptado o seguinte relatorio da commisso encarregada de dar pa-recer sobre a interpretao do Art. 144, Parte I, do Livro de Ordem: Para emendar a Constituio da Egreja Pres-byteriana no Brasil duas coisas so necessarias. 1.0) A re-commendao do Concilio Supremo. 2.0) A approvao da emenda recommendada pela maioria dos Presbyte-rios, sendo necessario uma maioria de dois teros dos Presbyterios, quando se trata de emendas no Livro de Ordem, e de tres quartos, quando se trata de emendar os Symbolos Doutrinaes. Satisfeitas estas duas condi-es, o Concilio Supremo obrigado a sanccionar a emenda assim recommendada e approvada.

E' possivel, portanto, estando em sesso ao mesmo tempo o Concilio Supremo e todos os Presbyterios, modificar a Constituio da Egreja durante as sesses de uma s reunio do Concilio Supremo.

Considerando que ha uma facilidade perigosa na modificao da Constituio da Egreja, esta commisso prope que o Synodo recommende e faa baixar a todos os Presbyterios as seguintes emendas ao Livro de Ordem;

1.0) O Livro de Ordem pde ser emendado me-diante recommendao do Concilio Supremo e appro-vao de dois teros dos Presbyterios, devendo haver o intervallo de seis mezes pelo menos entre a recom-mendao por aquelIe e a approvao por estes.

Os Presbyterios devem communicar mesa do Concilio Supremo o resultado do seu voto sobre a emenda proposta, e ella, quando a emenda tiver a ap-provao de dous teros dos Presbyterios, avisar Egreja e promulgar a lei que entrar logo em vigor.

2.) Os symbolos doutrinaes podem ser emen-dados mediante recommendao do Concilio Supremo, approvada por tres quartos dos Presbyterios, em reunio ordinaria, e approvada depois pelo concilio supremo em em sua subsequente reunio ordinaria. H. S. A llYll , Re-lator."

foi adoptado o seguinte relatorio da Commisso de Exercicios Religiosos:

- 26-

Tendo-se retirado o Revd. Jovelino de Camargo, que fra nomeado para prgar hoje, s 6,45 da tarde, esta commisso recommenda que prgue o Revd. Bi-ckerstaph. Zacharias, Sallgailletti e Villela.

A' 1 e 15 da tarde foi, sob proposta, suspensa a sesso por meia hora.

A' 1 e 45 reabriu-se a sesso. A seguinte resoluo foi adoptada pelo Synodo

depois de discutida: Considerando que o fim supremo da Egreja Christ

prgar aos homens Christo, e Christo crucificado; e Consiclerando que ainda lIa no Brasil vastas re-

gies onde este Evangelho no foi prgado, ficou re-solvido:

1.0, Que este Synodo se empenhe na iniciao de um movimento g'eral que tenha por fim a prgao do Evangelho em todos os municipios do Brasil nestes tres armos.

2.) Que o Synodo recommende aos Presbyteros e Commisso Synodal de NUsses Nacionaes a maior actividade possivel na realisao deste plano, indicando, sempre que fr possivel, homens que dediquem todo ou parte de seu tempo a este trabalho de evangelisao de novos campos.

3.) Que recommende s Egre.ias a maxima libe-ralidade nas offertas s Mjsses Nacionaes, afim de tornar possivel este movimento agxressivo.

4.) Que peam s Misses Extrangeiras, que tra-balham juntamente com este Synodo que se empenhem quanto fr possivel neste movimento.

5.) Que leve esta resoluo ao conhecimento de outras Egrejas Evangelicas no Brasil, djrectamente e por meio de Alliana Evangelica, convidando-as para tomarem parte na organisao e execuo deste movi-mento.

Estando presente o Revd. ti. C. Tucker, ministro da Egreja Methodista e Agente da Sociedade Bblica Americana, fOI o mesmo recebido como membro visi-tante, dando-se-lhe permisso de faltar, conforme a sua inteno, sobre os interesses da Sociedade de que agente, a qual celebra este anno o XC anniversario da sua fundao e o XXX do seu trabalho no Brasil.

Tomando a palavra o Revd. Tucker discorreu sobre este assumpto apresentando dados estatisticos

-- 27 -

animadores dos trabalhos das Sociedades Biblicas e ap-pellando para o concurso da Egreja Presbyteriana no Brasil, da qual o Synodo o mais alto representante.

Em nome do Synodo o Moderador respondeu ao Revd. Tucker manifestando a sympathia e o apoio deste Concilio bem como o de toda a Egreja Presby-teriana para com a obra da Sociedade Biblica Ameri-cana.

O seguinte relato rio foi acceito e adoptado: A commisso nomeada para dar parecer sobre o

plano de reorganisao da Sociedade de Montepio 1\,1i-nisterial vem apresentar o seu parecer.

A commisso estudou o plano e acha que a questo muito complexa e depende de estudo demo-rado e reflectido. E', portanto, de parecer que o Sy-nodo nomeie uma commisso especial para estudar o plano e dar parecer na proxima reunio ordinaria ou em reunio extraordinaria, caso seja convocada durante o interregno do Synodo. I Zacharias de Miranda, Ly-sallnias de C. Leite e Joaquim Rocha.

foram nomeados para dar J)arecer sobre este plano, no proximo Synodo, os Rev s: Zacharias de l'V1i-randa, Lino da Costa, Alvaro e o Presbytero Lysannias de Cerqueira Leite.

Foi apresentado, acceito, discutido, corrigido e approvado o seguinte Relatorio da C~)!nmissl) de exame de Actas do Presbyterio do Sul:

Esta commisso recommenda a approvao qas Actas dos Presbyterio do Sul com as seguintes obser-vaes: 1.0) Na acta de 10 de Julho de 1905, pagina 10, nota-se que foi apresentada e considerada uma appeliao ao Presbyterio contra a deciso da Egreja de Itaqui, o que irregular, pois uma appellao s tem lugar em casos e s permittida parte contra quem a sentena tiver sido proferida. (L. de O. Art. 114, da II Parte)._

2.) Na mesma acta, pago 13, tratando-se do mesmo assumpto; em vez de dizer (;appellao" devia se dizer queixa.

3.0 j Ainda na mesma acta, pagina 14, das linhas 24 a 30, ficam prejudicadas em seu sentido pela om-misso da palavra "prgaram" H. S. A llyn , Relator: 8aldomero Garcia e Palmyro Raggeri.

- 28-

F oram adoptadas as seguintes propostas: Proponho que nas actas seja lanado um voto de

pezar pelo passamento do Revd. Granja, fallecido du-rante o triennio 1903-1909. Em 19 de Julho de 1906. Erasmo Braga.

Proponho que o Synodo auctorize ao Revd. Car-valhosa, Moderador desta reunio, para representar este Concilio perante as Egrejas Evangelicas da Europa, nos paizes que porventura visitar em sua viagem pro-jectada. Em 19 de Julho de 1906. Erasmo Braga.

Proponho que o Synodo auctorize Directoria do Seminario que entregue Commisso de Publicaes, para sahirem appensos s actas, o programma e o re-gulamento do Seminario. Em 19 de Julho de 1906. Erasmo Braga.

F oram adoptados os seguintes relatorios: A commisso nomeada para dar parecer sobre os

documentos da Commisso Permanente de Publicaes relata que os papeis da referida Commisso Permanente j foram adoptados pelo Synodo, ficando porisso esta commisso dispensada do seu trabalho. Erasmo Braga, Franklin do Nascimento e juvenal de Aquino.

A Commisso de Estatistica relata que tem prompta a estatstica de 30 Egrejas. Faltam, porm, dados de 38 outras.

Daquellas so: 11 do Presbyterio de Minas

1 do Sul 5 de Bahia e Sergipe 6 " do Oeste de S. Paulo 1 de S. Paulo 6 " " do Rio, sendo

30 Egrejas o total. A Commisso de parecer que o Synodo recom-

mende aos Presbyterios que tomem providencias para que sejam enviados ao Secretario Permanente do Sy-nodo o res das Egrejas, dos Ministros e bem assim a estatistica geral das Egrejas, antes da reunio do Synodo. Erasmo Braga, Relator; Anders jansen e Jos Vil/ela.

A commisso sobre Ministros Invalidos apresen-tou o seu relatorio, que foi approvado nestes termos:

- 29 -

Alm da leitura do relatorio do Thesoureiro do Synodo e o exame do competente livro nenhum outro papeis nos chegou s mos.

Daquelle relatorio deprehende-se que durante o triennio foi entregue vi uva do Revd. Martinho de Oli-veira, do Presbyterio de Pernambuco, a importancia de 1 :500$000, existindo em caixa um saldo na importancia de 1:8198145. Recommenda esta com misso que seja ap-l?rovado o relato rio do Thesoureiro. M. A. Camargo, Relator: e H. S. Allyn.

A seguinte proposta foi acceita e adoptada: Proponho que seja sustentada a verba para au-

xilio do expediente da Secretaria Permanente do S.y-nodo. L. Oliveira Lima.

foi acceita e adoptada esta proposta: Proponho que o Synodo nomeie uma commisso

para confeccionar uma pastoral, na qual, alm de outros assumptos, faa entrar a deciso do Synodo sobre a questo Maonia. j. V Bizarro.

Em com misso para este fim foram nomeados os Revds. Erasmo Braga, Zacharias de Miranda e Pres-bytero Joaquim Rocha.

Sob proposta foi adoptado o seguinte: Que o Synodo seja dividido em dois e que seja

creado um Concilio Superior que dever ser conhecido como a Assembla Geral da Egre.ia Presbyteriana no Brasil.

Foi acceita e adoptada a seguinte proposta: Proponho que os dois Synodos sejam chamados

do NORTE e do SUL. O primeiro composto dos Pres-byterios do Rio de Janeiro, Pernambuco, Bahia e Ser-gipe, a organizar-se, e o segundo composto dos Pres-by!erios do Sul, So Paulo, Oeste de So Paulo e Minas. Alvaro Reis.

A seguinte proposta foi acceita e adoptada: "Proponho que baixe aos Presbyterios consulta

"para modificao do Livro de Ordem no ~ 8g, Parte "I, na seguinte maneira:

"A. reunir-se- de 3 em 3 annos no minimo "direito de enviar 2 ministros e 2 presbyteros. mais "de 1.500 membros."

Foi proposto e approvado que a presente reunio do Synodo, terminados os trabalhos actuaes, seja adiada at quinta-feira anterior ao 1.0 domingo de Agosto de

- 30-

1907, na Egreja Presbyteriana da Capital Federal, para o fim de ser deliberado tudo quanto fr necessario para entrar em vigor o novo regimen.

A seguinte proposta foi acceita e adoptada: Proponho que este Synodo auctorize a Commis-

so Permanente de Misses Nacionaes a pagar ao Revd. Zacharias o sala rio a que tinha direito como The-soureiro Synodal ainda este mez, visto s agora ser elle destituido deste cargo. M. A. Menezes e C. H. Omegna.

Foi proposto e approvado que se lanasse nas actas um voto de louvor Egreja e ao Reitor do Se-minario pela boa e carinhosa hospedagem offerecida ao Svnodo.

~ Por proposta, foi resolvido que seja celebrada amanh, ao meio dia, a sagrada communho, sob a pre-sidencia da Mesa do Synodo.

Um voto de especial louvor foi proposto e ap-provado se lancasse em acta esposa do Revd. Mo-derador pela su'a bondade, zelo e presteza no servio do lzlllCh de que os membros do Synodo tm se ser-v ido todos estes dias de sesso.

A's 4,40 da tarde foi, sob proposta adiada a Sesso at o dia seguinte a's 11 horas da manh, orando o Dr. Gammon.

Eu, segundo secretario, lavro esta acta e assigno

Sa/omiio :Ferraz

SESS-,-~O XI

No dia 20 de Julho de 1906, a's 11,15 da manh continuaram os trabalhos do Synodo, sendo os exerc-cios religiosos dirigidos pelo Revd. tIardie.

feita a chamada faltaram com causa participada () Revd. Alvaro Reis, Presbytero Pontalti Santi, e sem causa participada o Revd Schneider e Presbyteros Joo Carlos de Campos e Jos Rodrigues da Costa.

feita a leitura da acta da sesso anterior, foi esta approvada depois de corrigida.

- 31 -

Pelo Rev, Herculano de Gouva foi communicado que a Commisso Permanente de Misses Nacionaes elegeu para Thesoureiro do Synodo o Revd. Erasmo Braga.

Foi prop_osto e adoptado que se publiquem na Revista das Misses Nacionaes as principaes decises do Synodo.

Pelo Revd. Sanguinetti, Moderador do Presbyterio de So Paulo, foi communicado que aquelIe Concilio elegeu para director do Seminario o Revd. F j. C. Schneider.

Uma proposta do Revd. M. A. Camargo foi ac-ceita para ficar sobre a Mesa at a proxima reunio do Synodo. A seguinte proposta foi adoptada:

Proponho que o artigo do Regulamento Interno que manda eleger as Commisses Permanentes por es-crutinio secreto seja suspenso e que as outras Commis-ses Permanentes sejam reeleitas s preenchendo as vagas. J. lH. Kyle.

F oram eleitas as seguintes Commisses Perma-nentes que, sendo as vagas preenchidas, ficaram assim constituidas:

l11isses Nacionaes - Revds. Alvaro Reis, J. R. Carvalho Braga, E. Vanorden, Iierculano de Onuva, e os Presbyteros Drs. Lysannias de Cerqueira Leite e A. F Shaw.

A1isses Estrangeiras - Revds. Belmiro de Araujo Cesar, juventino Marinho, William Porter, G. E. Hen-derlite e o Presbytero Minervino Pessoa.

Ministros Illvalidos - Revds. M. A. de .Menezes, ]. Zacharias de Miranda, M. de Carvalhosa, Henrique Louro e o Presbytero Miguel de Campos.

Publicapes - Revds. Drs. H. S. Allyn,]. M. Kyle, Alvaro Reis, 1\1athathias G. dos Santos e os Presby-teros Alberto Meyer e Dr. Lysannias de Cerqueira Leite.

Edificao de Templos - Revds. N'\. Carvalhosa, j. R. Carvalho Braga, E. Vanorden e os Presbvteros Dr. Eliezer Saraiva e Coronel Antonio Pereira Oarcia.

Foi acceito e adoptado o seguinte relatorio: A commisso nomeada para apresentar emendas

ao Regimento Interno relata que no pde cumprir este

- 32-

dever e recommenda que a com misso seja dissovida. J. M. Kyle, Relator.

A seguinte proposta foi acceita e adoptada: Proponho que o Regimento Interno continue em

vigor por mais um anno. M. A. Menezes. A commisso relata que concedeu licena aos Dr.

S. Gammon, Revd. Jovelino de Camargo e aos Pres-byteros Carlos Augusto, Fernando Jos Pedroso, An-tonio Pedroso de Moraes, Antonio V Barbosa, Joo Leandro de Faria, Joaquim Rocha, Juvenal de Aquino e Jos Augusto Xavier.

A seguinte proposta foi acceita e adoptada: Proponho que seJa lanado nas actas da presente

sesso um voto de louvor Mesa pelo modo criterioso e justiceiro com que desempenhou o seu mandato. L. de Oliveira Lima.

A's 12,45 foi, sob pr0posta, suspensa a sesso at 1 e 30.

A 1 e 35 foi reaberta a sesso. Por proposta e approvao foi auctorizada a com-

misso encarregada de redigir a Pastoral a apresen tal-a na primeira reunio ordinaria do S"nodo.

A seguinte piOposta foi acceita e adoptada: Occorrendo !"!esta data o XXXV anniversario da

ordenao do Revd. lVloderador para o rninisterio do Evangelho, proponho que seja lanado em acta um voto de felicitaes aquelle venerando irmo com os desejos do Synodo pela conservao da sua vida e trabaihos na vinha do Senhor. M. A. Camargo.

1Vlais a seguinte proposta foi acceita e adoptada: Proponho que em vista de terem sido lidas e ap-

provadas todas as Actas menos a ultima que dever ser lida e discutida. Mathathias dos Santos.

Lida a presente acta foi approvada. A's 2 horas da tarde foi, sob proposta, adiada

para a La quinta-feira de Agosto de 1907, no Rio, a Qresente reunio do Synodo, orando o Moderador. Depois de cantado o h" mno "Deus vos guarde pelo seu poder" o Moderador despediu o Synodo com a benam apostolica.

Eu, segundo Secretario lavro esta acta e assigno

Salomo :Ferraz Sala das Sesses, 20 de Julho de 1906.

... "~- 33 -

SESSOES REALISADAS ---- NO

Rio de Janeiro ~E~SO 1

No primeiro dia do mez de Agosto de 1907, s 8 horas e 20 minutos da noite. no templo da Egreja Pres-byteriana da Capital Federal, ap6s o culto divino, em que prgou o Revd. Moderador sobre Colossenses, III: 11, foi pelo mesmo chamado o Synodo ordem, fazendo em seguida orao e ordenando ao secretario que pro-cedesse chamada.

Feita esta, responderam os seguintes Revds. Mi-nistros e Snrs. Presbyteros:

Do Presbyterio do R.io de Janeiro. Revd. Alvaro E. G. dos Reis, Dr. Samuel Gammon,

Revds. Franklin do Nascimento, Manoei Alves de Brito, Mathathias G. dos Santos, Jos Ozias Gonalves e Hen-Tique Louro de Carvalho .

Day Missins tibrary

. Presbyteros: Dr. Lysanni?l~. de C. L~!t~J da ~greja do RIO; Pedro Cesar, da EgreJa 'de JequltJba;- Joao Le-andro de Faria, da Eg-reja de Man'huass_; Ernesto Eckert, da Egreja de S. ]. do Ribeiro; Guilherme Stutz, da Egreja de Sumidouro; Romo Btis~.? d~ Mor'ae~, da ~ EgreJa de S. J. do Calado e Theodorb VolImer, da Egreja de Botafogo. -

Do Presbyierio do Sul.-Revds. G. L. Bicketstaph e A. A. Lino da Costa. Do Presbyterio de Pernambuco: Dr. J. R. Smith e Revd. William Calvin Porter. Do Presbyterio de So Paulo: Revds. Modesto P. B. de Carvalhosa e Erasmo

de Carvalho Braga. Presbyteros: srs. Ablio' Cesar Botto, da Egreja

Unida; Fernando Jos Pedroso, da Egreja de Itapeti-ninga e Pedro Baptista da Silva, da Egreja S. Joo da Christina.

-34-

Do Presbyterio Oeste de S. Paulo:

Revds. Joo V. Bizarro, Laudelino de O. Lima, Baldomero Garcia, M. A. Camargo, Jovelino Mo Ca-margo e os Presbyteros srso Torquato Margues, da Egreja de Palmeira; Eduardo Jos Duarte, da Egreja de Botucat; Moyss Campos de Aguiar, da Egreja de Dous Corregos ~ Leonardo de Campos, da Egre.ia de Boa Vista do Jacar e Manoel RibeIro dos Santos, da Egreja de Rio Claro.

Do Presbyierio de A1inas:

Revd. Herculano de Gouva e Presbytero sr. Se-bastio Pinheiro, da Egreja de Campinas.

Faltaram, sem causa participada, os seguintes mem-bros do Synodo, fresentes nas sesses anteriores, em So Paulo: Drs. o M. Kyle, ti. S. Allyn e Presbyteros srs. Joaquim Felix da Rocha e Antonio Goulart de Faria, do Presbyterio do Rio de Janeiro ~

Revds. F G. S. Schneider, Jos Zacharias de Mi-randa, J. R. de Carvalho Braga, ManoeI A. de Menezes, Julio Sanguinetti, Salom~o Ferraz e os Presbyteros srs. Antonio Pedroso de Moraes, PontaIti Santi, V/. R. Bankf, Joo Carlos de Campos, Antonio Victorino Bar-b08l., Manoel Machado e Luiz Bernini, do Presbyterio de So Paulo;

Presby~eros srs. Jos Augusto Xavier, Antonio Pereira Garcia, Jos Cazzulino e Felicio Lopes Ribeiro, do Presbyterio Oeste de So Paulo;

Revds. Alfredo Guimares, Anders ]ansen, R. D. Daffin, Alva l1ard:e, Robert E. See e os Presbyteros srs. Jos Rodrigues da Costa, Basilio Braga, Joaquim Jos Ferreira e Palmyro Ruggeri, do Presbyterio de Minas.

Verificado haver quorum, declarou o Moderador aberta a sesso.

Apresentaram-se ao Synodo os Revds. CorioIano Dias de Assumpo,do Presbyterio. de So Pulo e ManoeI Alves de Brito, do do Rio de Janeiro, os quaes foram arrolados e convidados a tomar assento.

Apresentou-se ainda o Revd. ,Octavio ]ensen, mi-nistro recem-ordenado do Presbyterio Oeste, qual foi arrolado, tomando assento.

- 35 -

Em seguida, sob proposta, levantou-se a sesso 12ara o dia seguinte s 9 horas da manh, orando o Revd. Moderador.

Eu primeiro secretario, lavro a presente acta, que assigno

]ff. de ./lrrucla r:amargo

SEHSO II

Aos dois dias do mez de Agosto de 1907" s 9 e 15 da manh, no log-ar do costume, continuou o Sy-nodo os seus trabalhos, dirigindo os exercicios religio-sos o Presbytero sr. Campos Aguiar.

Estando Rresentes os Revds. srs. Alexandre Tel-ford e Antonio Gonalves Lopes, respectivamente Pastor e Presbytero da Egre.ia Evangclica Fluminense, foram o~ mesmos apresentados ao Synodo e convidados a tomar assento como membros visitantes.

Feita a chamada e verificando-se haver quorum, foi pelo Revd. Moderador declarada aberta a sesso.

Lida a acta da ~rimeira sesso, foi approvada. Procedente da Bahia, recebeu o Synodo um tele-

gramma de saudaes, enviado pelo Revd. Ozias, para o qual teve o Revd. Moderador palavras de agradeci-mento, mandando que se registasse o facto em acta.

roram recebidas as resRostas por escripto dos Presbyterios de Minas, Rio de Janeiro, So Paulo, Oeste de So Paulo e Pernambuco, sobre a consulta aos mesmos baixada a respeito da mudana do artigo 92,72 Parte II, do Livro de Ordem ~ e informao oral do Revd. Mathathias, representando o Presbyterio Bahia e Sergipe. Ditos papeis e informaes foram Commis-so de Papeis e . Consultas .

. A pedido, e por proposta do Revd. Camargo, foi eleito para o logar de 2.0 secretario o Presbytero sr. Sebastio Pinheiro.

O Revd. Mathathias communica a organizao do Presbyteiio Babia e Sergipe, com 7 Egrejas e 4 ministros. Sob proposta, foi este Presbyterio arrolado entre os demais do Synodo.

Como supplente do primitivo representante da Egreja de Botafogo, foi pelo Revd. Alvaro Reis. apre-

- 36 -

sentado o Presbytero sr. Theodoro Vollmer, o qual fo arrolado e tomou assento.

O Revd. Moderador nomeou em Commisso de Exercidos Religiosos o Revd. Alvaro e Presbytero Dr. Lysanias. Em seguida deu esta commisso o seu rela-torio RarciaL

-; O Secretario Permanente do Presbyterio Oeste requer que a cbmmisso de exames das respectivas actas reveja a parte copiada desde a reunio transacta, o que deferido.

Pedido identico do secretario do Presbyterio de Pernambuco tem o mesmo despacho. \

O Revd. Mathathias apresenta o iivfO de: Actas do Presbyterio Bahia e Sergipe e o Moderador, para examinaI-o, nomeia uma commisso composta dos_ Revds. Herculano, Octavio J ensen e Dr. Lysanias. -

Tendo de extraviado o officio em que o respe-ctivo Secretario Permanente communicava a este Sy-nodo a organizao do Presbyterio Bahia e Sergipe, foi resolvido, sob proposta, tomar-se por termo a commu-nicao oral, anteriormente feita pelo Revd. Mathathias.

foi apresentada a seguinte proposta, que, posta a votos, recebeu plena approvao:

"Propomos que este concilio recommende s Egre.ias gue os pulpitos sejam reservados para os ministros e lIcenciados, e que, na falta destes, quem presidir s re-unies o faa junto a uma pequena mesa collocada . frente do pulpito. Rio, 2 de Agosto de 1913, Herculano de Gouva, Laudelino de Oliveira, Mathathias G. dos Santos, Lysanias de C. Leite, Joo Leandro de faria e Romo B. de Moraes.

Releva notar que, por proposta do Revd. Alvaro, s6 votaram neste a5sumpto os srs. Presbyteros regentes.

Pelo Revd. Erasmo foi apresentado o sr. Presbv-tero Abilio Cesar Botto, da Egreja Unida de So Paulo, o qual, dadas a3 -razes de sua ausencia sesso an-terior e julgadas sufficientes, tem o seu nome arrolado e toma assento.

Apresenta-se o Revd. A. B. Trajano, ministro ju-bilado, o qual toma assento junto do Moderador~

Achando-se presentes os Revds. Dr. fiosse H. C. Tucker, respectivamente Bispo e Ministro da 'Egreja Methodista EpIscopal do Sul,. so os mesmos apresen-

- 37-

ta dos ao Synodo~ que os recebe em p, e os convida a tomar assento como membros visitantes.

Sendo-lhes offerecida a palavra, dirigiu o Revmo. Dr. lioss .uma elevadissima e tocante saudao ao Sy-nodo, "como de Bispo para Bispo" Devidamente inter-pretada pelo Dr. Smith foi esta saudao respondida pelo Moderador.

Achando-se na casa o Revd. Alfredo Ferreira, Pastor da Egreja Presbyteriana Independente local, foi o mesmo apresentado ao Synodo, estendendo-lhe o Moderador a dextra e convidando-o a tomar assento, como membro visitante.

Foi recebida do Revd. Zacharias uma carta na qual o mesmo pedia desculpas por no estar presente ,ao Synodo e expressando os seus desejos para que Deus abenoasse todos os trabalhos deste concilio.

A's 11 horas e 25 da manh, sob proposta, foi suspensa a sess(j at a uma hora da tarde.

A' 1 hora da tarde foi reaberta a sesso, orando o Revd. Moderador.

Pelo Revd. Mathathias foi proposto o levantamento de uma proposta sobre Associao Beneficente Minis-terial, a qual se achava sobre a mesa. foi approvado.

Pelo Revd. Alvaro foi proposto que se designass'e o di seguinte, s 10 horas da manh, para ser ouvido o Revd. H. C. Tucker, agente da Sociedade Biblica Americana, sobre o trabaiho e interesses da mesma. ficou 'assim resolvido. -' Pelo Revd. Franklin foi o Synodo convidado a vi-

sitar o templo do Riachuelo, em construco, do qUll \ S.; s. pastor. O Synodo resolveu fazeI-o incorporado ) amanh, ao meio dia. ".", "

O Revd. Mathathias apresentou a- seguinte pro-posta, que foi approvada:

"Proponho que seja eleito por escrutinio secreto um professor nacional para o Seminario Theologico do Synodo. M. O. Santos."

Achando-se na casa o Revd. Antonio Marques, da Egreja Evangelia do Encantado, foi o mesmo con-vidado a tomar assento como membro visitante.

Pelo Revd. Moderador foi nomeado o Revd. Franklin pra completar a Commisso de Papeis e Consultas.

-38-

Ainda pelo Revd. Mathathias foi apresentada a seguinte proposta, Que, submettida a votao, foi ap-provada:

"Proponho que o Synodo passe a tratar da es-colha do professor nacional para o Seminario Theolo-gico, e da manuteno do mesmo. M. O. Santos."

Procedendo-se, em seguida, eleio, por escru-tinio secreto, recahiu esta sobre o Revd. Erasmo Braga.

Do Revd. Lenington, do Paran, recebeu o Sy-nodo um telegramma (Appendice n.o 18) que por conter resposta consulta baixada aos Presbyterios, foi man-dado Commisso de Papeis.

Pelo Revd. Alvaro foi apresentada a seguinte pro-posta, Que, acceita e discutida, foi approvada:

"ProP9nho Que o S\nodo faa um appello aos crentes e Egrejas jurisdiccionadas a este concilio, afim de levantarem compromissos mensaes, de I~OOO para cima, com o fim de auxiliar a manuteno'" do professor na-cional, que no dever ter um ordenado inferior a 4(){)S mensaes. Alvaro Reis."

Sobre esta proposta fallaram diversos ministros e presbyteros, concItando e promettendo auxilio pecunia-rio e apoio moral para a manuteno do professor na-cional do Seminario.

" A Commisso de Papeis e Consultas apresenta o seu relatorio parcial, o qual foi acceito, discutido e ap-provado, baixando em seguida, para uma commisso de Redayo.

Para membros desta commisso nomeou o Mode-rador os Revds. Franklin, Erasmo e Dr. Lysanias.

Sob proposta, foi levantada a sesso s 4 horas da tarde, at o dia seguinte, s 9 horas da manh.

E eu, primeiro secretario. lavro a presente acta qus assigno

)Yi. "de }lrruda eamargo.

SESSO III Aos tres dias do'mez de Agosto de 1907, s 9

horas e 40 minutos ,da manh, no logar do costume, continuou o .Svnodo os s,eus trabalhos, dirigindo os exercicios -religiosos o Presb.Ytero 'sr; Leonardo de Campos .. " "" ","

- 39-

Foi, por proposta, dispensada a leitura da acta -an terior.

Verificando-se haver quorum, o Moderador declara aberta a sesso.

O Synodo, tomando conhecimento da morte, du-rante o interregno, do Revd. ]. F Dagama e Presbytero sr. Egydio da Veiga Soares, membros deste concilio, resolveu lanar em suas actas um voto de pesar, en-carregando o secretario de officiar s respectivas fami-lias, dando pezames.

Pelo Revd. Alvaro entregue ao Thesoureiro do Synodo a importancia de 215S000, angariada pelo Puri-tano, em prl do Seminario, ao que agradece o 1\1 ode-rador.

Para examinar as actas do Presbyterio de Per-nambuco, que occupam j dois livros, o Moderador no-meou outras tantas commisses, uma composta dos Revds. Baldomero, Octavio jensen e Presb.vtero Campos Aguiar, e a outra composta dos Erasmo, Coriolano e Presbytero Leonardo.

Pelo Dr. Smith apresentado relatorio parcial da Commisso de Papeis e Consultas, o qual, sob pro-posta, dividido para entrar em discusso.

Estando-se na hora, anteriormente marcada, para ouvir-se o Revd. H. C. Tucker a palavra dada quelle sr. o qual discorre sobre a influencia do trabalho das Sociedades Biblicas no Brasil.

Terminada a sua exposio, que foi ouvida com grande interesse e satisfao, propoz o Dr. Smith que:

1.0) O Synodo resolva tornar eifectiva uma col-lecta em suas Egrejas para auxiliar aquellas Sociedades e testemunhar-lhe a nossa apreciao e solidariedad e :

2.) Que por occasio desta collecta, que deve ser em um Doiningo mais proximo da data da descoberta da America - 12 de Outubro - prguem os ministros sobre a leitura e diffuso da Palavra de Deus; e

3.0 ) Que o resultado desta collecta seja divido por partes eguaes entre as Sociedades Britannica e Ameri-cana."

Esta proposta foi votada em p e unanimemente. Contina em discusso por partes, o Rela torio da

Commisso de Papeis e Consultas.

-40-

Eil-o: " A vossa commisso verificando as respostas dos

Presbyterios s outras duas consultas, descobriu que no ha numero sufficiente de votos de Presbyterios para se poder alterar o Livro de Ordem na Parte I, para-grapha 63 e na Parte TI, paragraphos 92 e 72, e tambem na Parte I paragrapho 144. \. I

A commisso, vista disso, de parecer que este concilio baixe de novo as duas 'Consuttas supra aos Presbyterios do Sul e da' 8ahi Sergipe, que no vo-taram. J. R. Smith, Relator. Em 3 de Agosto de 1907.

. este relatoria foi"! approvado. A Commisso de Exercicios Religiosos apresentou

relatorio jJarcial. . O Revd. Herculano apresenta relataria da commis-

so examinadora das actas presb\,teriaes da Bahia e Sergipe, o qual approvado.

Sendo devidamente. apuradas as respostas dos Presbvterios consulta do'Svnodo, sobre a creao da Assembla Geral, foi pelo Revd. Moderador promul-g-ada a lei que modifica, nesse ponto, o Livro de Ordem.

Sob proposta, foi nomeada uma commisso para tratar do modas faciendi na organisao da Assembla Geral.

, Por parte do Presbyterio de Pernambuco foi no-meado o dr. 1. R. Smith: do da Bahiae Sergipe, Revd. Mathathias; do Rio de Janeiro, Revd. Alvaro R~~; do do Sul, Revd. Lenington; do de ,tyli9as, Revd. l1ercu-lano: do de So Paulo, Presbytero Botto: do Oeste de S. Paulo: Presbytero C. Aguiar. '

Sob proposta, foi cantado o hymno 255, da 2.a parte. , O Dr. Lysannias pede excusas por no ter com-

parecido hora, sendo acceitas as suas razes. . Sob proposta levanta-se a sesso s 2 horas da

tarde, at a chamada do Moderador. A's 3 horas e 50 da tarde reabre-se a sesso. O Revd. Alvaro d relato rio parcial sobre exer-

cicios religiosos a celebrarem-se no proximo Domingo. , Sob' proposta, adiou-se a sesso at 2.8. feira, ,s

9 horas da manh. M. A. Camargo, Secretario.

- 41 -

SESSO IV Aos 5 dias do mez de Agosto de 1907, s 9 horas

e 40 da manh, no templo da Egreja Presbyteriana da Capital Federal, continuou o Synodo os seus trabalhos.

Dirigiu o culto preliminar o Presbytero sr. Sebas-tio Pinheiro.

Foi dispensada a chamada do rol, verificando-se, por meio de contagem, haver quorum.

Tambem, sob proposta, adiou-se a leitura da acta anterior.

Pelo Revd. Alvaro foi proposto que: "Este Sy-nodo recommende a todos os prgadores e missiona-rios faam a maior propaganda possivel em favor do estabelecimento do culto domestico em todas as casas de familias crentes."

Posta a votos foi approvado. Foi ainda approvada a seguinte proposta do re-

ferido ministro: "Proponho que este Synodo recommende a todos

os membros da Egreja Presbyteriana no Brasil o uso regular da hora tranquilla para o estudo da Sagrada Es-criptura e maior cultivo da piedade christ.

Pelo Revd. Franklin apresentado relato rio da Commisso de Redaco, o qual, discutido por partes, approvado, e assim mesmo no todo.

Eil-o: A commisso encarregada de redigir a modifica-

o do L. de O., Parte I, S 88, apresenta o seguinte: "A Assembla Geral reunir-se- ordinariamente ao

menos uma vez de 3 em 3 annos, e consistir de de-utados dos Presbyterios, na proporo seguinte: cada Presbyterio ter o direito de enviar 2 ministros e 2 pres-byteros, e os Presbyterios, que contarem mais de 1.500 membros commungantes na suas Egrejas, tero direito de mandar mais um ministro e um presbJ tero regente."

O Dr. Smith apresenta o seguinte relato rio da com-misso nomeada para dar parecer sobre a formao dos Synodo e da Assembla Geral, o qual, discutido, e posto a votos, approvado:

"Esta commisso recommenda ao colendo Svnodo Presbyteriano que os Synodos do Norte e do Sul, reu-nam no dia 1.0 de Janeiro de 1909, nas cidades de

-42-

Campinas e Bahia, respectivamente ~ e que a Assembla Geral se reunl em 1.0 de Janeiro de 1910, no Rio de Janeiro.

E' de parecer tambem que os avisos sejam feitos pela mesa actual deste Synodo com antecedencia de 90 dias, sendo os trabalhos abertos sob a presidencia do Mi-nistro mais antigo no ministerio. J. R. Smith, Alvaro Emygdio G. dos Reis, Herculano de Gouva, Matha-thias Gomes dos Santos, h10yss Campos Aguiar e Abilio Cesar Botto.

Foi proposto e approvado que se levantasse a sesso at uma hora da tarde.

A' uma hora da tarde foi reaberta a sesso, orando o Revd. Porter.

O Revd. Mathathias prope que seja facultado aos Presbyterios acceitar ou no o registo de naturalidade, profisso, edade e residencia dos professandos; e que seja completada a commisso que deve dar parecer sobre a Associao Beneficente Ministerial, e q ue seja Q

- 43-

cionaes e os nossos Catechismos; e que os officiaes da Egreja promovam esforos especiaes na dissemina.o da literatura evangelica, especialmente a leitura das nossas folhas O Presbyteriano, a Revista das Misses Nacionaes e O Puritano.

Estando presentes na casa os srs. Myron A. Clark e A. R. dos Santos Pereira, secretarios geraes da A. C. Moos, foram os mesmos apresentados ao Synodo, convidados a tomar assento COill8 membros visitantes, agradecendo o sr. Clark e significando os seus bons desejos para com este concilio. Agradeceu as suas pa-lavras o Moderador.

Pelo dr. Smith foi apresentada a seguinte propos-ta, que foi approvada:

Proponho que este SvnoJo pea Sociedade de Tratados de Londres, (RTS) que estude as necessida-des da evangelizao do Brasil e a conveniencia de es-tabelecer um deposito Ou agencia da tratados no Rio de Janeiro. Caso isso no lhe seja conveniente, que coopere neste trabalho com a Egreja Presbyteriana no Brasil por meio do rev. Alvaro Reis, fornecendo-lhe as suas publicaes na forma por que o iaz em Portugal e nas condies mais favoraveis que for possivel. O Moderador nomear uma commisso para se correspon-der com a Sociedade para esse fim.

A esse respeito communicou, ainda, aquelle sr. que o rev. F Uttley, Agente da Sociedade Biblica Britanica, conseguiu a boa vontade da Sociedade de Tratados de Londres para com o trabalho no Brasil.

Para entender-se com aquella sociedade foram nomeados o Dr. Smith, Revd. Alvaro e Dr. Lysanias.

Foi apresentado, discutido e approvado o seguinte relato rio :

A com misso nomeada 12ara fazer a distribuio do servio da Faculdade de Theologia de parecer:

1) que o Synodo agradea ao dr. Vogel a coope-rao que tem prestado no ensino no Seminario e lhe pea que continue a prestar quelle estabelecimento os seus bons servios no ensino de quaesquer materias que a Directoria ou a Faculdade lhe peam ensinar.

2) que as cadeiras de Theologia Systematica, Novo Testamenio e Governo da Egreja, sejam regidas pelo dr. Smith.

-44-

3) que as cadeiras do Velho Testamento e de His-toria Ecclesiastica sejam regidas pelo revmo. Erasmo C. Braga.

4) que as cadeiras de AQologetica e Theologia Pratica sejam distribuidas pela Directoria conforme os recursos e necessidades de occasio. j. R. Smith, Erasmo Braga e Lysanias de C. Leite.

A commisso de exame de livro de actas do Pres-byterio Oeste de So Paulo d relatorio, que, acceito e discutido foi tambem approvado.

Commisso identica, nomeada para rever as actas do Presbyterio de Pernambuco, apresenta o seu rela-torio, que acceito, discutido e approvado.

A seguinte resoluo, que apresentada pelo Revd. Erasmo, tem apoio e approvada:

"Resolve-se que os evangelistas, em todos os casos em que no possam ter o concurso da Sesso da Egreja, possam, em virtude de seus poderes de ordenao. re-ceber membros communho, fazendo-os arrolar, por jurisdico, pela Sesso da Egreja mais proxima."

A commisso de exercicios d relato rio parcial e convoca os ministros para uma reunio missionaria por occasio do culto da noite, na qual os pastores com assento neste Synodo fallem, cada qual, de cinco a dez minutos, referindo os pontos mais interessantes dos seus relatorios no anno findo.

O Revd. Alvaro apresentou a seguinte proposta, Que foi approvada:

"Recommende-se aos signatarios de compromis-sos mensaes em favor da cadeira nacional do Seminario Theologico que regularisem os mesmos desde o cor-rente mez de Agosto em diante, e que o Thesoureiro do Seminario indique, nos diversos campos e Egrejas, as pessoas por elles commissionadas para receberem as respectivas mensalidades.

Estando na casa o Revd. Leonidas Silva, Pastor da Egreja Evangelica fluminense, de Nictheroy, o mesmo convidado a tomar assento como membro visi-tante.

Pelo Revd. Erasmo apresentada a seguinte prO-posta, que discutida e approvada:

"Resolve-se auctorisar a Directoria do Seminario a vender, caso ache conveniente, os terrenos, de sua

- 45-

propriedade no edificados, adjacentes ao predio rua Maranho, 9, em So Paulo, applicando-se parte do pro-dueto no concerto do oito do predio"

O Revd. Porter apresenta uma moo que, por proposta vae Commisso de Publicaes.

O Revd. Erasmo apresenta o seguinte requerimento que approvado:

"Resolve-se nomear uma commisso para visitar o sr. Presidente da Republica e o sr. PrefeIto do Dis-tricto Federal e significar~lhes os votos da Egreja Pres-byteriana no Brasil pela felicidade pessoal de 5s. Excs. e da nossa nao."

O Moderador nomeia para a dita commisso os Revds. Alvaro, Omegna e Dr. Lysanias de C. Leite.

O Revd. Mathathias apresenta o seguinte requeri-mento, que , por proposta, deferido:

" Mathathias Gomes dos Santos, membro deste Synodo e do Presbyterio de Bahia e Sergipe, vem res-peitosamente pedir que o sr. Moderador deste Concilio, autorize ao rev. Secretario a accrescentar na approva-o das Actas do Presbyterio de Bahia e Sergipe a re-soluo referente a ser facultativo aos presbyterios ac-ceitar ou no o registo de naturalidade, profisso e edade dos que se ~presentam ~ara o exame da profis-so de f. Por ser de Justia. E. R. M. Rio, 5 de Agosto de 1907 Mathathias O. dos Santos.

O Revd. Herculano prope e approvado que este concilio, por intermedio da sua mesa, oHicie ao il-lustre governo portuguez, felicitando-o pela decretao do descanso dominical, segundo o que se l no "Jornal do Commercio"

Do Revd. Frank Uttley recebeu o Synodo offere-cimento de exemplares do celebre folheto Fontes de Poder, que aquelle sr. enviar aos endereos que lhe fornecer a secretaria.

O Moderador agradecendo, encarregou o secre-tario de dar os endereos. .

O Presbytero sr. Romo Baptista de Moraes, al-legando encommodo de sade, pede ao Synodo licena para- se retirar, o que, sob proposta, lhe concedido.

A's 4 horas da tarde, sob proposta, suspensa a sesso por uma hora e meia.

- 46-

A 's 5 horas e meia da tarde reaberta a sesso. Foram apresentadas e approvadas as seguintes

propostas: I - "Propomos que este veneravel concilio no-

meie uma commisso que coopere com commisses identicas de outras denominaes, afim de levar a ef-feito a Primeira Conven~o das Escolas Dominicaes do Brasil. C. H. Omegna} Franklin e Mathathias."

II - "Proponho que a mesa deste Synodo seja autorisada a convocar, ou a Assembla Geral, ou qualquer um dos Synodos, para qualquer reunio extraordinaria, a requerimento de dois teros dos Presbyterios respe-ctivamente. Alvaro."

III - "Proponho que mmediatamente depois de dissolvido este Synodo, cante-se o hymno 29 em aco de graas a Deus por permittir mais um passo de pro-gresso da Egreja Presbyteriana no BrasiL Corio/ano Ass ullJjJ o.

Foi proposto, aRoiado e approvado que o Pres-byt~ro Machado, da Egreja de Pmheiros, seja nomeado como substituto do sr. Vilella, na commisso de Mis-ses Nacionaes.

Por proposta foram concedidas licenas para se retirarem aos srs. Drs. J. R. Smith e S. Gammon. foi tambem concedida licena ao sr. Pedro Cesar para se retirar. Foi proposto e approvado que a lVlesa deste Synodo officie agradecendo ao sr. Chefe do Estado Maior da Armada as gentilezas para com este Synodo e que ella agradecesse pessoalmente ao sr. Alferes Joaquim Vieira Ferreira Sobrinho a lancha por elle ce-dida para os membros deste Synodo realizarem um passeIO martimo. Adiou-se, por proposta, a sesso, para amanh, s 8 horas e meia, depois de haver feito orao o revd. Laudelino de Oliveira.

Sebastio Pinheiro, 2. Secretario.

SESSO V A's 9 horas da manh do dia 6 de Agsto de 1907,

no Ioga r do costume, reuniu-se o Synodo para conti-nuao dos seus trabalhos.

- 47-

Dirigiu os exerci cios religiosos o Presbytero sr. Ribeiro elos Santos.

foi dispensada a chamada, aps ter-se verifiCado, por contagem, que havia quorum.

O secretario transmitte as excusas do Revd. Bal-domero que no compareceu por enfermo, ficando o mesmo encarregado de visitaI-o em nome do Synodo.

F oram lidas e approvadas as actas das sesses anteriores.

Ao membro visitante sr. Antonio Gonalves Lopes concedida a palavra, o qual agradeceu ao S)"nodo ter enviado um ministro que prgou na Egreja, na qual o mesmo Presbytero, doming-o noite.

O Revd. Erasmo faz uns considerandos sobre a Thesouraria de Misses Nacionaes e Redaco da Re-vista. O secretario e o Revd. Herculano informam o Synodo do procedimento das Egrejas dos Presbyterios Oeste ele S. Paulo c Minas, as quaes pagam a Revista na propor:lo de 1:-:;OJO por exemplar que recebem.

O Revd. Alvaro prope e approvado que essa praxe se torne extensiva a todas as sesses.

Os Revds. Franklin e Brito pedem excusas por terem chegado tarde, o que lhes concedido.

Sob proposta do Revd. Erasmo, lida esta ul-tima acta, que, em seguida, approvada.

Prope-se que o presente S)'nodo seja dissolvido e que as actas da Assembla Geral sejam registradas em continuao no mesmo livro. Posto a votos foi ap-provado.

Foi proposto e approvado que as actuaes Com-misses Permanentes do Synodo continuem no regimen da Assembla Geral.

Foi proposto que se terminem os presentes traba-lhos com exercicios religiosos, cantando-se especialmente o hymno 29, da 2.a parte.

E' proposto e approvado um voto de louvor l\1esa, pelo modo porque dirigiu os trabalhos.

Posta a votos a dissoluo do Synodo e a orga-nisao da Assembla Geral, foram estas medidas ap-provadas e o Moderador proclamando-o, convoca a Assembla Geral para o dia 7 de Janeiro de 1910, no templo da Egreja Presbyteriana do Rio de Janeiro.

-48-

Foi cantado o hymno 29, fazendo orao o Mo-derador o qual convocou tambem o Synodo do Norte l?ara se reunir no dia 7 de Janeiro de 1909, na Egreja Presbyteriana da Bahia e a do Sul, para se reunir na mesma data, no salo de cultos da Egreja de Cam-pinas.

Em seguida despediu o Moderador a assembla com a benam apostolica.

Do que, eu 1.0 secretario, para constar, lavrei a presente acta que assigno.

N. de }lrruda Camargo

Rio de Janeiro, 6 de Agosto de 1907.

APPENDICES

N. 1. " O Presbyterio de Minas, convencido da incon-veniencia de uma thesouraria geral, vem pedir ao Svnodo permisso para que seja organizada por este Presbyterio uma thesouraria presbvterial, podendo-se, si fr conveniente, tornar esta medida extensiva a todos os presbvterios do S:vnodo".

O Secretario permanente, Herculano de Oouva. N. 2. Illmo. Snr. Secretario Permanente do Synodo

da Egreja Presbyteriana no Brazil. Communico-vos, para os devidos fins, que o Presbyterio do Sul em sua sesso de 9 de Agosto de 1904 pede ao Synodo modificar o paragrapho 63 Cap. 5 primeira parte do Livro de Ordem, para considerar sufficiente a presen.a do Pastor e um Presbyterio quando se tratar de exame de candidatos a profisso de f, quando, por qualquer circumstancia, no possa concorrer mais de um presbytero; visto que as nossas egrejas so to espalhadas, havendo nucleos em tantos lugares, e muita~ vezes ha diversos presbyteros, porem m6ra um aqui outro acol, e nesses casos quasi impossivel fazer uma runio da sesso.

Na sua sesso de 11 de Agosto de 1904 fez a seguinte consulta ao Synodo: "Na impossibilidade physica ou moral de um crente comparecer a Sesso de sua cgrej~ a qual o citou para ser ouvido sobre faltas graves por elle commettidas e confessadas no pode a sesso suspendeI-o?"

Em sua sesso do dia 21 de Julho de 1905 leva ao Synodo uma cohsulta sobre o artigo 63 (Seco III) do Livro de Ordem, perguntando se no caso de uma egreja particular tiver mais' que um pastor, o pastor (ou pastores) que assiste, mas no preside a qualquer re-

- 50-

unio da Sesso tem o direito de votar" Curityba, 26 de Junho de 1906. Alberto Barddal. Secretario Per-manente do Presbyterio do Sul.

N. 3. Ao Synodo da Egreja Presbyteriana do Brazil. A ~raa de Deus, nosso Pae, ~ a luz do Espirito

Santo acompanhem vos-sos trabalhos na Vinha do Senhor.

O Conselho Presbyteriano de Evangelistas da Bahia e Sergipe, reunido no templo da Egreia Presby-teriana de Cachoeira, a primeiro ele dezembro de mil novecentos e. cinco, tomou e registrou,' em suas actas, a 'segyinte resoluo: .

'Foi votado que este Conselho se faa representar perante 'o 'SYDodo, nbanno de mil novecentos' e seis, para requerer delle a organizao de um Presbyterio nos Estads da Bahia e Sergipe, que seja composto dos revds. Mathathias Gomes dos Santos, Manoel Ma-chado e H. ]. Mac-All e cuja primeira reunio se rea-lize ,no fim de 1907 ou principio de 1907, na cidade da Bahia.- Deddiu, tambem, que, por falta de qualquer dos ministros acima mencionados, outro dos missiona-rios 'occupe logar' no nosso presbyterio. Foi escolhido represerrtante o revd. Mathitthias Gomes dos Santos"

, Na" qualidade, pois, de membro deste S.vnodo e portador da tepresentao dos ministros presbyterianos, que' operam nos Estados da Bahia e Sergipe, proponho que se.ia organizado um novo 'Presbyterio da Bahia e cja extenso territorial abran.ia, alm dos Estados menCionados, as partes de Minas, Goyaz e Piauhy, alcanadas pelo trabalho da Central Brazil Mission. Mathathias Gomes dos Santos.

N. 4. Propomos: a) Que no proximo triennio o Thesoureiro do

Synodo, em vez de um ordenado fixo, receba 10 1 o dos dinheiros arrecadados para Misses Nacionaes;

b) Que o Presidente da Commisso Permanente de Misses Nacionaes seja ex-ofjicio o redactor da Revista; . c),E que a dieta Revista de Misses Nacionaes, em vez de ser publicada bi-semanalmente o seja um~

- Si -

vez por mez, typO maior e com oito paginas, havendo recursos.

d) Que as listas de offertas sejam publicadas na seco official, com presteza e por extenso; .

e) Que no fim de cada anno ecclesiastico . s'eja publicado um quadro minucioso de collectas e offertas levantadas nas diferentes Egrejas e congregaes Synodaes. Mathathias G. dos Santos, Lysanias' de C. Leite.

N. 5. S. Paulo, 13 de Julho de 1906. Ao Venerando Synodo do Brazil. So Paulo.

O Presbyterio de So Paulo, resolveu em sesso de hoje reforar o pedido do Presbyterio de Minas, com referencia a organisao das Thesourarias Pres-byteriaes das Misses. Por ordem do Presbyterio, Jos Villela - Secretario Temporario.

N. 6. "A Commisso nomeada para dar parecer sobre as modificaes do plano de Misses Nacionaes apre-sentadas na passada reunio do Svnodo e registrada em suas actas,. pagina 82, prope que seja mantido o actual plano de Misses, CUj03 fructos, na expeden-cia de quinze annos e dos mais afflictivos da Egreja, parecem attestar eloquentemente o seu grande valor. Alvaro R.eis.

N. 7 . Reverendo Moderador e mais membros do Synodo: Tendo terminado o seu honroso . mandato, a Commisso vem respeitosamente apresentar o seu rela-torio, declarando que procurou desempenhaI-o d melhor maneira, medida das suas foras.

O relatorio minucioso do rev. thesouriro. 's~'nodico e mui digno redactor da R.evista, e bem assim os livros de actas e contas da thesouraJia vos informaro sufficienterriente de tudo quanto nos foi possivel' fazer neste ramo de actividade ecclesiastica, que, de dia para dia sobe de iinporti:mcia, devendo merecer, por, isso, a cuidadosa attno de todos,' o seu progTessivo 'desen-volvimento. .

Podemos, no emtanto, relatar-vos qu~, at' aqui, o Senhor nosso Deus tem esparzido de tal sorte. s.9bre ns o orvalho das suas benams, que a Commisso pou-de, embora imperfeitamente, cumprir o seu dever.

- 52-

Impetrando os favores de Deus sobre 'os vossos trabalhos, assignamos, Relator, Alvaro Reis, j. R. Carvalho Brga~ Lysanias de C. Leite, Herculano de Oouva, j. Lachrias de Miranda.

N. 8. Ao Venerando Synodo da Egreja Presby-teriana no Brazil.

O Presbyterio Oeste de So Paulo tendo em vista achar-se -a primeira Egreja de So Paulo situada em local afastado dos seus limites pede gue seja a mesma desligada do referido Presbyterio. O 1. secretario -j. M. Camargo.

N.O 10 - Relatorio da thesouraria das Misses Nacionaes e Seminario

Ao revd. lv1oderador e mais membros do Synodo da Egreja -Presbyteriana no Brasil.

Paz em Jesus Christo nosso adoravel Salvador e goso no Espirito Santo.

Caros irmos Venho hoje a presena desta illustre assembla de

christos cumprir o grato dever de relatar, to detalha-damente quanto me seja possivel, os trabalhos que, com a graa de Deus, me foi dado realizar do triennio que ora finda, como Thesoureiro Synodal e Redactor -da Revista.

Distinguido com a vossa benevola confiana quando, na reunio transacta deste venerando Concilio me re~ elegestes para continuar na gesto dos negocios _ da The-souraria Synodal, bem como na direc.o e redaco dO' orgam official do nosso Synodo - a Revista das -Mis-ses Nacionaes -, por mais tres annos, procurei com toda a sollicitude e a mais cuidadosa vigilancia, -desem-penhar-me da honrosa incumbencia de modo a corres-ponder dignamente confiana com que me distinguis~ tes; e hoje, tendo expirado o triennio para o qual me reelegest~s, venho depr em vossas mos o honroso mandato com que me honrastes, e fazer um succinto historico do movimento destes interesses ecclesiastico-synodaes, que correram por minhas mos. -

O desempenho do honroso cargo com que me distinguistes, caros irmos, neste periodo difficilimo, nesta phase angustiosa da historia de nossa Egreja Presbyte-riana, no foi tarefa de facil execuo attenta as dif-ficuldades de momento, maxim quando tinha de ar-

- 53-

rostar e combater os factores heterogeneos das difficul-dades que, de continuo nos assoberbavam.

O amor que consagro sacrosanta causa do Evan-gelho de Nosso Senhor Jesus Christo, o ardente desejo, que, graas a Deus, sempre tenho nutrido, de collaborar, na medida de minhas foras, ainda que como factor in-significant; na grandiosa obra de salvar o Brasil da es-cravido espiritual e de libertar as almas de nossos com-patriotas da perdio eterna, o empenho de bem servir ao meu Senhor e Salvador Jesus Christo em qualquer posto que seja conocado, me levaram a pr todo o meu empenho neste ramo de trabalho de sua Egreja, pondo tambem toda a minha confiana na direco do Espi-rito de Deus a quem, com a devida aco de gr.aas, nunca recorri em vo. E hoje, ao depr em vossas mos o honroso mandato com que me investistes julgo poder repetir a historica phrase do propheta Samuel, singula-risando, porm, a sua expresso: - .. At aqui me soc-correu o Senhor." <

Peco agora a vossa benevola atteno para o suc-cinto historico que passo a fazer sobre os movimentos da Thesouraria a meu cargo, bem como sobre a publi-cao do orgam official da nossa Egreja - a Revista' vas Misses Nacionaes -. durante o triennio transacto

Thesouraria das A1isses Nacionaes Tem occupado a minha atteno especial a orga-

nisao de uma escripta que sirva de base demonstra-tiva de todo o movimento de arrecadao, queassi-gnale de modo bem evidente as procedencias das contribuies, descriminando o modo como so ellas levantadas, seja por iniciativa particular ou individual, isto , por donatIvos ou offertas, seja por iniciativa of-ficial, isto _ - por collectas levantadas nas egrejas por iniciativa das respectivas sesses de EgTejas, e, bem assim, para demonstrar de modo facil, todas as despe-zas realisadas, bem como os saldos verificados.

Isto quer dizer que, como a Thesouraria, aG:cumu-lei tambem as funces de guarda-livros.

Passarei especificaO" do movimento financeiro das Misses Nacionaes no - ,

1. o anno do trieJmio Logo aps a -reunio -do Synodo em -1903, a com-

misso das Misses Nacionaes reuniu-se para tomar co-

- 54-

hhecimento dos oramentos dos diversos Presbyerios e votar as verbas mdispensaveis a cada um destes con-cilios, para o custeio do trabalho em suas respectivas circumscripes.

O funo oramentario organisado durante o exer-cicio ecclesiastico de 1902 e 1908 orou apenas por 14:736$246; e como, porm esta quantia no bastasse para satisfazer todos os interesses dos diversos campos presbyteriaes, o venerando irmo Dr. Alexander, que ento se achava entre ns, comprometteu-se a angariar

,uma quantia que completasse o oramento que ento foi votado na importancia de Rs. 16:336$246.

Julgo dever mencionar aqui que a nossa Egreja levantou ento no exercicio acima indicado, em dinheiro de contado a quantia de 13:560$246; constando o res-tante da quantia que completava o quantum arrecadado, na importncia de 1:176$000.

2. o anno tio friennio

Os caros irmos membros deste venerando con-cilio sabem que a arrecadao de fundos durante este anno ecclesiastico (de 1903 a 1904) fez-se com as ma-iores difficuldades porque, de um lado flagellava o nosso paiz a tremenda crise financeira que ainda perdura hoje, e de outro lado, - as tristes e dolorosas perturbaes

. que convulsionaram a nossa amada Egreja, ---'produzIram tal desequilibrio na vida espiritual de muitas de nossas ~grejas em diversos centros que tornaram difficilimos os trabalhos de arrecadao de fundos. . No meio, porm, de toda essa tremenda crise

moral que abalava at certo ponto uma boa parte de nossas egrejas, a mo do Senhor se manifestou pro-picia e benevolente nossa amada Egreja.

Fallei pelo nosso orgam offieial s nossas egrejas, dirigi-lhes cartas autographas e circulares, e visitei a muitas de nossas egrejas angariando donativos para oc-correr s despezas de nossos diversos ramos de tra-balho, encontrando por toda parte o melhor acolhimento, e, como consequencia, na occasio em que a Commis-so S. de Misses Nacionaes se reuniu para formular o oramento para oexercicio de 1904 a 1905 havia em Caixa cerca de Rs. 20:221 $951.

Nessa occasio, o nosso venerando irmo rev. E. Vanorden, angariou nos Estados Unidos, donativos que

- 55-

nos foram enviados pelo Board de New York, na im-portancia de 4:000$00.

A nossa commisso poude, portanto, votar todas as yerbas pedidas, habilitando deste modo os Presby-terios a solver todos os seus compromissos com os di-versos pastores que trabalhavam nos seus campos.

3. anno do Iriennio

A arrecadao de fundos para manter o trabalho no 3. anno do triennio reproduziu a historia dos annos anteriores, sempre as mesmas difficuldades a encher-nos de apprehenses, solvidas, finalmente de modo a provar exuberantemente que a mo do Senhor est comnosco.

Perdurava ainda a crise fra e dentro da Egreja; e entretanto, o trabalho que fiz, j pela Revista, J por cartas e circulares e em viagens ao interior deu o seu resultado, relativamente satisfactorio, pois a commisso encontrou um fundo oramentario no valor de Rs. 16: 186$496.

Os oramentos presbyteriaes foram satisfeitos, com pequenas modificaes.

A arrecadao de fundos durante este ultimo anno do triennio para o custeio das despezas com o trabalho no 1.0 anno do proximo triennio que tem constituido a maior difficuldade que encontrei durante todo o tempo de minha gesto como thesoureiro do Synodo.

No preciso assignalar aqui as causas determinan-tes de urna crise to angustiosa; os membros deste Con-ciliv conhecem as difficuldades que tm assoberbado o nosso paiz e esto tambem ao facto dos acontecimen-tos que se tm desdobrado no seio de nossa amada Egreja Presbyteriana, desorganisando em alguns centros muitas de nossas congregaes, perturbando em outros o trabalho regular, bem como a harmonia de vistas que deve reinar entre os fiis - condio essencial de toda a vitalidade, de toda prosperidade.

Julgo, entretanto, poder affirmar que as condies moraes e espirituaes de nossa Egreja so assz lison-geiras, que o quantum arrecadado neste ultimo anno prova, de um lado que estamos muito longe de pericli-tar por falta de apoio por parte de nossos irmos, e por outro que o Senhor continue a abenoar e a prote-ger o trabalho de nossa Egreja.

- 56-

No ultimo anno do triennio de 1897 a 1900, isto , no anno que antecedeu a reunio do Synodo em Cam-pinas, quando no havia ainda sino os prodromos do movimento que, quatro annos mais tarde devia produ-zir ' choque separatista, quando. quasi todas as con-gregaes e egrejas dentro da vasta area occupada pela nossa Egreja Presbyteriana contribuia regularmente sem constrangimento para o fundo geral das Misses Na-cionaes, o thesoureiro que ento geria este departa-mento da obra do Senhor s6 arrecadou, durante o re-ferido anno, quantia .pouco maior de 14:000$000, sendo que o saldo que me foi entregue por elle na occasio em que assumi a thesouraria, foi de Rs. 14:932$084 in-cluindo debitos atrazados, etc.

Neste anno, no exercicio de 1905 a 1906, quando a nossa Egreja tem se resentido ainda mais do mal geral que afflige a nossa terra - a crise financeira, a crise da lavoura, e, ainda mais, quando os aconteci-mentos que se desdobraram no Synodo de 1903 tm sido utilisados no intuito de prejudicar os emprehendi-mentos de nossa amada Egreja Presbyteriana, quando uma boa parte de nossas congregaes, algumas das quaes contribuem com dadivas quantiosas para os tra-balhos que esto sob a responsabilidadade de nosso Sy-nodo, apartaram-se de ns, - neste ultimo anno, dizia, apezar de todas as difficuldades que encontrei para or-ganisar o fundD oramentario, a . thesouraria conseguiu todavia, e graas a proteco de Deus, arrecadar no seio de egrejas que ficaram fiis ao Supremo Concilio da Egreja Presbyteriana no Brasil, a quantia superior a 19:000$000, para os diversos fins.

Podemos dizer, caros irmos, em face desse re-sultado: - "At aqui nos soccorreu o Senhor,"

A quantia, pois, que serve de base ao oramento das despezas para o proxino anno de 15: 175$903, que, 'com os coinpromissos; attinge SOlluna de 15:527$083.

Na ultima circular que dirig s egrejas, conside-rando . que a escassez do tempo no permittiria a muitas arrecadar em dinheiro de contado todas as quantias que muitos irmos, porventura desejavam contribuir para o santo trabalho, maxim quando estamos na poca das colheitas, o que quer dizer : - tempo de gstar antes de arrecadar, suggerio alvitre de se orgahisarem listas de compromissos que devem ser realisados at meiado

- 57-

de Setembro proximo futuro, pedindo ao mesmo tempo aos subscriptores auctorisao para incluir tles com-promissos no fundooramentario, de accordo com o 'que a nova Commisso :de Misses ter de orar e auct.o-risar as despezas do a11no proximo. Este alvitre foi adoptado por muitas de nossas egrejas, e, em conse-quencia, temos compromissos, .que, creio .piamente, sero realisados no tempo indicado, na importancia de . 1:342~080, e que, com o saldo em caixa (1) perfazem um total de ]5:517$383.

Tendo apresentado ao venerando Synodo o his-torico acima, bem como os dados financeiros, relativa-mente s, Misses Nacionaes de nossa Egreja, seja-me permittido fazer o mesmo, ainda que succintamente, em referencia ao

Seminario Theolo gico

A historia desta importante instituio sY!lodal , mais ou menos a historia das Misses Nacionaes, isto , . tem com a vida financeira desta commisso muitos pdntos de contacto.

A arr~cadao de, fundos pra a manuteno do Seminario .tem encontradO' as mesmas difficuldades crea-das pelas mesmas causas e solvidas pelos mesmos meios. Quando, em.Julho de 1903, apresentei a este venerando Concilio os livros da escripturao com o historico da vida financeira do Seminario. toda8 as despezas com a manuteno desta instituio estavam pagas integral-mente, e havia em caixa um saldo na, importancia de .. 302$917.

Este saldo juntamente com as contribuices ar-recadadas nos mezes subsequentes: fizeram face s des-pezas do estabelecimento at. a reunio da Directoria, em fim de Novembro de 1903. Nessa occasio todas as despezas estavam. pagas, e havia em caixa apenas uma pequena fraco de 1 $000.

As despezas, deste estabelecimento nesses quatro mezes subiram apenas a 793~OOO

. .. . (1) Valore!l ti reeeber, vi ndos QO a.nno transacto, 8141$000; Quantia. em caixa, lS:S5g$3tl3. Total 14:175$36':3.

- 58-

No exercicio terminado em Novembro de 1904, a thesouraria arrecadou 4:141$898 e as despezas pagas foram na importancia de 3:927$450 do modo seguinte: Manuteno de estudantes. 3:459$500 Imposto predial (1 anno). 462$000 Expediente 58950 3:927$450

Passou deste anno para o seguinte um saldo na importancia de 214$215.

Foi difficilima a arrecadao de fundos no exerci-cio de 1904 a 1905 devido ao movimento perturbador que appareceu por quasi todos os nossos campos, por cujo motivo, em Novembro de 1905, quando se reuniu a Directoria, verificou-se um deficit que attingia a 1:040$135.

Este deficit junto com as quantias que tive de pagar, provenientes das despezas de viagem dos mem-bros da Directoria, na importancia de 255S600 ascendeu a 1:2958735.

As egrejas no ficaram insensiveis aos insistentes appellos que, ento, lhes foram dirigidos, de modo que, muito logo, tive a satisfao de pagar integralmente o deficit verificado por occasio da reunio da Directo-ria, e hoje, com gratido e aco de graas quelle Senhor bondoso, que sempre tem sido a nossa fora, que tenho a intima, satisfao de communicar a 'este il-lustre Concilio,' -que todas as despeza3 verificadas de de Novembro ultimo .para c, na importancia de . 2:425$000, i~cluindb o deficit esto integralmente pagas" e temos em Caixa um saldo de Rs. 412$065.

Especificarei o movimento destes ultimos mezes, aps a reunio da Directoria:

Os fundos arrecadados subiram a 3:375$000

DEI!SPEZA~

Pago ao Dr. J. R. Smith. " imposto predial (1.0 semes-

tre de 1906) . . Pago viagens dos Directores .

" ao Dr. Smith, offerta da E. S. Barbara, para o sr. Zanon

Pago expediente da thesouraria Deduzido o deficit da Caixa Saldo que passa p.a a conta nova

2:425$000

231$000 2558600

14$000 7$800

208135 421$065 3:375$000

- 59-

Montepio Ministerial

Pouco o que tenho a dizer, relativamente a esta instituio synodal.

O movimento da Caixa, durante o triennio foi quasi nuUo. Conforme verificou a commisso examina-dora,no Synodo passado, havia um saldo que passou para a conta nova, na importancia de Rs. 3:045$992.

As contribuies arrecadadas durante o triennio foram na importancia de 61$200, que, com os juros con-tados na Caixa Economica, na importancia de 208$953 Rs., perfazem um total de Rs. 270:::; 153.

Em Fevereiro de 1904, a commisso respectiva au-torisou-:me a enviar viuva do rev. Martinho de Oli-veira um auxilio de Rs. 1:500$000.

A caixa, pois, accusa presentemente um saldo no valor de Rs. 1:819$145.

Revista das Misses

De conformidade com as recommendaes da Com-misso de Misses Nacionaes, publiquei sempre que pude mais de uma edio mensal, durante o triennio.

Em 1903 - 1904 publiquei 19 edies 1904 - 1905 21

, 1905 - 1906 " 19 As despezas com estas publicaes, subiram;

No 1.0 anno a 8378490 ,,2. " " 848$398 " 3. 1:3] 7$590 3:0038478

Total dispendido durante o triennio. Durante os Q!imeiros dois mezes o nosso vene-

rando irmo rev E. Vanorden auxiliou a publicao de nossa folha com uma ediO gratuita mensalmente, pelo que o julgo merecedor de nossa gratido.

Neste ultimo anno a Revista foi publicada a eJ(-Rensa de nossos caros irmos, membros da nossa Egreja Presbyteriana, cujas offertas,' no importancia de 9] k:~iJ 50 rs. juntamente com um saldo que a Revista tinha em Caixa, na reunio passada da Commisso de Misses, na importancia de 408$000, e que a Commisso conce-deu para publicao, visto provir esta quantia de of-fertas para esse fim, attingiu quantia de 1:326$150 rs.

- 60-

As despezascom, ac'publicaa, remessa, factura de listas impressas para remessas etc., attingiram neste ultimo.JanM a 1:317$590 rs., havendo um saldo ein caixa, na importancia de 8$560 rs.

julga escusado dizer .algo sobre aoriento. que dei ao. orgam oficial ,da nossa Egreja.

Os ,aros irmos leram a Revista e esto. scientes a respeitD,.e ;p@dero aquilatar do merito ou demerito do meu trabalho.

E' o que se me offerece relatar a este venerando ConcIlio sobre o trabalho que teve a magnanimidade de confiar aos meus cuidados~ e, esperando que o vene-rando. Cncilio relevar qualquer falta que tenha com-mettido no desempenho desta alta incumbencia, attento a minha falta de competenda profissional para desem:.. penhal-a, sp il1e resta pedir a0 Deus de Misericordias) o Pae de nosso amado Salvador Jesus Christo, derrame abundantemente sobre este Concilio as suas mais ricas benams.

So Paulo, 16 de Julho de 1906. J. 3acharas de }/{iranda

Thesoureiro e Redactor da Revista N.O 11 - Directoria do Seminario - Relatorio A Directoria. do Seminario Theologico Presbyte-

riano, nomeada por. este venerando Concilio, vem res-peitosamente apresentar o. relatorio de seus trabalhos, durante o triennio lindo.

Rev. Moderador e mais irmos em ClIristo: Graas ao Deus omnipotente e aos generosos es-

foros da Egreja, .~ Directoria, atravs de innumeras dif-ficuldades que esto. no pleno conhecimento da Egreja, poude, no. obstante, cumprir o. seu mandato, fazendo tudo. o. que lhe foi 'possivel para manter a Escola de Pro-phetas e dar-lhe. at maior desenvolvimento.. Isto, parm, no fai passiveI conseguir.'

II<

* '" Durante 0, triennii teve o Seminaria o seguinte

movimento de matriculas: a) Alumnos preparatnrianas que frequentaram as

aulas e receberam Renso do Mackenzie: :Con~.ge: t. Carlos Camargo; 2, Godor.edo Borges; 3, El;1gemo Fa-chini;j 4, Alberto Bueno; 5, Joo Dias~ 6, Alberto Zanon;

- 61 -

7, Samuel Barbosa; 8, Annibal Nora; 9, Vito Paradizo teve manuteno particu1ar.

b) Alumnos matriculados no. curso theologico e que foram mantidos por fundos ecclesiasticos e jJarti-eulares: 1, Octavio Jensen; 2, ManoeI Alves de Brito; 3, COTioIano Dias: 4, Alberto Zanon; 5, Francisco Pe-reira; 6, Samuel Barbosa; 7, AnnibaI Nora; 8, Joo Pe-reira arcia. Tambem fez parte do curso theologico, o ex-seminarista Lameira de Andrade.

Actualmente estes seminaristas esto assim quali-ficados:

1.0 Anno do curso theologico: Annibal Nora e Joo Pereira Garcia.

2. Anno: Alberto Zanon, Francisco Pereira e Sa-muel Barbosa.

3.(' Anno: Octavio Jensen, Coriolano Dias e. Ma-nuel Alves de Brito,

Deixaram o Seminario antes de cursar as aulas de tlIeologia os seguintes j)reparatorianos: 1, Carlos de Ca-margo; 2, Godofredo Borges: 3, Eugenio F achini; 4, Alberto Bueno: 5, Joo Dias ~ 6, Vito Paradizo e 7, Pedro Lameira. que iniciou apenas o primeiro anno theo]ogico.

Durante o trienmo, com a maior solicitude e com-petencia, o rev. dr.]. R. Smith occupou as cadeiras de professor do curso theologico.

E, alm deste arduo e importantissimo trabalho, o illustraGlo mestre accumulou o cargo de reitor do Se-minario, que desempenhou galharda e proficientemente, fazendo js ao pleno reconhecimento e gratido da Egreja.

Egualmente merece os applausos e a gratido da Egreja Presb.\teriana o nosso irmo rev. ]. Zacharias de Miranda que, na qualidade de thesoureiro, tem sido in-cansavel em tudo fazer em favor das finanas deste estabelecimento.

Devido especialmente s circumstancias financeiras a Directoria restringiu a matricula dos candidatos reCOlTI-mendados pelos respectivos p.resbyterios e aquellesque independessem do fundo da thesouraria synodica.

O movimento financeiro durante o triennio foi o seguinte: (Vide reiatario do thesoureiro).

Depondo em vossas o seu mandato, a Directoria' est . certa de que tudo fateis- para neste t-rienni0 o' Se-minario poder realizar melhor a santa quo necessaria

- 62-

msso de. preparar idoneamente o progressivo desen-volvimento da Egreja Presbyteriana no Brasil.

A Directoria vos pde declarar com o maior ju-~biIo: - "'At aqui nos soccorreu o Senhor." Elia est firmemente crente que o Senhor Deus continuar, se-gundo o seu infinito amor para com a sua Egreja, as benams precisas para que a nossa Escola de Prophe-tas cumpra melhor o seu glorioso quo necessario e santo fim.

Impetrando a perenne illuminao do Espirito Santo para os nossos trabalhos subscrevo-me: Relator Alvaro Reis.

N. 12. Associao Ministerial

Com o titulo acima fica estabelecida no seio do Synodo Presbyteriano do Brasil uma sociedade cujo fim soccorrer as famlias dos seus ministros, por mo-tivodo fallecimento destes.

Pertencero compulsoriamente associao, com direito ao soccorro especificado nestes estatutos, os ministros validos membros do Synodo, e smente estes. Podem, entretanto, fazer parte da Associao, na qua-lidade de bemfeitores quaesquer pessoas que desejem, bem como (I ) as Egrejas. (2) as Sociedades de Se-nhoras e de (3) Esforo Christo, as (4) Aa. Cc. de Mm. e geralmente, ( 5) qualquer firma, empreza com-mercial, industrial, agricola, etc. representada pelos seus orgams legitimas

A DIrectoria da Associao Ministerial compor-se- de um Fresidente, que ser o Moderador do Sy-nodo, de Secretario-Thesoureiro que ser egualmente o Secretario daquelle concilio, e de tantos vogaes quan-tos forem os Presbyterios do Synodo. Estes cargos sero preenchidos por aquelles que os exercerem ao tem-po do mesmo Synodo.

Compete ao Presidente convocar e presidir a Assembla Geral- da . Associao, a qual s ter logar ao tempo e no local em que se reunir o Synodo or-dinariamente.

Compete ao Secretario-Thesoureiro O) lavrar e registrar as actas da assemblageral da Associao; (2) escripturar convenientemente toda a vida della; (3) dirigiJ; circulares aos membros sobreviventes sempre que faLlece-r um associado, concitando-os ao cumpri-

- 63-

mento dos seus deveres no caso: e (4) apresentar trl-entralmente em relato rio minucioso e documentado do movimento da thesouraria.

No impedimento do Moderador presidir a Assem-bla o seu successor natural. O mesmo ser Feito no caso de ausencia do Secretario, devendo estar- o subs-tituto munido dos livros e dos dados necess'arios ao desempenho' das suas attribuies.

Para Cl1steio do Expediente - que' consta de Li-vros, circulares, impressos de estatutos e diversos, cor-respondencia e publicaes - cada sacio, ao inscrever-se, pagar a joia de I O$OOO~ e mais a importancia de' 15$000 que pagar de cada 3 annos, por occasio da Assembla Geral da Associao. ,

Alem da pequena joia e contribuiO' trimennal do artigo anterior, cada socio, ao receber dO' Secreta-rio-Thesoureiro aviso da morte de um beneficiario, re-metter sem a minima demora, ao Thesoureiro, ou ai nessoa por elle indicada, a quota de cem mil ris~ Todas as quotas assim' arrecadadas, o Thesoureiro, com conhecimento do Presidente, e do Vogal que' represen'-: te o Presbyterio em que se deu o obito, empregar judiciosamente (a) no pagamento de quaesquer dividas existentes; (b) na compra de uma casa para a viuva e (c) no provimento de educao para os orphams. Quando estes items estiverem prejudicados, ou quando a Directoria o julgue inexequivel. ser entregue .a importancia arrecadada a pessoa julgada mais idonea, da familia ou da communidade, isto naturalmente de-pois de consultar-se a prudencla christan e as leis do paiz, attinentes ao caso.

Fica subentendido que toda a d espeza com trans-portes, escripturas etc. deve ser feita a custa dos re-feridos beneficiarios.

Quando se tractar de um associado rico ou re-mediado, cuja familia dispense o que lhe couber, ser esta importancia dividida da seguinte forma: 20 alo para o Fundo das Misses Nacionaes; 20 IQ para o Sem i-nario Theologico; 30 10 para o Fundo de Penso a lVlinistros Invalidos e 301)10 para um fundo Especial, destinado construco, e'3tabelecimento e custeio de um Asylo para Orphams de Ministros.

Ditas quantias devem figurar em nome do morto ou de sua familia.

- 64-

No caso acima, ninguem tem ;0 direito de recusar-sea contribuir "porque a famBia do irmo no. acceita ou no necessita ", porqanto ser este um modo muito apropriqdo a honrarmos o companheiro fallecido e fa-zeI-o falar, .. embora morto, em prl de causas to sa-grads.

Perder ipso facto o direito ao beneficio da Asso ... ciao( )todo aquelle que deixar de fazer parte ,d($!) Synodo; e (2) aquelle que no tiver pago a sua quota por occasio do fallecimento de anterior collega. Em. caso nenhum a Associao restituir joia,- annuidades, qo1as e qua~squer donativos, ppr motivo de retirar-se um' associado. i.

A Directoria, por si e por intermedio dos seus associados, procurar angariar legados, donativos, etc. com os quaes estabelecer e manter Asylo para Or-phams de Ministros, do artigo ...

As . quantias -arrecadadas para este fim, bem como a porcentagem da partilha de que tracta o artigo .. sero depositadas em estabelecimento de credito

de inteira confiana, e delle ninguem poder lanar m.o, para qualquer fim, sino para o especificado no artIgo antenor.

Estes estatutos podero ser modificados, porm s. em reunio daassemblea geral que coincida com a reunio ordinaria do Synodo e em que votem nominal-mente pelo menos tres quartas partes dos socios pre-sentes.

TABELLA DE QUOTAS

At 60 socios a 100$ maximo 6:000$. De 70 a 79 90$ 6:300$. 80 a 89 80$ 6:400$. 90 a 99 70$ 6:300$.

-: 100 a 109 65$ 6:500$. ~) 11;0 a 119 60$ 6:600$.

120 a 120 55$ 6:600$. : 130 a 139 50$ '. 6:500$. 140 149 45$ . ,.,: i 6:300$. 150 a 150 45$ ~ 6:750$.

E assim por diante.

- 65-

Quando um ministro pela sua gran}e pO'breza nO' puder' ssinho, contribuir com o total, poder elle associar..,se' cO'm a Egreja ou socied-des desta, etc. devendO':se. ,declarar O' facto ,no livrO' ,:das inscripes.

N.o'13 - Ao Venerav41 SyilOdo A ,Gmmisso de pUblicaes vem respeitO'sa-

mente apres.entqr o seguinte relatoria: ; O presi~ente da commisso esteve ausente dO' paiz

durante O' ;;primeiro anno dotrienniO', e por isso no pde relatar O' movimento durante: esse periodo: Desde Ja-neirO' de 1904 tem sido publicadas as seguintes edies: 1 ediO' de '400 exemplares do "Presbyteriano" mensal-

"

."

mente. ediO' 'ie 1700 a 1850 exemplares das Lies Inter-

nacionaes. ediO' 300 ex. das Actas dO' SynodO'- de 1903.

" 3000 O catechismo, Leite, para Creanas. " 1000 Manual dO's M'embrO's' da Egreja.

1000 CO'nfisso Au'ticular:' " 1000 r A Missa : " 2000 Breve Catechismo . " ,1000" Meninos cO'mo membros da ,Egreja. " 1000" Doutrina sobre o Baptismo. Chamamos a atteno do SynodO' ao facto que o

deficit de 193i500 que vem do triennio de 1900, importa agO'ra em 391$810, segundo ''(fBlancete lio Thesoureiro, apresentadO' juntaJ;Ilente cO'm, ~ste. . ) ':Reconmendamos ql1e no futuro as actas sejam entregues' commissO' para serem publicadas dentro de tre,S"': mezes q'epois de., encerradas as sesses db Sy-nodo: " . -" .' ", , "'Re"cO'mmertdamos que seja editado e publicadO' um

codigo d~. resqlue? das d~versas reuni,es do Synodo, que moc1!lcam' as leIS em VIgOr. Ii.- S. Allyn, RelatO'r.

/3alancete do Thesoureiro 'da Commisso ,de Pu-blica~es';

, Offertas aas Egrejas para a publicao das Actas do Synodo de 1903. j.: ~ t RECEiTA

D Egreja ne Natal. ,',~ ', .. ' " ., ".. ' '" So Joo do RIOPard.o " ' '" Casa Branca. ~ ..

A ~trl"risp' rt'('

10$000 3$000

, "4$000

'17$000

"

"

"

66-

Tramporte. Lavras .

" S. Joo Nepomuceno " Sen~ . " S Joo da Christina. " Nictheroy. .

S. Joo dei Rey Araraquara Curytiba . Rio de Janeiro.

" ltapira . . " Espirito Santo do Pinhal " Mo~y-Guass ,., Botucat

Rflrra Alegre. " Gonguy.

Pl-'{}ra Branca . " S. Joo da Boa Vista " S. Joc;; do Ribeiro

" " Bahia . .. " "Ria('huelo..

Do Prpsbyterio de So Paulo.

DESPEZA Publicao das Actas Remessa das Actas. Deficit do trit:'nnlO .p. p.

Deficit 391$810. H. S. Allyn, Thesoureiro.

17$000 14$340 18$140 7$440 6$480 6$000 6$160 6$400

10$000 59$140

9$400 6$000 3$320

25$000 18$7(-0 1$860 1$950 5$000 1$460

22$000 14$020 50$000 313$390

500$000 8$000

197$000 705$200

N. 14 - Em vista de se acharem as Egrejas de Botucat e Lageado do Oleo deslocadas dos limites daquelIe que seria D seu Presbyterio natural, que o de So Paulo, RToponhosejam as mesmas desligldas do Presbyterio Oeste de So Paulo e annexadas quelle. M. A. Camargo.

N. 15 - Ao Venerando Synodo Presbyteriano Prezados Irmos: O Presbyterio Oeste de S. Paulo responde a pro-

posta que este concilio fez baixar a sua apreciaore-ferente a annexao das egrejas de Botuc:at e Lageado, do seguinte modo: .

Este Presbyterio no podendo se conformar com a razo que. motivou. dita proposta e .d~sejaf!do conser-var as refendas' egreJas em os seus Im1ltes e de p'are-cer que no seja deferido o pedido que encerra a mesma. Respeitosamente J. M. Camargo, 1.0 Secretario.

- 67 --

N. 16 - Ao venerando Synodo - S. Paulo. O Presbyterio de S. Paulo em sua sesso de 18

do corrente, resolveu em resposta communicao do Synodo, declarar que no acha conveniente a transfe-renda das Egrejas de Botucat e Lageado do Oleo para o seu territono. S. Paulo, 18 de Julho de 1906. Por ordem do Presbyterio, Jos Viltela, secretario temporario.

N. 17 - No intuito de animar a mocidade de nossa Egreja que se prepara para o Ministerio, proponho:'

L") Que a DIrectoria de nosso Seminario confira, em nome aa Egreja Presbyteriana no Brasil, o grau de Bacharel em Theologia aos estudantes que, tendo feito o curso de preQaratorios, terminarem com approvio plena o curso Theologico de nosso Seminario;

2:') Que aos Bachareis em Theologia que conta-rem 20 annos de servio activo no ministerio do Evan-gelho, tendo sido sos em doutrina e houverem contri-buido para o desenvolvimento da literatura evangelica, por meio de trabalhos originaes, ou traduces de valor, a mesma Directoria confira o grau honorario de Doutor em Theologia. M. A. CamarJ(o.

N. 18 - Telegramma. florianopolis, 2 de Agosto. Presbyterio Sul votou favoravel consulta baixou

Synodo modificao paragrapho 88. Sigo "Orion" Le-nington.

N. .9 - Na qualidade de representante do Presby-terio da Bahia e Sergipe, communico que aquelle Pres-byterio respondeu pela affirmativa consulta do Synodo referente alterao do Livro de Ordem, com o fim de ser organizada a Assembla Geral e que as outras con-sultas do Synodo chegaram depois de encerrada as ses-ses do Presbyterio. Rio, 2 - 7 - 1907. Mathathias O. dos Santos.

N. 20 - Ao Venerando Synodo O Presbyterio de S. Paulo respondeu s consultas

baixadas do Synodo na seguinte maneira: 1 - Sobre a modificao L. O. Parte I 63. Sim. 2 - Sobre a alterao do texto do L. O. referente

a julgamentos pela Sesso da' Egreja, - "O Presbyte-rio no v necessidade de alterar o texto do L. O. e de .parecer que, na impossibilidade physica de compa-recer ' sessb,o' ru. confesso dever fazer sua decla-raa uma commisso do tribunal nos termos dos 92 e 72 da Parte li e 95, Parte I do L. O. podendo

1111~IIII~m~nl00ilm~II~I~I~II! 3 9002 09360 9866

- 68-

ento o tribunal agir summarianiente conforme o L. O. Parte II 92.' '.', . " . ' . ,,', ' .

3 - Sim, salvo a redaco; 4 -,- Sim, salvo a redac_o, -: 1500 membros com-

mungantes' em suas: ~rejs. Rio de Janeiro, 2 de Agosto de: 1907~ Secretatio,Coridlaro de AssumjJfo:

rI. 2"-'- Ao Venerando Synodo aEgreja Pres-byteriana no Bra~il. .

. O 'Presbyteno Oeste de S. Paulo vem respeItosa-mente' communicar a este venerando concilio que em a sua reunio ordinaria, realizada' em Dois Corregos, de 25 ii 29 ,de Julho findo, depois de considerar nas' con-sultas deste Synodo; resolveu responder pel:{ negativa as mesmas, excepto a que se refere a interpretao "do ~ -92, Parte II,' do L. de Ordem' pela qualopina. j. M. Camargo, Moderador. ,

N. 22 - Rev. Snr. Moderador e mais membros do Synodo da E. p~ no Brasil.

O Presbyterio de Minas, communica respeitosa-mente ao Veneravel Synoio da EgrejaPresbyteriana no Brasil que s suas consultas responde: Negativamente s das primeiras; e, allirmativamente ' trceira.

" ' Secretaria Permanente do' Presb yterio de Minas, ernCampinas, aos 30 de Julho de' 1907. Henrique' A. Vogel, S. P. .

N. 23 - O abaixo assignado, secretario ,permanente do P. d Rio, ~vos partictpaque elle-respndeu na affir-mativa 's 'consultas; a Jel1e . baixadas. Rio, zde Agosto de 1907. Franklin' do Nascimento. ! . :N. 24 '~ Ao Colendo Synodo da Egreja presby-

teriana do' Brasil. . , , .' ; " ....;. . . O Presbyterio de Pernambuco, tendo' recebido uma

consulta baixada pelo Synodo, tomou-a na devida con-siderao, e respeitosamente submette" a ~ .sri~P: resposta comO:: segue: . . .' , '.'

1.0 - Recommenda que as modificaes n>o. Livro de'

Recommended

View more >